Image Map











segunda-feira, 23 de junho de 2014

Jesus começou a reinar desde que subiu ao céu?



Há quem afirme que Jesus começou a reinar como Rei do Reino messiânico desde 33 EC. Os que sustentam essa crença apóiam-se nos seguintes textos:

“Ele nos livrou da autoridade da escuridão e nos transferiu para o reino do Filho do seu amor.” – Col. 1:13.

Como o texto menciona a palavra “reino” em conexão com Cristo, argui-se que Jesus passou a reinar no primeiro século EC.

A pronunciação de Jeová a meu Senhor é: ‘Senta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos como escabelo para os teus pés.’ Jeová enviará de Sião o bastão da tua força, dizendo [a Jesus]: ‘Subjuga no meio dos teus inimigos.’”

A Bíblia menciona que, ao ascender ao céu, Jesus Cristo “foi enaltecido à direita de Deus” e que “está sentado à direita de Deus”. (At 2:33; Ro 8:34; Col 3:1; He 10:12; 1Pe 3:22) Assim, à base desses textos, e do Salmo 110:1, alguns argumentam que ‘assentar-se à direita de Deus’ significou a coroação de Jesus, ter sido ele entronizado qual Rei.

O Salmo 110:2 é referido em Hebreus 10:12, 13:

Mas, este homem [Jesus] ofereceu um só sacrifício pelos pecados, perpetuamente, e se assentou à direita de Deus, daí em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo dos seus pés.”

Uma vez que interpretam que o assentar-se no trono representa a entronização de Jesus como Rei do Reino messiânico, argumentam que o ato de Cristo subjugar seus inimigos, após um período de espera, não significa começar a reinar; apenas significaria que o Rei, já exercendo seu reinado desde 33 EC, atuaria contra seus inimigos quando Jeová lhe desse tal ordem.

E, para completar a linha de argumentação, citam 1 Coríntios 15:25, onde Paulo declarou:

Pois ele tem de reinar até que Deus lhe tenha posto todos os inimigos debaixo dos seus pés.”

Tendo em vista o texto acima, argumentam: ‘A Bíblia não diz que Jesus começaria seu Reino quando dominasse seus inimigos. Ao contrário, diz que seu Reino seria exercido ATÉ o domínio de seus inimigos.

Mas, o que a Bíblia tem a dizer sobre o assunto?

A proposição que afirma que Jesus começou a reinar como Rei do Reino messiânico desde 33 EC desconsidera aspectos fundamentais da Bíblia:

1)   O “reino” delegado a Cristo, mencionado em Colossenses 1:13 não é o Reino messiânico.

Como exemplo disso, podemos citar o seguinte: Jeová sempre foi Rei sobre seus súditos. (Sal. 10:16; 1 Tim. 1:17) No entanto, fala-se de ele ‘começar a reinar’, em Revelação 11:17. A conclusão óbvia é a de que Revelação 11:17 se refere a uma nova expressão – ou ramificação – do Reino universal de Jeová, neste caso o Reino messiânico por meio de Cristo. (Revelação 11:15) Do mesmo modo, Jesus também poderia ter um “reino” sem ser o Reino messiânico pedido na oração modelo. (Mat. 6:9, 10) Como mostra o próprio texto de Colossenses 1:13, trata-se de um governo apenas sobre seus discípulos, ao passo que o Reino messiânico se estenderá a toda a Terra. – Veja Da 2:35, 44, 45.

 2)   ‘Sentar no trono’ não significa necessariamente ser entronizado.

O Dicionário Michaelis define “entronizar” por “elevar ao trono” e “pôr(-se) no trono”. A ideia é de receber o reino. Se fosse sinônimo de sentar no trono, cada vez que um rei se sentasse no seu trono teríamos de concluir que ele estaria sendo entronizado, o que seria um absurdo. Portanto, a aceitação do convite divino de ‘sentar-se à direita’ de Jeová’ (Sal. 110:1) não significa em si uma entronização.
Assim, o período de ‘espera’ (Heb.10:13) não seria forçosamente o exercício do Reino celestial.

 3)   O contexto de 1 Coríntios, capítulo 15 mostra que Cristo começa a reinar em sua parousia, no tempo do fim.

Paulo fala sobre a ressurreição celestial, e mostra que ela ocorrerá ‘durante a presença [parousia]’ de Cristo. (vers. 23). É dentro desse período que “ele [Cristo] tem de reinar”, (vers. 25) e não desde sua ascensão ao céu em 33 EC.

Ao citarem 1 Coríntios 15:25, os proponentes do Reino messiânico tendo começado em 33 EC desconsideram o uso da palavra “todos” nesse texto.  O texto declara:

Pois ele tem de reinar até que Deus lhe tenha posto todos os inimigos debaixo dos seus pés.”

Os textos de Salmo 110:1, Hebreus 10:12, 13 e Atos 2:34, 35 não usam a palavra “todos”.

A pronunciação de Jeová a meu Senhor é: ‘Senta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos como escabelo para os teus pés.’”

“[Jesus] se assentou à direita de Deus, daí em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo dos seus pés.”

“Realmente, Davi não ascendeu aos céus, mas ele mesmo diz: ‘Jeová disse a meu Senhor: “Senta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos como escabelo para os teus pés.”’

Qual é a diferença? Quando Jeová ‘envia de Sião o bastão da sua força, dizendo: “Subjuga no meio dos teus inimigos’”, Jesus começa seu Reino dominando seus inimigos. Mas, como diz 1 Coríntios 15:25, “ele tem de reinar até que [Deus] lhe tenha posto TODOS os inimigos debaixo dos seus pés”. Ou seja, longe de provar que Cristo começou a reinar em 33 EC, o texto (cujo contexto faz referência à “presença” de Cristo) mostra que ele CONTINUA exercendo seu reinado subjugando seus inimigos até que TODOS  eles sejam eliminados, o que ocorrerá no fim do Reinado Milenar de Cristo.

4)   A descrição do nascimento do Reino em Revelação, capítulo 12, mostra que foi APÓS o lançamento de Satanás e de seus demônios à Terra que o Reino foi estabelecido.

O contexto mostra que tal evento ocorre no “dia do Senhor”. (Rev. 1:10) O que foi revelado a João não eram coisas já acontecidas, mas sim “as coisas que têm de ocorrer”. (Rev. 1:1) O livro de Revelação foi escrito por volta de 96 EC, bem depois de 33 EC.

Revelação 12:10 mostra que foi APÓS o lançamento de Satanás e de seus demônios à Terra que o Reino foi estabelecido, nestas palavras: “AGORA se realizou a salvação, e o poder, e O REINO DE NOSSO DEUS, E A AUTORIDADE DO SEU CRISTO, porque foi lançado para baixo o acusador dos nossos irmãos, o qual os acusa dia e noite perante o nosso Deus!” Como resultado dessa expulsão, a Bíblia declara: “Ai da terra e do mar, porque desceu a vós o Diabo, tendo grande ira, sabendo que ele tem um curto período de tempo.” (Rev. 12:12) Após a ascensão de Cristo ao céu em 33 EC não houve nenhuma mudança significativa nas condições mundiais, e sim a partir de 1914. As drásticas mudanças no cenário mundial a partir de 1914 mostram que vivemos no “curto período de tempo” da atuação de Satanás.

Assim, em harmonia com o inteiro contexto bíblico, Jesus começa a reinar assim que passa a ‘subjugar seus inimigos’. (Sal. 110:2) Contudo, ele CONTINUA a “reinar até que [Deus] lhe tenha posto TODOS os inimigos debaixo dos seus pés”. – 1 Cor. 15:25.


Os artigos deste blog podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o blog oapologistadaverdade.blogspot.com



15 comentários:

  1. Artigo excelente! Quero te elogiar pela aparência do blog, ficou muito bom! Que Jeová, lhe abençoe! ( Provérbios 10;22)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, mano, pelo apoio. Que Jeová também lhe abençoe!

      Excluir
  2. Bom, vamos começar nossa análise da afirmação acima lendo o texto de Colossenses 1:13

    “Ele nos livrou da autoridade da escuridão e nos transferiu para o reino do Filho do seu amor.” – Col. 1:13.

    O que é o "reino do Filho"?

    Bom, se você crer que Jesus é o Filho de Deus, o Filho de Jah , ou em outras palavras, se você crer que Jesus é o Cristo, ou ainda, crer que Jesus é o MESSIAS, então o "reino do Filho" é o Reino do MESSIAS ou Reino Messiânico.

    Agora, caso o leitor escolha ser Anti-Cristo,ou Anti-Messias, ou preferir não acreditar que aquele homem que ensinou-nos o Sermão do Monte é o Messias , então o reino do Filho realmente "não é o Reino messiânico" para você

    Para os que exercem fé em Jesus como sendo o Cristo, ou o Messias , o reino do Filho é o Reino Messiânico: pois o Filho é o Messias.

    A expressão "reino do Filho" pode ser expandida como "reino de Jesus - o Messias" - "reino do Messias" --> Reino Messiânico

    Jesus o Messias, logo o Reino de Jesus é o Reino Messiânico.

    A mulher disse-lhe: “Eu sei que vem [o] Messias, que é chamado Cristo. Quando este chegar, ele nos declarará abertamente todas as coisas.” 26 Jesus disse-lhe: “Eu, que falo contigo, sou ele.”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora, no sentido estrito da palavra, todo reino de Cristo seja messiânico, o artigo usou o termo “Reino messiânico” para o reino profetizado nas profecias para restaurar o paraíso na Terra. (Mt 6:10; Is 9:6, 7) Os que vão reinar com Cristo também são ungidos (literalmente ‘cristos’ ou ‘messias’, 2Co 1:21). Reinarão com Cristo por mil anos. (Re 20:6) Esse será o período de restauração das condições edênicas na Terra. Após cumprir a finalidade, Jesus irá “entregar o reino ao seu Deus e Pai, tendo reduzido a nada todo governo, e toda autoridade e poder”. (1Co 15:24) Portanto, não haverá mais tal Reino subsidiário, que havia se tornado necessário em função da existência do pecado. Jeová reinará diretamente, assim como era antes da rebelião.
      Mas Re 22:5 afirma que os corregentes de Cristo “reinarão para todo o sempre”. O v. 1 também fala do ‘trono do Cordeiro’. Obviamente, não será um período de restauração, mas será algum tipo de administração.
      Portanto, o artigo trata do tempo em que Jesus começa a reinar no Reino profetizado para restaurar o Paraíso. (Gn 49:10; Núm 24:17; 2Sa 7:16; Da 2:44)

      Excluir
  3. O Próprio Jesus fez referência ao SEU Reino em outra ocasião:

    João:18 36 (Almeida)
    Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui.


    O MEU REINO - O REINO DO MESSIAS - REINO MESSIÂNICO

    Aquilo que Jesus referiu como "o meu reino" é o Reino do Messias, que conforme ele explicou, exercia jurisdição "nos domínios de cima".

    O ponto que os "apologistas da WT" desconsideram é justamente aquilo que o Pai fez:

    O Pai entrega o Reino dos céus nas mãos do Filho - no primeiro Século EC:
    João 3:35 “O Pai ama o Filho e tem entregue todas as coisas na sua mão”

    João 16:15 "Todas as coisas que meu Pai tem são minhas."

    De modo que o Reino Messiânico corresponde à "Todas as coisas que meu Pai tem" e que Foram ENTREGUES na mão do Filho, nas mãos do Messias.

    Assim, diferente dos sistemas políticos-religiosos "terráqueos", o reino dos Céus não é um Reino Dividido (Mateus 12:25). Quando Jah entregou o reino ao Cristo, entregou TODAS AS COISAS. Fato que comprova isso é que até mesmo os ANJOS foram feitos súditos do Rei Celestial Jesus Cristo: O Messias.

    1 Pedro 3:22 “Ele está à direita de Deus, pois foi para o céu; e foram-lhe sujeitos anjos, e autoridades, e poderes.” --- os anjos foram feitos Súditos

    João 16:15 "Todas as coisas que meu Pai tem são minhas."

    Os anjos foram feitos súditos do Messias qual Rei Celestial - 1 Pedro 3:22

    Assim é evidente que NÃO se "trata de um governo apenas sobre seus discípulos" e sim Um Governo que foi dado ao Messias cuja autoridade é sobre "TODAS as coisas que meu Pai tem": - anjos, querubins , os sete espíritos, e TAMBÉM a congregação na terra: sobre AQUELE que O OBEDECE: (João 3:35, 16:15)

    João 17:23 Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se alguém me amar, observará a minha palavra, e meu Pai o amará, e nós iremos a ele e faremos a nossa residência [CASA/REINO/MORADA] com ele.

    Em vez de ser um "sub reino", o reino dado ao Messias (Reino Messiânico) exerce sua jurisdição sobre tudo que pertence a Deus. Tanto que o Messias disse em relação ao seu Pai: Nós somos UM. (João 10:30)

    João 3:35 “O Pai ama o Filho e tem entregue todas as coisas na sua mão”
    DEUS DEU O SEU PRÓPRIO TRONO AO MESSIAS:

    Rev 3:21 "eu venci e me assentei com o meu Pai no seu trono" -

    De modo que o Reino Messiânico veem exercendo poder sobre tudo aquilo que está ligado à Deus: "Todas as coisas que meu Pai tem são minhas".

    Obviamente, o Mundo ainda não faz parte desse reino. Por Enquanto.

    Jo 14:24 Quem não me ama, não observa as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas pertence ao Pai que me enviou.

    Entrementes:
    Lucas 12:1 ... havendo-se ajuntado uma multidão de tantos milhares, que se pisavam uns aos outros, ele principiou a dizer, primeiro aos discípulos: “Vigiai-vos do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia. 2 Mas não há nada cuidadosamente oculto que não venha a ser revelado, nem secreto que não venha a ser conhecido.

    ResponderExcluir
  4. Não confunda os domínios de BAIXO (reino do mundo) com os domínios de CIMA (reino celestial):

    Reino CELESTIAL : Jurisdição dos domínios de CIMA (sobre tudo que faz parte dos domínios de cima: sobre os anjos, sobre os cristãos que não fazem parte do mundo desde o primeiro século, etc).

    Reino sobre o MUNDO: Jurisdição dos domínios de BAIXO.

    A WT e seus apologistas afirmam duas coisas em relação à data de 1914:

    1) Que Jesus começou a reinar NOS CÉUS a partir de 1914.
    2) E que Jesus começou a reinar sobre o Mundo em 1914

    Ela usa essa "interpretação dúplice". (Ezequiel 12:24 )

    A WT diz que o texto de Rev 11:15 se cumpriu em 1914.

    Rev 11:15 E o sétimo anjo tocou a sua trombeta. E houve vozes altas no céu, dizendo: “O reino do mundo tornou-se o reino de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.”

    Contudo Quem AINDA REALMENTE Governa o Reino do MUNDO é o Satanás (O Governante desse mundo).

    Quando a profecia de Revelação 11:15 VERDADEIRAMENTE se cumprir, aí os domínios de Baixo também serão o Reino de Deus e do Seu Cristo (Paraíso na terra).

    Assim Jesus é o Rei Celestial (jurisdição de cima, sobre anjos, etc) desde o primeiro século EC.
    E Quando, no futuro, o sétimo anjo tocar a sua trombeta. Aí sim, o reino do mundo tornar-se-há o reino de nosso Senhor e do seu Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os textos de Jo 3:35 e 16:15 não provam que Cristo já´reinava no 1.º século. A respeito de Cristo, o apóstolo João disse: “ele fez de nós um reino.” (Re 1:6) No entanto, eles não estavam reinando naquele tempo, como Paulo explicou: “Será que já começastes a reinar sem nós? E eu bem que queria que já tivésseis começado a reinar, para que nós também reinássemos convosco.” (1Co 4:8)
      Quando a Bíblia diz que ‘foram-lhe sujeitos [a Cristo] anjos”, (1Pe 3:22) é evidente que não se trata do Reino restaurador. Primeiro, porque anjos não precisam de restauração: “Pois ele [Cristo] realmente não auxilia em nada os anjos, mas auxilia o descendente de Abraão.” (He 2:16) Segundo, porque, mesmo quando o Reino restaurador tiver finalizado, e Cristo “entregar o reino ao seu Deus e Pai” (1Co 15:24) os anjos ainda lhe continuarão sujeitos, uma vez que “todas as outras coisas [o que inclui os anjos] foram criadas por intermédio dele [Cristo] E PARA ELE.” (Col 1:15-17)
      Se fosse como você afirmou – “o reino dado ao Messias (Reino Messiânico) exerce sua jurisdição sobre tudo que pertence a Deus”, uma vez que ele devolvesse a Deus esse Reino, ele perderia sua jurisdição sobre os anjos.
      Com relação a Re 11:15, a Bíblia é explícita em mostrar que, quando ‘o reino do mundo torna-se o reino de nosso Senhor [Jeová] e do seu Cristo’, isso não resulta em imediata paz na Terra; pelo contrário, o relato prossegue: “Mas as nações ficaram furiosas.” (Versículo 17)
      O que passa a ocorrer é a parousia de Cristo, com todas as atividades a ela atribuídas pela Bíblia. – Veja os artigos sob o link http://oapologistadaverdade.blogspot.com.br/2012/04/estudo-sobre-presenca-e-vinda-de-cristo.html e o link http://oapologistadaverdade.blogspot.com.br/2012/10/a-parousia-de-cristo-parte-2.html


      Excluir
  5. O Apologista da Verdade disse....
    Os textos de Jo 3:35 e 16:15 não provam que Cristo já´reinava no 1.º século.
    "

    Sempre existiu grande dificuldade para as pessoas verem Jesus Cristo como Rei que Reina.

    João 16:15 "TODAS AS COISAS QUE MEU PAI TEM SÃO MINHAS"

    "ELE, SABENDO QUE O PAI DERA TODAS AS COISAS NAS SUAS MÃOS" - JOÃO 13:3

    "Todas as coisas que meu Pai tem" - TODAS

    - "as coisas que meu Pai tem": O Reino Celestial composto de criaturas espirituais e pessoas na terra que foram adotadas para esse reino.

    "ELE, SABENDO QUE O PAI DERA TODAS AS COISAS NAS SUAS MÃOS"

    "SABER O QUE O PAI TEM FEITO"

    João 14:15 “Se me amardes, observareis os meus mandamentos; 16 e eu solicitarei ao Pai e ele vos dará outro ajudador para estar convosco para sempre, 17 o espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque nem o observa nem o conhece.

    João 17:23 Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se alguém me amar, observará a minha palavra, e meu Pai o amará, e nós iremos a ele e faremos a nossa residência [CASA/REINO/MORADA] com ele.
    24 Quem não me ama, não observa as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas pertence ao Pai que me enviou.

    "Quem não me ama, não observa as minhas palavras"

    "as MINHAS palavras" "as MINHAS palavras" "as MINHAS palavras" - Jesus

    João 16:15 "TODAS AS COISAS QUE MEU PAI TEM SÃO MINHAS" - PALAVRAS DE JESUS

    João 10:26 Mas, vós não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas. 27 Minhas ovelhas escutam a minha voz e eu as conheço, e elas me seguem.

    João 16:15 "TODAS AS COISAS QUE MEU PAI TEM SÃO MINHAS"
    “Este é meu Filho, o amado; escutai-o.”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu disse que “os textos de Jo 3:35 e 16:15 não provam que Cristo já reinava no 1.º século” e forneci argumentos para isso, argumentos que você não refutou. Em vez disso, ficou insistindo nos mesmos textos sem fornecer argumentação plausível para sua interpretação deles. Como já demonstrei, os ungidos também já receberam um reino, mas não começaram a reinar.
      Além disso, a palavra “TODOS” e “TODAS” na Bíblia também têm sentido relativo. (1Co 15:27)
      http://oapologistadaverdade.blogspot.com.br/2012/09/jesus-e-o-criador-ou-um-ser-criado.html

      Excluir
  6. Olha pra mim o comentário do Alex faz mais sentido todas são todas oras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu problema foi não ter lido ou não ter entendido o texto que citei logo acima, de 1Co 15:27:
      "Pois Deus “lhe sujeitou todas as coisas debaixo dos pés”. Mas, quando diz que ‘todas as coisas foram sujeitas’, é evidente que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas." Se todas as coisas fossem literalmente todas as coisas, não se excetuaria a pessoa de Deus. Tudo estaria sujeito a Cristo. É importante você ler mais ou meditar no que ler, deixando de lado o preconceito.

      Excluir
  7. E existem outros ex que mostram que nem sempre todos e em sentido absoluto como tambem col 1:16 na almeida (porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis,) daria a entender que ele criou o pai que e invisivel joão 3:35 tem que ser entendido dentro do contexto biblico tais palavras foram ditas Antes de jesus ascender aos ceus então não se pode aplicar da maneira que interpretaram a 33 EC pois se ele ja tinha tudo em sentido absoluto então ele não recebeu nada em 33EC e e ele mesmo nos disse algo que nos ajuda a esclarecer mais mat 20:20-23
    Ele lhe disse: “O que queres?” Disse-lhe ela: “Manda que estes dois filhos meus se assentem, no teu reino, um à tua direita e outro à tua esquerda.”Jesus disse, em resposta: “Vós não sabeis o que pedis. Podeis beber o copo que eu estou para beber?” Disseram-lhe: “Podemos.” 23 Disse-lhes ele: “Bebereis, de fato, o meu copo,mas, assentar-se à minha direita e à minha esquerda ((((não é meu para dar))))), mas pertence àqueles para quem tem sido preparado por meu Pai

    ResponderExcluir
  8. João 16:15 "TODAS AS COISAS QUE MEU PAI TEM SÃO MINHAS" - PALAVRAS DE JESUS
    Como ja provado todas as coisas em sentido relativo o proprio jesus podia dizer essas palavras pois mesmo não sendo em sentido absoluto ele sabia que:
    ''no fim destes dias nos falou por intermédio dum Filho, a quem designou (((((herdeiro))))) de todas as coisas e por meio de quem fez os sistemas de coisas'' heb 1:2

    ResponderExcluir
  9. Assim é evidente que NÃO se "trata de um governo apenas sobre seus discípulos"
    A propria biblia esclarece esse ponto
    ''' e sujeitou todas as coisas debaixo dos seus pés, e para ser cabeça sobre todas as coisas o deu à igreja,'' efesios 1:22

    ResponderExcluir
  10. Apologista da Verdade, que o Sr. Jeová através de Jesus, lhe conceda bastante espírito santo, para que tenha muita paciência...

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *