Image Map











terça-feira, 15 de setembro de 2015

Destaques da Leitura da Bíblia: 2 Reis 16-18


2 Reis 16:2: “Acaz tinha 20 anos de idade quando se tornou rei, e reinou por 16 anos em Jerusalém. Ele não fez o que era certo aos olhos de Jeová, seu Deus, como Davi, seu antepassado, tinha feito.

Jeová se lembra de Davi como um todo – como pessoa fiel – muito embora ocasionalmente ele tenha cometido pecados graves. Que exemplo maravilhoso de avaliar as pessoas nos é dado por Jeová!

A maldade resulta em Jeová retirar sua proteção

2 Reis 16:4-6: “[Acaz] andou no caminho dos reis de Israel e até mesmo queimou o seu próprio filho no fogo, imitando as práticas detestáveis das nações que Jeová tinha expulsado de diante dos israelitas. Além disso, oferecia sacrifícios e fazia fumaça sacrificial nos altos sagrados, nas colinas e debaixo de toda árvore frondosa. Foi então que Rezim, rei da Síria, e Peca, filho de Remalias, rei de Israel, vieram guerrear contra Jerusalém. Eles cercaram Acaz, mas não puderam tomar a cidade. Naquele tempo, Rezim, rei da Síria, restituiu Elate a Edom, expulsando os judeus de Elate.

2 Reis 17:5-7: “O rei da Assíria invadiu o país inteiro; ele chegou a Samaria e a cercou por três anos. No nono ano de Oseias, o rei da Assíria tomou Samaria. Depois ele levou o povo de Israel para o exílio na Assíria, e fez que morassem em Hala e em Habor, junto ao rio Gozã, e nas cidades dos medos. Isso aconteceu porque o povo de Israel tinha pecado contra Jeová, seu Deus, que os havia tirado da terra do Egito, do domínio de Faraó, rei do Egito. Eles adoraram outros deuses, seguiram os costumes das nações que Jeová havia expulsado de diante dos israelitas e os costumes que os reis de Israel tinham estabelecido.”

Estar “perante Jeová” não significa estar no céu

2 Reis 16:14: “Então ele pegou o altar de cobre que estava perante Jeová, na frente da casa, entre o seu próprio altar e a casa de Jeová, e o colocou no lado norte do seu próprio altar.”

Isso auxilia no entendimento do texto de Apocalipse 7:9, que afirma que a “grande multidão” está “diante do trono” de Deus. Ela não está no céu, mas à vista de Deus, tendo sido favorecida por ele.

Pessoas em autoridade não devem ser coniventes com os pecados de outros

2 Reis 16:10, 11: “Quando viu o altar que havia em Damasco, o rei Acaz enviou a Urias, o sacerdote, um projeto do altar, que mostrava como ele era e como tinha sido feito. Urias, o sacerdote, construiu o altar de acordo com todas as orientações que o rei Acaz tinha enviado de Damasco.”

Por temor do Rei Acaz ou consentimento com a idolatria, o sacerdote Urias construiu um altar pagão – um péssimo exemplo para os que ocupam posições de autoridade.

Jeová julga cada um de modo individual

2 Reis 17:2: “Ele fazia o que era mau aos olhos de Jeová, mas não tanto quanto os reis de Israel que reinaram antes dele.”

Esse detalhe do texto mostra que Jeová não nivela as pessoas de forma igual, mas avalia cada caso de modo individualizado. É um excelente exemplo para os que precisam fazer julgamentos.

Jeová dá repetidas advertências; não desiste logo de ajudar seus servos

2 Reis 17:13: “Jeová continuou a advertir Israel e Judá por meio de todos os seus profetas e de todos os videntes, dizendo: ‘Recuem dos seus maus caminhos!’

Por 257 anos, Deus lhes enviou profetas: Jeú (não o rei), Elias, Micaías, Eliseu, Jonas, Odede, Oséias, Amós e Miquéias. — 1Rs 13:1-3; 16:1, 12; 17:1; 22:8; 2Rs 3:11, 12; 14:25; 2Cr 28:9; Os 1:1; Am 1:1; Miq 1:1. (Veja Estudo Perspicaz das Escrituras, vol. 2, p. 455.)

Os que pastoreiam o povo de Deus devem demonstrar a mesma atitude amorosa.

O espiritismo é algo condenado por Deus

2 Reis 17:17, 18: “Eles também queimaram seus filhos e suas filhas no fogo, praticaram adivinhação, procuraram presságios e se entregaram a fazer o que era mau aos olhos de Jeová, ofendendo-o. Por isso, Jeová ficou muito irado com Israel e os removeu da sua vista.”

Os que têm autoridade e poder precisam ser exemplares

2 Reis 17:21-23: “Mas Jeroboão levou Israel   a se desviar de seguir a   Jeová e a cometer um grande pecado.   E o povo de Israel cometeu   os mesmos pecados que Jeroboão tinha cometido. Não se desviaram deles, até que Jeová removeu Israel da sua vista.”

É impróprio buscar orientação religiosa com os que não têm a adoração correta

2 Reis 17:27: “Em vista disso, o rei da Assíria ordenou: ‘Façam com que um dos sacerdotes que vocês levaram de lá para o exílio volte a fim de morar lá e lhes ensinar como adorar o Deus do país.’”

Esses eram os sacerdotes do bezerro de ouro. O resultado:

2 Reis 17:33: “Assim, eles temiam a Jeová, mas adoravam os seus próprios deuses, de acordo com a religião das nações de onde tinham sido trazidos.”

Esse desenvolvimento religioso resultou na religião samaritana, cujos membros, no primeiro século EC, encontravam-se na situação descrita por Jesus Cristo: “Vocês adoram o que não conhecem; nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação se origina dos judeus.” – João 4:22.

Assim como os samaritanos, a cristandade (o cristianismo nominal) diluiu a Palavra de Deus, diminuiu a concentração de sua mensagem, mediante a adição de tradições antibíblicas e doutrinas religiosas falsas, tais como as da Trindade, imortalidade da alma, inferno de fogo etc. Isso resultou num falso cristianismo, que tem levado milhões de pessoas a não conhecer o verdadeiro Deus, Jeová, e a sua Palavra, a Bíblia Sagrada.

Cuidado com os argumentos enganosos!

Rabsaqué, um oficial do Rei assírio Senaqueribe, falando no idioma hebraico a todo o povo de Israel, usou argumentos falaciosos, sofismáticos, putativos.

Acusou falsamente o Rei Ezequias de ter feito aliança com o Egito

2 Reis 18:21: “Veja, você confia na ajuda daquela cana rachada, o Egito, que penetra e fura a palma da mão de quem se apoia nela. Assim é Faraó, rei do Egito, para todos os que confiam nele.

Deu a entender que Jeová estava descontente com Ezequias

2 Reis 18:22: “E caso vocês me digam: ‘Nós confiamos em Jeová, nosso Deus’, não são os altos sagrados e os altares dele que Ezequias removeu, dizendo a Judá e a Jerusalém: ‘É diante deste altar em Jerusalém que vocês devem curvar-se’?”’

O que foi removido foram os altares pagãos.

Induziu a confiança no poder militar

2 Reis 18:23: “Agora, faça uma aposta com o meu senhor, o rei da Assíria: eu lhe darei 2.000 cavalos se você conseguir encontrar cavaleiros suficientes para eles.

No entanto, a salvação dos judeus ali não dependia de força militar, pois a Bíblia diz: “O cavalo é preparado para o dia da batalha, mas a salvação pertence a Jeová.” – Provérbios 21:31.

Afirmou ter o apoio do próprio Jeová

2 Reis 18:25: “Agora, será que foi sem a autorização de Jeová que vim contra este lugar para destruí-lo? O próprio Jeová me disse: ‘Vá e destrua essa terra.’”

“Rabsaqué afirmou que as bênçãos de Jeová estavam com os assírios, não com os judeus. Se não fosse assim, argumentou, os assírios jamais poderiam ter penetrado tão fundo no território de Judá.” (ip1, p. 387, § 10)

Criou falsas expectativas de como seria a vida sob o domínio assírio

2 Reis 18:31, 32: “Não escutem a Ezequias, pois assim diz o rei da Assíria: ‘Façam paz comigo e rendam-se, e cada um poderá comer da sua própria videira e da sua própria figueira, e beber água da sua própria cisterna, até que eu venha e os leve a uma terra igual à sua, uma terra de cereais e de vinho novo, uma terra de pão e de vinhedos, uma terra de oliveiras e de mel. Então vocês continuarão vivos, não morrerão. Não escutem a Ezequias, pois ele está enganando vocês, dizendo: “Jeová nos livrará.”’

Hoje, os agentes de Satanás usam táticas similares:

  • Afirmar que um irmão que toma a dianteira na obra se desviou, e que não seria nada demais se você também abandonasse suas convicções.
  • Afirmar que a organização de Jeová muda suas doutrinas constantemente, mas sem levar em conta que isso é necessário para se alcançar o conhecimento progressivo da Palavra de Deus. (Veja os artigos A ciência bíblica – como devemos encará-la? e Uma “nova luz” apaga uma “luz anterior”?
  • Afirmar que há religiões que também não possuem doutrinas falsas como a da Trindade, da imortalidade da alma, do inferno de fogo etc., mas sem levar em contar que somente a organização de Jeová reuniu todas as doutrinas fundamentais que não negam o resgate provido por meio de Jesus Cristo. (Veja o artigo A Cristandade e a Doutrina da Redenção.)


Assim, continuemos a confiar em Jeová e na sua santa organização, que ele está utilizando para conduzir o Seu povo ao vindouro novo mundo!

Explicação de siglas:

ip1: livro “Profecia de Isaías — Uma Luz para Toda a Humanidade I”, publicado pelas Testemunhas de Jeová.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site oapologistadaverdade.org





Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *