Image Map











segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Destaques da Leitura da Bíblia: 2 Reis 1-4


Humilde e modéstia podem salvar a vida

Os dois chefes do exército do Rei Acazias demonstraram desrespeito para com Elias, o profeta designado por Deus, e sofreram consequências desastrosas. (2Reis 1:9-12) Mas o terceiro chefe do exército mostrou uma atitude diferente:

“Então o rei enviou um terceiro chefe de 50 com os seus 50 soldados. Mas o terceiro chefe de 50 soldados subiu ao monte, ajoelhou-se diante de Elias e implorou-lhe favor, dizendo: ‘Homem do verdadeiro Deus, por favor, que a minha vida e a vida destes 50 servos seus sejam preciosas aos seus olhos. Os primeiros dois chefes de 50 com os seus 50 soldados foram consumidos pelo fogo que desceu dos céus, mas agora, que a minha vida seja preciosa aos seus olhos.’” – 2 Reis 1:13, 14.

Isso resultou na preservação das vidas de todos os enviados. (2 Reis 1:15) Aprender por observar e agir com humildade pode salvar vidas. – A Sentinela de 1/08/05, p. 9.

Lealdade de Eliseu

“Elias disse-lhe então: ‘Eliseu, por favor, fique aqui, porque Jeová me enviou a Jericó.’ Mas ele disse: ‘Tão certo como Jeová vive e como o senhor vive, não o deixarei.’” – 2 Reis 1:4.

Sendo assistente por cerca de 6 anos, Eliseu insistiu em não deixar Elias. Que belo exemplo de lealdade e de amizade! – A Sentinela de 1/08/05, p. 9.

Isso também revela como Elias era acessível e bondoso para com seu ajudante Eliseu. Será que também somos acessíveis?

Como declara a Bíblia:

“Declarações agradáveis são como um favo de mel, doces para a alma e uma cura para os ossos.” – Provérbios 16:24.

“Há um amigo que se apega mais do que um irmão.” – Provérbios 18:24.

O que era a “porção dupla” do espírito de Elias?

“Assim que tinham atravessado, Elias disse a Eliseu: ‘Diga o que devo fazer por você antes de eu ser levado embora.’ Eliseu disse: ‘Por favor, dê-me uma porção dupla do seu espírito.’” – 2 Reis 2:9.

A palavra “espírito” nesse texto tem o sentido de “disposição mental”, “atitude predominante”. Para um estudo pormenorizado desse sentido da palavra “espírito”, veja o artigo, neste blog, Estudo sobre Pneumatologia – Parte 3.

Sobre a “porção dupla”, a revista A Sentinela de 15/08/13 explica:

“Em Israel, o filho primogênito devia receber em dobro a parte de uma herança. (Deut. 21:15-17) Assim, foi como se Eliseu pedisse para ser reconhecido como herdeiro de Elias em sentido espiritual. Além disso, pelo visto Eliseu quis ter o mesmo espírito corajoso de Elias, que era ‘zeloso por Jeová’. — 1 Reis 19:13, 14 (Versão Brasileira).”

Jeová cumpre fielmente suas próprias normas

Em harmonia com isso, Eliseu realizou 16 milagres: o dobro dos milagres realizados por Elias.

Elias realizou 8 milagres:

(1) fechar o céu para que não chovesse;
(2) manter renovado o estoque de farinha e de azeite da viúva de Sarefá;
(3) ressuscitar o filho da viúva;
(4) fazer com que fogo caísse do céu, em resposta à oração;
(5) fazer com que a chuva interrompesse a seca, em resposta à oração;
(6) fazer descer fogo sobre o capitão do Rei Acazias, e seus 50 homens;
(7) fazer descer fogo sobre um segundo capitão e seus 50 homens;
(8) dividir o rio Jordão por golpeá-lo com seu manto oficial.
(Fonte: it-1, p. 791, verbete “Elias”.)

Alistam-se agora os 16 milagres feitos por meio de Eliseu:

1)               Divide o Jordão: 2 Reis 2:13, 14.
2)             Purifica águas de Jericó: 2 Reis 2:19-21.
3)             Valas ficam cheias de água: 2 Reis 3:16, 17.
4)             Multiplica azeite da viúva: 2 Reis 4:1-4.
5)             Sunamita dá à luz um filho: 2 Reis 4:16, 17.
6)             Ressuscita filho da mulher sunamita: 2 Reis 4:32-35.
7)              Purifica cozido envenenado: 2 Reis 4:40, 41.
8)             Alimenta 100 homens: 2 Reis 4:42-44.
9)             Cura lepra de Naamã: 2 Reis 5:10, 14.
10)       Transfere ao infiel Geazi a lepra de Naamã: 2 Reis 5:27.
11)          Faz machado flutuar: 2 Reis 6:6.
12)        “Olhos” do ajudante de Eliseu são abertos: 2 Reis 6:17.
13)        Cega soldados sírios: 2 Reis 6:18.
14)        “Olhos”  dos soldados sírios são abertos: 2 Reis 6:.
15)        Revela planos de guerra da Síria: 2 Reis 6:12.
16)        Ossos ressuscitam homem: 2 Reis 13:21.

O 16º milagre ocorreu mesmo Eliseu já tendo falecido. Isso revela o quanto Jeová se apega às suas normas e profecias!

 “‘Eu sou leal’, diz Jeová.” – Jeremias 3:12.


Para que ‘céu’ Elias foi levado?

Não existe somente o céu espiritual, onde Deus habita. (Mateus 6:9) A palavra “céu” ou “céus” também se referem:

1)             Ao universo físico, ou espaço sideral:

“No princípio Deus criou os céus e a terra.” – Gênesis 1:1.

2)           À expansão atmosférica que circunda a Terra:

“Então Deus disse: “Que haja uma vastidão entre as águas, e haja uma divisão entre águas e águas.” Então Deus fez a vastidão e separou as águas abaixo da vastidão e as águas acima da vastidão. E assim se deu. Deus chamou a vastidão de ‘céu’.” – Gênesis 1:6-8.

Desse céu descem a chuva e o orvalho, e é o espaço onde voam os pássaros:

“Que o verdadeiro Deus lhe dê o orvalho dos céus.” – Gênesis 27:28.

“Jeová lhe abrirá seu bom depósito, os céus, para dar chuva.” – Deuteronômio 28:12.

“Observem atentamente as aves do céu.” – Mateus 6:26.

Elias não poderia ter ido ao céu espiritual, porque:
1)   Ele estava em corpo físico, e a Bíblia afirma: “Carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem pode o que é perecível herdar o imperecível”.  – 1 Coríntios 15:50.

2)   Ninguém foi ao céu espiritual antes da vinda de Cristo à Terra:

“Além disso, nenhum homem subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem [Jesus Cristo].“ – João 3:13.

3)  Jesus Cristo, após sua morte, abriu o caminho para pessoas irem para o céu espiritual:

“Mas o fato é que Cristo foi levantado dentre os mortos, sendo as primícias [o primeiro] dos que adormeceram na morte.” – 1 Coríntios 15:.

“Cristo … como primeiro a ser ressuscitado dentre os mortos.” – Atos 26:23.

“Ele é o princípio, o primogênito dentre os mortos, para se tornar aquele que é o primeiro em todas as coisas.”Colossenses 1:18.

“Temos essa esperança como âncora para a alma, tanto segura como firme, e ela entra até o interior, atrás da cortina, onde um precursor entrou em nosso benefício: Jesus.” – Hebreus 6:19.

Precursor é alguém que precede, vem antes.

"Portanto, irmãos, visto que temos plena confiança para usar o caminho de entrada no lugar santo por meio do sangue de Jesus,  o caminho novo e vivo que ele abriu [Lit.: “inaugurou”.] para nós através da cortina, isto é, sua carne.” – Hebreus 10:19 .

Alguém que inaugura é o primeiro a fazer algo. Jesus foi o primeiro a ir para o céu espiritual.

Os próprios profetas da época entenderam que Elias havia sido transportado pelos céus atmosféricos:

“Eles lhe disseram: ‘Há 50 homens capazes aqui com os seus servos. Por favor, deixe-os ir e procurar o seu senhor. Talvez o espírito de Jeová o tenha levado e lançado em algum monte ou vale.’” – 2 Reis 2:16.

A dúvida deles consistia sobre que a parte ou região da Terra Elias havia sido levado.

“Alguns anos depois da sua ascensão no vendaval, Elias ainda está vivo e ativo como profeta, desta feita para o rei de Judá. Por causa do proceder iníquo adotado pelo Rei Jeorão, de Judá, Elias lhe escreve uma carta, expressando a condenação de Jeová, que se cumpre pouco depois. — 2Cr 21:12-15.” - it-1, p. 791, verbete “Elias”.

Jeová requer que seus representantes sejam respeitados

“Dali ele subiu a Betel. Enquanto ele ia, alguns meninos saíram da cidade e começaram a zombar dele, dizendo: 'Suba, careca! Suba, careca!' Por fim, ele virou para trás, olhou para eles e os amaldiçoou em nome de Jeová. Então duas ursas saíram da floresta e dilaceraram 42 daqueles meninos.” -  2 Reis 2:23, 24.

Essse grupo de delinquentes juvenis mostra grande desrespeito pelo cargo de profeta de Eliseu, zombando dele, querendo dizer que Eliseu deve subir até Betel, ou que deve subir da terra, assim como seu predecessor, Elias, supostamente fizera. Visto que Eliseu usava o manto oficial de Elias, os zombadores reconheceram Eliseu como representante de Jeová e não o queriam por perto. Refletiam a atitude hostil de seus pais. Isso ilustra quão importante é os pais ensinarem seus filhos a respeitar o arranjo de Jeová. – it-1, p. 796, verbete “Eliseu”; A Sentinela de 1/08/05, p. 9.

Humildade de Eliseu: um grande exemplo para nós

“Então Jeosafá perguntou: ‘Não há nenhum profeta de Jeová aqui para que consultemos a Jeová por meio dele?’ Assim, um dos servos do rei de Israel respondeu: ‘Há Eliseu, filho de Safate, que derramava água nas mãos de Elias.’” – 2 Reis 3:11.

Alguns dos deveres de Eliseu eram servis: era costume um servo fazer isso para o amo, especialmente após refeições; similar à lavagem dos pés – demonstração de hospitalidade e de humildade. (Gênesis 24:31, 32; João 13:5) Eliseu encarava seu trabalho como privilégio. – A Sentinela de 1/11/97, p. 31.

Por que a instrução de Jeová por meio de seu profeta aparentemente foi contra a Sua Lei dada a Israel?

“Destruam toda cidade fortificada e toda cidade importante, cortem toda árvore boa, tapem toda fonte de água e estraguem com pedras todo terreno bom.” – 2 Reis 3:19.

“Se você sitiar uma cidade e a tomar depois de lutar contra ela por muito tempo, você não deve destruir suas árvores, erguendo um machado contra elas. Você pode comer delas, mas não deve cortá-las. Pois será que você deveria sitiar uma árvore do campo assim como faria com um homem? Você pode destruir apenas a árvore que você souber que não serve para alimento. Pode cortá-la e construir obras de cerco contra a cidade que guerreia contra você, até que ela caia.” – Deuteronômio 20:19, 20.

A obra Estudo Perspicaz das Escrituras explica:

Quando invadiram a terra de Canaã, os israelitas receberam instruções de não destruir árvores frutíferas ao atacar cidades, embora, séculos mais tarde, os reis de Judá e de Israel fossem autorizados por Deus a devastar as ‘árvores boas’ do reino de Moabe. A razão parece ser que Moabe ficava fora da Terra da Promessa. Tratava-se duma guerra punitiva contra Moabe, e a ação israelita visava a proteção contra a revolta ou a retaliação moabita. (De :19, ; 2Rs 3:19, 25; compare isso com Je 6:6.).” - it-1, p. 223, verbete “Árvores”.

Ou seja, não era nenhuma violação da lei em Deuteronômio 20:19 e 20, e sim que tal lei não se aplicava àquela ação específica contra Moabe.

Às vezes Jeová usa um fenômeno natural para executar seus propósitos

“Ao se levantarem de manhã cedo, o sol se refletia na água, e, para os moabitas, do outro lado, a água parecia vermelha como sangue.” – 2 Reis 3:22.

O reflexo da luz da manhã fazia a água parecer-se com sangue, possivelmente devido à argila vermelha existente nas valas recém-escavadas. A Sentinela de 1/08/05, p. 10.

A palavra de Jeová sempre se cumpre

“Jeová … entregará Moabe nas suas mãos.” – 2 Reis 3:18.

“Quando eles entraram no acampamento de Israel, os israelitas atacaram e começaram a golpear os moabitas, que fugiram deles.  Ao passo que os israelitas entravam em Moabe, matavam os moabitas.” – 2 Reis 3:24.

Os demônios são cruéis; devemos tomar cuidado com eles

“Então ele [o rei de Moabe] pegou seu filho primogênito, que ia reinar no seu lugar, e o ofereceu como sacrifício queimado sobre a muralha.” – 2 Reis 3:27.

Essa era uma prática cruel da religião falsa instituída pelos demônios. Devemos fazer de tudo para nos manter na proteção de Jeová e ‘não dar chance ao Diabo’. – Efésios 4:27.

Os que servem a Jeová são cuidados por ele

Eliseu multiplicou o escasso suprimento de azeite da viúva de um profeta e salvou os filhos dela de serem levados como escravos do credor dela. – 2 Reis 4:1-7.

Portanto, humilhem-se sob a mão poderosa de Deus, para que ele os enalteça no tempo devido, ao passo que lançam sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele cuida de vocês.” – 1 Pedro 5:6, 7.

Use seus recursos financeiros para promover a adoração verdadeira

Jeová o abençoará para que tenha mais recursos ainda para ajudar mais

Provérbios 3:9, 10: “Honre a Jeová com as suas coisas valiosas, com as primícias de todas as suas colheitas; então os seus celeiros ficarão completamente cheios, e os seus tanques de vinho novo transbordarão.”

Certa “mulher de destaque”, financeiramente próspera, usou seus recursos para demonstrar hospitalidade ao profeta de Jeová, e foi ricamente abençoada por Jeová.

2 Reis 4:8-10: “Certo dia, Eliseu foi a Suném, onde havia uma mulher de destaque, e ela insistiu com ele para que tomasse uma refeição ali. Todas as vezes que passava por ali, ele parava para comer. Então ela disse ao seu marido: ‘Sei que o homem que sempre passa por aqui é um homem santo de Deus. Vamos fazer um pequeno quarto no terraço e colocar lá para ele uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candelabro. Assim ele poderá ficar lá toda vez que passar por aqui.’”

2 Reis 4:14: “Assim, Eliseu perguntou: ‘Então o que se pode fazer por ela?’ Geazi respondeu: ‘Bem, ela não tem filho, e seu marido é idoso.’” 

Pelo visto, aconteceu um milagre semelhante ao que ocorreu com Abraão séculos antes: a faculdade reprodutiva do esposo dela foi milagrosamente restaurada.

Romanos 4:19: “E, embora não enfraquecesse na fé, pensava no seu próprio corpo, então já como que morto (visto que ele tinha cerca de 100 anos de idade), e também no estado morto do ventre de Sara.”

Gênesis 17:17: “Em vista disso, Abraão prostrou-se com o rosto por terra, e começou a rir e a dizer no coração: “Será que um homem de 100 anos de idade se tornará pai de um filho …?”

2 Reis 4:16: “Então Eliseu disse: 'Nesta época, no ano que vem, você estará com um filho nos braços.'”

2 Reis 4:17: “A mulher ficou grávida e deu à luz um filho naquela mesma época, no ano seguinte, assim como Eliseu tinha dito.”

E, quando o filho do casal, já criança, faleceu, Jeová o ressuscitou mediante Seu profeta.

2 Reis 4:35-37: “Eliseu andou de um lado para o outro na casa, subiu na cama e se estendeu novamente sobre o menino. O menino espirrou sete vezes e abriu os olhos.  Eliseu chamou então Geazi e disse: 'Chame a sunamita.' Assim ele a chamou, e ela foi. Eliseu disse: 'Pegue o seu filho.' Ela entrou, lançou-se aos pés de Eliseu e curvou-se diante dele por terra, depois pegou o seu filho e saiu.”

Hebreus 11:35: “Mulheres receberam seus mortos pela ressurreição.”

Mateus 10:41: “Quem receber um profeta porque ele é profeta receberá a recompensa de um profeta, e quem receber um homem justo porque ele é homem justo receberá a recompensa de um homem justo.”

Num futuro distante àquele, Lídia, mulher igualmente próspera, mostrou hospitalidade para com os servos fiéis de Deus.

Atos 16:14, 15: “Uma mulher estava escutando: ela se chamava Lídia, era vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira, e adoradora de Deus. E Jeová lhe abriu amplamente o coração para prestar atenção ao que Paulo estava falando. Então, depois que ela e os da sua casa foram batizados, ela insistiu: ‘Se vocês me consideram fiel a Jeová, venham ficar na minha casa.’ E ela simplesmente nos fez ir.”

Eliseu: exemplo para todos os cristãos, principalmente para os que ocupam cargos de responsabilidade

Eliseu disse a Geazi, seu ajudante:

“Por favor, corra ao encontro dela e pergunte-lhe: ‘Você está bem? Seu marido está bem? E o seu filho?’” – 2 Reis 4:26.

Será que demonstramos a mesma preocupação cordial de Eliseu quando nos reunimos com nossos irmãos?

Será que vemos além das ações (e palavras) aparentemente irrefletidas de nossos irmãos?

2 Reis 4:16: “Então Eliseu disse: 'Nesta época, no ano que vem, você estará com um filho nos braços.' Mas ela disse: 'Não, meu senhor, homem do verdadeiro Deus! Não minta à sua serva.'”

Eliseu não se ressentiu com as palavras irrefletidas da mulher, pois sabia que seria muito difícil para ela acreditar em suas palavras, tem em vista que nunca havia tido um filho e que era casada com um homem idoso. Também, isso exigiria um milagre semelhante ao que ocorreu com Abraão, cerca de 1.000 anos antes.

2 Reis 4:27: “Quando ela chegou ao homem do verdadeiro Deus, no monte, agarrou os pés dele. Então Geazi se aproximou para afastá-la, mas o homem do verdadeiro Deus disse: 'Deixe-a, pois ela está amargurada.’”

Eliseu sempre reconhecia o que estava por trás dos gestos irrefletidos.

2 Reis 4:28: “Então ela disse: ‘Será que eu pedi um filho ao meu senhor? Eu não disse: Não me dê falsas esperanças?’”

Em vez de replicar com severidade às palavras aparentemente hostis da mulher, Eliseu reconheceu que tais palavras irrefletidas se deviam ao desespero e profunda amargura dela. Assim, Eliseu as desconsiderou e deu instruções a seu ajudante sobre como este deveria proceder para que o menino fosse ressuscitado. – 2 Reis 4:29.

Eliseu seguiu o supremo exemplo de Jeová, que não levou em conta as palavras desesperadas da angustiada esposa de Jó:

Jó 2:9: “Por fim, sua esposa lhe disse: ‘Você ainda se apega à sua integridade? Amaldiçoe a Deus e morra!’” 

Em vez disso, no tempo devido de Deus, Ele a rejuvenesceu junto com seu esposo, Jó, de modo que ambos tiveram mais 10 filhos!

Jó 33:25: “Que a sua carne se torne mais fresca do que a de um jovem; que ele volte aos dias do vigor da sua juventude."

Jó 42:12, 13: “Assim, Jeová abençoou a última parte da vida de Jó mais do que a primeira, e Jó veio a ter 14.000 ovelhas, 6.000 camelos, 1.000 juntas de bois e 1.000 jumentas. Ele também teve mais sete filhos e mais três filhas.”

“Ele de novo veio a ter uma família excelente (evidentemente com a mesma esposa) e o dobro das riquezas que antes possuíra. Todos os seus parentes e antigos associados vieram novamente apresentar-lhe seus respeitos, e trazer-lhe presentes. (Jó 42:7-15).” – it-2, p. 562, verbete “Jó”.

Extrema consideração para com os aflitos

Primeiro, Eliseu enviou Geazi para ser usado como instrumento divino para ressuscitar a criança. Mas, quando a mulher aflita demonstrou que não iria com Geazi, a menos que Eliseu também fosse junto, o profeta aceitou e foi com ela. – 2 Reis 4:29, 30.

É necessário exercer fé para cumprir o propósito de Jeová

2 Reis 4:29, 31: “Eliseu disse imediatamente a Geazi: ‘… Vá e ponha meu bastão sobre o rosto do menino.’  Geazi foi na frente deles e pôs o bastão sobre o rosto do menino, mas não houve nenhum som nem reação.”

Séculos depois, encontramos o motivo da ineficiência do ajudante do profeta:

Mateus 17:15, 16, 19: “Senhor, tenha misericórdia do meu filho, porque ele é epilético e está doente. Ele cai muitas vezes no fogo e muitas vezes na água. Eu o trouxe aos seus discípulos, mas eles não conseguiram curá-lo.” Então os discípulos se aproximaram de Jesus em particular e perguntaram: ‘Por que nós não conseguimos expulsá-lo?’ Ele lhes respondeu: ‘Por terem pouca fé. Pois, eu lhes digo a verdade: Se tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, vocês dirão a este monte: “Mova-se daqui para lá’, e ele se moverá, e nada lhes será impossível.”’”

Quando recebemos instruções divinas, devemos segui-las, tendo a certeza de que, se falharmos em algo por falta de conhecimento, o próprio Deus irá atuar para que o resultado final seja o esperado

2 Reis 4:38-41: “Quando Eliseu voltou a Gilgal, havia fome no país. Os filhos dos profetas estavam sentados diante dele, e ele disse ao seu ajudante: ‘Ponha a panela grande no fogo e faça um cozido para os filhos dos profetas.’ Assim, um deles foi ao campo colher malvas, achou uma trepadeira silvestre, colheu dela bagas e encheu a sua roupa. Quando voltou, picou-as dentro da panela do cozido, sem saber o que era. Depois serviram o cozido para os homens. Mas, assim que comeram dele, gritaram: ‘Há morte na panela, homem do verdadeiro Deus!’ E não puderam comê-lo. Assim ele disse: ‘Tragam um pouco de farinha.’ Depois de jogá-la na panela, disse: ‘Sirva-o para os homens.’ E não havia mais nada na panela que fizesse mal.

A obra Estudo Perspicaz das Escrituras lança luz sobre o assunto:

“Alguém havia ajuntado algumas bagas silvestres, desconhecidas, e as havia picado num cozido. Quando o provaram, ‘os filhos dos profetas’ temeram uma intoxicação alimentar e deixaram de comê-lo, mas Eliseu milagrosamente salvou o cozido de ser perdido. — 2Rs 4:38-41.

[…] a colocíntida (Citrullus colocynthis), uma planta aparentada com a melancia, geralmente é favorecida como a planta cujo fruto provavelmente corresponde às ‘bagas silvestres’ do registro bíblico. A trepadeira da colocíntida se espalha como o pepino, e também tem folhagem similar. O fruto tem aproximadamente o tamanho duma laranja; tem casca grossa e lisa, com manchas verdes e amarelas, e contém uma polpa esponjosa muito amarga e venenosa, da qual se produz a colocintina medicinal. As características da colocíntida se enquadrariam na narrativa bíblica duma baga silvestre aparentemente venenosa, conforme sugeria o próprio sabor dela. (2Rs 4:40) Quando a maioria das outras plantas já murcharam, ela ainda permanece verde, e, por isso, constitui uma tentação para quem não a conhece.” – it-1, p. 301, verbete “Bagas”.

Filipenses 3:15: “Então, que todos nós que somos maduros tenhamos essa atitude; e, se em algum sentido vocês pensarem de outra maneira, Deus lhes revelará a atitude correta.

A atitude mencionada por Paulo é a de estar determinado a alcançar a salvação. Tendo essa atitude, qualquer pensamento e/ou ação equivocados que não contribuam para isso serão corrigidos por Jeová.

Jeová é generoso em suas provisões

2 Reis 4:42-44: “Um homem veio de Baal-Salisa e trouxe ao homem do verdadeiro Deus  pães de cevada feitos com os primeiros frutos maduros, e um saco de cereal novo. Então Eliseu disse: ‘Dê isto para os homens comer.’ No entanto, seu ajudante perguntou: ‘Como vou alimentar cem homens com isto?’ Ele respondeu: ‘Dê para os homens comer, pois assim diz Jeová: “Eles comerão e ainda sobrará.”’ Então colocou o alimento diante deles, e, segundo a palavra de Jeová, eles comeram, e ainda sobrou.

Será que imitamos a Jeová nesse sentido? Somos generosos ao darmos de nós, de nossos recursos e de nosso tempo?

Nota A pronúncia do nome do ajudante de Eliseu é Geazí, e não Geázi.

Explicação das siglas usadas:


It-1Estudo Perspicaz das Escrituras, volume 1, publicado pelas Testemunhas de Jeová.

It-2Estudo Perspicaz das Escrituras, volume 2, publicado pelas Testemunhas de Jeová.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site oapologistadaverdade.org







Um comentário:

  1. Muito boa esta serie de explicaçoes do Destaque da leitura semanal. Uma boa oportunidade de esclarecer as verdades da palavra de Jeova!"

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *