Image Map











sábado, 14 de setembro de 2019

“Um deus” ou “divino” em João 1:1 exigiria o adjetivo theîos?



João 1:1-3 - Bíblia Israelita.


Um leitor escreveu:

Bom dia, irmão Apologista!

Apologista, faça por favor um tópico sobre a refutação trinitária de João 1:1 de theós ou theîos. Vou postar exatamente o argumento trinitário para tentar refutar João 1:1 na Tradução do Novo Mundo:

“Se o LOGOS no texto grego fosse apenas ‘um deus’ como afirma a Tradução do Novo Mundo (Jo 1.1), o autor inspirado poderia ter usado a palavra grega theîos (divino) para o LOGOS ou ter usado theiotes (divindade) para se referir ao Verbo como um deus à parte de JEOVÁ. Na verdade, o termo LOGOS está mostrando que o Verbo é mais que divino. Ele é sim DEUS na sua ESSÊNCIA e pureza na frase literal: e DEUS ERA A PALAVRA.”

Aguardo a sua confirmação sobre o novo tópico e desde já estou muito agradecido. Que Jeová te abençoe!

Resposta:

A consideração abaixo é baseada no excelente artigo feito no site “Tradução do Novo Mundo Defendida” sobre o referido assunto.

Se João quisesse dizer que Jesus era “divino”, não teria ele usado o adjetivo grego para “divino” [θεῖος; theîos]?

Certos defensores da trindade argumentam que, “se João quisesse dizer que Jesus tinha qualidades divinas, teria usado o adjetivo para ‘divino’ [theîos] como em Atos 17:29 e 2 Pedro 1:3. Ao invés, João usou a palavra para Deus, ‘theós’.”  É correta tal afirmação?

Por que theós e não theîos em João 1:1

O apóstolo João não empregou θεῖος (“divino”) ao Lógos, visto que contrastou THEÓS (o substantivo “DEUS” anartro, isto é, sem artigo) com TÒN THEÓN (o substantivo “DEUS” articulado, ou seja, com artigo). Um substantivo anartro expressa muito bem um sentido qualitativo, ou seja, destaca a qualidade, tem função de adjetivo. Veja, por exemplo, o texto de Atos 28:6: “Mas esperavam que ele [o apóstolo Paulo] fosse ficar inchado ou cair morto de repente. Depois de esperarem por muito tempo e verem que nada de ruim tinha lhe acontecido, mudaram de ideia e começaram a dizer que ele era um deus.”

Em Atos 28:6 o substantivo THEÓS é anartro e cumpre bem esta função qualitativa. E quase todas as versões pesquisadas, em português, inglês e espanhol traduzem por “um deus” – acrescentando o artigo indefinido “um” (embora o artigo indefinido não exista no grego bíblico) e colocando THEÓS  com inicial minúscula.[1]

Falácia da “definição muito restrita”

A falácia da “definição muito restrita” consiste em definir algo de modo muito restrito, deixando de lado outras possibilidades de definição.

Portanto, afirmar que João deveria empregar θεῖος é enganoso e uma “definição restrita”. Na mente de tais trinitários, é como se θεῖος fosse a única maneira de afirmar que Jesus era “um deus”. Mas, como vimos em Atos 28:6, theós sem artigo definido também pode ser traduzido por “um deus” quando o contexto mostra que THEÓS é indefinido ou qualitativo.

Substantivos com função de adjetivo

Curiosamente, nos livros mais elementares de gramática grega, substantivos anartros cumprem naturalmente uma função qualitativa e ninguém questiona isso. Mas quando o texto é João 1:1, ignora-se o contexto, empregam-se falácias como a da “definição muito restrita” e recorrem-se a filosofias humanas.

Uma versão da Bíblia usada com predileção pelas religiões evangélicas de língua inglesa é a Versão Rei Jaime, e esta verte a palavra Elohim (“deus” ou “deuses”) por “poderoso” em diversos textos. Veja, por exemplo, Gênesis 23:6, onde Abraão é chamado de “príncipe poderoso” (נְשִׂ֨יא אֱלֹהִ֤ים; nə-śî 'ĕ-lō-hîm).

Esta é uma tradução literal do substantivo Elohim. João tinha isto em mente ao empregar THEOS (o equivalente do hebraico Elohim) em seu texto inspirado de João 1:1c. Em parte alguma das Escrituras Jesus é chamado de Todo-Poderoso. Este título é aplicado somente a Jeová, seu Deus e Pai.

O uso de theîos pelos escritores do “Novo Testamento”

Atos 17:29

Lemos em Atos 17:29 as palavras do apóstolo Paulo: “Portanto, visto que somos filhos de Deus, não devemos pensar que o Ser Divino [τ θεον; tò theîon] é semelhante a ouro, prata ou pedra, como algo esculpido pela arte e imaginação do homem.”

Paulo empregou o adjetivo θεῖος (no caso acusativo) ao se dirigir aos gregos. Isto se dá, visto que era popularmente empregado entre os filósofos gregos e politeístas do mundo grego antigo. Como declarou Thayer: “Do único Deus verdadeiro; portanto, mais apropriadamente empregado por Paulo, em consideração ao uso gentio, em Atos 17:29.”

Ademais, Paulo usou tal adjetivo na função de substantivo, o inverso do uso gramatical de theós em Atos 28:6. Ou seja, theîos é precedido de artigo (τὸ θεῖον; tò theîon), tendo o sentido de “Ser Divino”, como tão bem verte a Tradução do Novo Mundo.

Albert Barnes afirmou: “A palavra usada aqui é um adjetivo usado como um substantivo.” E Elicott comentou sobre isso: “A Divindade. – O termo grego é neutro, e corresponde às formas meio-abstratas, meio concretas do ‘Ser Divino’, a ‘Deidade’.” O Léxico do Novo Testamento Grego/Português, de Gingrich e Danker, preferem como primeira definição de tò theîon a expressão “ser divino”.

Assim, neste caso, mesmo as versões bíblicas que preferem o vocábulo “divindade” para traduzir theîos neste versículo deveriam colocar com inicial maiúscula – “Divindade” – para indicar a personalização do adjetivo theîos, como o fazem AKJV, ASV, EMTV, GB, KJA, KJV, MKJV, MNT, NIV, RWV, RYLT, TPS, UKJV, Webster, Wesley’s NT, YLT, LSE, RV e SRV.

Outras traduções vertem por “o Divino” (ACV, Ro, VW); “Deus” (BBE; BWE); “Deidade” (Diaglot, KJ 2000, LO, RSV); “deidade” (TR); “o que é Divino” (EJ 2000); “o ser divino” (ISV, NIV, NSB); “a Natureza Divina” (NHEB; TCE, WEB).

Isto mostra a flexibilidade da língua grega usada no “Novo Testamento”, não exigindo, como pretendem os trinitaristas, um “uso restrito” dos substantivos e adjetivos.

2 Pedro 1:3, 4

2 Pedro 1:3, 4 declara: “Pois o seu poder divino [θείας δυνάμεως; theías dynámeos] nos concedeu tudo que contribui para a vida e a devoção a Deus por meio do conhecimento exato Daquele que nos chamou pela sua própria glória e virtude. Por meio dessas coisas ele nos concedeu as promessas preciosas e muito grandiosas, para que, por meio delas, vocês participassem da natureza divina [“vos tornásseis parceiros na natureza divina”, NM Com Referências; γένησθε θείας κοινωνοὶ φύσεως; génesthe theías koinonoì fýseos], tendo escapado da corrupção do mundo causada pelos desejos errados.”

Theías é o gênero feminino singular no caso genitivo do adjetivo theîos. (Veja The New Analytical Greek Lexicon, de Wesley J. Perschbacher.) Além de serem adjetivos, tais palavras estão na função de adjetivo, pois acompanham, respectivamente, os substantivos δυνάμεως (dynámeos; “poder”) e φύσεως  (fýseos; “natureza”).

Conclusão

Como vimos, não havia necessidade de usar um adjetivo para expressar a qualidade divina do Lógos. Como demonstrado, um substantivo anartro (THEÓS se artigo) expressa muito bem um sentido qualitativo, com função de adjetivo.


Nota: 
[1] As traduções pesquisadas que traduzem por “um deus” são as seguintes: ACF, ARIB, NVI, OL, SBB, AM, ACV, AKJV, ASV, BBE, BWE, Daeby, Diaglot NT 1865, DR, EJ 2000, EMTV, GB, ISV NT, KJ 2000, KJV, LO NT, MKJV, MNT, NHEB, NIV, NSB, Ro, RWV, TCE, TPS, TR, UBV, UKJV, VW, Webster, Wesley’s NT, Weymouth NT, WEB, YLT, LSE, RV, SRV.


Explicação das siglas usadas:

ACV: A Conservative Version.
AKJV: American King James Version.
ASV: American Standard Version.
BBE: Bible in Basic English.
BWE: Bible in Worldwide English NT.
DR: Douay Rheims.
EJ 2000: English Jubilee 2000.
EMTV: English Majority Text Version.
GB: Geneva Bible.
KJA: King James Atualizada 2012.
KJ 2000: King James 2000.
KJV: King James Version.
LO: Living Oracles NT.
LSE: Las Sagradas Escrituras.
MKJV: Modern King James Version 1963.
MNT: Montgomery New Testament.
NHEB: New Heart English Bible.
NIV: New International Version.
NM Com Referências: Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas com Referências, edição de 1986.
NSB: New Simplified Bible.
Ro: Rotherham Version.
RV: Reina-Valera 1989.
RWV: Revised 1833 Webster Version.
RYLT: Revised Young’s Literal Translation NT.
SRV: Spanish Reina-Valera.
TCE: The Common Edition: New Testament.
TPS: The Peschito Syriac New Testament.
TR: The Riverside New Testament.
UBV: Updated Bible Version.
UKJV: Updated King James Version.
VW: A Voice in the Wilderness – Edition 2006.
WEB: World English Bible.
YLT: Young's Literal Translation.


Referências:

Bíblia Comentada. Disponível em: <https://bibliacomentada.com.br/>.

Bíblia hebraica. Disponível em: <http://www.hebraico.pro.br/>.

Bíblia Online. Disponível em: <https://www.bibliaonline.com.br/>.

Bíblia Português. Disponível em: <https://bibliaportugues.com/>.

’ĕ·lō·hîm. Bible Hyb. Disponível em: <https://biblehub.com/>.

GINGRICH, F. W.; DANKER, F. W. Léxico do Novo Testamento Grego/Português. Sociedade Religiosa Edições Vida Nova. São Paulo-SP.

nə · śî. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/>.

______. Disponível em: <https://biblehub.com/hebrew/5387.htm>.

PERSCHBACHER, W. J. The New Analytical Greek Lexicon. 1990. Por Hendrickson Publishers, Inc. Massachusetts, EUA.

Quem é THEÓS em João 1:1 e por que João não empregou THEIOS em João 1:1c? Disponível em: <https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/>.

Sociedade Bíblica do Brasil. Pesquisa da Bíblia. Disponível em: <http://www.sbb.org.br/conteudo-interativo/pesquisa-da-biblia/>.

Thayer’s Greek Lexicon, Electronic Database.. Copyright © 2002, 2003, 2006, 2011 por Biblesoft, Inc. Disponível em: <https://www.blueletterbible.org/>.
Theîos. θεος. Informação de frequência de palavras para θεος em obras extrabíblicas. Disponível em: <http://www.perseus.tufts.edu/>.


The Online Greek Bible. Disponível em: <http://www.greekbible.com/>.




A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org







Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *