Image Map











terça-feira, 23 de dezembro de 2014

O Verbo existe desde a eternidade?

Fonte da ilustração:
https://edukavita.blogspot.com.br/2015/05/o-que-sao-as-galaxias-do-universo-terra.html


Certo leitor se expressou:

“Um argumento trinitário bastante usado é este: Visto que 1 João 4:8 diz que Deus é amor, então ele amou o Filho desde a ETERNIDADE. Visto que o amor de Deus é eterno, ele nunca poderia ter vivido só. O que podemos dizer a respeito disso?”

Resposta:

Essa tentativa de querer provar que o Filho existe desde a eternidade não condiz com a realidade. Primeiro, não condiz com a realidade bíblica. Provérbios 8:22 diz: "Iahweh me criou, primícias de sua obra ... Desde a eternidade fui estabelecida, DESDE O PRINCÍPIO." – Bíblia de Jerusalém.

As versões da Bíblia acima citada, bem com outras versões, se contradizem quando traduzem “desde o princípio” e “desde a eternidade”. Afinal, se foi “desde a eternidade”, não houve “princípio”; e, se foi “desde o princípio”, não foi “desde a eternidade”!
A expressão erroneamente traduzida em geral nas versões da cristandade por “desde a eternidade” é corretamente traduzida por “desde tempo indefinido” (NM).  É a tradução da palavra hebraica ʽoh·lám.

Sobre essa palavra, lemos na obra Estudo Perspicaz das Escrituras (vol. 3, p. 687): “A palavra hebraica ʽoh·lám transmite a ideia de tempo indefinido ou incerto”, mas não necessariamente “eterno”. O contexto é que determina se o sentido é de eternidade ou de tempo indeterminado. E o contexto de Provérbios, capítulo 8, é claríssimo:

"O Senhor me criou como o princípio de seu caminho, antes das suas obras mais antigas;
fui formada desde a eternidade [contradição!], desde o princípio, antes de existir a terra. Nasci quando ainda não havia abismos, quando não existiam fontes de águas;

antes de serem estabelecidos os montes e de existirem colinas eu nasci.” – Nova Versão Internacional.

A tradução inglesa do rabino Isaac Leeser (1853) diz: “O Senhor criou-me NO PRINCÍPIO do seu caminho, a primeira de suas obras." Ademais, o fato de ele ser referido como "Filho" mostra que teve princípio. 
     
Em paralelo ao argumento que o leitor mencionou, há quem argumente que o Filho já existia na mente de Deus desde a eternidade. Contudo, isso não é existir DE FATO, como um ser independente, o que só ocorreu "no princípio". – João 1:1, 2.



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.





Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *