Image Map











terça-feira, 17 de maio de 2016

“Deus unigênito” em João 1:18 – um dilema para os trinitaristas! (Parte 2)


Fonte da ilustração:
https://www.jw.org/en/publications/magazines/wp20131201/should-we-remember-baby-jesus/


2.2 Expressão “único Deus” se refere ao Pai

Outro argumento usado por Harris é que a expressão “único Deus” é tradução de monos theós, expressão que SE REFERE SOMENTE AO PAI!

Πς δύνασθε μες πιστεσαι δόξαν παρ λλήλων λαμβάνοντες, κα τν δόξαν τν παρ το μόνου θεο ο ζητετε;  – João 5:44.


Como vocês podem acreditar, quando vocês recebem glória uns dos outros, e vocês não procuram a glória que vem do Deus único? – João 5:44, NVI.


Você vê, caro leitor, se João queria simplesmente dizer que o Filho era o único e somente (monos) Deus que habitava no seio do Pai, […] em João 1:18, ele teria sido cuidadoso ao usar a palavra grega monos, uma palavra que não carrega nenhum sentido de espécie.

Se ele quisesse dizer que o Filho unigênito (usando a variante Filho), ou o Deus único (usando a variante Deus) habitou no seio do Pai em João 1:18, ele teria simplesmente usado a palavra monos, como fez em João 5:44 e João 17: 3. – p. 26.

Após isso, ele alista textos em que outros escritores do “Novo Testamento” também usam monos desta forma:

Τ δ βασιλε τν αώνων, φθάρτ οράτ μόν θε, τιμ κα δόξα ες τος αἰῶνας τν αώνων, μήν. – 1 Timóteo 1:17.

 Ao Rei da eternidade, imortal, invisível, o único Deus, seja dada a honra e a glória para todo o sempre. Amém. – 1 Timóteo 1:17.

Μόν θε σωτρι μν δι ησο Χριστο το κυρίου μν δόξα μεγαλωσύνη κράτος κα ξουσία πρ παντς το αἰῶνος κα νν κα ες πάντας τος αἰῶνας, μήν.

 “Ao único Deus, nosso Salvador, por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor, seja a glória, a majestade, o poder e a autoridade desde toda a eternidade, agora e por toda a eternidade. Amém.” – Judas 25.

ατη δ στιν  αἰώνιος ζω, να γινσκωσιν σ τν μνον ληθινν θεν κα ν πστειλας ησον Χριστν. 

“Isto significa vida eterna: que conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e àquele que tu enviaste, Jesus Cristo.” – João 17:3.

Diante de toda essa evidência, Harris pergunta fatalmente:

Então, a pergunta deve ser feita: Se monogenés significa um e único, por que não foi usado monogenés nestes últimos versos? Se monogenés foi usado em João 1:14, 18; 3:16, 18, por que não continuar a usá-lo em [João] 5:44 e 17:3? Não teria [João] sido consistente em sua terminologia, se ele fez? A razão pela qual ele não fez assim é porque monogenés não significa primeiro e único, mas sim significa unigênito!
E porque esses versos posteriores referem-se ao Pai, e não ao Filho, e porque Deus, o Pai, não foi gerado, que teria sido incorreto dizer o Pai era monogenés (unigênito), apesar de que seria bom dizer que Deus, o Pai foi monos (único). Por quê? Porque, na verdade, ele é o primeiro e único Pai que é não gerado, [não nascido]. O Filho não é ingerado, nem é o Espírito Santo ingerado; somente o Pai não foi gerado e por isso pode ser chamado de “monos”, primeiro e único”. – p. 27.


Harris admite que, pela alusão ao Pai como “único Deus”, João “põe o Pai como o primeiro e único Deus. Visto que o Pai é o único que não foi gerado, ele é distinto do Filho e do espírito santo, um fator que já elimina a suposta coigualdade entre os três.

Monos: refere-se à Personalidade ou à Individualidade de Deus, o Pai?

Contudo, sendo trinitarista, Harris tenta explicar essa distinção que só pertence ao Pai:

Neste sentido, monos, que não carrega conotação de tipo, significa simplesmente único, ou um e único e se refere à sua Subsistência, não à sua substância, o que é perfeitamente ortodoxo.
Não há nenhum problema em usar monos para se referir a Deus, o Pai, Deus Filho ou Deus, o Espírito Santo, porque nesses usos a referência é à Pessoalidade (subsistência), e, de fato, há apenas um e único Deus, o Pai; um só e único Deus, o Filho; e apenas um e somente Deus, o Espírito Santo.
Como existem apenas três pessoas distintas na Santíssima Trindade, monos pode ser usado para qualquer uma das três pessoas.

O que Harris deveria ter reconhecido é que as Escrituras NÃO USAM MONOS THEÓS (ÚNICO DEUS) PARA O FILHO E TAMPOUCO PARA O ESPÍRITO SANTO. Somente o Pai é chamado de “único Deus”. Assim, permanece a inexistência da suposta coigualdade entre eles. Portanto, à base das Escrituras, o uso de monos theós para o Pai não se refere à sua personalidade, pois, se se referisse, o mesmo termo deveria ter sido usado também para o Filho e para o espírito santo. Antes, refere-se à sua individualidade como Deus, como o Deus Todo-Poderoso. Portanto, somente o Pai é Deus Todo-Poderoso.

A parte 3 abordará o assunto:

Monogenés – único de uma espécie?



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.




Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org



3 comentários:

  1. "Se ele quisesse dizer que o Filho unigênito (usando a variante Filho), ou o Deus único (usando a variante Deus) habitou no seio do Pai em João 1:18, ele teria simplesmente usado a palavra monos, como fez em João 5:44 e João 17: 3. – p. 26."

    A escrita correta aqui não é de FILHO ÚNICO ao invés de Filho Unigênito??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A palavra "unigênito" significa mais do que "único" - significa "único gerado". No caso de um filho, tal significado seria redundante, pois todos os filhos são gerados ou nascidos de alguém. Mas no caso de "unigênito" servir de qualificativo de "Deus", esse sentido faz toda a diferença, dando o significado ao tipo de "Deus" de que se está falando.

      Excluir
  2. De fato a expressão Único Deus é somente aplicada a Jeová! Gostei do artigo!
    Espero mas sobre Monegenēs embora já tenho um artigo sobre ele e de Archē ambos muito bons.
    A verdade é uma só não importa quão habilidosos sejam as pessoas que falam mentiras contra Jeová...! No final das contas a verdade está tão claras que eles mesmos não admitem e sai com ( o rabo entre as pernas ) a cara no chão e envergonhados iguias aos Escribas e os fariseus! Bom dia e Jeová é Jesus esteja com todos vocês!
    Att R.Santos

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *