Image Map











domingo, 20 de agosto de 2017

A Vida de Jesus – o Evangelho Unificado (Parte 73)

Fonte da ilustração: jw.org
Jesus amaldiçoa figueira, expulsa mercadores; ouve-se a voz de Deus
(segunda-feira, 10 de nisã de 33 EC)
(Unificação dos textos de Mat. 21:18, 19a, 12, 13; Mar. 11:12-19; Luc. 19:45-48; João 12:20-50)
No dia seguinte, tendo eles saído de Betânia, ao voltar à cidade de manhã cedo, ficou com fome. E avistando de certa distância uma figueira à beira da estrada, que tinha folhas, dirigiu-se para ela, para ver se acharia nela algo. Mas, chegando-se a ela, não encontrou nada a não ser folhas, pois não era a estação dos figos.  Assim, como resposta, ele lhe disse: “Nunca mais venha de ti fruto algum.” E os seus discípulos estavam escutando.
Chegaram então a Jerusalém. Ali Jesus entrou no templo e principiou a lançar fora todos os que vendiam e compravam no templo, e derrubou as mesas dos cambistas e as bancas dos que vendiam pombas; e não deixou ninguém carregar qualquer utensílio através do templo, mas ensinava e dizia: “Está escrito: ‘Minha casa será chamada casa de oração para todas as nações.’[1] Mas vós fizestes dela um covil de salteadores.”[2] (Outrossim, ia diariamente ensinar no templo.)
Mas os principais sacerdotes, e os escribas, e os principais do povo ouviram isso, e começaram a procurar um meio de destruí-lo; pois estavam com temor dele, porque toda a multidão ficava continuamente assombrada com o seu ensino. Contudo, não achavam um meio eficiente de o fazer, pois o povo todo se apegava a ele para o ouvir.
Fonte da ilustração: jw.org
(João 12:20-50)
20 Ora, havia alguns gregos entre os que subiram para adorar na festividade.[3] 21 Estes, portanto, chegaram-se a Filipe, que era de Betsaida da Galileia, e começaram a solicitar-lhe, dizendo: “Senhor, queremos ver Jesus.” 22 Filipe veio e o disse a André. André e Filipe vieram e o disseram a Jesus.
23 Mas Jesus respondeu-lhes, dizendo: “Chegou a hora para o Filho do homem ser glorificado. 24 Eu vos digo em toda a verdade: A menos que o grão de trigo caia ao solo e morra, permanece apenas um só [grão]; mas, se morre, então dá muito fruto. 25 Quem estiver afeiçoado à sua alma, destruí-la-á, mas quem odiar a sua alma neste mundo, protegê-la-á para a vida eterna. 26 Se alguém quiser ministrar-me, siga-me, e onde eu estiver, estará também o meu ministro. Quem quiser ministrar-me, a este o Pai honrará. 27 Minha alma está aflita agora, e que hei de dizer? Pai, salva-me desta hora. Não obstante, foi por isso que vim a esta hora. 28 Pai, glorifica o teu nome.” Saiu, portanto, uma voz do céu: “Eu tanto [o] glorifiquei como [o] glorificarei de novo.”
29 Por isso, a multidão parada ali e ouvindo-o começou a dizer que tinha trovejado. Outros começaram a dizer: “Um anjo lhe falou.” 30 Em resposta, Jesus disse: “Esta voz ocorreu, não por minha causa, mas por vossa causa. 31 Agora há um julgamento deste mundo; agora será lançado fora o governante deste mundo. 32 Contudo, eu, quando for erguido da terra, atrairei a mim toda sorte de homens.” 33 Dizia isso realmente para indicar de que sorte de morte estava para morrer. 34 Portanto, a multidão respondeu-lhe: “Ouvimos da Lei que o Cristo permanece para sempre;[4] e como é que tu dizes que o Filho do homem tem de ser erguido? Quem é este Filho do homem?” 35 Jesus disse-lhes, portanto: “A luz estará entre vós por mais um pouco de tempo. Andai enquanto tendes a luz, para que não vos vença a escuridão; e, quem anda na escuridão, não sabe para onde vai. 36 Enquanto tendes a luz, exercei fé na luz, a fim de que vos torneis filhos da luz.”
Jesus falou estas coisas e foi embora, e escondeu-se deles. 37 Mas, embora tivesse realizado tantos sinais na frente deles, não depositavam fé nele, 38 de modo que se cumpriu a palavra de Isaías, o profeta, que disse: “Jeová, quem depositou fé na coisa ouvida por nós? E quanto ao braço de Jeová, a quem tem sido revelado?”[5] 39 A razão por que não podiam crer é que Isaías disse novamente: 40 “Cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes os corações, para que não vissem com os seus olhos, nem compreendessem o pensamento com os seus corações, nem se voltassem e eu os sarasse.”[6] 41 Isaías disse estas coisas, porque viu a sua glória e falou dele. 42 De qualquer modo, muitos dos próprios governantes depositavam realmente fé nele, mas, por causa dos fariseus, não [o] confessavam, a fim de que não fossem expulsos da sinagoga; 43 pois amavam mais a glória dos homens do que mesmo a glória de Deus.
44 No entanto, Jesus clamou e disse: “Quem depositar fé em mim, deposita fé, não [somente] em mim, mas [também] naquele que me enviou; 45 e quem me observar, observa [também] aquele que me enviou. 46 Eu vim como luz ao mundo, a fim de que todo aquele que depositar fé em mim não permaneça na escuridão. 47 Mas, se alguém ouvir as minhas declarações e não as guardar, eu não o julgo; pois não vim julgar o mundo, mas salvar o mundo. 48 Quem me desconsiderar e não receber as minhas declarações, tem quem o julgue. A palavra que eu tenho falado é que o julgará no último dia; 49 porque não falei de meu próprio impulso, mas o próprio Pai que me enviou tem-me dado um mandamento quanto a que dizer e que falar. 50 Sei também que o seu mandamento significa vida eterna. Portanto, as coisas que eu falo, assim como o Pai mas disse, assim [as] falo.”
E sempre que ficava tarde no dia, saíam da cidade.

Explicação das siglas usadas:
EC: Era Comum.
it: obra Estudo Perspicaz das Escrituras, publicada pelas Testemunhas de JeováO número em sequência indica o volume.

Notas:
[1] Isa. 56:7.
[2] Jer. 7:11.
[3] Evidentemente eram prosélitos gregos da religião judaica. – It-2, p. 261.
[4] Sal. 89:36; 110:4; Isa. 9:7.
[5] Isa. 53:1.
[6] Isa. 6:10.


O texto acima unificado da Bíblia Sagrada é baseado na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.


Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org






Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *