Image Map











terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Mateus 28:18: “todo poder” ou “toda autoridade”?


A pergunta acima foi-me feita por um leitor dos artigos deste blog.

As traduções se revesam ora em usar “poder”, ora em usar “autoridade”, como ilustrado nos exemplos abaixo:

King James Bible
“And Jesus came and spake unto them, saying, All power is given unto me in heaven and in earth.”

Almeida Revista e Corrigida
“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.”

Nova Tradução na Linguagem de Hoje
“Então Jesus chegou perto deles e disse: — Deus me deu todo o poder no céu e na terra.”

Bíblia King James Atualizada
“Então, Jesus aproximando-se deles lhes assegurou: “Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra.”

Almeida Revista e Atualizada
“Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra.”

English Revised Version“And Jesus came to them and spake unto them, saying, All authority hath been given unto me in heaven and on earth.

O termo grego “exousía”, usado em Mateus 28:18, não significa “poder” e sim “autoridade”. “Poder” em grego é dýmanis. Que essas duas palavras, tanto em grego como em português, têm significados distintos pode-se ver de textos tais como Lu 4:36, 1Co 15:24 e Ef 1:21:

Lucas 4:36
“Em vista disso, todos se assombraram e começaram a conversar entre si, dizendo: “Que sorte de palavra é esta, porque ordena aos espíritos impuros com autoridade e poder, e eles saem?’”

1 Coríntios 15:24
“A seguir, o fim, quando ele entregar o reino ao seu Deus e Pai, tendo reduzido a nada todo governo, e toda autoridade e poder.”

Efésios 1:21
“Muito acima de todo governo, e autoridade, e poder, e senhorio, e todo nome dado, não só neste sistema de coisas, mas também no que há de vir.

Quanto a Mt 28:18, só o fato de Jesus ter RECEBIDO algo de outro prova que ele não é o Deus Todo-poderoso. Pois Jeová, o Deus Todo-poderoso e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, disse:

“Quem me deu primeiro alguma coisa, que eu o deva recompensar? Debaixo dos céus inteiros, é meu.” – Jó 41:11.

Além disso, “todo o poder” (Almeida) recebido por Cristo evidentemente é em sentido relativo e não absoluto. (Assim como o é no texto de 1 Coríntios 15:24, transcrito acima.) Pois, se fosse em sentido absoluto, Deus teria ficado sem “poder” (Almeida), ou sem “autoridade” (NM), visto que teria literalmente transferido todo o poder ao Filho!

Portanto, Jesus recebeu toda a autoridade dentro do campo de ação que lhe foi confiado por Deus, pois a Bíblia mostra que Deus, o Pai, continua sendo “a cabeça de Cristo” (1Co 11:3) e o “Deus” dele. (Ef 1:17; 2Co 1:3) E isso é totalmente incompatível com a ideologia da Trindade, a qual apregoa que as supostas “três Pessoas” são coiguais e coeternas. Como as supostas“três Pessoas” poderiam ser coiguais se uma delas é DEUS da outra?

Uma consideração mais abrangente foi feita pelo Queruvim, no blog Tradução do Novo Mundo Defendida, neste link:



Os artigos deste blog podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o blog oapologistadaverdade.blogspot.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *