Image Map











domingo, 16 de outubro de 2016

A Vida de Jesus – o Evangelho Unificado (parte 29)


Fonte da ilustração:
https://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/Jesus-o-Caminho-a-Verdade-e-a-Vida/O-grande-minist%C3%A9rio-de-Jesus-na-Galileia/Jesus-%C3%A9-o-p%C3%A3o-da-vida/
Controvérsia sobre o “pão do céu”
(João 6:22-7:1)
22 No dia seguinte, a multidão parada do outro lado do mar viu que não havia barco, exceto um pequeno, e que Jesus não tinha entrado no barco com seus discípulos, mas que apenas os discípulos tinham partido; 23 chegaram, porém, barcos de Tiberíades às proximidades do lugar onde haviam comido os pães, depois de o Senhor ter dado graças. 24 Portanto, quando a multidão viu que nem Jesus nem os seus discípulos estavam ali, entraram nos seus pequenos barcos e foram a Cafarnaum, para procurar Jesus.
25 Assim, quando o acharam do outro lado do mar, disseram-lhe: “Rabi, quando chegaste para cá?” 26 Jesus respondeu-lhes e disse: “Digo-vos em toda a verdade: Vós me procurais, não porque vistes sinais, mas porque comestes dos pães e ficastes satisfeitos. 27 Trabalhai, não pelo alimento que perece, mas pelo alimento que permanece para a vida eterna, que o Filho do homem vos dará; pois neste o Pai, sim, Deus, tem posto o seu selo [de aprovação].”
28 Disseram-lhe, portanto: “Que devemos fazer para realizar as obras de Deus?” 29 Em resposta, Jesus disse-lhes: “Esta é a obra de Deus, que exerçais fé naquele a quem Este enviou.” 30 Disseram-lhe, portanto: “O que, então, realizas como sinal, a fim de que [o] vejamos e acreditemos em ti? Que obra estás fazendo? 31 Nossos antepassados comeram o maná no ermo, assim como está escrito: ‘Ele lhes deu pão do céu para comer.’”[1] 32 Por isso, Jesus disse-lhes: “Digo-vos em toda a verdade: Moisés não vos deu o pão do céu, mas o meu Pai vos dá o verdadeiro pão do céu. 33 Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo.” 34 Disseram-lhe, portanto: “Senhor, dá-nos sempre este pão.”
35 Jesus disse-lhes: “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim, não terá mais fome, e quem exerce fé em mim, não terá mais sede. 36 Mas, eu vos tenho dito: Vós até mesmo me vistes, e, contudo, não credes. 37 Tudo o que o Pai me dá virá a mim, e aquele que vem a mim, eu de modo algum enxotarei; 38 porque desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. 39 Esta é a vontade daquele que me enviou, que eu não perca nada de tudo o que ele me tem dado, mas que eu o ressuscite no último dia. 40 Pois esta é a vontade de meu Pai, que todo aquele que observa o Filho e exerce fé nele tenha vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.”
41 Os judeus começaram, portanto, a resmungar contra ele, porque dissera: “Eu sou o pão que desceu do céu”; 42 e começaram a dizer: “Não é este Jesus, filho de José, cujo pai e mãe conhecemos? Como é que ele diz agora: ‘Eu desci do céu’?” 43 Em resposta, Jesus disse-lhes: “Parai de resmungar entre vós. 44 Ninguém pode vir a mim, a menos que o Pai, que me enviou, o atraia; e eu o ressuscitarei no último dia. 45 Está escrito nos Profetas: ‘E todos eles serão ensinados por Jeová.’[2] Todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim. 46 Não é que algum homem tenha visto o Pai, exceto aquele que é de Deus; este tem visto o Pai. 47 Eu vos digo em toda a verdade: Quem crê, tem vida eterna.
48 “Eu sou o pão da vida. 49 Vossos antepassados comeram o maná no ermo, e, não obstante, morreram. 50 Este é o pão que desce do céu, para que qualquer um possa comer dele e não morrer. 51 Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e, de fato, o pão que eu hei de dar é a minha carne a favor da vida do mundo.”
52 Portanto, os judeus começaram a contender entre si, dizendo: “Como pode este homem dar-nos sua carne para comer?” 53 Concordemente, Jesus disse-lhes: “Digo-vos em toda a verdade: A menos que comais a carne do Filho do homem e bebais o seu sangue, não tendes vida em vós mesmos. 54 Quem se alimenta de minha carne e bebe meu sangue tem vida eterna, e eu o hei de ressuscitar no último dia; 55 pois a minha carne é verdadeiro alimento, e o meu sangue é verdadeira bebida. 56 Quem se alimenta de minha carne e bebe meu sangue permanece em união comigo e eu em união com ele. 57 Assim como o Pai vivente me enviou e eu vivo por causa do Pai, também aquele que se alimenta de mim, sim, esse viverá por causa de mim. 58 Este é o pão que desceu do céu. Não é como quando os vossos antepassados comeram, e, não obstante, morreram. Quem se alimentar deste pão viverá para sempre.” 59 Estas coisas ele disse enquanto estava ensinando numa assembleia pública[3] em Cafarnaum.
60 Portanto, muitos dos seus discípulos, ao ouvirem isso, disseram: “Esta palavra é chocante; quem pode escutar isso?” 61 Mas Jesus, sabendo em si mesmo que seus discípulos estavam resmungando sobre isso, disse-lhes: “Causa-vos isso tropeço? 62 Que [seria], portanto, se observásseis o Filho do homem ascender para onde estava antes? 63 É o espírito que é vivificante; a carne não é de nenhum proveito. As declarações que eu vos tenho feito são espírito e são vida. 64 Mas, há alguns de vós que não creem.” Pois Jesus sabia desde [o] princípio quem eram os que não criam e quem era o que o havia de trair. 65 Prosseguiu assim a dizer: “É por isso que eu vos tenho dito: Ninguém pode vir a mim, a menos que isso lhe seja concedido pelo Pai.”
66 Devido a isso, muitos dos seus discípulos foram embora para as coisas [deixadas] atrás e não andavam mais com ele. 67 Portanto, Jesus disse aos doze: “Será que vós também quereis ir?” 68 Simão Pedro respondeu-lhe: “Senhor, para quem havemos de ir? Tu tens declarações de vida eterna; 69 e nós cremos e viemos a saber que tu és o Santo de Deus.” 70 Jesus respondeu-lhes: “Não escolhi eu a vós doze? Contudo, um de vós é um caluniador.” 71 Ele estava, de fato, falando de Judas, [filho] de Simão Iscariotes; porque este ia traí-lo, embora [fosse] um dos doze.
7 Então, depois destas coisas, Jesus continuava a percorrer a Galileia, porque não queria percorrer a Judeia, visto que os judeus buscavam matá-lo.

Explicação das siglas usadas:

w: revista A Sentinela. Os números em sequência indicam, respectivamente, o ano, o dia e o mês da publicação.


Notas:
[1] Sal. 78:24; 105:40.
[2] Isa. 54:13.
[3] Aqui, a expressão “assembleia pública”, no texto grego original, literalmente é “sinagoga”. É a mesma expressão que Jesus usou em João 18:20. – w79 1/3, p. 27, par. 17.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são baseadas na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.


Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org







5 comentários:

  1. Prezado irmão "AV", saudações!
    Eu preciso de um esclarecimento sobre o significado de uma palavra grega que está me dando "dor de cabeça".
    Acompanhando o Canal "a verdade é lógica" eu vi o irmão de lá usar contra um trinitarista o argumento irrefutável: "Se Jesus é o Deus, então QUEM É o Deus de Jesus, que o próprio cita em Apo 3:12 ?"
    Pois bem, o argumento é dizer que o próprio Jesus TEM um Deus acima dele.
    Mas lendo 1 Coríntios 15:24-26
    eu pude encontrar um ponto que possivelmente mostra a falta de precisão das traduções da cristandade quando o texto envolve dizer que Jesus tem o Deus acima dele. Nesse texto a TNM traduz "quando ele entregar o Reino ao seu Deus e Pai".
    Mas nas traduções da crsitandade o texto não traduz assim, dizendo que Jesus tem o "seu Deus". Eles simplesmente traduzem " a Deus o Pai".
    E vendo o texto em grego lá não consta a palavra "auton", que siginifica "seu", em "seu Deus". Mas o grego diz "o reino para o Deus e Pai":
    3588 [e]
    tēn
    τὴν
    the
    Art-AFS
    932 [e]
    basileian
    βασιλείαν
    kingdom
    N-AFS
    3588 [e]

    τῷ
    to the
    Art-DMS
    2316 [e]
    Theō
    Θεῷ
    God
    N-DMS
    2532 [e]
    kai
    καὶ
    and
    Conj
    3962 [e]
    Patri
    Πατρί ;
    Father
    N-DMS


    Então a minha dúvida é: Em que se baseia a TNM para traduzir "SEU Deus e PAi" ? A palavra "Patri" contem de alguma forma o significado "seu" ? Tem alguma diferença entre "Pater" e "Patri" ? Dependendo da resposta, isso pode ser mais uma evidência de como as traduções da cristandade contém erros, mas eles gostam de acusar a TNM. Muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado leitor:

      Sua pergunta rendeu um artigo. Em breve será publicado.
      Abraços.

      Excluir
  2. COMANDANTE VILA MARIA30 de outubro de 2016 12:30

    Que maravilha! Obrigado por responder e criar um artigo sobre o assunto! Eu já estava ficando triste pela falta de resposta! Mas valeu esperar! Obrigado!

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *