Image Map











terça-feira, 17 de outubro de 2017

Refutando argumentação sobre a salvação pela predestinação



Fonte da ilustração: (jw.org


Certo leitor do artigo “Atos 13:48 afirma que Deus escolheu de antemão os que irão ser salvos?” comentou:

Deixe-me fazer uma pergunta: Se a absoluta maioria das traduções e versões bíblicas trazem palavras e expressões que indicam uma ação soberana de Deus na eternidade e sequer sugerem que o versículo possa significar uma disposição prévia das pessoas em crer, por que fazer violência ao sentido natural do texto para adequá-lo a um sistema teológico ou modo de pensar? Será que os diversos tradutores da Bíblia para diversas línguas e as diversas comissões revisoras foram unânimes em errar usando uma palavra incorreta na passagem em questão? Acho essa hipótese muito pouco crível. Note uma coisa: mesmo que se admita aqui que “destinados” pode ser traduzido como dispostos, ou seja, que as pessoas creram porque estavam dispostas a crer, não se resolve o probleminha, pois a voz passiva indica que, se fosse o caso, elas não estariam dispostas por si mesmas, mas foram feitas dispostas por outro sujeito. As principais traduções bíblicas trazem “destinados”, “apontados”, “ordenados” à vida eterna, e não “dispostos” a crer. O mesmo ocorre com as principais versões em línguas estrangeiras. O estudo do termo original, com auxílio de léxicos e verificação de outras ocorrências do termo no Novo Testamento, também aponta para um ato de Deus e não uma atitude mental humana.

E mesmo que se admitisse, por um instante, que “dispostos” é uma tradução possível, o modo, a voz e o tempo verbal indicam que esse tornar disposto não é um ato da própria pessoa que creu. Se foram dispostas a crer, o foram por Deus e não de si mesmos. Além disso, a analogia da fé não deixa dúvidas de que existe uma relação de causalidade entre ser eleito e crer, ou seja, creem na história os que foram eleitos na eternidade. 

LEMBRE-SE: A fé é uma dádiva de Deus. (Efésios 2:8, 2 Tessalonicenses 3:2) NÃO VEM DOS HOMENS. TODA dádiva desce Dele. (Tiago 1:17)
ELE distribui como quer. (Romanos 12:3) 

Resposta:

Primeiramente, é justo dizer que “absoluta maioria das traduções” não serve de medida para se afirmar qual a forma CORRETA de se traduzir uma passagem.

Traduzir um texto do modo como ele deve ser traduzido não é “fazer violência ao sentido natural do texto para adequá-lo a um sistema teológico ou modo de pensar”.

Também vale lembrar que “as principais traduções bíblicas” é uma expressão subjetiva que não significa em si as melhores traduções bíblicas; quanto muito significa as principais USADAS pela cristandade. O mesmo se pode dizer das “principais versões em línguas estrangeiras”.

No meu entendimento, serem tais pessoas dispostas a crer por outro sujeito resolve sim o problema, pois não foram forçadas a crer. Respeitou-se o livre-arbítrio assegurado por Deus.

Com relação ao termo original, ele possui amplo lastro de significado e, por isso, é o uso dentro de uma passagem específica que orienta o seu entendimento.

Mas o mais importante, que você está deixando de lado, é o CONTEXTO BÍBLICO sobre a questão, que mostra que a salvação está disponível a todos os que quiserem ser salvos, sem haver predestinação de indivíduos para a salvação.

A salvação está disponível a “quem quiser”, e não a pessoas previamente predestinadas. (Apocalipse 22:17) Deus insta aos humanos: “Escolha a vida para continuar vivo.” (Deuteronômio 30:19) Tal encorajamento seria inútil, pois não haveria escolha. Jesus declarou: “Quem perseverar até o fim será salvo. (Mateus 24:13) E o apóstolo Pedro incentivou: “Façam todo o esforço possível para acrescentar à sua fé … a perseverança.” (2 Pedro 1:5, 6) Contudo, o forte incentivo à perseverança seria igualmente inútil, se cada um já tivesse sido escolhido de antemão.

Por conseguinte, o ensino da predestinação universal viola o amor e a justiça de Deus, pois ataca o livre-arbítrio e atenta contra todo o encorajamento bíblico à decisão de servir a Deus e de permanecer nessa decisão.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org





2 comentários:

  1. É interessante notarmos que Jeová sempre deu a oportunidade de escolha a todos os humanos, podemos ver isso no caso de Caim! Jeová disse; "Com isso Jeová disse a Caim; por que você ficou tão irado e está abatido?" Se você passar a fazer o bem , não voltará a ter o meu favor ? ' Mas se não passar a fazer o bem, o pecado está a espreita na porta e tem desejo ardente de dominar você ; será que você conseguirá vence-lo ? ". - Gênesis 4; 6,7 ;

    Portanto, podemos observar claramente que Jeová deixou " Caim usar o seu livre arbítrio " e fazer a sua escolha. "

    Josué usou a sua " liberdade de escolha " , e disse ; "Agora, se vocês não acham bom servir a Jeová, escolham hoje a quem servirão; se aos deuses a quem serviram os seus antepassados que estavam do outro lado do Eufrates , ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão morando . Mas, quanto a mim e aos da minha casa serviremos a Jeová. " - Josué 24 ;15;

    Portanto, Josué fez a sua escolha !

    1 Corintios 9;27 ; " Surro o meu corpo e o conduzo como escravo, para que depois de ter pregado a outros , eu mesmo não venha a ser de algum modo reprovado. "

    Portanto, seria ilógico pensar que Paulo tinha sido predestinado para a Salvação , em vista de suas próprias palavras , ou seja, seria em vão o seu esforço, pois ele já estaria salvo !'

    ResponderExcluir
  2. Que Deus mau e desamoroso seria Jeová ao predestinar bilhões de humanos ao sofrimento e a condenação sem nenhuma chance de salvação. Essa ideia claramente aplica-se a Satanás e não ao nosso amoroso Criador.

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *