Image Map











domingo, 10 de abril de 2016

A Vida de Jesus – o Evangelho Unificado (Parte 2)

Fonte da ilustração:
http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102013263

Maria visita Elisabete (c. janeiro de 2 AEC)
(Luc. 1:39-56)
39 Maria levantou-se então naqueles dias e foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá, 40 e entrou no lar de Zacarias e cumprimentou Elisabete. 41 Pois bem, quando Elisabete ouviu o cumprimento de Maria, pulou a criança na sua madre; e Elisabete ficou cheia de espírito santo, 42 e exclamou com um alto grito e disse: “Abençoada és tu entre as mulheres e abençoado é o fruto de tua madre! 43 Como é então que tenho este [privilégio], de vir a mim a mãe de meu Senhor? 44 Pois, eis que assim que o som de teu cumprimento chegou aos meus ouvidos, a criança na minha madre pulou de regozijo. 45 Feliz também é aquela que acreditou, porque haverá uma completa realização das coisas que lhe foram faladas da parte de Jeová.”
46 E Maria disse: “Minha alma magnifica a Jeová 47 e meu espírito não pode deixar de estar cheio de alegria por Deus, meu Salvador; 48 pois ele tem olhado para a situação humilde de sua escrava. Porque, eis que doravante todas as gerações me proclamarão feliz; 49 visto que o Poderoso tem feito grandes ações para comigo, e santo é o seu nome; 50 e sua misericórdia é de geração em geração sobre os que o temem. 51 Ele tem agido valorosamente com o seu braço, tem espalhado os que são soberbos na intenção dos seus corações. 52 Tem derrubado de tronos homens de poder e tem enaltecido humildes; 53 tem plenamente saciado os famintos com coisas boas e tem mandado embora, de mãos vazias, os que tinham riqueza. 54 Ele tem vindo em socorro de Israel, seu servo, para fazer lembrar a misericórdia, 55 assim como disse aos nossos antepassados, a Abraão e a seu descendente, para sempre.” 56 Maria permaneceu então com ela cerca de três meses, e voltou para o seu próprio lar.

Fonte da ilustração:
https://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/jesus/acontecimentos-antecederam-ministerio-jesus/joao-batista-nasce-recebe-nome/

Nascimento de João Batista (c. abril de 2 AEC)
(Luc. 1:57-80)
57 Chegou então o tempo para Elisabete dar à luz, e ela se tornou mãe dum filho. 58 E os vizinhos e os parentes dela ouviram que Jeová tinha magnificado a sua misericórdia para com ela, e começaram a alegrar-se com ela. 59 E, no oitavo dia, foram circuncidar o menino, e iam dar-lhe o nome do pai dele, Zacarias. 60 Mas a mãe dele respondeu e disse: “De modo nenhum! Mas ele se chamará João.” 61 Em vista disso disseram-lhe: “Não há nenhum entre os teus parentes que seja chamado por este nome.” 62 Foram então perguntar ao pai dele, por sinais, como queria que se chamasse. 63 E ele pediu uma tabuinha [para escrever] e escreveu: “João é o nome dele.” Todos se maravilharam em vista disso. 64 Sua boca foi instantaneamente aberta e a sua língua foi solta, e ele começou a falar, bendizendo a Deus. 65 E caiu temor sobre todos os que moravam na vizinhança deles; e falava-se sobre estas coisas em toda a região montanhosa da Judeia, 66 e todos os que [as] ouviam guardavam isso nos seus corações, dizendo: “O que será realmente deste menino?” Pois a mão de Jeová estava deveras com ele.
67 E Zacarias, seu pai, ficou cheio de espírito santo e profetizou, dizendo: 68 “Bendito seja Jeová, o Deus de Israel, porque voltou a sua atenção e realizou livramento para com seu povo. 69 E ele nos suscitou um chifre de salvação na casa de Davi, seu servo, 70 assim como ele, pela boca de seus santos profetas da antiguidade, tem falado 71 duma salvação [nossa] dos nossos inimigos e da mão de todos os que nos odeiam; 72 para realizar a misericórdia em conexão com os nossos antepassados e para fazer lembrar o seu santo pacto, 73 o juramento que fez a Abraão, nosso antepassado, 74 de nos conceder, depois de termos sido resgatados das mãos dos inimigos, o privilégio de lhe prestarmos destemidamente serviço sagrado, 75 com lealdade e justiça, diante dele, todos os nossos dias. 76 Mas, quanto a ti, menino, serás chamado profeta do Altíssimo, pois irás de antemão na frente de Jeová para aprontar os seus caminhos, 77 para dar ao seu povo conhecimento da salvação por meio do perdão dos seus pecados, 78 por causa da terna compaixão de nosso Deus. Com esta [compaixão] nos visitará do alto uma alvorada, 79 para dar luz aos sentados na escuridão e na sombra da morte, para dirigir os nossos pés prosperamente no caminho da paz.” 80 E a criancinha crescia e se tornava forte em espírito, e continuava nos desertos, até o dia em que se mostrou abertamente a Israel.

Fonte da ilustração:
http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102014607

José toma Maria como esposa
(Mat. 1:18-25)
Mas, o nascimento de Jesus Cristo deu-se da seguinte maneira: Durante o tempo em que a sua mãe Maria estava prometida em casamento a José, ela foi achada grávida por espírito santo, antes de se unirem. 19 No entanto, José, seu marido, porque era justo e não queria fazer dela um espetáculo público, pretendeu divorciar-se dela secretamente. 20 Mas, depois de ter cogitado estas coisas, eis que lhe apareceu em sonho um anjo de Jeová, dizendo: “José, filho de Davi, não tenhas medo de levar para casa Maria, tua esposa, pois aquilo que tem sido gerado nela é por espírito santo. 21 Ela dará à luz um filho, e terás de dar-lhe o nome de Jesus, pois ele salvará o seu povo dos pecados deles.” 22 Tudo isso aconteceu realmente para que se cumprisse o que fora falado por Jeová por intermédio do seu profeta, dizendo: 23 “Eis que a virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e dar-lhe-ão o nome de Emanuel”[1], que quer dizer, traduzido: “Conosco Está Deus.” 24 José, acordando do sono, fez conforme o anjo de Jeová lhe indicara e levou sua esposa para casa. 25 Mas não teve relações com ela até ela ter dado à luz um filho; e deu-lhe o nome de Jesus. 



Nota:
[1] Isa. 7:14.



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.




Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org





Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *