Image Map











quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

O “Cordeiro” foi morto desde a fundação do mundo?


 Fonte da ilustração:
https://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/biblia-ensina/o-resgate-jesus-sacrificio/

Uma leitora deste site escreveu:

“Irmão, gostaria de saber sobre o texto de Apocalipse 13:8. Que outros textos podemos usar como concordância com esse, e que outras traduções falam da mesma maneira que a Tradução do Novo Mundo, para que eu possa mostrar que esse texto na tradução de João Ferreira de Almeida não está escrito de maneira coerente? Porque na João Ferreira de Almeida fala que o Cordeiro foi morto desde a fundação do mundo, e na Tradução do Novo Mundo fala que são os nomes que não foram escritos desde a fundação do mundo. Gostaria que você me ajudasse nesse assunto. Obrigada.”

Resposta:

Primeiramente, vejamos o texto de Apocalipse 13:8 nas duas traduções mencionadas acima:

Tradução de João Ferreira de Almeida:

“E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” – Almeida Corrigida e Revisada Fiel.

Tradução do Novo Mundo:

Todos os que moram na terra a adorarão [a fera]. Desde a fundação do mundo, o nome de nem sequer um deles foi escrito no rolo da vida do Cordeiro que foi morto.”

Historicamente, a Bíblia mostra que o “Cordeiro”, Jesus Cristo (João 1:29) não foi morto desde a fundação do mundo, e sim no primeiro século de nossa Era Comum, há cerca de 2 mil anos. Isso é conceito pacificado em toda a cristandade.

Alguém poderia alegar o seguinte: ‘Mas o texto do Apocalipse não poderia ser interpretado no sentido de que a certeza e o anúncio de sua morte já existiam desde a fundação do mundo?

Para responder a essa pergunta, é necessário primeiro entender o que a Bíblia quer dizer com a expressão “fundação do mundo”.

À primeira vista, sob um olhar leigo, alguém poderia concluir tratar-se da criação da Terra. Porém, um exame da expressão na língua original em que ela foi escrita – o idioma grego coiné – mostra que esse não é o sentido.

Em grego, a expressão “fundação do mundo” é tradução da expressão katabolé toû kósmou. Ka·ta·bo·lé (“fundação”) significa literalmente “lançamento para baixo [de semente]”.[1] Em comprovação disso, lemos em Hebreus 11:11: “Também pela fé, Sara, embora já tivesse passado da idade, recebeu poder para conceber um descendente, visto que considerava fiel Aquele que havia feito a promessa.” Seu uso nessa passagem “se refere a Abraão ‘lançar para baixo’ sêmen humano para gerar um filho, e a Sara receber este sêmen para ficar grávida”[2]. Refere-se, portanto, à fecundação humana.

Em consonância com isso, o termo kósmos (“mundo”), no texto neotestamentário, significa, não a Terra, mas a humanidade[3]. 

Em termos simples, katabolé toû kósmou se refere “ao nascimento de filhos a Adão e Eva, produzindo-se assim um mundo de humanidade”[4].

Prova disso são as palavras de Jesus Cristo registradas em Lucas 11:49-51:

“É por isso que a sabedoria de Deus também disse: ‘Enviarei a eles profetas e apóstolos, e eles matarão e perseguirão alguns deles, para que o sangue de todos os profetas, derramado desde a fundação do mundo, seja cobrado desta geração, desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e a casa.’ Sim, eu lhes digo, será cobrado desta geração.”

Perceba que “fundação do mundo” ocorre em paralelo à expressão “desde o sangue de Abel”, o qual foi o primeiro filho fiel de Adão e Eva, e primeiro mártir pela causa divina, sendo assim o primeiro filho de Adão e Eva a ser redimido pelo resgate de Cristo, visto que Caim foi declarado pela Palavra de Deus como tendo ‘se originado do Maligno’. – 1 João 3:12.

Voltemos agora à questão proposta, de que o texto de Apocalipse 13:8 poderia ser interpretado no sentido de que a certeza e o anúncio da morte do Cordeiro já existiam desde a fundação do mundo. Tal interpretação não procede, pois a primeira profecia – Gênesis 3:15 – que anunciou, ou profetizou, a morte do Cordeiro foi proferida ANTES da fundação do mundo da humanidade, e não DESDE tal “fundação”. Foi proferida no Jardim do Éden, antes do nascimento de filhos a Adão e Eva.

A correta tradução de Apocalipse 13:8

Portanto, nem num sentido profético o Cordeiro foi morto desde a fundação do mundo. Logo, a expressão “desde a fundação do mundo” se refere a outra coisa: aos nomes que estão sendo escritos no rolo da vida do Cordeiro. Tal registro ocorre “desde”, ou a partir, do nascimento de filhos ao primeiro casal humano. Incidentalmente, isso nos leva a inferir que o primeiro casal humano está além de redenção.

Assim, algumas traduções em língua portuguesa mostram o verdadeiro sentido do texto[5]:

A Nova Versão Internacional tem uma nota nesse versículo que diz:

“Escritos desde a criação do mundo no livro da vida do Cordeiro.”

A Nova Tradução na Linguagem de Hoje diz:

Todos os que vivem na terra o adorarão, menos aqueles que, desde antes da criação do mundo, têm o nome escrito no Livro da Vida, o qual pertence ao Cordeiro, que foi morto.” (Veja também a Bíblia na Linguagem de Hoje.)

E a Tradução Brasileira reza:

 ”Todos os habitantes da terra a adorarão, aqueles cujos nomes desde o princípio do mundo não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto.”

Tudo o que foi exposto acima ressalta a importância de lermos a Palavra de Deus em uma tradução fidedigna, que transmite fielmente o sentido das línguas em que tal Palavra foi originalmente escrita. Nesse respeito, a Tradução do Novo Mundo sobressai-se ante ás demais.

Notas:
[1] Veja a obra Estudo Perspicaz das Escrituras, volume 1, p. 13, verbete “Abel”.
[2] Ibd, vol, 3, p. 40, verbete “mundo”.
[3] Ibd, vol. 3, p. 38, verbete “mundo”.
[4]Ibd, vol. 1, p. 13.
[5] Essas três traduções – NVI, NTLH TB – são encontradas no seguinte link: http://www.sbb.org.br/conteudo-interativo/pesquisa-da-biblia/
  

A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.


Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org






Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *