Image Map











terça-feira, 31 de março de 2020

Em que sentido Jeová desceu à Terra?


Fonte: jw.org

Contribuído.

A Bíblia Sagrada relata, por vezes, que Jeová, o Criador do universo, “desceu” à terra para tomar determinadas ações com relação às atividades humanas. Por exemplo, a Bíblia diz que, na época da construção da Torre de Babel, Deus “desceu para ver acidade e a torre que os homens estavam construindo.” (Gênesis11:5, Nova Versão Internacional) E quando Deus enviou anjos para salvar Ló e sua família da destruição das cidades de Sodoma e Gomorra, Deus disse a seu servo Abraão: “Descerei para ver se o que eles têm feito corresponde ao que tenho ouvido.” (Gênesis 18:21, NVI). A Bíblia também relata que Deus disse a Moisés, com respeito aos israelitas que eram escravos no Egito: “Desci para livrá-los das mãos dos egípcio.” – Êxodo 3:8, NVI.

Será que essas expressões bíblicas significam que Deus se fez pessoalmente presente na Terra? Como isso seria possível, visto que a Bíblia ensina que os céus espirituais são “o lugar da tua habitação”, isto é, da habitação de Deus? Não foi o próprio Senhor Jesus que disse que nosso Pai celestial “está nos céus”? (1 Reis 8:30; Mateus 6:9) Sendo assim, em que sentido Deus desceu à terra? O que significa “descer”?

Bem, precisamos primeiro analisar o sentido básico da palavra hebraica utilizada para “descer”. A palavra comumente usada nesses relatos é yarad. O Dicionário Expositivo de Palavras do Antigo Testamento (de W. E. Vine) diz sobre essa palavra: “Basicamente, este verbo conota ‘movimento’ de um local mais alto para um local mais baixo.” Strong diz que ela significa “1) descer, ir para baixo, declinar, marchar abaixo, afundar”. (03381). A Septuaginta traduziu essa palavra por katabaíno, a qual significa “ir para baixo, abaixar, descer” (Vine).


Com base nessa definição, alguns defensores da doutrina da onipresença de Deus alegam que Deus desceu pessoalmente e literalmente à Terra. Mas, pense um pouco: Se Deus é onipresente, ele está em todos os lugares do universo; como poderia então se ‘movimentar de um local mais alto para um local mais baixo’, conforme a definição de yarad, de Vine? É possível que esta palavra esteja sendo usada na Bíblia em sentido metafórico? Vine diz sobre o verbo yarad: “Figurativamente, o verbo tem muitos usos”.

Observe um desses usos em Êxodo 11:8, onde Deus diz a Faraó: “Então todos estes teus servos descerão a mim, e se inclinarão diante de mim.” ( Almeida Corrigida Fiel ) Podemos concluir disto, que os servos de Faraó estavam em uma posição física acima de Deus e que, assim, iriam descer até ele de forma literal? Ou podemos entender este uso da palavra “descer” como significando se aproximar de Deus, reconhecendo sua posição? É óbvio, pois, que “descer” nem sempre tem o sentido literal da palavra.

Como Jeová desceu à Terra?

Corroborando com a ideia de que Deus não precisava descer literalmente à Terra para tomar certas atitudes com relação às atividades humanas, temos o testemunho claro da Bíblia, de que Deus assim trabalha por meio de agentes. Em Gênesis 18:1 a Bíblia relata que o “Senhor (YHWH; Jeová, em hebraico) apareceu a Abraão”. Nessa ocasião, Abraão recebeu a visita de três “homens”. Quem eram? O escritor da carta aos Hebreus menciona alguns servos de Deus do passado que “sem saber… acolheram anjos”. (Hebreus 13:2) A Bíblia confirma que os três visitantes de Abraão eram “anjos” ou mensageiros da parte de Deus, sendo que um deles era representante direto de Deus e falava em nome dEle. (Gênesis 19:1) É neste que contexto Deus declara que desceria até Sodoma e Gomorra, duas cidades que estavam situadas em um vale e, portanto, geograficamente em um local mais baixo de onde Deus apareceu a Abraão. O livro de Êxodo descreve também manifestações de Deus a Moisés em uma sarça ardente e, posteriormente, no monte Sinai, dando-lhe leis para a nação de Israel. Por outro lado, Estevão esclarece que Deus fez tudo isso por meio de anjos. (Atos 7:30, 34,38, 53) Fica claro que Deus assim opera por meio de agentes angélicos, sem haver a necessidade de descer literalmente à Terra. 

Sim, a Bíblia ensina que mesmo “os céus dos céus” não podem conter a Deus. Também diz que Deus ouve orações desde os céus, ‘o lugar da habitação dEle’. (1 Reis 8:27, 43). Portanto, a Bíblia é clara em ensinar que Deus não é onipresente, mas que desde os céus pode realizar tudo que for do seu agrado.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org





Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *