Image Map











sábado, 31 de janeiro de 2015

Refutação de argumento da volta visível de Cristo


Fonte das três figuras de Cristo: jw.org                           
               Como Cristo vai voltar?                                

Um leitor assim se expressou:

Bom dia. Li seus artigos da volta de Cristo, e realmente são muito bons, ótimos. Entendi muitas coisas de ângulos diferentes; porém, tenho um estudante que ainda acredita na futura volta de Cristo visível, pois ele afirma que em Revelação (não me recordo o texto agora) João, ao ver Jesus, descreve tudo sobre ele – o que está vestindo e usando, e o estudante argumenta: ‘Como não será visível, se João descreve em pormenores esse acontecimento?’ Bom, se você tiver alguma ideia para explicação, fico no aguardo. Obrigado.
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

Resposta do Apologista:

Prezado leitor:

Obrigado pelo apreço. Quanto à argumentação de seu estudante, considere o seguinte:

1) a Bíblia não se contradiz.

Jesus afirmou:

Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais.” – João 14:19, Almeida Corrigida e Revisada Fiel.

E o apóstolo Paulo escreveu sobre o glorificado Senhor Jesus Cristo:

“Para que observes o mandamento dum modo imaculado e irrepreensível, até a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo. Esta manifestação, o feliz e único Potentado mostrará nos seus próprios tempos designados, ele, o Rei dos que reinam e Senhor dos que dominam, o único que tem imortalidade, que mora em luz inacessível, a quem nenhum dos homens tem visto nem pode ver. A ele seja honra e poderio eterno. Amém.” – 1 Timóteo 6:14-16.

Muitos aplicam essa passagem ao Pai mas ela realmente se refere a Jesus Cristo. Para um estudo desse texto, veja o artigo JESUS VOLTARÁ EM FORMA HUMANA?

2) A expressão em Rev. 1:7 ("todo olho o verá") está num contexto de simbolismo.

Revelação 1:1 declara:

Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu, para mostrar aos seus escravos as coisas que têm de ocorrer em breve. E ele enviou o seu anjo e a apresentou por intermédio dele em sinais ao seu escravo João.”

Muitas traduções omitem a expressão “em sinais”, mas ela ocorre no texto grego na forma ἐσήμανεν (esémanen), do verbo σημαίνω (semaíno), que significa, primariamente, “dar um sinal, para significar, ou indicar [algo]”. (Para mais informações, veja o artigo “Dúvida de Leitores: Foi Revelação dada ‘emsinais’ simbólicos?” no blog Tradução do Novo Mundo Defendida!)

Os versículos 12-17 mostram evidentemente uma descrição simbólica, diferente de outras descrições simbólicas. (Compare com cap. 5; 17:14; 19:11-16).

Revelação 1:12-16:

“E eu me voltei para ver a voz que falava comigo, e, tendo-me voltado, vi sete candelabros de ouro, e no meio dos candelabros alguém semelhante a um filho de homem, vestido duma roupa que chegava até os pés e cingido pelo peito com um cinto de ouro. Além disso, sua cabeça e seus cabelos eram brancos como lã branca, como neve, e os seus olhos como chama ardente; e os seus pés eram semelhantes a cobre excelente quando se escandesce na fornalha; e a sua voz era como o som de muitas águas. E ele tinha na sua mão direita sete estrelas, e da sua boca se estendia uma longa espada afiada de dois gumes, e o seu semblante era como o sol quando brilha no seu poder.”

Veja abaixo as diversas descrições de Cristo vindo executar o julgamento contra os ímpios:

Revelação 1:7: “Eis que ele vem com as nuvens.”

Revelação 17:14: “Estes batalharão contra o Cordeiro, mas, porque ele é Senhor dos senhores e Rei dos reis, o Cordeiro os vencerá.”

Revelação 19:11: “E eu vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. E o sentado nele chama-se Fiel e Verdadeiro, e ele julga e guerreia em justiça.”

Diante disso, se tais textos fossem tomados ao pé da letra, perguntamos: Jesus vem nas nuvens (1:7) ou num cavalo branco (19:11) vem em forma aparentemente humana (1:12-17) ou em forma de animal (17:14)?

Estas são apenas pequenas observações que mostram a veracidade do que o próprio Jesus disse: "O mundo não me observará mais, mas vós me observareis, porque eu vivo e vós VIVEREIS." Note que não disse: "Viveis" (presente) mas "VIVEREIS" (futuro). Ou seja, somente quando seus discípulos com esperança celestial fossem para o céu é que poderiam ver Jesus, uma vez que ele é invisível.


Artigos relacionados:






  
A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.




Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org







3 comentários:

  1. Muito bom o artigo! Com certeza deve ter esclarecido a dúvida do nosso amigo, sempre lembrando que a palavra "parousia", significa presença e não vinda!. ( Mateus 24;3,4).

    ResponderExcluir
  2. Ótimo artigo... só que eu não me adaptei ainda a esessa verdade. Desde cedo aprendi que "veria o Senhor", muitas vezes ansiei por isso, e agora vejo que não, nunca mais o verei...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, Juan, muitos de nós foram criados co conceitos errados, arraigados emocionalmente. Mas, penso que pe melhor vermos a verdade, mesmo que doa a princípio, do que continuarmos enganados pela mentira.

      Excluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *