Image Map











quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Ter divindade torna alguém coigual a Jeová?



Fonte da ilustração: 
http://www.jw.org/pt/ensinos-biblicos/perguntas/jesus-filho-de-deus/

Fonte do artigo: A Serviço do Reino.


Uma das alegações trinitárias para dizer que Jesus é coigual ao Pai é o fato de ele ter natureza divina (ou divindade). Colossenses 2:9.

Mas, será que isso é uma alegação válida? Para entendermos o assunto, temos de primeiro definir o que é “divindade” (natureza divina). Assim, fica mais fácil saber se isso serve às afirmações trinitárias.


O que é natureza divina?

A forma mais fácil de entender o que é a natureza divina é fazendo um contraste com a natureza humana. O que é a natureza humana?

Ter natureza humana significa ter um corpo humano comum a toda a humanidade. Esse corpo humano é feito de carne e osso, basicamente falando.

A natureza divina é o contrário disso. Ter natureza divina (divindade) significa ter um corpo divino comum a todos os seres celestiais. Que tipo de corpo eles têm?

A Bíblia diz que os seres (pessoas) espirituais possuem ‘corpos espirituais’.  1 Coríntios 15:44 diz: “Se há corpo físico, há também um espiritual.”

A Bíblia diz que Jeová, o Pai, é espírito. (João 4:24) Também diz que os anjos são espíritos (Hebreus 1:7). Ou seja, Deus e os anjos têm um corpo espiritual.

E Jesus? Seguindo a lógica de que os outros seres celestiais, que incluem o Pai e os anjos, têm um corpo espiritual, Jesus também tem um corpo espiritual.

A cristandade rejeita essa afirmação de que Jesus tenha um corpo em forma de espírito. Segundo eles, ao ser ressuscitado, Jesus passou a ter um corpo carnal glorificado e ainda possui este corpo nos céus.

Mas isso contraria a Bíblia em dois pontos:

1) A Bíblia diz que a ressurreição de Jesus foi em um corpo espiritual. – 1 Pedro 3:18.

2) 1 Coríntios 15:50 diz que “carne e sangue”, ou seja, corpos com natureza humana, não podem ir para o céu.

E, antes que os trinitários se apressem a lançar o argumento de que Cristo tinha corpo humano quando apareceu aos apóstolos depois de sua ressurreição, já respondemos que Jesus fez o milagre da materialização, ou seja, assumiu ocasionalmente um corpo humano, assim como os anjos no passado, nos dias de Ló, já tinham feito isso.

Além disso, essa afirmação dos trinitários, de que Jesus tem um corpo carnal glorificado, entra em choque com a própria doutrina da Trindade, que afirma que as 3 pessoas são coiguais.

Ora, se Jesus tem um corpo carnal glorificado e o Pai e a suposta pessoa do espírito santo têm um corpo em espírito, já não há mais igualdade aí.

Jesus teria algo que as outras ‘duas pessoas’ não têm. Para os trinitários, seria melhor seguir a Bíblia e afirmar que Jesus, hoje nos céus, tem um corpo espiritual.

Então, quando a Bíblia fala em Filipenses 2 que Jesus assumiu a "forma de servo", ela quer dizer que ele largou seu corpo espiritual (“forma de Deus”) e passou a ter um corpo carnal humano, sendo totalmente humano.


Ter natureza divina implica coigualdade com o Pai?

A resposta é NÃO. Como vimos, os anjos têm divindade também, sem, contudo, serem iguais ao Pai, Jeová.

Além disso, em 1 Coríntios 15:50-54 e em 1 João 3:16, é dito que os humanos que irão para o céu vão ter a mesma natureza que Jesus e serão semelhantes à ele.

Em Colossenses 2:9, é mencionado que, em Jesus, habita corporalmente toda a plenitude da divindade (natureza divina). Mas vejamos a continuação no verso 10: “E, por estarem nele, que é o Cabeça de todo poder e autoridade, vocês RECEBERAM TODA A PLENITUDE.” – Colossenses 2:10, NVI.

Percebam que a plenitude da natureza divina de Jesus é dada aos servos fiéis. ISSO É MUITO RELEVANTE! É a Bíblia que diz isso, não os unitários.

Com isso concordam as palavras de 2 Pedro 1:4: “Por intermédio destas ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas VOCÊS SE TORNASSEM PARTICIPANTES DA NATUREZA DIVINA.”

CONCLUSÃO: Então Jesus, anjos e os salvos que vão para o céu podem ter divindade (corpo espiritual) e não ser coiguais ao Pai (o único Deus Todo Poderoso).

A alegação de que o fato de Jesus ter natureza divina o torna igual ao Pai é apenas mais um dos equívocos propagados erroneamente ao longo do tempo.



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




2 comentários:

  1. inclusive o texto de Efésios 3:19 diz:

    Efésios 3:19 e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus. (Nova Versão Internacional). ou conforme diz a Bíblia na Linguagem de Hoje: "Sim, embora seja impossível conhecê-lo perfeitamente, peço que vocês venham a conhecê-lo, para que assim Deus encha completamente o ser de vocês com a sua natureza."

    ResponderExcluir
  2. O texto deixou claro que os cristãos de Éfeso ficariam "cheios de toda a plenitude de Deus" (NVI) ou 'cheios da natureza de Deus". Será que agora vamos dizer que eles também fazem parte da Trindade? Muitos vão responder que não mas tenho certeza que se essas palavras fossem dirigidas a Jesus, usariam esta passagem para apoiar esta falsa doutrina como fazem usando Colossenses 2:9. Portanto, trinitários, reflitam bem nisto.

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *