Image Map











terça-feira, 14 de janeiro de 2020

A forma do instrumento da morte de Cristo é um assunto irrelevante?

Fonte: jw.org

O artigo “‘Sinal dos pregos’ no corpo de Jesus – o que indica?” recebeu alguns comentários de leitores no sentido de que discorrer sobre a forma do instrumento da morte de Jesus Cristo seria uma discussão irrelevante. Observe os comentários abaixo neste sentido.

Um leitor declarou:

Acho essa discussão irrelevante. A palavra grega não significa cruz. E as Bíblias não deveriam traduzir “cruz”. Não se pode acrescentar muito. Se alguém quiser acrescentar um poste transversal ... que faça, isso não muda nem altera a fé cristã; isso nem mesmo é um componente necessário para a fé. O importante é conhecer as Escrituras, a teologia, e viver à altura.

Outro levou fez o seguinte comentário:

Sério mesmo ... o que é mais importante? O tipo de madeiro no qual Jesus morreu, ou sua morte? Qual conhecimento realmente leva à salvação – a de uma cruz, uma estaca, ou um rifle no peito – ou não adorar imagem? Como Jesus morreu? Ou por que Jesus morreu? Quem será salvo – aquele que afirma que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivente?! Ou quem nega que Jesus é Filho de Deus e afirma que ele é Deus, negando que ele seja Filho de Deus, mas sim afirmando que ele é “Deus Filho”, expressão não existente em toda a Bíblia?

Ainda outro leitor teceu a seguinte consideração:

Senhor apologista, acredito sermos irmãos, mas se você der espaço para “debates sobre palavras”, o senhor deixará de trazer à atenção temas-chave para a salvação. Utilize temas que os corretamente dispostos possam reconhecer. Falemos a verdade: não foi comigo e com ninguém que conheci, e acho difícil ter sido com alguém, que o “modo” como Jesus morreu, foi o que chamou minha atenção ao conhecer a verdade.

Lembre-se dos temas que te chamaram a atenção. Estes assuntos, Satanás tem feito de tudo para que você não fale deles. Satanás mira aqueles que têm uma boa capacidade de raciocínio e de explicar a verdade, porque sabe o potencial. Por que Paulo foi tão atacado? Use sua capacidade para ajudar os sinceros. Não se deixe enganar: más companhias estragam bons hábitos.

Outro leitor afirmou:

Discussão inócua. Perda de tempo. Deveria ser ensinado o Evangelho da Palavra: só há salvação em Jesus, que morreu por nós, seja em uma cruz ou em uma estaca reta, ou uma viga de madeira. Para nós interessa entregarmos nossa vida a Jesus, O Salvador.

Resposta:

Filipenses 1:10 declara: “Que vocês se certifiquem de quais são as coisas mais importantes.” De fato, a discussão sobre a forma do instrumento de suplício de Cristo pode não estar entre as “coisas mais importantes”. Por outro lado, não se trata de um “debate sobre palavras”. Pois, é importante desmistificar o conceito de que staurós signifique “cruz”, tendo em vista que a cruz era um instrumento pagão, que, entre outras coisas, por erro de tradução, foi tornada erroneamente pelas religiões um símbolo cristão.

Agradeço a sugestão de focar nos temas relevantes. Porém, se o referido leitor que deu tal sugestão analisou outros artigos deste site, notou que temas relevantes têm sido considerados, tais como sobre a identidade do verdadeiro Deus e de Seu Filho Jesus Cristo, a esperança de salvação, o propósito de Deus para com a Terra etc.

Com relação ao instrumento de suplício de Cristo, vale ressaltar que a cruz, além de não constituir tal instrumento, é também um símbolo pagão inserido no falso cristianismo, e considero importante que as pessoas sinceras saibam disso.

Inclusive, outros leitores do mesmo artigo citado acima perceberam a importância de analisar tal tema sob esta luz. Observe o que escreveram.

Um leitor escreveu:

Gostaria primeiramente de agradecer ao responsável pelo blog, pelas matérias didáticas, lógicas e principalmente pelo compromisso com a verdade.

Com respeito à questão do modo como Jesus foi pregado e do tipo de instrumento utilizado, já está mais que claro nesta matéria. Para os que não aceitam essa instrução faço lhes uma pergunta.

João 3:14: “E, assim como Moisés ergueu a serpente no deserto, assim será erguido o Filho do Homem.” Essa é uma profecia que fala a respeito da forma como Jesus seria pregado. Como é uma profecia, sabemos que as profecias se cumprem de acordo com o que é profetizado. 

Essa profecia está registrada em Número 21:8, 9, que diz: “Jeová disse então a Moisés: ‘Faça uma imitação de uma cobra venenosa e coloque-a num poste. Quando alguém for picado, terá de olhar para ela para ficar vivo.’ Moisés fez imediatamente uma serpente de cobre e a colocou num poste; e, sempre que uma serpente picava um homem e ele olhava para a serpente de cobre, continuava vivo.” Notaram? Se fosse para Jesus ser pregado com uma estaca transversal, essa profecia não seria exata.


Fonte: jw.org

Outro leitor disse o seguinte:

Acredito que qualquer assunto que faça com que a Luz da verdade brilhe cada vez mais é muito relevante. E a cruz é um assunto relevante.

Ainda outro leitor assim se expressou:

Todos os chamados mestres em teologia sabem a verdade de que a cruz é uma farsa da igreja católica, que a incorporou no cristianismo de Constantino – os rituais pagãos, inclusive a cruz, uma representação do deus pagão Thamus. Jesus foi morto de acordo com os costumes judaicos, não romanos. Os soldados romanos só o executaram.

De fato, o leitor acima trouxe à atenção um fator importante a ser considerado – Jesus foi morto de acordo com a Lei dada à nação de Israel. Esse assunto foi tratado no artigo “Jesus morreu pelo modo romano ou no modo judeu?”.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *