Image Map











quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

O relato sobre Ananias prova que o “Espírito Santo” é uma pessoa?




Fonte da ilustração:
http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102003042

Um leitor deste site escreveu:

Outro texto, além de Tiago 4.5, prova que o Espírito Santo é uma Pessoa: “Mas Pedro disse: ‘Ananias, como Satanás levou você a mentir de forma descarada ao espírito santo.’” (Atos 5:3) É óbvio que se alguém mente, mente para alguma pessoa. Ninguém mente para um poste ou uma cadeira, não é mesmo? 

Resposta:

O texto de Tiago 4:5 é excelente para provar que o espírito santo não é uma pessoa. Diz essa passagem:

 “Ou vocês acham que é sem motivo que as Escrituras dizem: ‘O espírito que passou a morar em nós continua cheio de desejos invejosos’?”

Primeiro, o texto acima mostra a personificação das Escrituras, quando Tiago afirma que elas “dizem” algo. Assim, textos que fazem referência ao espírito santo ‘falar’, ‘declarar’, ‘dar testemunho’ etc. não são de forma alguma prova positiva de personalidade. Como o contexto bíblico mostra, tais referências e outras ao espírito santo tratam-se de personificação.

Em seguida, Tiago 4:5 faz menção do “espírito que passou a morar em nós”.

A versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel traduz assim:

“Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes?”

Óbvio que Tiago não diz respeito a um “espírito” pessoal. Caso dissesse, estaria afirmando que os cristãos viviam possessos por espíritos demoníacos. É evidente que a alusão é à inclinação, ou disposição, mental, a qual, devido à imperfeição transmitida por Adão e Eva, está voltada para desejos errados. Portanto, nesse caso, a palavra “espírito” significa algo impessoal – uma inclinação ou disposição – que habita o ser humano imperfeito. (Veja o artigo “Estudo sobre Pneumatologia – Parte 3”.)


Tal espírito foi personificado como tendo “ciúmes”, ou “desejos invejosos”. Na realidade, tais desejos são da pessoa humana que tem tal espírito, ou inclinação mental. Mas como esse espírito é parte intrínseca do ser humano imperfeito, fala-se de tal espírito como se fosse a própria pessoa.

Isso ilustra por que o espírito santo é personificado. Segundo a Bíblia, o espírito santo emana de Jeová. Por isso, as Escrituras usam os pronomes possessivos “seu”, “teu” e “meu” referentes ao espírito santo, conforme os textos abaixo:

“Foste paciente com eles por muitos anos e continuaste a adverti-los por meio do teu espírito, usando os teus profetas, mas eles não quiseram escutar.” – Neemias 9:30.

“Não me expulses da tua presença; e não tires de mim o teu espírito santo.” – Salmo 51:11.

“Se envias o teu espírito, são criados, e renovas a face da terra.” – Salmo 104:30.

“Então, Jeová disse: ‘Meu espírito não terá tolerância com o homem indefinidamente, pois ele é apenas carne. Portanto, seus dias somarão 120 anos.” – Gênesis 6:3.

“‘Ai dos filhos obstinados’, diz Jeová, que executam planos que não procedem de mim, que fazem alianças, mas não com a orientação do meu espírito, e assim acumulam pecado sobre pecado.” – Isaías 30:1.

“Vejam o meu servo, a quem apoio! Meu escolhido, a quem aprovo! Pus nele o meu espírito; ele trará justiça às nações.” – Isaías 42:1.

“Pois derramarei água sobre o sedento e farei correr riachos sobre a terra seca. Derramarei meu espírito sobre a sua descendência e minha bênção sobre os seus descendentes.” – Isaías 44:3.

“‘Este é o pacto que eu farei com eles’, diz Jeová. ‘Meu espírito, que está sobre você, e minhas palavras, que pus na sua boca, não se afastarão de sua boca, nem da boca de seus filhos, nem da boca de seus netos’, diz Jeová, ‘desde agora e para sempre’.” – Isaías 59:21.

“Porei o meu espírito no seu íntimo e os farei andar nos meus decretos, e vocês obedecerão e cumprirão as minhas decisões judiciais.” – Ezequiel 36:27.

“‘Não esconderei mais deles a minha face, pois vou derramar o meu espírito sobre a casa de Israel’, diz o Soberano Senhor Jeová.” – Ezequiel 39:29.

‘“Nos últimos dias’, diz Deus, ‘derramarei do meu espírito sobre todo tipo de pessoas, e os filhos e as filhas de vocês profetizarão, os jovens entre vocês terão visões e os homens idosos entre vocês terão sonhos, e até mesmo sobre os meus escravos e sobre as minhas escravas derramarei do meu espírito naqueles dias, e eles profetizarão.” – Atos 2:17, 18.

Visto que o espírito santo é parte intrínseca de Jeová, os sentimentos e outras características pessoais de Jeová às vezes são personalizados por tal espírito, ou energia, de Jeová.

Do mesmo modo, ações feitas ao impessoal espírito santo são na verdade feitas à fonte desse espírito – Jeová Deus. Por isso, é personalizado como recebendo tais ações.

Isso explica a passagem envolvendo Ananias:

“Mas Pedro disse: ‘Ananias, como Satanás levou você a mentir de forma descarada ao espírito santo e ficar secretamente com parte do valor do campo? O campo não era seu antes de você o vender? E, depois de ter sido vendido, o valor não ficou sob o seu controle? Por que você tramou no coração fazer uma coisa dessas? Você mentiu não a homens, mas a Deus.’” – Atos 5:3, 4.

Os trinitaristas se apressam a concluir que o espírito santo é uma pessoa e que é Deus, pelo uso do verbo “mentir” tanto em relação ao espírito santo como a Deus. Mas tais conclusões não são bíblicas.

Atos 5:9 esclarece o sentido:

“Tornou-lhe Pedro: Por que entrastes em acordo para tentar o Espírito do Senhor [Jeová]?”

Observe que o espírito santo é DO Senhor, sendo assim parte intrínseca do Senhor Jeová. Portanto, mentir ao espírito santo é uma maneira figurada de dizer que a mentira foi feita à sua fonte – o Senhor. Por isso é que Pedro usa o verbo “mentir” tanto em relação ao espírito santo quanto para Deus, a fonte desse espírito.

Jesus se referiu ao espírito santo como sendo o “dedo de Deus”. (Lucas 11:20; Mateus 12:28) O que é feito ao dedo de uma pessoa é feito à própria pessoa. Alguém poderia dizer: ‘Você machucou o meu dedo!’ E logo em seguida poderia dizer: ‘Você me machucou!’

Ninguém entenderia disso que a pessoa e o dedo dela tenham a mesma identidade, e sim que aquele dedo faz parte da pessoa. Semelhantemente, o que Ananias fez ao espírito santo – o “dedo de Deus” – foi feito a Deus, o Dono desse espírito. Mas isso não significa que ambos tenham a mesma identidade, e sim que o espírito santo pertence a Deus.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org







Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *