Image Map











sexta-feira, 1 de maio de 2020

É errado usar a expressão “bondade imerecida” em vez de a palavra “graça”? – Parte 3 (Final)

Fonte: jw.org

Os dois artigos anteriores trouxeram fundamentação linguística e bíblica para verter o vocábulo kháris (geralmente vertido “graça” nas traduções da Bíblia) por “bondade imerecida”. Neste artigo final desta série, veremos o que dizem comentaristas da Bíblia, bem como veremos as traduções que contêm a ideia de bondade imerecida ao traduzirem kháris.

Comentaristas bíblicos apontam o qualificativo “imerecido” para kháris

O teólogo batista Augustus Hopkins Strong (3 de agosto de 1836 – 29 novembro de 1921), em sua obra Systematic Theology (p. 779), afirma: “A graça é favor imerecido concedido aos pecadores.” – Negrito acrescentado.

O Dicionário de Escatologia do Preterismo (do pesquisador César Francisco Raymundo)[1] explica:

Graça – [Do Gr. χαρις, Transl.: charis; do Lat. gratia] É o favor imerecido de Deus concedido ao mundo.

1. A salvação é totalmente concedida pela graça de Deus (favor imerecido) sem o auxílio de boas obras (Efésios 2:8-9). – Negrito acrescentado.



Em sua monografia do Curso de Teologia (2004 / revisão 2017) Lucinda Alves considera Tito 2:11-14, e define “graça” como “o favor não merecido de Deus em relação ao homem”, e como “favor imerecido de Deus”.[2]

Genesis Henriques Xavier, em sua monografia para Bacharelado, apresentada ao Seminário Teológico Presbiteriano Rev. Ashbel Green Simonton, indica o conceito de “graça” (p. 26):

[…] segundo o Novo Dicionário de Teologia, “[graça, indica] uma relação objetiva de favor imerecido conferido por alguém superior a outro inferior [...]” (KEARSLEY, 2009, p. 468). – Negrito acrescentado.

Em sua obra Living Waters from Difficult Passages (“Águas Vivas de Passagens Difíceis”), o escritor Thomas Moore comenta: “A abundante e ilimitada graça em relação a você é um ilimitado ‘Favor imerecido’.”



Observe como dois respeitados comentaristas bíblicos (Barnes e Wesley) destacam a mesma ideia:

Albert Barnes:

Por sua graça – Por seu favor; por sua mera misericórdia imerecida; veja a nota em Romanos 1:7.

John Wesley:

E são justificados – perdoados e aceitos. Livremente – sem qualquer mérito próprio. Por sua graça – não a sua própria justiça ou obras. Através da redenção – O preço que Cristo pagou. Livremente por sua graça – Uma dessas expressões pode ter servido para transmitir o significado do apóstolo; mas ele dobra sua afirmação, a fim de nos dar a plena convicção da verdade e nos impressionar com um senso de sua importância peculiar. Não é possível encontrar palavras que devam mais absolutamente excluir toda a consideração de nossas próprias obras e obediência, ou, mais enfaticamente, atribuir toda a nossa justificação à bondade livre e imerecida. – Negrito acrescentado.

Um site de pesquisa bíblica dá a seguinte definição para o vocábulo “graça”:

A palavra graça usada no velho testamento carrega o sentido de “dobrar-se ou curvar-se em bondade a um inferior”. No novo testamento a palavra significa “favor, boa vontade, bondade amorosa”.[3] 

 

O Pastor José de Oliveira, da Igreja Presbiteriana Independente de Dourados, teceu o seguinte comentário:

[…] o termo graça (karis ) passou a significar “a bondade espontânea e desmerecida de Deus para conosco. Esta graça é oferecida a todos os homens por que Jesus é a própria graça, conforme João 1:14: “e o verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai”. – Negrito acrescentado.[4]

O Pastor Marvin Duncan discorreu o seguinte sobre o significado de “graça”:

Graça é um favor àqueles que merecem condenação. Graça é benignidade para com aqueles que não a merecem. Graça é misericórdia para os que por justiça deveriam ser punidos. Graça é bondade para com os que são completamente maus. Graça é perdão para o criminoso que deveria ser morto (crucificado). Graça é amor para aqueles que merecem punição e separação. Devemos deixar que este princípio de GRAÇA tome conta de nossos corações, porque ele é o único princípio com o qual Deus está salvando ou abençoando o homem, hoje. Todos os homens pecaram; todos eles merecem julgamento; mas Deus, em Seu grande amor, determinou que trataria com o homem neste plano de graça. Isto é o plano “Favor-ao-que não merece”. Tendo satisfeito a Sua própria justiça com relação ao pecado humano, na morte de Jesus na Cruz, Deus está livre para dar aos homens, a salvação como um DOM imerecido. – Negrito acrescentado.[5]

Arthur Walkington Pink (1886-1952), considerado um dos autores evangélicos mais influentes da segunda metade do século XX, em sua obra The Attributes of God (“Os atributos de Deus”), afirma que “a graça é um favor imerecido”[6].

David F. Wells, em seu livro “Deus no redemoinho”, escreveu:

Sabendo que Deus não poderia ser nada além de fiel a si mesmo e, portanto, ao seu pacto, Davi cantou que a “bondade e misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida” (Sl 23,6). Ele não contava com sua obediência da lei para obter essa benção, mas sim com a bondade imerecida de Deus (Rm 4,5-8), sempre constante e imutável (SL 89,33). Essas são as verdades que estão no centro da doutrina da graça do Novo Testamento. – Negrito acrescentado.

 



O livro “Pais amorosos, filhos felizes: A educação pelo amor é o legado mais precioso”, de Jeannie Cunnion, comenta:

 

Jesus, em seu amor incondicional e sua bondade imerecida, não nos trata com base no medo, na vergonha, na rejeição ou na condenação. Em vez disso, ele procura convencer-nos, resgatar-nos e restaurar-nos pela sua graça – para nos libertar! – Negrito acrescentado.




Diego Nascimento, membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa e Bacharel em Teologia, fala da graça como o favor imerecido de Deus”[7].

Um site de pesquisa bíblica traz o seguinte parecer:


Graça é favor, mercê, benevolência. Em nosso contexto cristão, o que ela significa? É o favor benevolente, isto é, o favor de quem só faz o bem – Deus. É imerecida, amorosa e espontânea […]

No original grego, língua em que foi escrito o Novo Testamento, a palavra graça é charis, uma derivação do verbo charizomai, que tem o sentido de mostrar favor para com alguém, destacando a bondade daquele que é o doador e deixando clara a condição não meritória daquele que é o recebedor da doação.

No Novo Testamento, a palavra graça transmite a ideia de favor não merecido pelo homem, mas que, mesmo assim, é dado por Deus […].[8]

O artigo “O Atributo Moral de Deus”, do Dr. Louis Berkhof, disserta:

c. A graça de Deus. A significativa palavra “graça” é uma tradução do termo hebraico chanan e do grego charis. […] Em geral se pode dizer, porém, que a graça é a concessão de bondade a alguém que não tem nenhum direito a ela. É este particularmente o caso em que a graça a que se faz referência é a graça de Deus. Seu amor ao ser humano é sempre imerecido e, quando mostrado a pecadores, estes são até privados dele. A Bíblia geralmente emprega a palavra para indicar a imerecida bondade ou amor de Deus aos que perderam o direito a ela e, por natureza, estão sob a sentença de condenação.[9]

Em sua obra “Graça: o DNA de Deus: O que a Bíblia diz sobre a Graça e seu poder de Vida”, Tony Cooke afirma: “A palavra era usada especialmente quando o favor demonstrado ou a bondade exibida era espontânea e imerecida.” – Negrito acrescentado.



Um site de perguntas e respostas bíblicas trouxe o seguinte comentário sobre a palavra “graça”:  Graça é simplesmente um favor imerecido. Deus nos dá coisas boas que não merecemos e que nunca poderíamos ganhar por nós mesmos.”[10]

Tendo em vista que kháris possui o sentido de favor imerecido, ou bondade imerecida, há traduções que trazem à tona este sentido.

Traduções que reconhecem o sentido de bondade imerecida

“Eles recebem a aprovação de Deus livremente por um ato de sua bondade através do preço que Jesus Cristo pagou para nos libertar [do pecado].” – GOD'S WORD® Translation.

“Todos pecaram e estão privados da gloria de Deus. Mas pela sua bondade imerecida, Deus os justifica gratuitamente por meio de Jesus Cristo que os libertou do poder do pecado.” – Romanos 3:23, 24, – A Bíblia para todos. (BPT09DC; Edição Católica.)



“Todos são justificados e tornados retos e em posição correta com Deus, livre e gratuitamente pela Sua graça (Seu favor imerecido e misericórdia), através da redenção que é [fornecida] em Cristo Jesus.“ – Amplified.

“Mas as pessoas são justificadas com Ele como uma dádiva gratuita por Seu favor imerecido, por serem compradas de volta [de Satanás] por Cristo Jesus.” – An Understandable Version.

“Sendo justificado por seu favor imerecido através da redenção que é por Jesus Cristo.” – Daniel Mace New Testament.

“Mas, em sua bondade, estão sendo livremente declarados justos através da libertação encontrada em Cristo Jesus.” – Twentieth Century New Testament.

“Mas qualquer um pode ter uma posição correta com Deus como um presente gratuito de Seu favor imerecido, através do resgate fornecido em Cristo Jesus.” – Williams New Testament.

“Todavia, agora Deus nos declara ‘não culpados’ de ofendê-lo, se confiarmos em Jesus Cristo, que em sua bondade tira livremente nossos pecados.” – The Living Bible.

“Eles recebem a aprovação de Deus livremente por um ato de sua bondade através do preço que Cristo Yeshua pagou para nos libertar do pecado.”- Names of God Bible (NOG).

 “No entanto, Deus nos declara agora ‘sem culpa’ das ofensas que Lhe fizemos se confiarmos em Jesus Cristo, aquele que em sua bondade tira os nossos pecados gratuitamente.” – Romanos 3:24, A Bíblia Viva.

Mas elas são declaradas justas de um modo gratuito, pela graça [n] de Deus.” “Nota: graça A bondade divina.” – Versão Fácil de Ler.

O escritor e pastor evangélico norte-americano Max Lucado, em seu livro “Deus todos os dias”, traduz kháris (“graça”) por “bondade”:

Encha seu coração com o melhor resumo da maior realização de Deus: “Deus, em sua infinita bondade, nos declara inocentes, através de Cristo Jesus, que nos libertou dos nossos pecados. Deus enviou Jesus para receber o castigo por nossos pecados e para aplacar a sua ira contra nós. Nós nos tornamos unidos com Deus quando cremos que Jesus derramou o seu sangue, dando a sua vida por nós”. (Romanos 3:23-25 – tradução livre, grifo meu). – Negrito acrescentado.




Conclusão:

O vocábulo grego kháris pode ser corretamente traduzido por “bondade imerecida”, ou por outra expressão que contenha a mesma ideia. Isto é fundamentado por respeitados dicionários das palavras usadas na Bíblia, bem como por respeitados comentaristas bíblicos. Mais do que isso, o próprio contexto bíblico em que kháris é usado permite perfeitamente essa tradução.

Assim, a crítica de alguns em relação à tradução de kháris como “bondade imerecida” parece encontrar-se no campo do que a Bíblia chama de “controvérsias tolas”, as quais “são inúteis e vãs”. (Tito 3:9) Sobre críticas dessa natureza, temos a excelente admoestação de Paulo: “Essas coisas não levam a nada, mas apenas provocam especulações, em vez de fornecer algo da parte de Deus no que se refere à fé.” (1 Timóteo 1:4) Paulo ainda acrescentou o seguinte a respeito de uma pessoa que age assim: “Está obcecado por controvérsias e debates sobre palavras. Essas coisas produzem inveja, brigas, calúnias, suspeitas maldosas, constantes discussões sobre questões insignificantes.” – 1 Timóteo 6:4, 5.


Notas:

[1] 2ª edição ampliada, Londrina – Paraná. Disponível em: <http://www.revistacrista.org/Literaturas/Dicion%C3%A1rio%20de%20Escatologia%20do%20Preterismo.pdf>.

[2] ALVES, Lucinda. Estudo Exegético de Tt 2:11-14. Disponível em: < http://buscandoluz.org/_exegese/final_tito.pdf>.

[3] BBN Internacional (Bible Broadcasting Network). Capítulo 10. GRAÇA CONCEDE SALVAÇÃO II. DEFINIÇÃO. Disponível em: <http://www.bbnradio.org/wcm4/portuguesebbnmedia/Recursos/Livros/OqueaB%C3%ADbliaensina/portugueseWBT/tabid/1595/View/Chapter/ItemID/248/Default.aspx>.

[4] LEI vs GRAÇA. 23 de março de 2015. Disponível em: <http://ipidourados.com.br/lei-vs-graca/>.

[5] A GRAÇA DE DEUS. Romanos 3:24. Disponível em: <https://docplayer.com.br/40268184-A-graca-de-deus-romanos-3-24.html>.

[7] NASCIMENTO, Diego. 3 Verdades Preciosas da Graça de Deus. Disponível em: <https://www.jesuseabiblia.com/estudos-biblicos/estudo-biblico-sobre-graca-de-deus/>.


[8] Manifestação da graça de Deus. Avec. Disponível em: <https://www.vitoriaemcristo.org/noticia/149/manifestacao-da-graca-de-deus>.


[9] BERKHOF, Louis. Os Atributos Morais de Deus. Disponível em: <http://www.monergismo.com/textos/atributos_deus/moral_berkhof.htm>.

[10] Qual é a diferença entre misericórdia e graça? Got Questions. Disponível em: <https://www.gotquestions.org/Portugues/misericordia-graca.html>.


Referências:


Cooke, Tony. Graça: o DNA de Deus: O que a Bíblia diz sobre a Graça e seu poder de Vida. Disponível em: <https://books.google.com.br/>.

Cunnion, Jeannie. Pais amorosos, filhos felizes: A educação pelo amor é o legado mais precioso. Disponível em: <https://books.google.com.br/>.

Kháris. (Χρις). Concordância de Strong. Disponível em: <https://biblehub.com/greek/5485.htm>.

______. Léxico Grego-Inglês de Jhon Jeffrey Dodson. 2010.  Greek-English léxicon. Disponível em: <https://greeklexicon.org/lexicon/strongs/5485/>.

______. Lexico Griego-Español Del Nuevo Testamento. Alfred E. Tuggy. Editorial Mundo Hispano. Primeira edição: 1996.

______. Lexicon Grego de Thayer, Banco de Dados Eletrônico. Copyright © 2002, 2003, 2006, 2011 por Biblesoft, Inc. Disponível em: <https://biblehub.com/greek/5485.htm>.

______. Lexicons da Bíblia. Dicionário Lexical Grego do Antigo / Novo Testamento. Disponível em: <https://www.studylight.org/lexicons/greek/5485.html>.


______. Manual Abbott-Smith Lexicon grego do Novo Testamento. Copyright © 1922 por G. Abbott-Smith, DD, DCL. T & T Clarke, Londres. Disponível em: <https://www.studylight.org/lexicons/greek/5485.html>.

______. Perschbacher, Wesley J. The New Analytical Lexicon of the New Testament. Hendrickson Publishders, Inc. Massachusetts. EUA. 1990. Sétima impressão – Setembro de 2001.

______. Strong's Greek Lexicon Number. Disponível em: <https://studybible.info/strongs/G5485>.

______. TAMEZ, Elsa, L. e FOULKES, Irene W. de. Diccionário  Conciso Griego – Espanhol del Nuevo TestamentoApud “Lição Avulsa n.º 2: Salvo Pela Graça”. Disponível em: <http://www.adventistas.com/maio2003/licao_avulsa2.htm>.

LUCADO, Max. Deus todos os dias. 2016. Thomas Nelson Brasil. Disponível em: <https://books.google.com.br/>.

Moore, Thomas. Living Waters from Difficult Passages. 2019. Disponível em: <https://books.google.com.br/>.

Romanos 3:24. A Bíblia Viva. Disponível em: <https://www.bibliatodo.com/pt/biblia/biblia-viva/romanos-3-24>.

______. Amplified. Disponível em: <https://bible.knowing-jesus.com/Romans/3/24>.

______. An Understandable Version. Disponível em: <https://bible.knowing-jesus.com/Romans/3/24>.

______. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/romans/3-24.htm>.

______. Bíblia Comentada. Disponível em: <https://bibliacomentada.com.br/biblia/mobile/romanos-capitulo-3-versiculo-24-comentado-por-versiculo.html>.

______. Daniel Mace New Testament. Disponível em: <https://bibliacomentada.com.br/biblia/mobile/romanos-capitulo-3-versiculo-24-comentado-por-versiculo.html>.

______. GOD'S WORD Translation. Bible Gateway. Disponível em: <https://www.biblegateway.com/passage/?search=Romans%203:23-25&version=GW>.

______. Names of God Bible (NOG). Bible Gateway. Disponível em: <https://www.biblegateway.com/passage/?search=Romans%203:23-25&version=GW>.

______. The Living Bible. Bible Gateway. Disponível em: <https://www.biblegateway.com/passage/?search=Romans%203:23-25&version=GW>.

______. Twentieth Century New Testament. Disponível em: <https://bibliacomentada.com.br/biblia/mobile/romanos-capitulo-3-versiculo-24-comentado-por-versiculo.html>.

______. Versão Fácil de Ler. Disponível em: <https://www.bible.com/pt/bible/200/ROM.3.VFL>.

______. Williams New Testament. Disponível em: <https://bible.knowing-jesus.com/Romans/3/24>.

Romanos 3:23, 24. A BÍBLIA para todos. Edição Católica (BPT09DC). Copyright © 1993, 2009 Sociedade Bíblica de Portugal. Disponível em: <https://www.bible.com/pt-PT/bible/228/ROM.3.BPT09DC>.

XAVIER, Genesis Henriques. Igreja: Expressão da graça de Deus / Genesis Henriques Xavier; orientação de Sergio Tuguio Kitagawa. Rio de Janeiro. 2017, 65 p. Monografia (Bacharelado) – Seminário Teológico Presbiteriano Rev. Ashbel Green Simonton. Curso de Graduação e Teologia, Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: <http://www.seminariosimonton.com.br/monografias/monografia-genesis-henriques-xavier(igreja-expressao-da-graca-de-deus).pdf>.

Wells, David F. Deus no redemoinho. Disponível em: <https://books.google.com.br/>.

 

 

A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.


Contato: oapologistadaverdade@gmail.com


Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org

 











Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *