Image Map











sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Mateus 27:37 prova que Jesus foi pregado em uma cruz?


Fonte da ilustração: https://www.jw.org/pt/publicacoes/revistas/wp20140501/voce-sabia

Certo leitor fez a seguinte colocação:

Se Jesus foi colocado em uma estaca, porque a Palavra em Mateus 27:37 diz: Também colocaram acima de sua cabeça a acusação contra ele, por escrito:  “Este é Jesus, o Rei dos Judeus”. Se Jesus fosse colocado em uma estaca, não seria mais correto dizer “acima de suas mãos”?

Cerca de um ano antes dessa colocação, alguém já havia feito colocação semelhante para o autor do site Tradução do Novo Mundo Defendida:

Oi, Sr. Queruvim! Artigo muito bom. Outro dia um adventista disse que é praticamente impossível Cristo ter si morto numa estaca, conforme a narrativa de Mateus 27: 37. Pois a placa tinha que ficar entre a cabeça e as mãos, ou ainda, o texto inspirado teria falado “por cima de suas mãos”. Eu estou coletando informações pra ajudá-lo a sair dessa ideologia pagã! Vou revisitá-lo quando conseguir uma interpretação valiosa, conforme o entendimento correto usado por nós – a estaca de tortura. O irmão tem algum ponto sobre esse versículo? Como posso refutá-lo?


Por conseguinte, transcrevo neste artigo a resposta muito bem fundamentada fornecida pelo Queruvim, conforme segue abaixo:


Mateus 27:37: “Também puseram por cima de sua cabeça a acusação contra ele, por escrito: “Este é Jesus, o Rei dos judeus”.

Marcos 15:26: “E a inscrição de acusação estava escrita mais acima: “O Rei dos Judeus.”

Lucas 23:38: “Havia também uma inscrição por cima dele:* “Este é o rei dos judeus.”

“Por cima dele”, “mais acima” e “por cima de sua cabeça” podem ser frases corretamente aplicadas tanto se ele estivesse pendurado em uma estaca quanto se estivesse em uma cruz tradicional. Não se pode concluir nem uma coisa nem outra a partir destes textos. São inconclusivos. Logo abaixo fiz uma observação adicional sobre esta pergunta recorrendo a o texto grego e ao uso de preposição.

Se o escritor inspirado tivesse registrado que a inscrição ou titulus estava acima dos braços dele, estaria também acima da cabeça? Sim, estaria. Portanto, a frase ἐπάνω τῆς κεφαλῆς αὐτοῦ (“acima da cabeça dele”) não fornece indicação alguma a respeito do instrumento no qual Cristo foi pendurado. Os apóstolos foram específicos ao dizerem que ele foi pendurado em um staurós. Staurós não se referia originalmente a um objeto cruciforme, como têm afirmado alguns de uns tempos para cá, mas se referia apenas a uma estaca ou poste. Se o apóstolo quisesse apresentar uma imagem de Cristo numa Cruz e com braços abertos, com o títulus logo acima/junto de sua cabeça, teria provavelmente empregado a preposição σύν e não ἐπάνω.

Além disso, observe o que um pesquisado chamado Alexandre em um comentário acima fala sobre isso:

“Não tem muito sentido dizer que teria que estar escrito que a placa estava “em cima das mãos” se Jesus foi pendurado numa estaca, pelo seguinte:

A cabeça é a parte mais importante do corpo, quando alguém fica de cabeça pra baixo, ninguém diz que “Fulano ficou de pés pra cima”, e sim, “Fulano ficou de cabeça pra baixo”.

Por isso não teria sentido a Bíblia dizer que a placa ficou “por cima de suas mãos”, até porque ficaria confuso para o leitor que não testemunhou o ocorrido ler, pois poderia imaginar que Jesus não foi pendurado de pé, ou poderia imaginar que ele estava segurando a placa como um garçom segura uma bandeja etc. Ficaria confuso. Por outro lado dizer que a placa estava “em cima da cabeça” fica claro pra qualquer um que a placa estava no alto, ACIMA de Jesus”.




A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.





Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org





7 comentários:

  1. Será que a serpente que Moisés ergueu no deserto tinha braços? Porque o texto mostra que "assim como foi erguido a serpente, seria erguido o filho do homem, Jesus: "E, assim como Moisés ergueu a serpente no ermo(deserto), assim será erguido o Filho do Homem." João 3:14.

    ResponderExcluir
  2. Irmão, sei que não tem que ver com o tema, mas vou escrever aqui pois preciso de sua ajuda. Recentemente, algumas coisas não tem sido tão fáceis para mim. Como sou um pouco curioso, acabei lendo na internet algumas informações negativas sobre a organização. Eu até já lhe escrevi num tópico anterior, mas você não respondeu; talvez não visse o que postei. Gostaria de lhe pedir como você faz para lidar com a internet nesse sentido, que cuidados você tem, talvez possa ser de ajuda para mim. Por exemplo, li que a logo do jw não está registrada, pois existe uma logo comercial parecida, jwplayer, e por isso a organização estaria usando o logotipo sem estar registrado. Na informação que li,havia um documento em pdf para comprovar a afirmação. Enfim irmão, às vezes acabo lendo coisas assim e elas me incomodam, talvez eu precise mudar muita coisa. Mas gostaria de ouvir seus conselhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado, não respondi porque assuntos como esse prefiro tratar por e-mail, e não na página deste site, que enfoca basicamente doutrinas. Com relação à organização de Jeová, ela é a verdadeira organização de Deus por reunir e defender as verdades fundamentais (sobre quem é Deus, quem é Jesus Cristo, qual a condição dos mortos, o propósito de Deus para com a Terra etc.) No mais, ela está sujeita a erros, e tem a humildade de se corrigir constantemente. (Daniel 12:8-11) Isso resultou num enorme conhecimento bíblico. (Daniel 12:4) Seria de se esperar que opositores da verdade fizessem críticas à organização, a maior parte infundadas, e umas poucas, embora tenham algum fundo de verdade, também estão envoltas de falsidade e/ou não justificam que nos separemos desta organização, tendo em vista que somente ela defende as verdades fundamentais. Por isso, não vale a pena enveredar-se por sites de opositores.

      Excluir
  3. Os irmãos tem muita cautela no que diz respeito a leis. Jamais estariam usando um logo de forma ilegal, ainda mais por se tratar de um dos sites mais visitados do planeta. Fora o site ser do povo de Jeová e ser alvo especial do mundo . os irmãos não dariam de bandeija esse gostinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em gênero, número e grau meu amigo. Para cada levantamento infundado contra a organização, existe sempre uma ou mais respostas contundentes da verdade. Eu mesmo, (ainda sou estudante) já frequentei e visitei muitos sites apóstatas com o fim de saber o que pensam a respeito da organização, e se tem fundamentos o que falam para poder saber lhe dar com algumas situações se preciso. Muitas vezes a priore, algumas informações parecem muito convincentes e desanimadoras pra nós; porém, ao procurar o outro lado, o lado da organização sobre o assunto, a mente clareia e eu vejo como Satanás é astuto em usar de falsos raciocínios. Tolo é aquele que se deixa levar por falsas ideias sobre a organização, e fecha os olhos para os incontáveis exemplos de lealdade a Jeová que esse povo tem dado desde sua atual formação. Afinal, prestemos atenção e analisemos um aspecto do comentário apóstata: Eles sempre chegam a você, na intenção de abrir seus olhos, de mostrar a você, que algo está sendo escondido de sua pessoa; isso nos lembra alguém? Gênesis 3:1-5 lança luz sobre o assunto de como algumas pessoas seguem a forma de Satanás, o Diabo, em tentar influenciar outras que procuram a verdade.

      Forte Abraço amigo, e que Jeová nos dê a sabedoria necessária para lhe dar com esse sistema de coisas.

      Excluir
  4. Realmente, parece razoável concluir que embora, a placa estivesse sobre as suas mãos, se faz referências a sua cabeça pelo fato de a cabeça ser uma das principais parte do corpo humano e também pelo fato de a referência não ser a de especificar o detalhe de onde a placa na verdade se encontrava e sim de mostrar os dizeres da placa. Assim sendo, acertadamente o mais correto seria mesmo sobre a sua cabeça.

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *