Image Map











domingo, 7 de março de 2021

Jesus foi criado? (Apocalipse 3:14 mostra que Jesus foi criado?) – Parte 6 (Final)

 
 

Esta é a parte final de uma interessante conversa que ocorreu entre o autor deste site e uma pessoa de nome Alcinei Lessa, num grupo apologético do Facebook.

Alcinei:

Em relação a Apocalipse 3.14:

A palavra arché tem vários significados: SOBERANO, GORVENO, GOVERNANTE, TODO GOVERNO, PRIMEIRA COISA CRIADA, DOMÍNIO. Veja o que sua Bíblia traduz arché em Judas 6 e João 8.44, e em outros lugares. Verá que não existe um ÚNICO significado.

Em Apocalipse 1.8; 21.6, ONDE a palavra ARCHÉ é usada para Jeová. SERÁ QUE JEOVÁ É A PRIMEIRA COISA CRIADA NUMA SÉRIE? ISTO É SÓ PARA O SENHOR VER QUE NÃO SE PODE DEFINIR UM ENSINO EM PALAVRAS QUE TÊM VÁRIOS SIGNIFICADOS.

Apologista da verdade:

Quanto a Apocalipse 3:14, a referência é a Jesus como sendo o princípio “da criação de Deus”. Ou seja, ele é o início da criação, a primeira coisa criada. Diferente de Apocalipse 21:6, onde Jeová é referido como “o princípio e o fim”, paralelo à expressão “Alfa e Ômega” (primeira e última letras do alfabeto grego). Não diz que Jeová é o “princípio da criação de Deus”.

Alcinei:

Apocalipse 3.14:

A palavra arché tem vários significados: governo, governante, todo governo, soberano, primeiro criado, principados, domínio;

Em Apocalipse 1.8; 21.6, onde Deus é chamado de ARCHÉ, não significa que Deus é o primeiro CRIADO!

Em 2 Pedro 3.4 diz “PRINCÍPIO DA CRIAÇÃO”. Será que está se referindo ao início do processo de criação de CRISTO? Note que a palavra ali é ARCHÉ.

O senhor não pode criar uma doutrina através de uma palavra que tem vários significados!

Apocalipse 21.6:

O senhor não pode definir uma DIFERENCA de SIGNIFICADO apenas por uma letra do alfabeto, pois a mesma construção de Ap 1.17, 18; 2.8, é a mesma de Ap 22.13, no qual vocês dizem ser Jeová.

Apologista da verdade:

Sobre arkhé, esta palavra tem que ser analisada dentro do próprio contexto. Já expliquei acima. Sobre Apocalipse 1:17, 18 e Apocalipse 2:8, não se usa arkhé, e sim prótos (“primeiro”), e tem a ver com a ressurreição de Cristo, e não com sua divindade. Independentemente do seu entendimento sobre isso, não muda o fato de que Cristo é referido como “o princípio da criação de Deus”. Trata-se, portanto, de uma falácia do espantalho.

 Veja o artigo “Isaías 44:24 prova que Jesus é Criador?” 

Alcinei:

Boa tarde.

A sua INTERPRETAÇÃO de que Cristo foi criado e participou da criação com Deus CONTRADIZ a Bíblia (Isaías 44.24). O senhor sabe que este texto não faz referências aos ídolos que o povo de Israel adorava.

João 1.3: todas as coisas que existem dependeram de JESUS para ser criados, portanto ele mesmo não foi criado.

Sobre Apocalipse 1.17, 18; 2.8: é a mesma construção de Apocalipse 22.13. Verifique por si mesmo num texto grego referente as tais passagens.

O sentido de “PRIMEIRO E ÚLTIMO” é a sua interpretação!!! Para diferenciar Cristo de Deus.

Apologista da verdade:

Prezado Alcinei:

Como mostrou o artigo “Isaías 44:24 identifica Jesus com Jeová?”:

O contexto contrasta Jeová com os deuses falsos das nações pagãs: 

Isaías 43:12: “ ‘Eu anunciei, salvei e divulguei isso quando não havia nenhum deus estrangeiro entre vocês. Portanto, vocês são as minhas testemunhas’, diz Jeová, ‘e eu sou Deus.’” (A versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel traduz por “deus estranho”.) 

Jesus Cristo não é um “deus estranho”, ou “deus estrangeiro – muito pelo contrário: ele é o ser mais próximo de Jeová!  

Como evidência adicional de que o contexto faz referência a deuses falsos das nações, temos os versículos 14-20. (Queira ler.) Assim, conclui racionalmente o artigo supracitado:

Portanto, a passagem de Isaías 44:24 não diz respeito a Jesus na sua existência pré-humana, que, conforme o inteiro contexto bíblico mostra, participou com Jeová na criação. 

[…] 

Caso a pergunta de Isaías 44:24 se aplicasse a Jesus, haveria réplica. Ele poderia dizer: ‘Eu estava contigo!’ No entanto, o objetivo da pergunta é mostrar a superioridade de Jeová em relação aos deuses das nações, de modo a silenciar qualquer contra-argumentação. 

Veja também os artigos:

“Isaías 44:24 prova que Jesus é Criador?”

“Isaias 44:24 – ‘eu sozinho’ exclui Jesus de ter sido usado na criação?” 

Que Jesus participou na criação das outras coisas, temos os textos abaixo como comprovação:

Gênesis 1:26: ”Então Deus disse: ‘Façamos [não diz: “criemos”] o homem à nossa imagem, segundo a nossa semelhança, e que eles tenham domínio sobre os peixes do mar, sobre as criaturas voadoras dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todo animal rasteiro que se move sobre a terra.’”

1 Coríntios 8:6: “Para nós há realmente um só Deus, o Pai, de quem procedem todas as coisas, e nós existimos para ele; e há um só Senhor, Jesus Cristo, por meio de quem são todas as coisas, e nós existimos por meio dele.”

Hebreus 1:2: “Agora, no fim destes dias, ele nos falou por meio de um Filho, a quem designou herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez os sistemas de coisas.”

Sobre João 1:3:

Lemos em João 1:3: “Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito.” (Nova Versão Internacional.) O texto não diz que Jesus não foi criado. Apenas mostra o que veio a existir após a criação de Jesus e a partir da intermediação de Jesus.

Quanto a Apocalipse 1:17, 18; 2:8 e 22:13 terem a mesma construção, isto não prova a mesma identidade nem o mesmo sentido. O contexto é que determina o sentido e também a identidade. Por exemplo, a expressão τὸ φῶς τοῦ κόσμου (tò fôs toû kósmou) – “a luz do mundo” – foi usada com referência a Jesus Cristo em João 8:12 e com referência aos discípulos dele, em Mateus 5:14. O termo “sumo sacerdote” foi aplicado a diversos homens imperfeitos e também ao perfeito Jesus Cristo. (2 Reis 22:4; Neemias 3:1; Ageu 1:12; Hebreus 3:1) Adicionalmente, tanto Jeová como Jesus foram chamados de El Gibor (“Deus forte”; Isaias 9:6; 10:21, Almeida Revista e Corrigida). No entanto, somente Jeová é chamado de “Deus TODO-PODEROSO”. (Hebraico: El Shadday; Gênesis 17:1) Com isso, retornamos ao argumento que apresentei no início de nossa conversa: que, em muitos casos, não se trata de gramática ou linguística, e sim de hermenêutica, ou interpretação. E este é o caso de Colossenses 1:15-20.

Veja os artigos:

“A expressão ‘Deus Poderoso’ prova que Jesus é Jeová?”

“Duas regras – uma falsa e uma verdadeira” 

“Resposta a um leitor trinitarista”

Abraços.

Alcinei:

Boa noite.

MENTIRA!!! Não tem nenhum relacionamento com os ídolos que os israelitas adoram.

Leia Isaías 44. Desde do início, Deus está falando para Israel que ele é o ÚNICO e verdadeiro Deus, ao passo que os israelitas procuram segurança em ídolos. Sempre foi assim desde a saída do Egito. Então, Deus mais uma vez proclama que ele é único Deus, dizendo que ele fez o mundo sozinho, e não há outro Deus juntamente com ele, que fez o mundo.

Este argumento não é seu, é do jw.org. Ora! Todos argumentos do site jw.org são verdadeiros? Se sim, então, quando o site jw.org declara que ninguém conhece a pronúncia exata do nome de Deus no hebraico, por que alguns de vocês contestam essa veracidade? Ou, se o site jw.org fala a verdade, é mentira! É ASSIM?

Apologista da verdade:

Prezado Alcinei:

Não há mais necessidade de eu refutar sua afirmação quanto a Isaías, capítulo 44, pois já mencionei o contexto desse capítulo (versos 12, 14-20), que faz referência a deuses falsos das nações, contrastando-os com Jeová. Além disso, já apresentei textos bíblicos que mostram que Jesus participou na criação das outras coisas (Gênesis 1:26; 1 Coríntios 8:6; Hebreus 1:2) Portanto, não se trata de um argumento humano, e sim baseado na inteira Palavra de Deus.

Contudo, o senhor pode decidir acreditar no que quiser. Todos são livres quanto a isso. Eu decido acreditar no que diz a inteira Palavra de Deus.

Abraços.

Alcinei:

Bom dia.

Isaías 44 deve ser entendido desde o primeiro verso.

Em Gênesis 1.26, a palavra ELOHIM está no plural porque o verbo está no PLURAL, não podemos usá-lo para defender a Trindade e nem que Jesus estava junto com o PAI como mestre de obra.

1 Coríntios 8.16, segundo o seu ENTENDIMENTO, se Deus é o único Deus, então Jesus é o único SENHOR; mas a Bíblia diz que Deus é senhor, 11.25.

Hebreus 1.2:  Jesus TRANSCENDE O tempo.

Apolo, nós não somos inimigos, somente temos ponto de vista diferente. Eu respeito o que o senhor pensa, porém não acredito. O senhor não irá perder a salvação por crer em algo diferente de mim. Na verdade, a Bíblia diz que ninguém conhece Deus PLENAMENTE (Mateus 11.27; Romanos 11.33-36). Quando estivermos no céu VEREMOS ele face a face. Então, todas as nossas dúvidas não mais existirão. Um abraço. Obrigado pela sua educação.

Apologista da verdade:

Prezado Alcinei:

De fato, Isaías capítulo 44 deve ser analisado inteiro, e também à luz da inteira Palavra de Deus. Porém, isso não muda o contexto imediato mostrado pelos versículos que citei (versos 12, 14-20).

Com relação a Gênesis 1:26, não é o caso de ‘a palavra ELOHIM estar no plural porque o verbo está no PLURAL’. Pois, em Gênesis 1:1, também é usado o vocábulo Elohim, mas o verbo está no singular: “Deus CRIOU”. Na realidade, em Gênesis 1:26 o verbo inicial está no singular: “Deus DISSE”. Portanto, o verbo “façamos” diz respeito a mais outro participante na obra de ‘fazer o homem’. Este outro é o Lógos, Jesus Cristo, em sua existência pré-humana, conforme João 1:3, 1 Coríntios 8:6 e Hebreus 1:2.

Com relação a 1 Coríntios 8:6, o meu entendimento não é de este texto afirma estritamente que há apenas um só Deus, o Pai, e que afirma que há um só Senhor, Jesus Cristo. Observe o que tal versículo realmente afirma: “Para nós há realmente um só Deus, o Pai, de quem procedem todas as coisas, e nós existimos para ele; e há um só Senhor, Jesus Cristo, por meio de quem são todas as coisas, e nós existimos por meio dele.” Por conseguinte, o Pai é o único Deus “de quem procedem todas as coisas”. Ele é a Procedência, Origem ou Fonte das coisas. No caso de Jesus, ele é o único Senhor “por meio de quem são todas as coisas”. Ou seja, embora Jeová também seja Senhor (Salmo 8:1), somente Jesus é Senhor como Canal, ou Intermediário, de todas as coisas. Sobre isso,  veja o artigo Duas regras – uma falsa e uma verdadeira.

Com relação a Hebreus 1:2, as traduções majoritariamente vertem que Deus fez o universo (ou o mundo) por meio do Filho. O substantivo traduzido por “universo” ou por “mundo” é αών (aión), na expressão τος αἰῶνας (toùs aiônas). Os dicionários do grego do Novo Testamento afirmam que este termo pode significar “tempo muito longo, eternidade; no passado, tempos antigos”, a “era futura”; mas também “mundo, universo material”. – LÉXICO DO NOVO TESTAMENTO GREGO / PORTUGUÊS, de F. Wilbur Gingrich, revisado por Frederick W. Danker.

Hebreus 1:2 não indica que Deus, por meio do Filho, fez a eternidade. O Salmo 90:2 afirma que Deus é “DE eternidade [passada]” e não que ele é ANTES DA eternidade passada. Quanto a Jesus Cristo, a própria palavra “Filho” indica que ele teve princípio, algo atestado por Apocalipse 3:14.

A mesma expressão τος αἰῶνας (toùs aiônas) é usada em Hebreus 11:3, que a maioria das traduções verte de modo a significar as coisas criadas. Este conceito é apoiado pela afirmação de Hebreus 11:3, de que “que aquilo que se vê veio a existir de coisas que não são visíveis”. Assim, parece coerente que aión nestes dois versículos se refira à totalidade das coisas criadas, incluindo o sol, a lua, as estrelas e a própria terra. Sendo uma referência ao relato da criação em Gênesis, é cronologicamente seguido, no capítulo 11 de Hebreus, pelas referências do escritor de Hebreus a Abel (verso 4), a Enoque (versos 5, 6) e a Noé (verso 7).

Prezado Alcinei Lessa, evidentemente que não somos inimigos, e podemos vir a nos tornar amigos. Também respeito o seu modo de pensar. No tocante à salvação, sabemos que o julgamento não é nosso, e sim de Deus. Também entendo que há muito o que se aprender sobre Deus. Não me considero de forma alguma o dono da verdade. Compreendo que todos temos muito o que aprender. A conversa respeitosa que tivemos foi muito proveitosa para mim, e espero que também tenha sido para você, e para todos os que a acompanharam. Para mim foi um prazer termos dialogado sobre vários temas interessantes. Grande abraço, e que a paz do Soberano Senhor Jeová, por meio de Seu Filho, o nosso Senhor Jesus Cristo, possa reinar em nossos corações! – Filipenses 4:7.

Alcinei:

Boa noite.

Não vou falar sobre estes versículos, pois já falamos. Só falarei de Gênesis 1.26, que está na brochura das Testemunhas de Jeová sobre Trindade, páginas 13 e 14, que diz que a forma plural elohim como um nome de Deus no Antigo Testamento não pode ser evidência em favor da Trindade. Se não pode ser favor da Trindade, TAMBÉM NÃO PODE SER A OUTRO PARTICIPANTE. NÃO É NOSSO ARGUMENTO, mas de vocês MESMO.

Mas, creio que o senhor não PRECISA acreditar na mesma formulação humanamente teológica sobre Deus que a minha. Na verdade, ninguém conhece plenamente Deus (Mateus 11.27; Romanos 11.33-36). Quando estivemos com Cristo, tudo será revelado. Um abraço, Apolo. Foi muito bom conversar com o senhor.

Apologista da verdade:

Grande abraço!

 

A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

 

Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

 

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org

 

 


3 comentários:

  1. Hola

    Importantes estudios.
    Vale la pena estudiarlos.

    Aprovechadndo el espacio:


    Solo en Mateo hay cierta confusión sobre la forma exacta del nombre Barrabás, ya que una pequeña sección de la evidencia tiene a Jesús Barrabás en lugar de solo Barrabás. La variante es interesante, ya que puede haber sido discutida explícitamente por Orígenes, allá por la primera mitad del siglo III.

    16 εἶχον δὲ τότε δέσμιον ἐπίσημον λεγόμενον Βαραββᾶν. 17 συνηγμένων οὖν αὐτῶν εἶπεν αὐτοῖς ὁ Πειλᾶτος · τίνα θέλετε ἀπολύσω ὑμῖν; Βαραββᾶν Ἰ Ἰησοῦν τὸν λεγόμενον χριστόν;

    Las dos lecturas son visibles en dos traducciones modernas populares:

    ESV: 16 Y tenían entonces un preso notorio llamado Barrabás. 17 Entonces, cuando se reunieron, Pilato les dijo: "¿A quién quieren que les suelte, a Barrabás oa Jesús, llamado el Cristo?"

    BLA 16 En ese tiempo tenían un prisionero conocido que se llamaba Jesús Barrabás. 17 Entonces, cuando la multitud se hubo reunido, Pilato les preguntó: "¿A cuál quieren que les suelte, a Jesús Barrabás o a Jesús, llamado el Mesías?"

    Cuál es la mejor traducción de ésta variante ?

    Saludos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Miguel:

      Será feita uma pesquisa a respeito desse assunto e publicada.

      Muito obrigado por suas expressões de apreço pelos artigos deste site.

      Grande abraço!

      Excluir
  2. parabéns pela explicação. Percebe-se que o antagonista tem problema em aceitar a verdade.

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *