Image Map











segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Os preditos “setenta anos” – período da supremacia babilônica ou do cativeiro judaico?

Fonte da ilustração:
https://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/mensagem-da-biblia/deus-fala-por-meio-de-seus-profetas/


“Pois assim disse Jeová: ‘De acordo com o cumprimento de setenta anos em Babilônia, voltarei minha atenção para vós, e vou confirmar para convosco a minha boa palavra por trazer-vos de volta a este lugar.’” – Jeremias 29:10, Tradução do Novo Mundo.

“Assim diz o SENHOR: Logo que se cumprirem para a Babilônia setenta anos, atentarei para vós outros e cumprirei para convosco a minha boa palavra, tornando a trazer-vos para este lugar.” – Jeremias 29:10, Almeida Revista e Atualizada.

Como se pode observar pelo exemplo das traduções acima, há divergência no círculo religioso sobre a aplicação do período dos “setenta anos” profetizados no “Velho Testamento”. Os teólogos que verteram de acordo com a NM entendem que tal período se aplica ao cativeiro dos judeus, ao passo que os teólogos representados pela segunda tradução defendem que os “setenta anos” se referem ao período da supremacia babilônica.

Qual das duas traduções está correta? O que a Bíblia como um todo tem a dizer a respeito? O que segue abaixo é a matéria de um de nossos colaboradores, que se identifica por queruvim, administrador do blog traducaodonovomundodefendida.blogspot.com/


Como Jeremias 29:10 deve ser traduzido?

1)   A gramática

A preposição hebraica prefixada inseparável  , composta de um lamed e de uma meia vogal chamada sheva, pode ser apropriadamente vertida tanto por "em Babilônia" ou "na Babilônia" (que transmite a mesma ideia) e é frequentemente vertida por "para Babilônia". Algumas referências apontam como tradução alternativa desta preposição, "de" ou "contra". Obviamente, depende do contexto. Essa é a explicação dada pela obra The Essentials of Biblical Hebrew (por Kyle M. Yates, Ph.D.; revisado por  John Joseph Owens, Professor Associado de Interpretação do Velho Testamento), p. 173.

“Pois assim disse Jeová: ‘De acordo com o cumprimento de setenta anos em Babilônia, voltarei minha atenção para vós, e vou confirmar para convosco a minha boa palavra por trazer-vos de volta a este lugar.’

2)   O contexto

Jeremias 29:4-10 traz à tona o cenário do cumprimento da profecia acerca dos “setenta anos”:

“Assim disse Jeová dos exércitos, o Deus de Israel, a todo o povo exilado que fiz ir ao exílio, de Jerusalém a Babilônia: 5 ‘Construí casas e habitai nelas, e plantai jardins e comei dos seus frutos. 6 Tomai esposas e tornai-vos pais de filhos e de filhas; e tomai esposas para os vossos próprios filhos e dai as vossas próprias filhas a maridos, para que deem à luz filhos e filhas; e tornai-vos ali muitos e não vos torneis poucos.  7Também, buscai a paz da cidade à qual vos exilei e orai por ela a Jeová, porque na sua paz se mostrará haver paz para vós mesmos. 8 Pois assim disse Jeová dos exércitos, o Deus de Israel: “Não vos enganem os vossos profetas que estão no vosso meio, nem os vossos adivinhos, e não escuteis os seus sonhos que estão sonhando. 9 Pois ‘é em falsidade que vos profetizam em meu nome. Não os enviei’, é a pronunciação de Jeová. 10 Pois assim disse Jeová: ‘De acordo com o cumprimento de setenta anos em Babilônia, voltarei minha atenção para vós, e vou confirmar para convosco a minha boa palavra por trazer-vos de volta a este lugar.’”
      
Em todo contexto circundante observamos o escritor narrando acerca do local chamado Babilônia, onde a nação de Judá  " foi exilada do seu solo". – 2 Reis 25:21.


Muitos eruditos concordam com a aplicação ao cativeiro judaico
      
É de interesse observar como esta porção das Escrituras foi vertida por outras escolas de erudição bíblica.

“quia haec dicit Dominus cum coeperint impleri in Babylone septuaginta anni visitabo vos et suscitabo super vos verbum meum bonum ut reducam vos ad locum istum.”  Latin Vulgate [Vulgata Latina], de c. 405 EC.

"Mas assim disse o Senhor, que depois de se cumprirem setenta anos em Babél, Eu vos visitarei ....” —The Geneva Bible (A Bíblia de Genebra,1560).

“Em Babilônia.” – Douay Version (1609); American King James Version; Douay-Rheims Bible; Webster's Bible Translation

“Estarás em Babilônia.” – New Living Translation (©2007).

“Depois de se completarem setenta anos em Babilônia.” – King James Bible (Edição de Cambridge).

“Quando se completarem setenta anos em Babilônia.” – King James 2000 Bible (©2003).

“Depois de se completarem setenta anos em Babilônia.” – New King James Version (1984; baseada na Stuttgart edition of Biblia Hebraica, 1967/1977).

Foi somente em anos recentes que algumas traduções da Bíblia (RSVNRSVNIV etc.) decidiram verter Le Babel por “para Babilônia”.

Porém, O  Dicionário de Hebraico Clássico (The Dictionary of Classical Hebrew) lista cerca de 30 exemplos onde a preposição hebraica inseparável   é vertida de forma locativa. Um exemplo é o de Números 11:10 onde lemos:

וַיִּשְׁמַע מֹשֶׁה אֶת-הָעָם, בֹּכֶה לְמִשְׁפְּחֹתָיו–אִישׁ, לְפֶתַח
אָהֳלוֹ; וַיִּחַר-אַף יְהוָה מְאֹד.

“E Moisés chegou a ouvir o povo chorando nas suas famílias, cada homem à entrada da sua tenda [literalmente “em” ou “na”  entrada: hebraico ]. E começou a acender-se grandemente a ira de Jeová.”

Em Jeremias 51:2 a frase LeBabel foi vertida “a Babilônia”, ou seja, com o sentido de “para Babilônia” na própria NM, devido ao verbo “enviar” usado anteriormente. Em Jeremias 3:17 encontramos uma cláusula diferente e, devido a isso, a NM verteu LiIrushalaim por “em Jerusalém”, conforme lemos:

“Naquele tempo chamarão Jerusalém de trono de Jeová; e a ela terão de ser ajuntadas todas as nações, ao nome de Jeová em [hebr.: Li] Jerusalém, e não mais andarão seguindo a obstinação do seu mau coração.”

O mesmo ocorre em Jeremias 40:11, onde lemos:

“Do mesmo modo todos os judeus que estavam em Moabe, e entre os filhos de Amom, e em Edom, e os que havia em todas aquelas terras, ouviram que o rei de babilônia havia deixado alguns em Judá, [hebr.: LiIehudah]  e que havia posto sobre eles a Gedalias, filho de Aicão, filho de Safã.”

O Dictionary of Classical Hebrew define a preposição Le da seguinte maneira: 

“Direção, para.” (Segundo significado)
“E lugar, em, próximo.” (Como quarto significado da palavra)

Ao observarmos o uso da mesma preposição no Targum Johathan e na Peshita, veremos o mesmo significado hebraico atribuído aqui nesta página à preposição “Le”.

Devido à ampla gama de tradução dessa palavra dentro da gama de aplicação preposicional deve-se levar em conta o contexto. Justamente foi o que fez a Tradução do Novo Mundo. E todo o peso da evidência mostra que Jeremias 29:10 deve ser traduzido por “em Babilônia”.

Matéria extraída de:


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.




Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org





2 comentários:

  1. N a versão Almeida Revista e corrida impressa em 2009 pelo Centro Biblico do Brasil diz: -..."certamente que passados setenta anos NA Babilonia"... Mas acho que Daniel 9:1,2 esclarece que: ..."de que falou o SENHOR ao profeta Jeremias, em que deviam acabar as assolações de Jerusalém, era de setenta anos". Ler tambem 2º Cron. 36:21 a punição era para Israel e não para Babilonia. A cristandade ou tem dificuldade de ver um contexto ou é mal intencionada mesmo.
    Abraço Apologista
    Sergio

    ResponderExcluir
  2. A revista "A Sentinela", nas edições de outubro e novembro de 2011, traz uma formidável matéria, dividida em dois artigos, sobre o tema: "Quando a Jerusalém antiga foi destruída?" Nesses dois artigos, a revista fornece ampla evidência bíblica de que os "setenta anos" estão relacionados ao exílio israelita. Vale a pena guardar esses dois números num arquivo pessoal para pronta consulta.

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *