Image Map











segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Como 1 Pedro 3:18 deve ser traduzido?



Essa passagem é vertida assim na versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel (ACF):

Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito.”

Um exame das traduções bíblicas

A versão acima dá a entender que Jesus foi ressuscitado, não como espírito, ou pessoa espiritual, mas pelo Espírito” – POR uma pessoa espiritual.

(Do mesmo modo traduzem ARC, NVI, KJ, Webster, Bíblia Latinoamericana, La Bible Des Communautés Chrétiennes, Christian Community Bible, Catholic Public Domain Version, Vulgata Latina.)

Por outro lado, a versão Almeida da Imprensa Bíblia Brasileira (IBB), baseada nos melhores textos hebraicos e gregos, verte por “morto na carne, mas vivificado no espírito”. Neste caso, a ideia é a de que Jesus morreu como humano, mas foi ressuscitado como espírito (pessoa espiritual).

Diversas outras traduções vertem desse modo: ARIB, NTLH, ARA, ASV, TB, Basic English, NAS, Reina Valera, Sagradas Escrituras (em espanhol), BJ em inglês, BJ espanhol, El Livro del Pueblo de Dios, La Sacra Bibbia (italiano), La Bibbia (italiano), NAB, Douay-Rheims, Revised Standard Version.

La Santa Bíblia verte assim: “Ele sofreu a morte física, mas foi devolvido à vida espiritual”.

A versão católica Ave Maria parece seguir a mesma ideia, embora com fraseologia um tanto ambígua: “Padeceu a morte em sua carne, mas foi vivificado quanto ao espírito.” (1 Pedro 3:16) A mesma linguagem segue a BJ em francês: “Tendo sido morto em carne, mas tendo sido vivificado em relação ao Espírito.”

Assim, apenas o exame das várias traduções da Bíblia não daria certeza ao leitor da Bíblia de qual entendimento deveria ter sobre essa passagem.

A gramática grega

O texto grego reza conforme abaixo:

θανατωθεὶς μὲν σαρκὶ ζῳοποιηθεὶς δὲ πνεύματι
thanatotheìs mèn sarkì zoiopoietheìs dè pneúmati

A obra Raciocinios À Base das Escrituras (p. 324, parágrafo 2, verbete “Ressurreição”) comenta:

“No texto grego, as palavras ‘carne’ e ‘espírito’ são usadas para contrastar uma da outra e ambas estão no [caso] dativo; portanto, se um tradutor verter ‘pelo espírito’, deverá também coerentemente dizer ‘pela carne’, ou, se disser ‘na carne’, deverá também dizer ‘no espírito’.”

O versículo seguinte – a chave para o entendimento

1 Pedro 3:19 reza (ACF): “No qual também [Jesus] foi, e pregou aos espíritos em prisão.”

A expressão “no qual” segue imediatamente a palavra “espírito”. Em grego é a expressão ἐν (en hõi). Hõi é o caso dativo do pronome relativo singular ς (hós), que, neste caso, está no gênero neutro, concordando gramaticalmente com a palavra que imediatamente a antecede – “espírito” (pneúmati) que também tem gênero neutro.

Sobre a expressão en hõi, note o que explica o LÉXICO DO NOVO TESTAMENTO GREGO/PORTUGUÊS (de Gingrich e Danker):

έν ω [en hõi] pode significar em que, naquilo que, Rm14.22; enquanto Mc 2.19; Lc 5.34; pelo que Rm 14.21; porque, por causa 8.3; sob tais circunstâncias 1 Pe 3.19. [Negrito acrescentado.]

Portanto, a expressão “no qual” diz respeito à circunstância, ou situação, ou condição, ou estado “no qual” Jesus se encontrava após ter sido ressuscitado. Caso a palavra “espírito” fosse uma referência a um ser espiritual (Deus), não haveria coerência com a expressão sequencial “no qual”. O sentido seria absurdo: Jesus Cristo foi vivificado pelo Espírito, no qual (Espírito, ou pessoa espiritual) Cristo foi pregar ... .

Por outro lado, sendo a referência a uma condição – condição espiritual – a expressão sequencial faz todo sentido: Jesus foi ressuscitado como espírito, no qual estado foi pregar … .

Veja outra construção similar:

τὸ γὰρ ἀδύνατον τοῦ νόμου, ἐν  ἠσθένει
tò gàr adýnaton toû nómou, en hôi esthénei
a pois  impotência da lei, na qual estava enfraquecida

Observe que en hôi diz respeito à condição limitada da Lei mosaica.

Encontramos outro exemplo em 1 Coríntios 7:24, que declara: “Irmãos, cada um fique diante de Deus no estado em que foi chamado.” – ACF.

O texto grego reza:

ἕκαστος ἐν  ἐκλήθη
hékastos en hôi ekléthe
cada qual no qual [estado] foi chamado

O contexto se refere à situação em que cada um foi chamado como cristão – como servo, livre, casado ou solteiro.

Assim, 1 Pedro 3:19 mostra que a palavra “espírito” no versículo anterior se refere à condição, ou estado, em que Cristo estava após sua ressurreição.

A versão Ave Maria traduz por: “É neste mesmo espírito que ele foi pregar.” (Verte de modo similar La Sainte Bible de Augustin Crampon, de 1923.) BJ em espanhol e em  inglês  traduzem: “No espírito, ele também foi pregar.” La Sacra Bibbia (em italiano) verte: “E em espírito ele foi proclamar”.

Portanto, torna-se claro que 1 Pedro 3:18 afirma que Jesus foi ressuscitado como espírito (ser espiritual) e não em algum “corpo carnal glorificado”, como erroneamente alguns pregam.

Explicação das siglas usadas:
ACF: Almeida Corrigida e Revisada Fiel.
ARA: Almeida Revista e Atualizada.
ARC: Almeida Revista e Corrigida.
ARIB: Almeida Revista Imprensa Bíblica.
ASV: American Standard Version.
BJ: Bíblia de Jerusalém.
KJ: King James Version.
NAB: The New American Bible.
NAS: New American Standard Bible.
NTLH: Nova Tradução na Linguagem de Hoje.
NVI: Nova Versão Internacional.
NIV: New International Version.
TB: Tradução Brasileira.
Webster: Tradução de Noah Webster, século 19.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.
  
A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *