Image Map











domingo, 3 de julho de 2016

A Vida de Jesus – o Evangelho Unificado (Parte 14)


Fonte da ilustração: 
http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102014637

A escolha dos doze apóstolos
(Mar. 3:13-19a; Luc. 6:12-16)
Na continuação daqueles dias, ele foi para o monte, a fim de orar, e continuou a noite inteira em oração a Deus. Mas, quando ficou dia, chamou a si os seus discípulos. E formou um grupo de doze, aos quais chamou também de “apóstolos”,[1] para que continuassem com ele e para que pudesse enviá-los a pregar e a ter autoridade para expulsar os demônios. E os do grupo dos doze que formou eram Simão, a quem também deu o sobrenome de Pedro, e André, seu irmão, e Tiago, o filho de Zebedeu, e João[2], irmão de Tiago (a estes deu também o sobrenome de Boanerges[3], que significa Filhos do Trovão), e Filipe, e Bartolomeu[4], e Mateus, e Tomé[5], e Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu, [também chamado Judas,[6] filho de Tiago], e Simão, o Cananita[7], chamado “zeloso”, e Judas Iscariotes[8], que mais tarde o traiu.

Fonte da ilustração:
http://m.wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102014638
O Sermão do Monte
(Mat. 5:1–7:29; Luc. 6:17-49)
E, descendo com eles, postou-se num lugar plano, e havia ali uma grande multidão de seus discípulos e uma grande multidão de povo de toda a Judeia e de Jerusalém, e do país marítimo de Tiro e Sídon, que vieram para ouvi-lo e para ser curados de suas doenças. Até mesmo os aflitos com espíritos impuros foram curados. E toda a multidão procurava tocá-lo, porque saía dele poder e sarava a todos eles.
Um homem, que estava muito triste, faz mudanças e agora está realmente feliz
Fonte da ilustração:
http://m.wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102014638
Quem é realmente feliz?
(Mat. 5:3-12; Luc.6:20b-26)
[Então], ele subiu ao monte; e, depois de se assentar, vieram a ele os seus discípulos; e ele ergueu os olhos para os seus discípulos, abriu a boca e começou a ensiná-los, dizendo: “Felizes sois vós, pobres, cônscios de [vossa] necessidade espiritual, porque vosso é o reino de Deus. Felizes sois vós os que agora chorais, porque [sereis] consolados [e] haveis de rir. Felizes os de temperamento brando, porque herdarão a terra. Felizes sois vós os que agora tendes fome, os [que] sois famintos e sedentos da justiça, porque sereis saciados. Felizes os misericordiosos, porque serão tratados com misericórdia. Felizes os puros de coração, porque verão a Deus. Felizes os pacíficos, porque serão chamados ‘filhos de Deus’. [9]
“Felizes os que têm sido perseguidos por causa da justiça, porque a eles pertence o reino dos céus. Felizes sois sempre que os homens vos odiarem, e sempre que vos excluírem, e vos vituperarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem toda sorte de coisas iníquas contra vós, e lançarem fora o vosso nome, como iníquo, por minha causa. Alegrai-vos naquele dia e pulai de alegria, pois, eis que a vossa recompensa é grande no céu, porque estas são as mesmas coisas que os antepassados deles costumavam fazer aos profetas antes de vós.
“Mas, ai de vós, ricos, porque já tendes plenamente a vossa consolação. Ai de vós os que agora estais saciados, porque passareis fome. Ai, vós que agora rides, porque pranteareis e chorareis. Ai, sempre que todos os homens falarem bem de vós, porque coisas como essas são as que os antepassados deles fizeram aos falsos profetas.

Fonte das ilustrações:
http://m.wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102014638
O sal e a luz
             (Mat. 5:13-16)
13 “Vós sois o sal da terra; mas, se o sal perder a sua força, como se lhe restabelecerá a sua salinidade? Não presta mais para nada, senão para ser lançado fora, a fim de ser pisado pelos homens.
14 “Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte. 15 As pessoas acendem uma lâmpada e a colocam, não debaixo do cesto de medida,[10] mas no velador, e ela brilha sobre todos na casa. 16 Do mesmo modo, deixai brilhar a vossa luz perante os homens, para que vejam as vossas obras excelentes e deem glória ao vosso Pai, que está nos céus.

Fonte da ilustração:
http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102007052
Jesus veio cumprir a Lei e os Profetas
(Mat. 5:17-20)
17 “Não penseis que vim destruir a Lei ou os Profetas.[11] Não vim destruir, mas cumprir; 18 pois, deveras, eu vos digo que antes passariam o céu e a terra, do que passaria uma só letra menor ou uma só partícula duma letra da Lei sem que tudo se cumprisse. 19 Quem, portanto, violar um destes mínimos mandamentos e ensinar a humanidade neste sentido, será chamado ‘mínimo’ com relação ao reino dos céus. Quanto àquele que os cumprir e ensinar, esse será chamado ‘grande’ com relação ao reino dos céus. 20 Pois eu vos digo que, se a vossa justiça não abundar mais do que a dos escribas e fariseus, de modo algum entrareis no reino dos céus.

Um homem muito irritado
Fonte da ilustração:
http://m.wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102014638
Não nutrir ódio; resolver desentendimentos
(Mat. 5:21-26)
21 “Ouvistes que se disse aos dos tempos antigos: ‘Não deves assassinar;[12] mas quem cometer um assassínio terá de prestar contas ao tribunal de justiça.’[13] 22 No entanto, digo-vos que todo aquele que continuar furioso com seu irmão terá de prestar contas ao tribunal de justiça; mas, quem se dirigir a seu irmão com uma palavra imprópria de desprezo terá de prestar contas ao Supremo Tribunal; ao passo que quem disser: ‘Tolo desprezível!’, estará sujeito à Geena ardente.[14]
23 “Se tu, pois, trouxeres a tua dádiva ao altar e ali te lembrares de que o teu irmão tem algo contra ti, 24 deixa a tua dádiva ali na frente do altar e vai; faze primeiro as pazes com o teu irmão, e então, tendo voltado, oferece a tua dádiva.
25 “Resolve prontamente os assuntos com aquele que se queixa de ti em juízo, enquanto ainda estás com ele em caminho para lá, para que, de algum modo, o queixoso não te entregue ao juiz, e o juiz, ao oficial de justiça, e sejas lançado na prisão. 26 Eu te digo categoricamente: Certamente não sairás dali até pagares a última moeda de pouco valor.[15]
Um homem olha para uma mulher bonita
Fonte da ilustração:
http://m.wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102014638
Adultério e divórcio
(Mat. 5:27-32)
27 “Ouvistes que se disse: ‘Não deves cometer adultério.’[16] 28 Mas eu vos digo que todo aquele que persiste em olhar para uma mulher, a ponto de ter paixão por ela, já cometeu no coração adultério com ela. 29 Se, pois, aquele olho direito teu te faz tropeçar, arranca-o e lança-o para longe de ti. Porque é mais proveitoso para ti que percas um dos teus membros, do que ser todo o teu corpo lançado na Geena. 30 Também, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a para longe de ti. Porque te é mais proveitoso perder um dos teus membros, do que todo o teu corpo acabar na Geena.
31 “Outrossim, foi dito: ‘Quem se divorciar de sua esposa, dê-lhe certificado de divórcio.’[17] 32 No entanto, eu vos digo que todo aquele que se divorciar de sua esposa, a não ser por causa de fornicação, expõe-na ao adultério, e quem se casar com uma mulher divorciada comete adultério.

Explicação das siglas usadas:
it: obra Estudo Perspicaz das Escrituras, publicada pelas Testemunhas de JeováO número em sequência indica o volume.

Notas:
[1] A palavra grega a··sto·los deriva do verbo comum, a·po·stél·lo, que significa simplesmente “enviar (ou despachar)”. (Mar. 3:14) Onze deles eram evidentemente galileus (Atos 2:7), sendo Judas Iscariotes considerado o único da Judeia. Pertenciam à classe operária; sua instrução era elementar e não provinha de escolas de ensino superior. (Atos 4:13) – It-1, p. 159.
[2] Provavelmente o irmão mais moço de Tiago, visto que Tiago geralmente é mencionado primeiro quando os dois são citados. (Mat. 10:2; Mar. 3:14, 16, 17; Luc. 6:14; 8:51; 9:28; Atos 1:13) Zebedeu casou-se com Salomé, da casa de Davi, possivelmente uma irmã carnal de Maria, mãe de Jesus. Assim, Tiago e João seriam primos de Jesus. (Mat. 27:55, 56; Mar. 15:40) – It-2, 570.
[3] Sir.: Benai Reghshi; J17(hebr.): Beneh-reghóhsh; J18(hebr.): Beneh-rá·ghesh (NM n.) Expressão semítica, provavelmente refletindo o ardente entusiasmo destes dois apóstolos. (Lu 9:54). – It-1, p. 368.
[4] “Filho de Tolmai”, um termo patronímico (isto é, nome derivado do pai). considerado ser Natanael. Uma comparação dos relatos evangélicos mostra que Mateus e Lucas associam Bartolomeu com Filipe, do mesmo modo que João associa o nome Natanael com Filipe. (Mat. 10:3; Luc. 6:14; João 1:45, 46) Não era incomum pessoas serem conhecidas por mais de um nome. Era de Caná da Galileia. (Jo 21:2)– It-1, p. 311; It-3, p. 65.
[5] Do aramaico, que significa “Gêmeo”.- It-3, p. 726.
[6] [Do hebr., uma forma do nome Judá]. – It-2, p. 616.
[7] Do aramaico, significando “Zeloso; Entusiasta”. Essa designação que diferenciava o apóstolo Simão do apóstolo Simão Pedro. (Mat. 10:4; Mar. 3:18) Pelo que parece, corresponde à palavra grega ze·lo·tés, que significa “zeloso; entusiasta”. (Luc. 6:15; Atos 1:13) – It-1, p. 419.
[8] [Do hebr., possivelmente: Homem de Queriote]. Provavelmente identifica Simão e seu filho Judas como sendo da cidade de Queriote-Esrom, de Judá. (Jos. 15:25) – It-2, p. 431.
[9] Esta primeira parte das nove felicidades pode também ser condensada da seguinte maneira: “Felizes sois vós, pobres, porque vosso é o reino de Deus. Felizes sois vós os que agora tendes fome, porque sereis saciados. Felizes sois vós os que agora chorais, porque haveis de rir. Felizes os cônscios de sua necessidade espiritual, porque a eles pertence o reino dos céus. Felizes os que pranteiam, porque serão consolados. Felizes os de temperamento brando, porque herdarão a terra. Felizes os famintos e sedentos da justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque serão tratados com misericórdia. Felizes os puros de coração, porque verão a Deus. Felizes os pacíficos, porque serão chamados ‘filhos de Deus’.”
[10] Gr.: mó·di·os. Era uma medida para secos, com a capacidade de cerca de 9 l, mas Cristo o usou para ilustrar uma cobertura. – It-1, p. 486.
[11] Termo genérico referindo-se às inteiras Escrituras Hebraicas e não simplesmente à primeira e à segunda seção destas Escrituras (Mat. 5:17; 7:12; 22:40; Luc. 16:16). Quando Paulo se referiu à “Lei”, ele citou Isaías. (1 Cor. 14:21; Isa. 28:11) – It-1, p. 424.
[12]  Êxo. 20:13; Deut. 5:17.
[13] Deut. 17:9.
[14] [Forma gr. do hebr.: Geh Hin·nóm, “Vale de Hinom”]. O estreito e fundo Vale de Hinom, mais tarde conhecido por este nome grego, ficava ao S e SO da antiga Jerusalém, e é o atual uádi er-Rababi (Ge Ben Hinnom). – It-2, p. 188.
[15] Lit.: “o último quadrante”; a sexagésima quarta parte dum denário. – NM, n.
[16] Êxo. 20:14; Deut. 5:18.
[17] Deut. 24:1.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *