Image Map











quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Jesus poderia ter sido infiel? Como explicar então que as profecias predisseram sua fidelidade até à morte?


Essas foram as perguntas feitas por um leitor.

Que Jesus poderia ter sido infiel é evidenciado pelo fato de a Bíblia dizer que ele foi "tentado pelo Diabo". (Mateus 4:1; Marcos 1:13; Lucas 4:1) Se ele não pudesse errar, não teria como ele ser tentado. Por outro lado, Tiago 1:13 diz que que "Deus não pode ser provado", ou tentado, porque "é impossível que Deus minta", ou erre de qualquer outra forma. - Hebreus 6:18; Tito 1:2.

Mas Jeová sabia que seu Filho não falharia. Primeiro, ele "conhece plenamente o Filho", assim como a todos os outros seres. (Mateus 11:27) Segundo, Jeová tem presciência - a capacidade de prever o futuro - capacidade que ele usa de forma seletiva e criteriosa quando quer fazer isso. (Isaías 46:10) Terceiro, 1 Coríntios 13:8 afirma que "o amor nunca falha", e Jeová conhece a profundidade do amor de Seu Filho por ele, sabendo a plena lealdade desse. Assim, embora o Filho pudesse errar se quisesse, Jeová sabia que ele não erraria, e deixou já registrado de antemão o proceder fiel de Jesus. Como Deus não erra em seu julgamento, o Filho de fato se manteve fiel até à morte.- Romanos 11:33; Deuteronômio 32:4.


Os artigos deste blog podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o blog oapologistadaverdade.org





Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *