Image Map











quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

DE QUE MODO O EX-MALFEITOR ESTARÁ COM JESUS NO PARAÍSO?

Fonte da ilustração:
https://www.jw.org/pt/publicacoes/revistas/wp20140601/ressurreicao-para-antepassados/


Recentemente, este site recebeu de um leitor a seguinte indagação: ‘O que realmente Jesus queria dizer ao criminoso quando lhe disse que estaria com ele no paraíso, visto que Jesus está hoje NO CÉU e o malfeitor estará no paraíso NA TERRA?’ De modo que é um prazer poder tecer alguns comentários que possam elucidar essa questão.

O texto básico em torno do qual gira esse questionamento é o de Lucas 23:42, 43:

E ele [o malfeitor arrependido] prosseguiu a dizer: ‘Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu reino.’ E ele [Jesus] lhe disse: ‘Deveras, eu te digo hoje: Estarás comigo no Paraíso.’”

O que será considerado aqui é uma extensão do que já foi considerado acerca dessa temática no artigo “‘ESTARÁS COMIGO NO PARAÍSO’ – QUE PARAÍSO?”, neste site.

A expressão ‘estar com’

Na Bíblia, a expressão ‘estar com’ alguém nem sempre deve ser tomada literalmente. Pode também significar “apoiar”, “dar apoio”, proteger e “aprovar”. Os exemplos abaixo ilustram isso:

“E Jeová passou a aparecer-lhe [a Isaque] durante aquela noite e a dizer: ‘Eu sou o Deus de Abraão, teu pai. Não tenhas medo, porque ESTOU CONTIGO, e vou abençoar-te e multiplicar a tua descendência por causa de Abraão, meu servo.’” – Gênesis 26:24.

“Eu sou Jeová, o Deus de Abraão, teu pai, e o Deus de Isaque. E eis que ESTOU CONTIGO [com Jacó] e vou guardar-te em todo o caminho em que andares.” – Gênesis 28:13, 15.

“Refreia-te para o teu próprio bem por causa de Deus, que ESTÁ COMIGO.”  2 Crônicas 35:21.

“‘Eu ESTOU CONTIGO para te livrar’, é a pronunciação de Jeová.” – Jeremias 1:8.

“Não estou sozinho, mas o Pai, que me enviou, ESTÁ COMIGO. – João 8:16.

“E aquele que me enviou ESTÁ COMIGO.” – João 8:29.

“Não estou sozinho, porque o Pai ESTÁ COMIGO. – João 16:32.

Os três últimos exemplos são palavras de Jesus Cristo. É bem evidente que o Pai não estava literalmente aqui na Terra com Cristo. Afinal, o próprio Jesus mostrou isso, ao orar: “Pai nosso, que ESTÁS NOS CÉUS.” (Mateus 6:9a, ACRF) Também, ao dizer: “Ainda não subi para meu Pai.” – João 20:17, ACRF.

Ademais, lemos em Apocalipse 21:3: “Com isso ouvi uma voz alta do trono dizer: ‘Eis que a tenda de Deus está com a humanidade, e ELE RESIDIRÁ COM ELES e eles serão os seus povos. E o próprio DEUS ESTARÁ COM ELES.’”

Isso não poderia se dar em sentido literal, uma vez que a Bíblia declara: “Eis que os próprios céus, sim, o céu dos céus, não te podem conter.” (1 Reis 8:27) Sim, nem mesmo o Universo físico pode conter a Deus, quanto menos este ínfimo planeta! Além disso, o próprio Jeová declarou: “Homem algum pode ver-me e continuar vivo.” (Êxodo 33:20) É, portanto, óbvio que Deus “estará com” a humanidade no sentido de apoiá-la por derramar sobre ela suas bênçãos, conforme torna evidente Apocalipse 21:4:

E enxugará dos seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem clamor, nem dor. As coisas anteriores já passaram.”

Também, encontramos a expressão “estar com” no sentido passivo – de estar aprovado por Deus e estar sob a proteção Dele. O fiel salmista declarou:

“Acordei, e no entanto, ainda ESTOU CONTIGO.” – Salmo 139:18.

Assim, é perfeitamente plausível que o ex-malfeitor ‘esteja com’ Jesus no sentido de ser lembrado e de ser ressuscitado por Cristo para viver no paraíso.

Jesus estará no paraíso - como?

Mas em que sentido Jesus estará no paraíso terrestre, visto que, como humano, “ele se manifestou uma vez para sempre” (“uma vez por todas se manifestou”, IBB)? Evidentemente, do mesmo modo em que Jeová “estará com” a humanidade. (Apocalipse 21:3, 4) A profecia de Daniel, capítulo 2, nos ajuda adicionalmente a entender isso.

Tal profecia descreve uma estátua que representa a sucessão de potências mundiais, e depois relata como uma pedra simbólica destrói essa estátua. Após isso, lemos em Daniel 2:35: “E no que se refere à PEDRA que golpeou a estátua, tornou-se um grande monte e ENCHEU A TERRA INTEIRA.” Sobre o que essa “pedra” representa, explica-nos o versículo 44:

“E nos dias daqueles reis [as potências representadas pela estátua] o Deus do céu estabelecerá um REINO que jamais será arruinado. E o próprio reino não passará a qualquer outro povo. Esmiuçará e porá termo [fim] a todos estes reinos, e ele mesmo ficará estabelecido por tempos indefinidos; pois viste que se cortou do monte uma pedra, sem mãos, e que ela esmiuçou o ferro, o cobre, a argila modelada, a prata e o ouro [componentes da estátua].” – Daniel 2:44, 45a.

Assim, Jesus ‘estará no paraíso’ terrestre por ser o Rei do Reino messiânico, cujo domínio ‘encherá [abrangerá] a terra inteira’. (Daniel 2:35) Conforme explica o Salmo 72:8: “E terá súditos de mar a mar e desde o Rio até os confins da terra” (“Dominará de mar a mar, e desde o rio até às extremidades da terra”, ACRF). E o ex-malfeitor ‘estará com’ Jesus no sentido de ser lembrado e de ser ressuscitado por Cristo para ter a oportunidade de viver no paraíso terrestre.


Sigla das traduções usadas:

ACRF: Almeida Corrigida e Revista Fiel.
IBB: Almeida da Imprensa Bíblica Brasileira.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.




Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




2 comentários:

  1. Este versículo tem um tom muito literal e direto para ser entendido de maneira simbólica. Cristo quer responder de maneira clara ao malfeitor quase morto ao seu lado, que não apenas lembraria dele no Seu reino, mas que estaria também em sua companhia no paraíso. Veja que há um contraste entre apenas lembrar de tal malfeitor e estar em companhia dele.

    Note também que o companheiro em vista aqui não é Cristo, mas o próprio malfeitor. Jesus não diz: "estarei contigo no paraíso", antes diz: "estarás comigo no paraíso". Quem estará lá como companhia é o malfeitor e não Jesus. E nisso está a diferença entre este verso e a maioria dos outros que você citou.

    Outro fator, que ao meu ver, tornam esta promessa algo literal é a indicação de lugar. Cristo indica que aquele malfeitor estará consigo no PARAÍSO. Nos versículos citados por você, o mínimo de indicação espacial é: "por onde quer andares", "em todo o caminho que andares" etc. Mas a indicação de Cristo aqui é bem específica. O malfeitor estará com ele no paraíso.

    Por fim, Cristo usou a expressão "estar com" de maneira literal algumas vezes. Por exemplo: "E Jesus, respondendo, disse: Ó geração incrédula e perversa! até quando estarei ainda convosco e vos sofrerei? Traze-me aqui o teu filho" (Lc 9.41). E "Filhinhos, ainda por um pouco estou convosco. Vós me buscareis, mas, como tenho dito aos judeus: Para onde eu vou não podeis vós ir; eu vo-lo digo também agora" (Jo 13.33). E outras pessoas também usuram esta expressão para se referir ao fato de estar com Cristo literalmente: "E, entrando ele no barco, rogava-lhe o que fora endemoninhado que o deixasse estar com ele (Mc 5.18). O próprio Paulo usou esta expressão num sentido claramente literal: "Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor (Fl 1.23).

    Diante disso, penso que a promessa feita por Cristo aquele malfeitor, será cumprida literalmente. Assim como Cristo esteve com as pessoas daquela época, estará também conosco no paraíso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Fabiano:
      Como este artigo mostrou, a Bíblia contém expressões que podem ser literais ou figuradas conforme o contexto. O artigo não desconsidera que a expressão “estar com” tenha um sentido literal. Apenas mostra que também tem sentido figurado.
      Quanto ao verbo “lembrar”, na Bíblia tal verbo também tem um sentido além de apenas recordar. Significa dar atenção a algo por agir de acordo. Vemos isso em Êxodo 20:8: “Lembrando o dia de sábado para o manteres sagrado.” Obviamente, o ex-malfeitor não queria que Jesus apenas se recordasse dele, mas que voltasse a atenção para ele por trazê-lo de volta à vida. O malfeitor mostrou assim fé na esperança judaica da ressurreição. (Jó 14:13-15; Da 12:13; Jo 11:24) Portanto, não é o caso de Jesus “apenas lembrar de tal malfeitor”. O ex-malfeitor solicitou uma nova chance de vida por meio da ressurreição, e Jesus lhe assegurou e que isso ocorreria.
      Com relação a Jesus ter dito "estarás comigo no paraíso", e não "estarei contigo no paraíso", torna-se compreensível visto que o paraíso está assegurado a Cristo, uma vez que o Seu Reino terá por domínio o paraíso terrestre. O ex-malfeitor é que precisava de tal garantia para si mesmo. Ademais, o artigo mostrou que a expressão “estar com” também ocorre em sentido passivo, no sentido de que o dependente ‘está com’ aquele que o ajuda. (Salmo 139:18)
      Quanto à indicação de lugar, a situação do ex-malfeitor parece explicar satisfatoriamente. Ele estava para morrer. A esperança bíblica fornecida no “Velho Testamento” era a ressurreição terrestre no paraíso terreno. Assim, era coerente que Cristo lhe assegurasse a ressurreição indicando tal paraíso.
      Referente a aparecer de forma visível como humano, a Bíblia declara que Jesus fez isso “uma vez para sempre”. – He 9:26, IBB.
      Mais informações poderão ser encontradas no artigo “ ‘ESTARÁS COMIGO NO PARAÍSO’ – QUE PARAÍSO?”, neste blog, no link
      http://oapologistadaverdade.blogspot.com.br/2012/10/estaras-comigo-no-paraiso-que-paraiso.html
      Veja também o artigo “JESUS VOLTARÁ EM FORMA HUMANA?”, no link http://oapologistadaverdade.blogspot.com.br/2013/12/jesus-voltara-em-forma-humana.html

      Obviamente, haverá muitas coisas futuras, não registradas nas Escrituras, que teremos de estar presentes para testemunhar quanto ao Paraíso terrestre.

      Excluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *