Image Map











terça-feira, 25 de abril de 2017

João 1:1 e a Septuaginta






Certo leitor escreveu:

Olá, apologista, como vai? Você fez um vídeo mostrando que a tradução “era um deus”, em João 1:1, é gramaticalmente correta. E no vídeo você faz paralelos com textos que possuem a mesma cláusula de João 1:1.  E isso é importante, pois mostra que a regra é válida. Por isso, seria bom você fazer uma análise de Salmo 82:6 na Septuaginta. 

Na Septuaginta, ΨΑΛΜΟΙ 81:6 (Salmo 81:6; que corresponde a Salmo 82:6), na parte “a” do versículo, está assim: γ επα Θεο στε [egò eîpa theoí este]; “Eu disse: Vocês são deuses’”; NM [2015] revisada.) Nesse caso, temos  Θεο (plural de theós) sem artigo e precedendo o verbo στε (segunda pessoa do plural do verbo eimí, “sois”). Seria o paralelo perfeito, pois se trata do mesmo verbo e do mesmo substantivo, só que no plural. Ninguém diria que os juízes eram Deuses como Jeová. Essa comparação iria ajudar muito. Sem contar que o grego da Septuaginta é o mesmo do “Novo Testamento”, o coiné.

Resposta:

De fato, o leitor está correto. O Salmo 82:6 (Salmo 81:6, na LXX [Septuaginta]) apresenta a mesma estrutura gramatical e os mesmos elementos que configuram a aplicação da regra de Cowell. Temos um substantivo anartro (sem artigo), no caso nominativo, na função predicativa, que precede o verbo, assim como a palavra theós (“DEUS”) na cláusula joanina em João 1:1, parte c, que reza literalmente: “deus era a palavra”, ou “deus era o verbo”.

Vejam os leitores a mesma estrutura gramatical nos dois textos:

João 1:1c:
καὶ  θεὸς  ἦν     λόγος
kaì theòs en ho lógos
                
Theós (“deus”) em João 1:1c: substantivo anartro (sem artigo), no caso nominativo, sendo um predicativo (não o sujeito da frase), e precedendo o verbo  en (“era”). Trata-se de um predicativo nominativo anartro pré-verbal (PNAPV).  Assim, temos:

Theós
 En
ho Lógos
Deus
Era
a Palavra
Substantivo
Anartro
Predicativo Nominativo
Verbo
Sujeito


Salmo 82:6 na Septuaginta:

             ἐγὼ εἶπα Θεοί ἐστε
καὶ υἱοὶ ὑψίστου πάντες·
egò eîpa theoì este kaì huioì hypsístou pántes.

Theoí (“deuses”): substantivo anartro (sem artigo), no caso nominativo, sendo um predicativo (não o sujeito da frase), e precedendo o verbo  στε (este, “sois”). Nesta frase, o sujeito existe, mas está oculto: ὑμεῖς (hymeîs, “vós”, ou “vocês”).

Assim, temos:

Theoí
Este
[hymeîs]
Deuses
Sois
[vós]
Substantivo
Anartro
Predicativo
Nominativo
Verbo
Sujeito oculto

No Salmo 82:6 (81:6, LXX) ninguém discute que a palavra “deuses” é um substantivo não definido (indefinido ou qualitativo), representando uma declaração jocosa contra os autodeificados juízes humanos, como que dizendo ironicamente a eles: ‘Vocês se acham deuses’, ou ‘vocês se acham divinos’, e NÃO ‘vocês são OS deuses’. Em outras palavras, tais juízes, que se achavam “deuses”, não eram diferentes de outros “deuses” (pessoas poderosas e influentes) inúteis honrados e adorados pelos homens, como o versículo seguinte passa a mostrar:

Mas vocês morrerão como os homens; cairão como qualquer outro príncipe!” – Salmo 82:7.

Em João 1:1c, a palavra theós (“deus”) aplicada ao Filho (o Lógos, [“Palavra”, ou “Verbo”]) também não é definida, trazendo à tona a sua qualidade divina e não a sua identidade. Em outras palavras, o texto não está afirmando que ‘o Verbo é O Deus’. Nem poderia afirmar isso, visto que, antes disso, afirma-se que ‘o Verbo estava com O Deus’. (Em grego a palavra theós (“deus”), quando aplicada ao Pai (Aquele com quem o Verbo estava) é um substantivo articulado (tem artigo definido), identificando a IDENTIDADE desse theós – como sendo o Deus Todo-Poderoso, o Deus Supremo.

O Verbo não poderia estar com O Deus e, ao mesmo tempo, ser O Deus! Não, no caso do “Verbo”, o que o texto quer dizer é que ele era “um deus” – tinha natureza – qualidade – divina.



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org





2 comentários:

  1. Bom dia Amado Apologista da Verdade! Lendo esse artigo sobre a relação entre o Salmo 82:6 na Septuaginta e João 1:1, eu tive os seguintes pensamentos, os quais peço que você corrija se eu estiver errado. É o seguinte:
    1. Não consegui ver uma relação forte entre as duas passagens. Não consegui porque o Salmo NATURALMENTE se afasta da conclusão a que João já se aproxima, para a visão trinitária. Quero dizer, o Salmo NATURALMENTE leva o leitor a entender que os personagens não podem ser confundidos com Jeová. E por que digo isso ? Simplesmente porque no Salmo se está falando de deuses, no PLURAL!...Ver mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vagner.

      Dum ponto de vista contextual, não há realmente ligação. Mas o artigo abordou a semelhança gramatical. Abraços!

      Excluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *