Image Map











quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Destaques da Leitura da Bíblia: 2 Reis 19-22


A oração de um justo tem poder

O Rei Ezequias solicitou ao profeta Isaías:

 “Portanto, ore a favor do restante que ainda está vivo.”2 Reis 19:4.

A súplica do justo, quando em operação, tem muita força. – Tiago 5:16.

A execução dos julgamentos divinos pode parecer demorar em nossa avaliação imperfeita, mas ocorrem no tempo devido de Deus

2 Reis 19:7: “Pois porei na mente dele um pensamento, e ele ouvirá uma notícia e voltará   à sua terra; e eu o farei cair pela espada na sua própria   terra.”

Segundo registros seculares cumprimento da parte em grifo ocorreu somente cerca de 20 anos depois:

Os registros cronológicos assírios e babilônicos (embora a sua confiabilidade seja questionável), parecem indicar que Senaqueribe governou por cerca de 20 anos após a sua campanha contra Jerusalém. – it-2, p. 425, verbete “Isaías, Livro de”.

Numa das suas inscrições, Esar-Hadom confirma o relato bíblico sobre a morte do seu pai (Is 37:37, 38), dizendo: “Uma firme determinação sobreveio aos meus irmãos. Eles abandonaram os deuses e se voltaram para seus atos violentos, maquinando o mal. . . . Para obterem a realeza, mataram Senaqueribe, seu pai.” — Ancient Records of Assyria and Babylonia (Registros Antigos da Assíria e de Babilônia), de D. Luckenbill, 1927, Vol. II, pp. 200, 201. Apud it-1, p. 828, verbete “Esar-Hadom”.

Ezequias implorou a salvação da parte de Jeová tendo em foco a legitimidade da Divindade exclusiva Dele em relação aos deuses falsos

2 Reis 19:19: “Mas agora, ó Jeová, nosso Deus, por favor, salva-nos das mãos de Senaqueribe, para que todos os reinos da terra saibam que somente tu, ó Jeová, és Deus.”

Assim, é correto buscarmos a ajuda divina tendo por base nossa preocupação com o Nome dele e com nossa adoração e serviço prestados a ele:

Salmo 6:4, 5:Volta, ó Jeová, e livra-me; salva-me por causa do teu amor leal. Pois na morte não há menção de ti; na Sepultura, quem te louvará?

Jeová encara o que é feito a seu povo como tendo sido feito a Ele

2 Reis 19:22: “A quem você [Senaqueribe] desafiou e contra quem blasfemou? Contra quem levantou a voz e ergueu os seus olhos arrogantes? Foi contra o Santo de Israel! Por meio dos seus mensageiros você desafiou a Jeová.”

Jeová conhece a atuação de seus inimigos; nada que os demônios façam o pega de surpresa

2 Reis 19:27: “Mas sei muito bem quando você se senta, quando sai, quando entra e quando você está furioso comigo.”

Explicação de textos

2 Reis 19:30: “Os da casa de Judá que escaparem, os que restarem, lançarão raízes na terra e produzirão frutos nos ramos.

O livro “Profecia de Isaías — Uma Luz Para Toda a Humanidade”[1] (volume 1, p. 392, par. 20) explica: “Jeová compara seu povo a uma planta difícil de desarraigar.”

Essa comparação ajuda a entender o texto de Malaquias 4:1: 

“‘Vejam! Vem o dia, ardente como uma fornalha, quando todos os arrogantes e todos os que praticam o que é mau se tornarão como palha. O dia que virá certamente os devorará’, diz Jeová dos exércitos, ‘e não lhes deixará nem raiz nem ramo.’”

O texto mostra que todos os julgados por Deus como incorrigíveis serão destruídos, iguais a uma planta infrutífera e perigosa.

A atuação de Jeová sempre tem um propósito

2 Reis 19:34: “Eu defenderei e salvarei esta cidade por minha própria causa e por causa de Davi, meu servo.”

Estavam envolvidos a reputação de Jeová qual Deus verdadeiro bem como o pacto feito com o Rei Davi. – Salmo 89:35-37.

2 Reis 20:4,5: “Isaías ainda não tinha chegado ao pátio central quando recebeu a seguinte palavra de Jeová: ‘Volte e diga a Ezequias, o líder do meu povo: “Assim diz Jeová, o Deus de Davi, seu antepassado: ‘Ouvi a sua oração; vi as suas lágrimas. Por isso vou curar você.’”’”

Naquela época, Ezequias ainda não tinha filho para poder dar continuidade à dinastia de reis davídicos. Levando em conta Seu pacto com Davi, bem como a integridade de Ezequias, Jeová o curou milagrosamente.

A imprudência resulta em más consequências

2 Reis 20:12, 13: “Naquele tempo, o rei de Babilônia, Berodaque-Baladã, filho de Baladã, enviou cartas e um presente a Ezequias, pois ouviu dizer que Ezequias tinha ficado doente. Ezequias os recebeu e mostrou-lhes toda a sua casa do tesouro — a prata, o ouro, o óleo de bálsamo e outros óleos preciosos, o seu depósito de armas e tudo o que havia no seu tesouro. Não houve nada que Ezequias não lhes mostrasse na sua casa  e em todo o seu domínio.”

Essa amostra indevida dos itens valiosos do reino de Judá resultaria em fomentar a cobiça do império babilônico, resultando no exílio dos judeus em Babilônia.

Os que detêm posição de autoridade precisam ser exemplares, em vista da influência que exercem

2 Reis 21:16: “[Manassés] cometeu o pecado de levar Judá  a pecar e fazer o que era mau  aos olhos de Jeová.

2 Reis 21:19, 20: “Amom tinha 22 anos de idade quando se tornou rei. … Ele fazia o que era mau aos olhos de Jeová, assim como Manassés, seu pai, tinha feito.

O histórico familiar não necessariamente determina o que cada um irá ser

2 Reis 22:2: “[Josias, filho de Amom e neto de Manassés] fez o que era certo aos olhos de Jeová e andou em todos os caminhos de Davi, seu antepassado; não se desviou nem para a direita nem para a esquerda.”

Pessoas de confiança são prezadas

2 Reis 22: 3-5: “Que o dinheiro seja entregue aos que supervisionam a obra na casa de Jeová. Eles, por sua vez, o entregarão aos trabalhadores na casa de Jeová, que deverão consertar a casa, isto é, os artesãos, os construtores e os pedreiros. Eles também usarão o dinheiro para comprar madeira e pedras lavradas para o conserto da casa. Mas não se deve exigir deles uma prestação de contas pelo dinheiro que está sendo entregue a eles, porque são de confiança.”

Os fiéis e humildes buscam sempre a orientação divina

2 Reis 22:12-14: “Assim que o rei [Josias] ouviu as palavras do livro da Lei, rasgou a sua roupa. Então o rei deu a seguinte ordem a Hilquias, o sacerdote, a Aicão, a filho de Safã, a Acbor, filho de Micaías, a Safã, o secretário, e a Asaías, servo do rei:  ‘Vão, consultem a Jeová por mim, pelo povo e por todo o Judá a respeito das palavras deste livro que foi achado, pois o furor de Jeová que se acendeu contra nós é grande, visto que os nossos antepassados não obedeceram às palavras deste livro nem fizeram tudo o que está escrito para nós.’ Assim, Hilquias, o sacerdote, Aicão, Acbor, Safã e Asaías foram até Hulda, a profetisa.

Hoje, a organização de Jeová disponibiliza uma abundância de publicações que explicam progressivamente a Palavra de Deus.

A fidelidade a Jeová sempre é recompensada

2 Reis 22:18, 19: “Vocês devem dizer o seguinte ao rei de Judá, que os mandou consultar a Jeová: ‘Assim diz Jeová, o Deus de Israel: “No que se refere às palavras que você ouviu, visto que o seu coração foi receptivo e você se humilhou perante Jeová quando ouviu o que falei contra este lugar e os seus habitantes — que eles se tornariam um motivo de terror e objeto de maldição — e você rasgou a sua roupa e chorou diante de mim, eu o ouvi”, diz Jeová. “É por isso que eu o reunirei aos seus antepassados, e você descansará em paz na sua sepultura, de modo que os seus olhos não verão toda a calamidade que trarei sobre este lugar.”’”


Explicação de siglas:

It – Obra Estudo Perspicaz das Escrituras, publicada pelas Testemunhas de Jeová. O número que segue à sigla (1 ou 2) refere-se ao volume.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site oapologistadaverdade.org







[1] Publicado pelas Testemunhas de Jeová.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *