Image Map











domingo, 17 de setembro de 2017

A Vida de Jesus – o Evangelho Unificado (Parte 77)

Fonte da ilustração: jw.org
(terça-feira, 11 de nisã de 33 EC)
Jesus denuncia fortemente os líderes judeus
(Unificação de Mat. 23:1-39; Mar. 12:38-40; Luc. 20:45-47)
Então, enquanto todo o povo estava escutando, Jesus disse aos discípulos: “Os escribas e os fariseus sentaram-se no assento de Moisés. Portanto, todas as coisas que eles vos dizem, fazei e observai, mas não façais segundo as ações deles, pois dizem, mas não realizam. Amarram cargas pesadas e as põem nos ombros dos homens, mas eles mesmos não estão dispostos nem a movê-las com o dedo.
“Acautelai-vos dos escribas. Fazem todas as suas obras para serem observados pelos homens; pois ampliam as suas caixinhas com textos, que usam como proteção, e alargam as orlas de suas vestes. Querem andar de vestes compridas e gostam dos cumprimentos nas feiras, e dos primeiros assentos nas sinagogas e dos lugares mais destacados nas refeições noturnas, e de ser chamados Rabi pelos homens. Estes são os que devoram as casas das viúvas, e que, por pretexto, fazem longas orações; estes receberão um julgamento mais pesado.
Proclama sete ‘ais’ contra eles (Mat. 23:8-39)
8 Mas vós, não sejais chamados Rabi, pois um só é o vosso instrutor, ao passo que todos vós sois irmãos. 9 Além disso, não chameis a ninguém na terra de vosso pai, pois um só é o vosso Pai, o Celestial. 10 Tampouco sejais chamados ‘líderes’, pois o vosso Líder é um só, o Cristo. 11 Mas o maior dentre vós tem de ser o vosso ministro. 12 Quem se enaltecer, será humilhado, e quem se humilhar, será enaltecido.
13 “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque fechais o reino dos céus diante dos homens; pois, vós mesmos não entrais, nem deixais entrar os que estão em caminho para entrar. 14 ——
15 “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque percorreis o mar e a terra seca para fazer um prosélito, e, quando se torna tal, fazeis dele objeto para a Geena duas vezes mais do que vós mesmos.
16 “Ai de vós, guias cegos, que dizeis: ‘Se alguém jurar pelo templo, isto não é nada; mas, se alguém jurar pelo ouro do templo, ele está sob obrigação.’ 17 Tolos e cegos! O que, de fato, é maior, o ouro ou o templo que santifica o ouro? 18 Também: ‘Se alguém jurar pelo altar, isso não é nada; mas, se alguém jurar pela dádiva nele, ele está sob obrigação.’ 19 Cegos! O que, de fato, é maior, a dádiva ou o altar que santifica a dádiva? 20 Portanto, quem jurar pelo altar, está jurando por ele e por todas as coisas sobre ele; 21 e quem jurar pelo templo, está jurando por ele e por aquele que habita nele; 22 e quem jurar pelo céu, está jurando pelo trono de Deus e por aquele que está sentado nele.
23 “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque dais o décimo da hortelã, e do endro,[1] e do cominho,[2] mas desconsiderastes os assuntos mais importantes da Lei, a saber, a justiça, a misericórdia e a fidelidade.[3] Estas eram as coisas obrigatórias a fazer, sem, contudo, desconsiderar as outras.[4] 24 Guias cegos, que coais o mosquito, mas engolis o camelo!
25 “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque limpais por fora o copo e o prato, mas por dentro estão cheios de saque e de intemperança.[5] 26 Fariseu cego, limpa primeiro por dentro o copo e o prato, para que também por fora se torne limpo.
27 “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque vos assemelhais a sepulcros caiados, que por fora, deveras, parecem belos, mas que por dentro estão cheios de ossos de mortos e de toda sorte de impureza. 28 Do mesmo modo, vós também, deveras, pareceis por fora justos aos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e do que é contra a lei.
29 “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque construís os sepulcros dos profetas e decorais os túmulos memoriais dos justos, 30 e dizeis: ‘Se nós estivéssemos nos dias de nossos antepassados, não seríamos parceiros deles no sangue dos profetas.’ 31 Portanto dais testemunho contra vós mesmos de que sois filhos daqueles que assassinaram os profetas. 32 Pois bem, enchei a medida de vossos antepassados.
33 “Serpentes, descendência de víboras, como haveis de fugir do julgamento da Geena? 34 Por esta razão eu vos estou enviando profetas, e sábios, e instrutores públicos.[6] A alguns deles matareis e pregareis em estacas, e a outros deles açoitareis nas vossas sinagogas e perseguireis de cidade em cidade; 35 para que venha sobre vós todo o sangue justo derramado na terra, desde o sangue do justo Abel até o sangue de Zacarias[7], filho de Baraquias[8], a quem assassinastes entre o santuário e o altar. 36 Deveras, eu vos digo: Todas essas coisas virão sobre esta geração.
37 “Jerusalém, Jerusalém, matadora dos profetas e apedrejadora dos que lhe são enviados — quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, assim como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo de suas asas! Mas vós não o quisestes. 38 Eis que a vossa casa vos fica abandonada. 39 Pois eu vos digo: De modo algum me vereis doravante, até que digais: ‘Bendito aquele que vem em nome de Jeová!’”
Jesus elogia a contribuição da viúva
(Unificação de Mar. 12:41-44; Luc. 21:1-4)
E ele se assentou, tendo os cofres do tesouro ao alcance da vista. Erguendo então os olhos, começou a observar como a multidão lançava dinheiro nos cofres do tesouro; e viu muitos ricos lançarem muitas moedas [como] suas dádivas nos cofres do tesouro.  Veio então uma viúva pobre e necessitada [e] lançou neles duas pequenas moedas de muito pouco valor. Ele chamou então a si os discípulos e lhes disse: “Eu vos digo verazmente: Esta viúva, embora pobre, lançou neles mais do que todos estes que lançam dinheiro nos cofres do tesouro. Porque todos estes lançaram neles dádivas do que lhes sobrava, mas esta mulher, de sua carência, lançou neles tudo o que tinha, todo o seu meio de vida.”

Explicação das siglas usadas:
EC: Era Comum.
it: obra Estudo Perspicaz das Escrituras, publicada pelas Testemunhas de JeováO número em sequência indica o volume.

Notas:
[1] Gr.: á·ne·thon. Planta herbácea, parecida ao anis, que atinge a altura de uns 50 cm, com folhas verde-claras de talho fino, e umbela de pequenas flores amarelas. É cultivada por suas sementes aromáticas, muito apreciadas para condimentar alimentos, e também como remédio para tratamento de males estomacais. – It-1, p. 809.
[2] Hebr.: kam·món, gr.: ký·mi·non. O cominho (Cuminum cyminum) é da família da cenoura ou da salsa, crescendo até uns 30 a 60 cm, tendo folhas longas, delgadas e umbelas (inflorescências parecidas a um buquê) de pequenas flores rosadas ou brancas, que brotam nas pontas dos ramos voltados para cima. A planta é mais conhecida pelas suas sementes pungentemente aromáticas, usadas no Oriente Médio e em outros países como especiaria para aromatizar pão, bolos, cozidos e até mesmo licores. – It-1, p. 534.
[3] Miq. 6:8; Sof. 2:3; Os. 6:6; Hab. 3:4.
[4] Lev. 27:30; Deut. 14:22.
[5] Falta de temperança (Qualidade ou virtude de quem modera apetites e paixões.) – Dicionário Aurélio.
[6] Gr.: gram·ma·teús. Tal palavra grega é, em geral, vertida por “escriba”, quando a referência é ao grupo religioso judaico conhecido como escribas, mas é traduzida “instrutor público” quando a passagem se refere aos discípulos de Jesus. – It-2, p. 408.
[7] “Jeová lembrou-se”. Filho do sumo sacerdote Jeoiada. Zacarias, primo do infiel Rei Jeoás, advertiu o povo de seu desvio espiritual. O povo, com participação de Jeoás, assassinou Zacarias. (2 Crô. 24:17-22, 25) No primeiro século EC, Crônicas era o último livro do cânon das Escrituras Hebraicas. De modo que a frase de Jesus, ‘desde Abel até Zacarias’, era similar à expressão: “Desde Gênesis até Apocalipse.” – It-3, p. 807.
[8] “Jeová Abençoou”. Jeoiada talvez tivesse dois nomes. (Compare Mat. 9:9 com Mar. 2:14; Mat. 10:2, 3) – It-1, p. 307. 


O texto acima unificado da Bíblia Sagrada é baseado na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.


Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org






Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *