Image Map











domingo, 5 de junho de 2022

Jesus é onisciente, onipotente e onipresente?

Fonte: jw.org 

No artigo “Debate sobre a Trindade – Parte 3”, um trinitarista afirmou que Êxodo 4:16 não atribui o termo “Deus” a Moisés, mas sim que tal texto afirma que Moisés era representante de Deus. Diante disso, o referido artigo comentou:

Êxodo 4:16 declara, na Almeida Corrigida e Revisada Fiel: 

“E ele [Arão] falará por ti [Moisés] ao povo; e acontecerá que ele [Arão] te será por boca, e tu [Moisés] lhe serás por Deus. 

É só comparar as preposições usadas: 

Arão ser “POR boca” significa ser boca (porta-voz) de Moisés. 

Moisés ser “POR Deus” significa ser Deus (alguém poderoso) para Arão.

O mesmo trinitarista tentou afirmar a coigualdade de Jesus com seu Deus e Pai afirmando que Jesus tem onipresença, onipotência e onisciência, afirmação que o artigo mostrou que não procede.

Diante disso, um leitor teceu um interessante comentário, o qual segue abaixo:

Moisés é um representante. A parte sobre o REPRESENTANTE DE DEUS, Jesus também era representante de Jeová.

Diz o Senhor Jesus:

“Eu o conheço, porque sou representante dele, e Este me enviou.” (João 7:29)

“Pois o próprio Pai tem afeição por vós, porque tivestes afeição por mim e acreditastes que saí como representante do Pai.” (João 16:27)

“Porque eu lhes tenho dado as declarações que me deste, e eles as têm recebido e têm certamente chegado a saber que saí como teu representante, e eles têm acreditado que tu me enviaste.” (João 17:8)

É interessante como a pessoa pode representar a si mesma.

Sobre a ONIPRESENÇA: Você estar presente onde dois ou três atuam em seu nome não é onipresença, pois onipresença é você JÁ ESTAR EM TODO LUGAR AO MESMO TEMPO. Ele está onde tem dois ou três em seu nome? E onde não tem dois ou três em seu nome ... ele não está, logo não é onipresente. A pessoa onipresente está tanto onde tem três cristãos quanto onde tem um ateu; ele não faz distinção de onde está, simplesmente já está em todos os lugares.

Essa passagem do Evangelho, se entendida literalmente, apenas mostraria uma multipresença, mas não uma ONIpresença; ele estaria em vários locais, mas nunca em todos. Além do mais, se fosse onipresente, não poderia VOLTAR, como diz a doutrina do segundo advento; como vai voltar se já está aqui? Ou seja, nem mesmo os próprios evangélicos creem nisso, de que Jesus é onipresente; eles dizem isso da boca pra fora, eles acreditam que ele está no céu com um corpo de carne e que irá voltar a Terra nas nuvens, ponto! Nem creem na presença de Cristo no pão e no vinho da santa ceia, falam que é uma presença simbólica.

SOBRE A ONISCIÊNCIA: Romanos 16:27 diz que Deus (Jeová) é “o único sábio”, então seu conhecimento e sabedoria vão além da de Cristo. De toda forma, Mateus 24:36, Marcos 13:32 e Apocalipse 1:1 já resolvem a parada.

Sobre Jeová, a Bíblia diz: “Quem, como seu homem de conselho, pode fazê-lo saber alguma coisa?” (Isaías 40:13) Mas, sobre Jesus, a Bíblia diz: ‘Revelação que Deus deu a Jesus Cristo.’ (Apocalipse 1:1)

SOBRE A ONIPOTÊNCIA: Sobre Jeová, a Bíblia diz: “Teu é o reino, ó Jeová, que te ergues como cabeça sobre todos.” (1 Crônicas 29:11) Mas, sobre Jesus, a Bíblia diz: “A cabeça de todo homem é o Cristo; por sua vez, a cabeça da mulher é o homem; por sua vez, a cabeça do Cristo é Deus.” (1 Coríntios 11:3) Sobre Jeová, a Bíblia diz: “E ele age segundo a sua própria vontade entre o exército dos céus e os habitantes da terra. E não há quem lhe possa deter a mão ou quem lhe possa dizer: ‘Que estás fazendo?’” (Daniel 4:35) Mas, sobre Jesus, a Bíblia diz: “Digo-vos em toda a verdade: O Filho não pode fazer nem uma única coisa de sua própria iniciativa.” (João 5:19) Sobre Jeová, a Bíblia diz: “Apareceu Jeová a Abrão e lhe disse: ‘Eu sou o Deus Todo-poderoso.’” (Gênesis 17:1) Mas, sobre Jesus, a Bíblia diz: “O Pai é maior do que eu.” (João 14:28)

A distorção bíblica que se faz com os textos para tentar usurpar a Soberania do Pai é muito grande.

[Fim do comentário do referido leitor.]

Realmente, é evidente que o pressuposto da coigualdade entre Jesus e seu Deus e Pai não encontra suporte nas Escrituras.

 

A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

 

Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

 

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org

 


2 comentários:

  1. Olá, irmãos.

    Quanto ao argumento dos trinitários de que o título “Deus”, ou ELOHIM não teria sido atribuído a Moisés, isso é uma contradição a toda a teologia protestante tradicional/clássica.

    O que tem acontecido, até onde percebo, é o seguinte: os trinitários modernos começaram a se aperceber de que os argumentos que usavam não apenas são insuficientes para sustentar a doutrina trinitária como também são bastante fracos. Então eles começaram a interpretar a Bíblia de forma bastante pessoal e arbitrária, abandonando o embasamento do protestantismo clássico.

    É óbvio que Moisés foi chamado de ELOHIM porque era representante de YEHOVAH. Da mesma forma, o Senhor veio em nome de YEHOVAH:

    (João 12:12, 13) “No dia seguinte, a grande multidão que tinha vindo à festividade, ao ouvirem que Jesus vinha a Jerusalém, 13 tomaram ramos de palmeiras e saíram ao encontro dele. E começaram a clamar: ‘Salva, rogamos-te! BENDITO AQUELE QUE VEM EM NOME DE JEOVÁ, SIM, O REI DE ISRAEL!’”

    Sobre a crença de que Jesus é onipresente, isso contradiz o ensino protestante de que Jesus hoje tem um corpo carnal “glorificado” nos céus. Afinal, se Jesus é onipresente, ele não pode ter um “corpo carnal glorificado”. São ensinos contraditórios em que um anula o outro. Mas o ensino bíblico de que Jesus foi ressuscitado em espírito, não em carne, significa que ele pode “estar” em vários lugares ao mesmo tempo em sentido invisível, de alguma forma intelectual onde ele está atento ao que está ocorrendo e apoiando seus irmãos.

    Sobre a onisciência de Jesus, isso contradiz a explicação que os trinitários dão com respeito a Marcos 13:32. Eles dizem que Jesus não sabia da hora e do dia porque “estava em sua condição humana”, e depois dizem que Jesus mesmo nos céus retém sua condição humana. Ora, isso é contraditório.

    Sobre a onipotência, leiamos

    (João 5:19) “Em vista disso, Jesus lhes disse: “Digo-lhes com toda a certeza: O Filho não pode fazer nem uma única coisa de sua própria iniciativa, mas somente o que ele vê o Pai fazer. Pois as coisas que Ele faz, o Filho também faz da mesma maneira.”

    As palavras “Onipotência”, “Onisciência”, e “Onipresença” não aparecem na Bíblia em relação ao Cristo.

    ResponderExcluir
  2. A Bíblia diz testemunhas de Jeová ou de Jesus?

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *