Image Map











sexta-feira, 13 de março de 2015

A questão do sangue – parte 1



Em novembro de 2011, o canal intitulado “O Publicador do Reino” lançou um vídeo que contém uma entrevista feita pela Rádio Jovem Pan com o radialista Gregório Garcia (conhecido no meio jornalístico como “Ringo”), na qual ele defende a posição bíblica sobre o uso de sangue nas transfusões.

Isso resultou em muitos comentários, perguntas e argumentações da parte dos que assistiram ao vídeo. E, por sua vez, resultou em muitas respostas dadas pelo redator do referido canal para ajudar os comentaristas a entender o ponto bíblico em questão.

Agora, tenho o prazer de publicar esse acervo de respostas para o benefício dos leitores deste site. As perguntas e respostas foram aqui reunidas em grupos temáticos para melhor didática e assimilação por parte dos leitores. Segue abaixo a primeira temática:

As transfusões de sangue não seriam um gesto de amor?

Comentarista:

Se for usar esse argumento de abster-se totalmente, então as Testemunhas de Jeová teriam que furar a veia e esvaziar o sangue da parte interior, visto que dizem ‘quem perder a vida irá salvá-la’. Mas a Primeira Epístola de João, capítulo 3, verso 16 é clara: que Jesus entregou sua vida por nós e devemos dar a vida pelos irmãos. Se a vida está no sangue, então devemos doar sangue; é mandamento e aí está o amor.

Resposta:

Seu comentário desconsidera totalmente o contexto bíblico. O fato de o sangue representar a vida não significa que o sangue SEJA LITERALMENTE a vida. Embora a Bíblia diga que ‘a vida da carne é o sangue’ (Levítico 17:14), ela explica que isso é em sentido representativo, ao dizer: ‘A vida da carne ESTÁ no sangue’. – Levítico 17:12.

Quando Jesus disse: ‘Todo aquele que perder a sua vida por minha causa, achá-la-á’, ele estava se referindo a estar disposto a morrer por manter a integridade como cristão, sem transigir na fé cristã.  – Mateus 16:25.

1 João 3:16 (texto que você citou) diz que Jesus Cristo ‘entregou a sua vida POR NÓS’ e não ‘PARA NÓS’. Ou seja, ele morreu em nosso lugar, em nosso benefício. Ele não transfundiu seu sangue para as nossas veias. Ele jamais faria isso, visto que a lei de Deus, o Pai de Jesus, ordena ‘abster-se de sangue’. (Atos 15:19, 20, 28, 29) Abster-se significa EVITAR, NÃO FAZER USO.

Assim, o texto não diz respeito a doar sangue. 1 João 3:16 fala sobre "entregar as nossas vidas PELOS nossos irmãos", e não PARA os irmãos. Em outras palavras, o texto fala sobre estar disposto a morrer por um irmão, ou seja, em lugar de um irmão. Não tem nada a ver com a questão do sangue. Isso está em plena harmonia com a lei divina de Atos 15:28, 29, de que os cristãos devem ‘abster-se de sangue’, do mesmo modo como devem se abster de imoralidade sexual.

Comentarista:

Não seria falta de amor evitar um tratamento que pode salvar a vida?

Resposta:

Com relação ao tema do sangue, é a Palavra de Deus que ordena que os que querem agradar a Deus se abstenham (não façam uso) do sangue:

Atos 15:19, 20: “Por isso, a minha decisão é não afligir a esses das nações, que se voltam para Deus, mas escrever-lhes que se abstenham das coisas poluídas por ídolos, e da fornicação, e do estrangulado, e do sangue.

Atos 15:28-29: “Pois, pareceu bem ao espírito santo e a nós mesmos não vos acrescentar nenhum fardo adicional, exceto as seguintes coisas necessárias: de persistirdes em abster-vos de coisas sacrificadas a ídolos, e de sangue, e de coisas estranguladas, e de fornicação. Se vos guardardes cuidadosamente destas coisas, prosperareis. Boa saúde para vós!

Deus não iria ordenar algo que não fosse para o nosso bem. O Salmo 84:11 declara: “O próprio Jeová não reterá nada de bom dos que andam sem defeito.” Hoje, a Medicina tem demonstrado os malefícios da transfusão de sangue alogênico (de outra pessoa) e que qualquer procedimento médico pode ser feito sem o uso de sangue alogênico. Na realidade, a postura bíblica adotada pelas Testemunhas de Jeová prestou uma enorme contribuição à Medicina e, por consequência, à humanidade. Hoje, a ciência médica está reconhecendo progressivamente a sabedoria de se ater à lei divina sobre o sangue. A tendência mundial está levando a Medicina a usar técnicas de gerenciamento e de conservação do próprio sangue do paciente em procedimentos médicos, resultando em melhor custo/benefício.

Há duas classes de pessoas que evitam para si as transfusões alogênicas: as Testemunhas de Jeová e os médicos. Cada vez mais, estão surgindo no mundo inteiro hospitais que tratam os pacientes sem nenhuma transfusão de sangue alogênico. É o melhor tratamento – sem risco de contaminação, infecção hospitalar, reação hemolítica, imunossupressão, rejeição etc. Se um dia você precisar se submeter a uma cirurgia de grande porte e for tratado sem sangue, agradeça às Testemunhas de Jeová por esse imenso privilégio. Foram elas que deram impulso para desbancar o tratamento anticientífico e desnecessário das transfusões e proporcionaram aos médicos a busca e a consecução de tratamentos de qualidade sem sangue alogênico.

Jesus mostrou que desobedecer a Deus para tentar salvar a vida presente resulta no desagrado de Deus, comprometendo a vida eterna da pessoa. No caso das transfusões, não é uma questão de vida ou morte, uma vez que existem as técnicas de gerenciamento e conservação do próprio sangue, bem como agentes hemostáticos e estimuladores de medula – técnicas isentas de contaminação, infecção hospitalar, rejeição e de reação hemolítica.

[O próximo artigo desta série dará continuidade às questões relacionadas às transfusões de sangue.]


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradaspublicada pelas Testemunhas de Jeová.


Contato: oapologistadaverdade@gmail.com


Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org

3 comentários:

  1. Parabéns pelo artigo!! Era justamente isso que eu procurava! EXCELENTE ARTIGO.

    ResponderExcluir
  2. Olá. Eu sou um grande leitor deste site, e me agrado muito em descobrir novas coisas a respeito da palavra de Deus.Não pertenço a religião nenhuma, mas encontrei no meu coração a necessidade de buscar a Deus e estou procurando a igreja verdadeira. As testemunhas de Jeová no momento estão vencendo ,mas esse artigo de alguma maneira me decepcionou quando ao conteúdo biblico explicativo e nao conseguir entender esta questão do sangue e gostaria de pedir a sua Ajuda e assim tomar minha decisão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Já leu toda essa série de artigos (Partes 1 a 6)? Talvez os artigos abaixo possam ser de ajuda:

      “Uma conversa sobre a Bíblia – a Bíblia é contra transfusões de sangue?”

      “A ordem bíblica de evitar sangue se restringe ao sangue de uma criatura que foi abatida? Pode-se ingerir sangue de uma criatura que não foi morta?”

      Caso ainda permaneçam dúvidas, terei prazer em considerá-las.

      Abraços!

      Excluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *