Image Map











domingo, 24 de junho de 2018

O que representa o monte Sião de Apocalipse 14:1?



Um leitor indagou o seguinte:

Em Apocalipse 14:1, Jesus é visto com os 144.000 ungidos no “monte Sião”. Já li na obra “Estudo Perspicaz das Escrituras” que esse monte era originalmente a fortaleza dos jebuseus, a qual Davi conquistou e, mais tarde, passou a aplicar-se a toda a cidade de Jerusalém. Mas o que é esse monte Sião no qual Jesus é visto? São os céus espirituais?
Resposta:
Lemos em Apocalipse 14:1: “Então vi o Cordeiro em pé no monte Sião, e com ele 144.000, que têm o nome dele e o nome do seu Pai escritos na testa.”

Historicamente, em 1070 AEC (antes da Era Comum) o Rei Davi capturou a fortaleza do monte Sião terrestre, a qual se encontrava até então sob o controle dos jebuseus (descendentes de Cã e de Canaã; Gênesis 10:15, 16, 20; 1 Crônicas 1:13, 14) e transformou tal fortaleza na capital de seu reino.

Veja como a Bíblia retrata o ocorrido:

“E o rei [Davi] e seus homens foram a Jerusalém para lutar contra os jebuseus que moravam naquela região. Eles zombaram de Davi: ‘Você nunca entrará aqui! Até os cegos e os mancos vão expulsá-lo.’ Eles pensavam: ‘Davi nunca entrará aqui.’ No entanto, Davi tomou a fortaleza de Sião, que hoje é a Cidade de Davi. Então Davi passou a morar na fortaleza, que recebeu o nome de Cidade de Davi. E Davi fez construções em todo o redor, do Aterro para dentro.” – 2 Samuel 5:6, 7, 9; veja também 1 Crônicas 11:4-8.


Fonte: jw.org

Após isso, Davi transferiu a sagrada Arca do pacto para esse local. 2 Samuel 6:17 nos informa: “Então levaram a Arca de Jeová para a tenda que Davi havia armado para ela e a colocaram no seu lugar. Depois, Davi fez ofertas queimadas e sacrifícios de participação em comum perante Jeová.”  Davi fez isso evidentemente sob orientação divina, cumprindo Deuteronômio 12:5, que declara: “Busquem a Jeová, seu Deus, no lugar que ele escolher para ali colocar Seu nome e Sua morada entre todas as suas tribos; vocês devem ir para lá.”


Fonte: jw.org

A Arca representava a presença de Jeová, conforme evidenciam as seguintes passagens:

“Eu [Jeová] me apresentarei a você e falarei com você de cima da tampa. Do meio dos dois querubins que estão sobre a Arca do Testemunho, eu lhe darei todas as ordens a serem transmitidas aos israelitas.” – Êxodo 25:22.

“Jeová disse a Moisés: ‘Diga a seu irmão Arão que ele não pode entrar a qualquer hora no lugar santo, atrás da cortina, diante da tampa sobre a Arca, para que não morra, pois aparecerei numa nuvem por cima da tampa.’” – Levítico 16:2.

(Para um entendimento adicional sobre o significado da arca do pacto no céu, veja o artigo Quem reinará para sempre – conforme Apocalipse 11:15?)

Portanto, Sião passou a ser referida como a simbólica morada de Deus, tornando-se um símbolo apropriado dos céus espirituais. Com relação a isso, observe o que dizem os textos abaixo:

“Cantem louvores a Jeová, que mora em Sião; tornem conhecidos entre os povos os seus feitos.” – Salmo 9:11.

“Então o santuário do templo de Deus no céu foi aberto, e viu-se a [simbólica] Arca do seu pacto no santuário do seu templo. E houve relâmpagos, vozes, trovões, um terremoto e forte granizo.” – Apocalipse 11:19.

O apostolo Paulo associou Sião ao céu espiritual quando escreveu: “Mas vocês se aproximaram de um monte Sião e de uma cidade do Deus vivente, a Jerusalém celestial, e de miríades de anjos.” – Hebreus 12:22.

Assim, a visão de João em que o Cordeiro, Jesus Cristo, se encontra “em pé no monte Sião” simbólico cumpre apropriadamente as profecias bíblicas registradas nos Salmos:

“Ele [Jeová] dirá: ‘Eu mesmo empossei o meu rei [Seu Filho Jesus Cristo] em Sião, meu santo monte.’” – Salmo 2:6.

“Jeová estenderá desde Sião o cetro do seu poder, dizendo [a Jesus Cristo]: ‘Domine no meio dos seus inimigos.’” – Salmo 110:2.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org






Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *