Image Map











terça-feira, 31 de maio de 2016

“Deus unigênito” em João 1:18 – um dilema para os trinitaristas! (Parte 4)


Fonte da ilustração:
https://www.jw.org/en/publications/magazines/ws20120915/peace-for-a-thousand-years/ 


Genes – derivado de genos ou de gennáo?

Os trinitaristas atuais tendem a afirmar que em monogenés o elemento de composição genes não é derivado de gennáo (“gerar”) e sim de genos (“raça”).

Visando demonstrar que isso não é verdade, Harris alista, a partir da página 192, todos os versos que contêm a palavra genos como registrado no “Novo Testamento” citando a King James Version:

“Mais uma vez, o reino dos céus é semelhante a uma rede que, lançada para o mar, apanha toda espécie (genos).” – Mateus 13:47.

“A mulher era grega, uma siro-fenícia de nação (genos) e rogava-lhe que ele expulsasse o demônio de sua filha.” – Marcos 7:26.

“E disse-lhes: Esta casta (genos) não pode sair com nada, mas por oração e jejum.” – Marcos 9:29.

“E Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, e João, e Alexandre, e todos quantos eram da linhagem (genos) do sumo sacerdote, estavam reunidos juntos em Jerusalém.” – Atos 4: 6.

“E José, a quem os apóstolos chamavam Barnabé (que é, sendo interpretado, filho de consolação), levita, do país (genos) de Chipre.” – Atos 4:36.

“E na segunda vez foi José conhecido por seus irmãos; e afins [a família] (genos) de José foi dado a conhecer a Faraó.” – Atos 7:13.

“Usando esse de astúcia contra a nossa raça (genos) maltratou nossos pais, para que eles enjeitassem seus filhos, para o efeito de não poderem viver.” – Atos 7:19.

“Homens irmãos, filhos da geração (genos) de Abraão, e os que dentre vós temem a Deus, a vós vos é enviada a palavra desta salvação.” – Atos 13:26.

“Pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua prole (genos).” – Atos 17:28.

“Sendo nós, pois, os descendentes (genos) de Deus, não deveríamos pensar que a divindade seja semelhante ao ouro, ou prata, ou à pedra esculpida por arte e imaginação do homem.” – Atos 17:29.

“E encontrou um judeu chamado Áquila, nascido (genos) no Ponto, que pouco antes viera da Itália, com sua esposa Priscila; (porque Cláudio tinha ordenado que todos os judeus saíssem de Roma); e foi ter com eles.” – Atos 18: 2.

“E um certo judeu chamado Apolo, nascido (genos) de Alexandria, homem eloqüente e poderoso nas Escrituras, chegou a Éfeso.” – Atos 18:24.

“A outro a operação de milagres; a outro a profecia; para outro discernimento de espíritos; para mais diversos tipos (genos) de línguas; para outro a interpretação de línguas.” – 1 Cor. 12:10.

“E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo profetas, em terceiro mestres, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades (genos) de línguas.” – 1 Cor. 12:28.

“Há, tantos tipos (genos) de vozes [idiomas] no mundo, e nenhum deles é sem significação.” – 1 Cor. 14:10.

“Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação (genos), em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre falsos irmãos.” – 2 Cor. 11:26.

“E progredia no judaísmo mais do muitos iguais [em anos] da minha própria nação (genos), sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais.” – Gál. 1:14.

“Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem (genos) de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; no tocante à lei, fariseu.” – Fil. 3: 5.

“Mas vós sois a geração eleita (genos), um sacerdócio real, uma santa nação, um povo peculiar; para que publiqueis os louvores daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” – 1 Pedro 2: 9.

“Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a raiz e a geração (genos) de Davi, a brilhante e estrela da manhã.” – Apocalipse 22:16.

Após tecer essa lista, Harris argumenta:

Observe que genos é entendido como descendência em versos como Atos 17:28; Atos 17:29; e Apocalipse 22:16.

Se genes, em monogenēs, deve ser entendido por genos e não gennáo, como estamos sendo informados [pelos neotrinitários], e nos versos listados acima é claro que genos significa descendência, por que, então, os neotrinitários não traduzem monogenés como “unigênito”?

Deixe-me dar outro exemplo. Apocalipse 22:16 diz: Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a raiz e a prole (genos) de Davi, a brilhante estrela da manhã.” Como é que o nosso Senhor usa a palavra “genos”? Será que ele a usa como tipo sem nenhum senso de derivação? Não, Ele a usa no sentido de derivação, ou geração. Ele chama a si mesmo de o “Genos” (Filho) de Davi. Cristo, de acordo com as Escrituras, era literalmente descendente de Davi (Rom. 1: 3; II Timóteo 2: 8). Portanto, se Cristo usa a palavra genos com uma conotação de geração, por que eles [os neotrinitários] rejeitam essa conotação da palavra quando o Espírito Santo usa essa mesma palavra-fonte em monogenés, quando se fala da geração do Filho de Deus Pai … ?

Assim, Harris mostra que os neotrinitários são tendenciosos em sua tradução de João 1:18.

Agora, demonstrando como os neotrinitários são contraditórios, Harris compara a tradução que fazem monogenés em João 1:18 (“único”) com a tradução que geralmente fazem de monogenés em João 1:14 (“unigênito”), e comenta:

Mesmo que aceitemos sua pressuposição quanto à origem de genes, em monogenés, o Espírito Santo ainda está dizendo ao mundo que o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito (monogenés) do Pai”. Genos, na mente do Senhor e na Mente do Espírito Santo, ocorre no sentido de derivação e geração. Por que não falam os neotrinitários disso? – p. 195.

Tomando por base a tradução de genos como nascido em Atos 18:2 e em Atos 18:24, Harris discorre: ‘Poderia se dizer, então, que ele [Jesus] deve ser entendido como o único Filho nascido”?Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu (monogenés) filho.”’

A palavra genos está associada a nascimento, geração e derivação, conforme Harris prossegue demonstrando:

E entende-se como linhagem [geração] em Atos 13:26 e Fil. 3: 5. Todos estes usos dão a ideia de nascimento, geração ou derivação.

Ou tomemos esses versos como Atos 4:6; Atos 7:13, e Atos 7:19, que traduzem a palavra como parentela. Ela também carrega a ideia de geração, ou Derivação. Não se pode ser de os próprios parentes a menos que tenham procedido, tenham sido gerados, ou nascidos de um ancestral comum. Porque é que estes exemplos não são trazidos por neotrinitários?

A resposta simples para ambas as perguntas é: porque o significado primário de genos, no Novo Testamento, não é tipo ou classe, mas sim descendente, Nação, ou descendência.


Genos como “classe” ou “tipo”  – uso minoritário

Embora os neotrinitários adotem como definição primária para genos a tradução “tipo” ou “classe”, os exemplos bíblicos provam que em apenas dois versos (Mat. 13:47; Marcos 9:29) é traduzido como espécie, sendo apenas que no último verso (Marcos 9:29) ela é usada com o sentido de tipo ou classe sem qualquer sentido óbvio de derivação .

Assim, tendo essa clara evidência da predominância de genes como geração, linhagem, prole, tendo o sentido de derivação, Harris pontua:

O que estamos a negar é a afirmação dos neotrinitários de que este significado minoritário é o significado primário e exclusivo da palavra! Não é.

Mesmo no … exemplo … no Novo Testamento, onde é traduzido por tipo – Mat. 13:47 – o sentido de derivação pode ser claramente visto. Surpreendente!

Mat. 13:47 fala de cada tipo de peixes que estão sendo reunidos em uma rede. Diferentes espécies de peixes são do mesmo tipo porque eles têm descendentes da primeira espécie que Deus criou há muito tempo, que disse: ‘sejam fecundos e multiplicai e enchei as águas’ (Gn 1: 21-22). Deus criou tudo depois de seu próprio tipo”. Tudo foi gerado a partir dessas primeiras criaturas. “Tipos” neste versículo refere-se a espécies, e se não é da mesma espécie, não se pode procriar. Este … uso de tipo, obviamente, é entendido através do conceito de geração. Os peixes não podem ser deste tipo, a menos que tenham sido gerados!

Com relação aos textos de 1 Coríntios 12:10, 1 Coríntios 12:28 e 1 Coríntios. 14:10 que dizem respeito a tipos de línguas, ou idiomas, Harris comenta:

No entanto, mesmo nestes três versos alguns ainda podem argumentar que o sentido subjacente de derivação é encontrado, uma vez que línguas são divididas de acordo com nascimento [da pessoa]. Cada um fala a linguagem do próprio tipo ou de parentes de modo que ainda se encontra algum sentido de derivação dentro da palavra. Tipos de línguas significariam línguas com base em uma determinada parentela. Seria indicar as diferentes línguas do seu nascimento. Línguas são usadas com essa ideia em Apocalipse 7:9.

Existem diferentes nações, tribos e povos com base no nascimento, de modo que existem diferentes línguas com base em uma de tipo ou de nascimento.

[…]

Isto é tanto mais significativo quando percebemos que todas as línguas são derivadas daquelas poucas línguas criadas por Deus na Torre de Babel (Gênesis 11:1-7). E, em certo sentido, dependendo de como se define a palavra confundir em Gênesis 11:7, elas são todas descendentes de uma linguagem comum da terra no início da nossa história (Gênesis 11:1). De fato, a LXX [Septuaginta] usa a mesma palavra em Gen. 11:1 que é utilizado por Paulo em I Coríntios 14:10, a palavra φωνή [foné].

Assim, nestes últimos casos restantes, onde genos é traduzido em Inglês por Tipos, podemos ainda ver a conotação de derivação!

O artigo que segue dará continuidade às provas cumulativas do sentido bíblico de genes, com o tema:

Genes – sentido de derivação, procedência


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org



Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *