Image Map











quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Você tem dificuldade de encarar Deus como um Ser amoroso? (Artigo especial)





Alguns cristãos alojam em seu íntimo a ideia subliminar de que Jeová é um Deus exigente e austero, que ele é um “Deus bravo” que fica inspecionando nossos erros. Longe disso! Ele é simplesmente maravilhoso, interessadíssimo em nos ajudar, que olha para nós com extrema ternura.

Num sentido diametralmente oposto a esse conceito distorcido, a Bíblia afirma que “Deus É AMOR”! (1 João 4:8) Note: ele não apenas TEM amor: ele É amor! O que você esperaria de alguém que é a PERSONIFICAÇÃO do amor – que é o amor EM PESSOA?

Entre os seres materiais, inclusive os humanos, o amor materno saudável é o maior exemplo de amor verdadeiro e incondicional. Contudo, o amor de Jeová é infinitamente superior ao amor de uma mãe. Ele afirmou:

Será que uma mulher pode se esquecer do seu bebê, e não sentir compaixão pelo filho do seu ventre? Mesmo que essas mulheres se esquecessem, eu nunca me esqueceria de você. Veja! Gravei você na palma das minhas mãos!” – Isaías 49:15, 16.



Como é emocionante e acalentador ler com ponderação essas palavras! Jeová está determinado e ansioso para salvar as pessoas. Prova irrefutável disso é o preço que ele pagou pela raça humana: O MAIS CARO TESOURO DO SEU CORAÇÃO! Lemos em João 3:16: “Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna.”

O livro “O Que a Bíblia Realmente Ensina” traz uma declaração confortadora: 

 “Ele [Jeová] jamais ressuscitará aqueles que considerar maus e incorrigíveis.” (Capítulo 7, p. 73, § 20; grifo acrescentado.)

Assim, só não serão ressuscitados os INCORRIGÍVEIS.  

Em outras palavras, somente não estarão no Reinado Milenar de Cristo pessoas que são incorrigíveis (que não querem se ajustar de jeito nenhum às normas divinas)



Pois ele sabe que somos imperfeitos. Como muito bem o descreve o Salmo 103:12-14:

Tão longe como o nascente é do poente, tão longe ele põe de nós as nossas transgressões. Assim como o pai é misericordioso com os filhos, Jeová é misericordioso com os que o temem. Pois ele sabe bem como somos formados, lembra-se de que somos pó.” Os que têm ou tiveram o privilegio de ter um pai verdadeiramente amoroso e protetor podem ter uma ideia do amor paternal de Jeová.

E podemos ter a certeza de uma coisa: ele não irá destruir NINGUÉM que tenha ALGO DE BOM!

Lemos em 1 Reis 14:12, 13: “Agora levante-se, vá para casa. Assim que você puser os pés na cidade, o menino morrerá.  TODO o Israel O LAMENTARÁ e o enterrará. Da família de Jeroboão só ele será colocado numa sepultura, porque ele é o único da casa de Jeroboão em quem JEOVÁ, o Deus de Israel, ACHOU ALGO DE BOM.”

A partir daí podemos concluir com certeza que Jeová procura o que há de bom nas pessoas. Como disse o apóstolo Pedro, que conheceu Jesus de perto: “Jeová não é vagaroso com respeito à sua promessa, conforme alguns consideram a vagarosidade, mas ele é paciente convosco, porque não deseja que alguém seja destruído, mas deseja que todos alcancem o arrependimento.” – 2 Pedro 3:9, NM Com Referências, edição de 1986.

Esse texto mostra que, para Jeová, cada pessoa na Terra é ALGUÉM[1] – um indivíduo único e insubstituível. Ele não vê as pessoas como parte de uma massa indefinida. Podemos ilustrar isso com a esperança da ressurreição:

Digamos que, num jogo clássico de futebol, o estádio esteja lotado de torcedores. E, entre os milhares de pessoas presentes, certo torcedor sofra um ataque cardíaco fulminante e venha a óbito. Para que essa pessoa seja ressuscitada, Jeová teve de preservar em sua memoria todos os fatos sobre aquela pessoa até aquele momento. Isso significa que ele acompanhou com vivo interesse a inteira vida dessa pessoa até aquele momento. Para Jeová, essa pessoa no meio da multidão é ALGUÉM.



Só o fato de um cristão (ou cristã) estar preocupado com sua condição perante Jeová mostra que ele ou ela é uma pessoa piedosa.

Se você, pelas experiências que passou e/ou por fatores emocionais, tem dificuldade em ver Jeová como um extraordinário Pai amoroso, ore a Jeová pedindo que Ele o ajude a modificar o seu conceito sobre ele. Esforce-se a encarar Jeová como o Pai extraordinário e acolhedor que ele realmente é. E não se culpe pela dificuldade que tiver nesse respeito devido a fatores emocionais conjugados com experiências passadas. – Veja 1 João 3:19, 20.

Que o maravilho Deus Jeová, cujo amor é infinito, o ajude a desenvolver um relacionamento saudável com ele!

Nota:
[1] A Tradução do Novo Mundo Revisada 2015 usa a palavra “ninguém” em 2 Pedro 3:9, fazendo o texto rezar: “Não deseja que ninguém seja destruído.” Isto está de acordo com o propósito dessa tradução, de verter o texto bíblico numa linguagem que seja natural e costumeira. O pronome indefinido τις (tis) pode ser traduzido tanto por “ninguém” como por “alguém”. (Mateus 24:4, 23; http://biblehub.com/greek/tis_5100.htm) Porém, isso não altera o fato de que Jeová vê cada pessoa como um indivíduo único e insubstituível.

Crédito das figuras:

Bebê segurando mão de adulto: https://www.youtube.com/watch?v=vGgdZxF6k4U
Mãe segurando bebê: https://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/achegue-se/amor/terna-compaixao-de-jeova/
Estádio: http://trivela.uol.com.br/
Homem na maca: Notícia. “Torcedor morre após sofrer ataque cardíaco no estádio antes de clássico.” http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-argentino/noticia/2014/04/torcedor-morre-apos-sofrer-ataque-cardiaco-no-estadio-antes-de-classico.html

  
 A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.


Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org






2 comentários:

  1. Apolo, parabéns amigo. Não dá para cumprimentá-lo como desejo por palavras pelo que acabei de ler aqui, então sinta-se abraçado fortemente meu irmão.

    Que Jeová o abençoe.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pelo carinho, querido irmão Raniere!

    Um forte abraço e que Jeová também o abençoe ricamente!

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *