Image Map











quinta-feira, 23 de março de 2017

Quem é o Criador – Jeová ou Jesus? (Parte 2)

 Fonte da ilustração: https://www.jw.org/

Referente ao comentário de um leitor trinitarista, transcrito na parte 1 deste tema, um leitor de nome Reginaldo teceu excelente argumentação, a qual tenho o prazer de publicar nesta parte final do tema acima. Seguem abaixo os comentários dele:

Vejam que interessante; o anônimo faz a seguinte observação:

“Você argumenta que Jesus foi o primeiro ser criado por Deus, contudo não mostra dentro do contexto do povo de Israel o que vinha [ou: sobrevinha] ao primogênito.”

Existe uma teoria entre alguns religiosos independentes de que existia no antigo Israel uma espécie de maldição da parte de Deus que recaía sobre todo primogênito. Eles usam alguns textos que parecem apoiar tal ideia; no entanto, desconsideram outros que indicam o oposto. Com essa argumentação, o anônimo quer dizer que Jesus jamais poderia ser primogênito no sentido de ser o primeiro, visto que os primogênitos israelitas eram amaldiçoados, ou coisa assim.

Entretanto, supondo que tal raciocínio fosse verdadeiro, apenas seria mais uma prova de que Jesus é sim primogênito no sentido de ser o primeiro. Por quê?

Porque Gálatas 3:13 diz: “Cristo nos comprou, livrando-nos da maldição da Lei por se tornar maldição em nosso lugar, pois está escrito: ‘Maldito é todo aquele pendurado num madeiro.’”

O anônimo continua argumentando:

“Jesus é identificado como o Criador de todas as coisas. Sendo assim, ele se criou a si mesmo? Isso não faz sentido.”

É a pergunta do anônimo que induz a pensar assim, e não o texto do apologista e os textos bíblicos.

Por exemplo, lemos em Gênesis 3:20:

“Depois disso, Adão chamou a sua esposa de Eva, porque ela se tornaria a mãe de todos os viventes.”

Mãe de todos os viventes evidentemente com exceção dela mesma e de seu marido, apesar de ambos serem também “viventes, mas não originários do ventre de Eva.

Como exemplo adicional, lemos em Romanos 5:12:

“É por isso que, assim como por meio de um só homem o pecado entrou no mundo, e a morte por meio do pecado, e desse modo a morte se espalhou por toda a humanidade, porque todos haviam pecado . . . .”

Adão não fazia parte de toda a humanidade à qual a morte passou, visto que foi ele quem passou a morte a ela e antes de Adão não havia nenhum humano que pudesse passar-lhe a morte. Ainda assim ele era um homem.

Similarmente, Jesus não é parte de todas as coisas que vieram à existência por intermédio dele. No entanto, é uma criação de Deus antes de todas as coisas”. – Colossenses 1:17.

Resumindo: Como Jesus poderia ser uma criatura se nele foram criadas todas as coisas? A palavra todas aqui, como em muitos e muitos outros lugares, admite exceções. Isso se harmoniza com os demais textos que apontam para Jesus como criação sem colocar palavras na pena dos escritores bíblicos – palavras que não estavam lá, ou mudar a intenção de quem as escreveu. Deixemos que a palavra de Jeová explique sua real intenção, como 1 Coríntios 15:27:

“Pois Deus ‘lhe sujeitou todas as coisas debaixo dos pés’. Mas, quando ele diz que ‘todas as coisas foram sujeitas’, é claro que isso não inclui Aquele que lhe sujeitou todas as coisas.”

Portanto faz sentido, sim! Jesus não criou a si mesmo e, no entanto, participou na criação de tudo.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




5 comentários:

  1. A FRASE QUE RESUME TUDO: "Similarmente, Jesus não é parte de todas as coisas que vieram à existência por intermédio dele. No entanto, é uma criação de Deus “antes de todas as coisas”. – Colossenses 1:17."

    PRONTO! CASO ENCERRADO! JESUS FOI CRIADO ANTES DE TODAS AS COISAS, PORTANTO ELE TEM UMA CONDIÇÃO ESPECIAL, DIFERENCIADA DAS COISAS QUE VIERAM DEPOIS. OU SEJA: PRIMEIRO NASCEU JESUS. DEPOIS NASCEU O RESTO DA CRIAÇÃO. MAS TODOS FORAM CRIADOS POR JEOVÁ! ASSIM COMO JESUS DIVIDE A HISTÓRIA COMO "ANTES DE CRISTO" E "DEPOIS DE CRISTO", TAMBÉM NA HISTÓRIA DA CRIAÇÃO UNIVERSAL JESUS É O PONTO DE REFERÊNCIA PARA O QUE FOI CRIADO POR JEOVÁ: ANTES DE CRISTO: NADA! DEPOIS DE CRISTO: TUDO!

    ResponderExcluir
  2. 16 pois por meio dele foram criadas todas as outras coisas nos céus e na terra, as coisas visíveis e as coisas invisíveis, quer sejam tronos, quer domínios, quer governos, quer autoridades. TODAS AS OUTRAS COISAS foram criadas por meio dele e para ele.



    Eu não vejo a necessidade do *Outras* aparecer ali.

    Leiamos novamente o texto;

    16 pois por meio dele foram criadas todas as outras coisas nos céus e na terra, as coisas visíveis e as coisas invisíveis, quer sejam tronos, quer domínios, quer governos, quer autoridades. Todas as coisas foram criadas por meio dele e para ele.



    O "Outras" ali, e para excetuar Jesus, porém, é meio que óbvio, que Jeová não criaria a Jesus por meio do próprio Jesus para Jesus.

    E ainda da a entender que Jesus é uma COISA.


    O problema está unicamente *Por Ele* / *Por Meio dele*

    E não no *Todas as coisas*

    Espero suas considerações Apolo.

    Abraço, continue nesse belo serviço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Vinícios:

      1 Coríntios 15:27 diz:

      “Pois Deus ‘lhe sujeitou todas as coisas debaixo dos pés’. Mas, quando ele diz que ‘todas as coisas foram sujeitas’, É CLARO que isso não inclui Aquele que lhe sujeitou todas as coisas.”

      Em outras palavras, Paulo estava explicando que “todas as coisas” neste contexto significa “todas as OUTRAS coisas; não inclui “aquele que lhe sujeitou” tais coisas. Paulo disse que isso “É CLARO”. Mesmo assim, ele achou bom esclarecer isso.

      O mesmo se pode dizer de certos versículos bíblicos. Aos que não estão com ideias preconcebidas antibíblicas, tal significado “É CLARO” nesses versículos. Mas, devido às ideias preconcebidas antibíblicas, às vezes é necessário esclarecer o sentido do texto por acrescentar palavras auxiliares. Estas palavras não mudam o sentido do texto; pelo contrário, o esclarecem.

      Excluir
  3. Adão não fazia parte de “toda a humanidade” à qual a morte passou, visto que foi ele quem passou a morte a ela e antes de Adão não havia nenhum humano que pudesse passar-lhe a morte. Ainda assim ele era um homem.

    Gostaria de tecer meus comentários em cima do que foi dito acima.
    Existe uma inconsistência no argumento do amigo, pois o texto bíblico de genesis deixa claro que o homem Adão nasceu morredouro. A bíblia diz que Deus colocou querubins para impedir que Adão e Eva se apossasse da árvore da vida e assim passassem a viver por tempo indefinido. Portanto, meu amigo, o homem já era morredouro, ele não nasceu com vida eterna para adquiri-la se fazia necessário que comesse da arvore da vida.
    Essa ideia de que a morte entrou com o pecado de Adão foi introduzido mais tarde com os textos cristãos(Novo Testamento).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O homem foi criado perfeito, mas passível de morrer. Ou seja, para receber a vida eterna, ele dependia da aprovação de Deus, o que ocorreria se ele passasse por aquele teste simples a que foi submetido. Mas, por violar a ordem de Deus e comer do fruto que havia sido proibido a ele, o homem se tornou pecador. Em vez de receber o benefício da vida eterna, ele foi degenerando até morrer. Mas isso não significa que ele foi criado destinado a morrer. Isso só ocorreu após ele ter pecado. É neste sentido que a morte veio por intermédio do pecado. – Romanos 5:12.

      Excluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *