Image Map











domingo, 9 de maio de 2021

O nome Jesus aparece no texto grego de Judas 5?

 

Judas 5, Kingdom Interlinear 1985.

 

Um leitor trouxe a este site o seguinte comentário: 

Eu leio com prazer e interesse este blog. Acho muito instrutivo e informativo. Eu gostaria que seja possível, por favor, uma análise de Judas, versículo 5, mostrado aqui em grego e depois em versões representativas em inglês. 

NA28 [Texto de Nestlé-Aland, 28ª edição]= ἅπαξ πάντα ὅτι Ἰησοῦς [“uma vez para sempre todas as coisas, que Jesus”]. 

NA27 [Texto de Nestlé-Aland, 27ª edição]= πάντα ὅτι [ὁ] κύριος ἅπαξ [“todas as coisas, que [o] Senhor, uma vez para sempre”]. 

Stephanus Textus Receptus = = απαξ τουτο οτι ο κυριος [“uma vez para sempre isto: que o Senhor”]. 

Portanto: A KJV [Rei Jaime], baseada no TR [Texto Recebido], tem: “Portanto, lembrarei a vocês, embora vocês já soubessem, como o Senhor, depois de salvar o povo da terra do Egito, destruiu depois os que não criam”. 

NASB 1995 [New American Standard Bible], baseado em NA26 [Texto de Nestlé-Aland, 26ª edição]: “Agora desejo lembrá-los, embora vocês saibam todas as coisas de uma vez por todas, que o Senhor, depois de salvar um povo da terra do Egito ...” 

ESV [English Standard Version], antecipando o NA28, ou talvez fazendo sua própria escolha textual: “Agora quero lembrá-los, embora vocês já soubessem completamente, que Jesus, que salvou um povo da terra do Egito, destruiu mais tarde aqueles que não acreditavam.” A Tradução Nova Vida também tem “Jesus”. 

Mais uma vez, as três traduções têm base nos manuscritos gregos, mas o texto crítico agora afirma que, depois de considerar todas as evidências, “Jesus” agora parece ser a melhor leitura e que “o Senhor” é uma mudança de um escriba subsequente. 

Os trinitarianos dizem que este versículo ensina a divindade de Cristo. Nas edições anteriores e no Textus Receptus, Judas diz que “o Senhor” (grego Kyrios) é o Deus do êxodo; ele usa a mesma palavra grega que a Septuaginta usa para traduzir Yahweh e Adonai. Por outro lado, NA28 afirma que as evidências apontam para Judas escrevendo “Jesus”. Ele está dizendo que Jesus, de quem Judas é o servo (Judas 1), o Filho de Deus (2), o único Senhor e Mestre (4), o Senhor dos apóstolos (17), o Senhor misericordioso (21), o Senhor que deve ser louvado junto com Deus (25) – que esse mesmo Jesus não é outro senão o Deus Javé que tirou Israel do Egito. Que Jesus é completamente Deus. Eles acreditam que a Nestlé-Aland é a favor da divindade de Cristo. 

Gostaria muito de receber seus comentários sobre isso. Saudações e parabéns novamente pelo seu trabalho neste espaço. Jeová o abençoe.

 

Resposta: 

Algumas traduções usam o nome “Jesus” em Judas 5. Por exemplo, lemos na Nova Almeida Atualizada: “Embora vocês já estejam cientes de tudo de uma vez por todas, quero lembrar-lhes que Jesus, tendo libertado um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram.” Outras que usam Jesus são Lexham Expanded Bible, NET Bible, New Heart English Bible e Updated Bible Version. O Novo Testamento Grego da Society of Biblical Literature (2010) também usa em Judas 5 o nome “Jesus”. 

Algumas traduções que usam “Jesus” no texto principal colocam uma nota de rodapé reconhecendo a versão alternativa “Senhor”. English Standard Version contém a seguinte nota de rodapé: “Alguns manuscritos: embora vocês soubessem, que o Senhor que uma vez salvou.”[1] Berean Literal Bible coloca em sua nota manuscritos antigos que usam “Senhor”. Diz a nota: “NE [Texto de Nestle 1904], WH [Westcott e Hort, 1881], BYZ [Texto Bizantino Majoritário], e TR [Texto Recebido, século 16]: o Senhor.”[2] 

O que dizem os manuscritos bíblicos antigos 

A versão copta saídico, de fins do segundo século, coloca uma abreviação, conhecida como nomina sacra, correspondente ao nome “Jesus”. O Código B (Vaticano) do quarto século emprega a variante Ἰησοῦς (“Jesus”), ao passo que o Código א (Sinaítico), também do quarto século, coloca a variante κύριος (“Senhor”).  O Códice C (Ephraemi rescriptus), do quinto século, empregou “Deus” neste texto. O Códice A (Alexandrino), e a Vulgata, ambos do quinto século, empregaram a palavra “Jesus”. A Pesito siríaca, do século onze, emprega “Deus”.  

Razões que mostram que o nome “Jesus” em Judas 5 foi um acréscimo posterior 

Encontramos evidência interna, isto é, dentro da própria carta de Judas e, por extensão, na inteira Palavra de Deus, de que o nome “Jesus” é um acréscimo posterior em Judas 5. 

Note também o que Expositor's Bible Commentary: 

(1) Nas palavras: “O Senhor, tendo salvado um povo da terra do Egito”, as autoridades variam entre “o Senhor” (com ou sem o artigo), “Deus” e “Jesus”. Este último [o nome “Jesus”] é, de longe, o mais atestado (AB, as melhores letras cursivas, a Vulgata, as duas versões egípcias, as etíopes, a margem do armênio e vários pais); mas a evidência interna contra ele é imensa. Em nenhum outro lugar nas Escrituras é dito que Jesus é o autor de tudo o que ocorreu antes da Encarnação. Se São Judas tivesse escrito “Cristo”, poderíamos ter comparado “a rocha era Cristo”. {1 Coríntios 10: 4} Mas a adoção geral da leitura “Jesus” mostra como completamente no pensamento e na linguagem cristãos o Homem Jesus se identificou com o Filho Eterno. Se “Senhor” estiver correto (κυριος, sem o artigo), deve ser entendido como significando Jeová; e, portanto, “Deus”, embora não seja provável que esteja certo como a leitura, e sim como uma interpretação. Na tradução latina do “Hypotyposeis”, de Clemente de Alexandria, temos essas duas leituras combinadas, “Dominus Deus”; e o grego de Didymus tem “Senhor Jesus” combinado. Possivelmente todas as três leituras são inserções e devem ser omitidas, sendo o texto verdadeiro simplesmente: “Aquele que salvou um povo da terra do Egito”. – Negrito acrescentado. 

O comentário acima menciona que o nome “Jesus” “é, de longe, o mais atestado”, e como documentação disso cita o manuscrito Alexandrino (5.º século), o Vaticano e a Vulgata (ambos do 4.º século), a Armênia (do 4.º ao 13.º século), os manuscritos cursivos (desde o 9.º século), a versão etíope (4.º ou 5.º século) e as versões egípcias (provavelmente 2.º e 3.º séculos). Contudo, como já exposto neste artigo, há manuscritos antigos usando “Senhor” e “Deus”. Assim, o nome “Jesus” em Judas 5 não é tão atestado assim. De qualquer forma, o artigo acima reconhece que “a evidência interna contra ele [o nome Jesus em Judas 5] é imensa”, explicando que “em nenhum outro lugar nas Escrituras é dito que Jesus é o autor de tudo o que ocorreu antes da Encarnação”. 

O Professor de Hebraico e de Grego, Rubens D. Oliveira, tece sobre isso o seguinte comentário: 

O texto copta saídico apresenta a leitura com uma abreviação conhecida como nomina sacra correspondente a IS, que seria “Jesus”. O copta saídico foi produzido possivelmente no final do segundo século, antes do ano 300 EC, no Alto Egito, onde o grego coiné não era tão bem compreendido, razão pela qual eles usavam o copta, que era uma continuação do demótico – demótico sendo o idioma que substituiu os antigos hieróglifos. 

O texto grego, tanto os manuscritos de categoria 1, como também os posteriores – da Idade Média e depois, e todo o texto majoritário – apresentam a leitura kýrios (“Senhor”). A versão copta não pode ser tomada como parte do original; é apenas uma referência, porque temos muitos outros manuscritos que atestam para outro lado – para a leitura nomina sacra Kappa Sigma [KC], abreviação de Kýrios, indicando que originalmente ocorria o Tetragrama (as quatro letras hebraicas do nome de Deus, Jeová). 

Assim, o comentarista do Expositor's Bible Commentary está certo ao afirmar que “a evidência interna contra [o uso do nome “Jesus” em Judas 5] é imensa”. O especialista em crítica textual Roger Omanson afirma que ησος (“Jesus”) é 

[…] demasiadamente difícil. É pouco provável que o autor fizesse referência a Jesus num contexto em que escreve a respeito da redenção do povo de Israel do Egito (veja, no entanto, 1Co. 10.4). Além disso, em momento algum o autor desta carta se refere a ‘Jesus’ usando apenas este nome; ele sempre diz ‘Jesus Cristo’. É provável que o nome ησος [“Jesus”] tenha sido inserido nesse texto por um copista que tenha feito confusão entre duas abreviaturas de nomes, pensando que KC (κύριος [Senhor]) fosse IC (ησος [Jesus]).[3] – Negrito acrescentado. 

Portanto, tanto o contexto quanto o estilo de linguagem de Judas pesam contra o uso do nome “Jesus” em Judas 5. 

Judas se refere a Jesus como “Jesus Cristo” duas vezes no versículo 1, uma vez no verso 3 e no verso 25; e como “nosso Senhor Jesus Cristo” nos versículos 17 e 21. Contudo, ele não usa nem uma única vez somente o nome “Jesus”. Logo, seria altamente improvável que ele fugisse ao seu estilo no versículo 5. 

E o contexto bíblico constitui prova irrefutável de que o referido em Judas 5 não é Jesus Cristo, e sim o seu Deus e Pai, Jeová. Observe o que dizem as Escrituras sobre quem “salvou um povo da terra do Egito, mas depois destruiu os que não mostraram fé”: 

“Naquele mesmo dia, Jeová tirou os israelitas e as suas multidões da terra do Egito.” – Êxodo 12:51. 

“Eu, Jeová, falei. Isto é o que farei a toda esta assembleia má que se uniu contra mim: Neste deserto chegarão ao seu fim e aqui morrerão.” – Números 14:35. 

“Mas, apesar de tudo isso, vocês não depositaram fé em Jeová, seu Deus.” – Deuteronômio 1:32. 

“A mão de Jeová estava contra eles para eliminá-los do acampamento, até que morreram.” – Deuteronômio 2:15. 

“Contudo, Deus não se agradou da maioria deles, pois foram mortos no deserto.” – 1 Coríntios 10:5. 

“Pois quem foram os que ouviram e ainda assim provocaram Deus à ira amarga? Não foram, de fato, todos os que tinham saído do Egito sob Moisés?” – Hebreus 3:16. 

O “Deus” mencionado nos textos de 1 Coríntios 10:5 e em Hebreus 3:16 é Aquele a respeito de quem Jesus falou em João 8:54: “É o meu Pai quem me glorifica, aquele que vocês dizem ser o seu Deus.” Assim, os judeus reconheciam como Deus o Pai de Jesus, Jeová. 

Em razão das evidências mencionadas acima, prevalece entre católicos e evangélicos o entendimento de que Judas 5 não deve usar o nome “Jesus”, pois tanto a Nova Vulgata quanto a versão Rei Jaime, bem como a maioria das traduções de Almeida em português (ACF, ARIB, ARA, ARC) não usam o nome “Jesus” nesse texto, mas sim o título “Senhor”. Também fazem o mesmo as versões católicas Ave Maria, Bíblia de Jerusalém e Bíblia Pastoral. 

João Calvino, em seu comentário sobre Judas entende que o referido no verso 5 não é Jesus, e sim Deus, o Pai. Note o que Calvino escreveu: 

[…] ele [Judas] se refere à vingança que Deus executou sobre aqueles incrédulos que ele havia escolhido como seu povo e libertado pelo seu poder. Praticamente a mesma referência é feita por Paulo em 1 Co 10:1-13. O significado do que ele diz é que aqueles que Deus havia honrado com as maiores bênçãos, que ele havia exaltado ao mesmo grau de honra de que desfrutamos hoje, puniu depois severamente. Então futilmente se orgulhavam da graça de Deus todos aqueles que não viviam de uma maneira conveniente com o seu chamado.[4] – Negrito acrescentado. 

Conclusão 

A evidência interna, do contexto bíblico, aponta para a conclusão de que o nome “Jesus” não constava no texto bíblico original e, portanto, não deve constar nas traduções da Bíblia.

 

Notas:

[1] English Standard Version. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/esv/jude/1.htm>. 

[2] Berean Literal Bible. Bible Hub. Disponível em: < https://biblehub.com/blb/jude/1.htm#fna>. 

[3] OMANSON, Roger L. Variantes textuais do Novo Testamento. Análise e avaliação do aparato crítico de “O Novo Testamento Grego”. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2010. Apud FILHO, Valdomiro. A nova redação de Jd. v.5. 31 de agosto de 2018. Disponível em: <http://www.unitarismobiblico.com/w/2018/08/31/a-nova-redacao-de-jd-v-5/#sdfootnote10sym>. 

[4] COMENTÁRIO SOBRE JUDAS POR JOÃO CALVINO. Tradução para o português: Rodrigo Reis de Faria. Fonte: Calvin’s Commentaries (traduzido para o inglês por John King, disponível no site: sacredtexts.org). Disponível em: <http://monergismo.com/wp-content/uploads/J-Calvino-Com-Judas.pdf>.


Explicação das siglas usadas: 

ACF: Almeida Corrigida Fiel.

ARA: Almeida Revista e Atualizada.

ARC: Almeida Revista e Corrigida.

ARIB: Almeida Revisada Imprensa Bíblica.

ESV: English Standard Version.

KJV: King James Version.

NA28: Nestle Aland Novum Testamentum Graece  The 28 Edition (“Grego do Novo Testamento, de Nestle Aland”,  28.ª edição). Disponível em: <https://www.nestle-aland.com/en/read-na28-online/>.

NA27: Nestle-Aland 27th Edition Greek New Testament (“Novo Testamento Grego, de Nestlé-Aland”, 27ª Edição). Disponível em: <https://jesusfellowship.uk/bible/books/Greek+NT+Nestle-Aland+27>.

TR: Texto Recebido. 

 

Referências: 

Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/jude/1-5.htm>. 

Bíblia Online. Disponível em: <https://www.bibliaonline.com.br/naa/jd/1>. 

Expositor's Bible Commentary. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/commentaries/expositors/jude/1.htm>. 

Judas 5. Berean Greek Bible. Disponível em: <https://greekbible.org/>. 

______. Berean Literal Bible. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/blb/jude/1.htm#fna>. 

______. Bible Gateway. Disponível em: <https://www.biblegateway.com/passage/?search=Jude+1&version=ESV>. 

______. Christian Standard Bible. Bible Hub. Disponível em: < https://biblehub.com/csb/jude/1.htm>. 

______. Douay-Rheims Bible. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/drb/jude/1.htm>. 

______. English Standard Version. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/esv/jude/1.htm>. 

______. Lexham Expanded Bible. Knowing Jesus. Disponível em: <https://bible.knowing-jesus.com/Jude/1/type/leb>. 

______.  NET Bible. Knowing Jesus. Disponível em: <https://bible.knowing-jesus.com/Jude/1/type/net>. 

______. New Heart English Bible. Knowing Jesus. Disponível em: <https://bible.knowing-jesus.com/Jude/1/type/nheb>. 

______. New Living Translation. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/nlt/jude/1.htm>. 

______. SBL Greek New Testament (SBLGNT). Bible Gateway. Disponível em: <https://www.biblegateway.com/passage/?search=Jude%201:5&version=SBLGNT>. 

______. Sociedade Bíblica do Brasil. Pesquisa da Bíblia. Disponível em: <https://www.sbb.org.br/conteudo-interativo/pesquisa-da-biblia/>.

______. Texto Copta Saídico. New Christian Bible Study. Disponível em: < https://newchristianbiblestudy.org/bible/coptic-nt-sahidic/jude/>. 

______. Updated Bible Version. Disponível em: <https://www.updated.org/bible/Jude/1/5>. 

Knowing Jesus. Disponível em: <https://bible.knowing-jesus.com/Jude/1/5>. 

O Novo Testamento Grego da UBS 5º Edição e Judas 5 “Jesus”. Tradução do Novo Mundo Defendida! Disponível em: <https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2017/12/11/o-novo-testamento-grego-da-ubs-5o-edicao-e-judas-5-jesus/>. 

SBL Greek New Testament. Disponível em: <https://www.biblestudytools.com/sblg/jude/1-5.html>. 

UPDV. Disponível em: <https://www.updated.org/bible/Jude/1/

  

A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová. 

 

Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

 

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org

 

 

 

 

 




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *