Image Map











domingo, 18 de fevereiro de 2018

A Vida de Jesus – o Evangelho Unificado (Parte 99)


Fonte da ilustração: Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra, p. 144, publicado pelas Testemunhas de Jeová.

Aparecimentos de Jesus após sua ressurreição
2.º aparecimento (João 20:11-17)
11 Maria, porém, ficou parada do lado de fora, perto do túmulo memorial, chorando. Então, enquanto chorava, inclinou-se para a frente a fim de olhar para dentro do túmulo memorial 12 e observou dois anjos, de branco, sentados um à cabeceira e outro aos pés do lugar onde o corpo de Jesus estivera deitado. 13 E disseram-lhe: “Mulher, por que estás chorando?” Ela lhes disse: “Retiraram o meu Senhor, e não sei onde o deitaram.” 14 Depois de dizer estas coisas, ela se voltou e observou Jesus em pé, mas não discernia que era Jesus. 15 Jesus disse-lhe: “Mulher, por que estás chorando? A quem estás procurando?” Ela, imaginando que fosse o jardineiro, disse-lhe: “Senhor, se tu o levaste embora, dize-me onde o deitaste, e eu o retirarei.” 16 Jesus disse-lhe: “Maria!” Dando meia-volta, ela disse-lhe, em hebraico: “Rabôni!”[1] (que significa “Instrutor!”). 17 Jesus disse-lhe: “Para de agarrar-te a mim. Porque ainda não ascendi para junto do Pai. Mas, vai aos meus irmãos e dize-lhes: ‘Eu ascendo para junto de meu Pai e vosso Pai, e para meu Deus e vosso Deus.’”
[As mulheres] lembraram-se assim das suas declarações, e relataram todas estas coisas aos onze e a todo o resto. Maria Madalena veio e trouxe a notícia aos discípulos: “Tenho visto o Senhor!” e que ele lhe dissera essas coisas. [As mulheres] eram Maria Madalena e Joana, e Maria, mãe de Tiago. Também as demais mulheres com elas estavam contando estas coisas aos apóstolos. No entanto, estas declarações pareciam-lhes tolice e não acreditavam nas mulheres.
3.º e 4.º aparecimentos (Luc. 24:12-35)
 [[12 Mas Pedro levantou-se e correu para o túmulo memorial, e, inclinando-se para a frente, viu somente as faixas. Ele foi assim embora, perguntando-se o que tinha ocorrido.]][2]
13 Mas, eis que naquele mesmo dia dois deles estavam caminhando para uma aldeia, cerca de onze quilômetros distante de Jerusalém, de nome Emaús,[3] 14 e estavam conversando entre si sobre todas essas coisas que tinham acontecido.
15 Ora, enquanto conversavam e palestravam, aproximou-se o próprio Jesus e começou a andar com eles; 16 mas os olhos deles foram impedidos de reconhecê-lo. 17 Ele lhes disse: “Que assuntos são estes que debateis entre vós enquanto estais caminhando?” E eles ficaram parados de rostos tristes. 18 Em resposta disse-lhe aquele que tinha o nome de Cléopas:[4] “Moras sozinho, como forasteiro, em Jerusalém, e não sabes as coisas que ocorreram nela nestes dias?” 19 E ele lhes disse: “Que coisas?” Disseram-lhe: “As coisas a respeito de Jesus, o nazareno, que se tornou profeta poderoso em obras e palavra perante Deus e todo o povo; 20 e como os nossos principais sacerdotes e governantes o entregaram à sentença de morte e o pregaram numa estaca. 21 Mas nós esperávamos que este [homem] fosse o destinado a livrar Israel; sim, e além de todas estas coisas, este já é o terceiro dia desde que essas coisas ocorreram. 22 Além disso, certas mulheres dentre nós também nos assombraram, porque tinham ido cedo ao túmulo memorial, 23 mas, não achando seu corpo, voltaram dizendo que tiveram também uma visão sobrenatural de anjos, que disseram que ele estava vivo. 24 Ademais, alguns dos que estavam conosco foram ao túmulo memorial; e acharam que era assim, exatamente como as mulheres disseram, mas não o viram.”
25 Disse-lhes assim: “Ó insensatos e vagarosos de coração no que se refere a crer em todas as coisas faladas pelos profetas! 26 Não era necessário que o Cristo sofresse estas coisas e que entrasse na sua glória?” 27 E, principiando por Moisés e por todos os Profetas, interpretou-lhes em todas as Escrituras as coisas referentes a si mesmo.
28 Por fim chegaram perto da aldeia para a qual caminhavam, e ele fez como se fosse caminhar mais para diante. 29 Mas eles exerceram pressão sobre ele, dizendo: “Fica conosco, porque já está anoitecendo e o dia já está declinando.” Em vista disso, entrou para ficar com eles. 30 E, ao se recostar com eles à mesa, tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e começou a dar-lho. 31 Com isso abriram-se-lhes plenamente os olhos e o reconheceram; e ele desapareceu de diante deles. 32 E disseram um ao outro: “Não se nos abrasavam os corações quando nos falava na estrada, ao nos abrir plenamente as Escrituras?” 33 E eles se levantaram naquela mesma hora e voltaram a Jerusalém, e acharam reunidos os onze e os com eles, 34 que diziam: “O Senhor foi de fato levantado e apareceu a Simão!” 35 Eles mesmos relataram então os [eventos ocorridos] na estrada e como foi reconhecido por eles pelo partir do pão.

Explicação das siglas usadas:

A     Códice Alexandrino, grego, quinto século EC [Era Comum], Museu Britânico, E.H., E.G. [Escrituras Hebraicas, Escrituras Gregas.]

א     (Álefe) Códice Sinaítico, grego, quarto século EC, Museu Britânico, E.H., E.G.

B       Ms. Vaticano 1209, gr., quarto séc. EC, Cidade do Vaticano, Roma, E.H., E.G.

D       Códices Bezae, gr. e lat., quinto e sexto séc. EC, Cambridge, Inglaterra, E.G.

It      Antigas Versões Latinas, Itala, do segundo ao quarto séc. EC; E.H., E.G.

it: obra Estudo Perspicaz das Escrituras, publicada pelas Testemunhas de JeováO número em sequência indica o volume.

P75    Papiro Bodmer 14, 15, grego, c. 200 EC, Genebra, E.G.

Sy, Syp  Peshitta (Pesito) siríaca, aram. cristã, originalmente produzida no quinto séc. EC (editada por S. Lee, Londres, 1826, e reimpressa pelas United Bible Societies [Sociedades Bíblicas Unidas], 1979).

Vg      Vulgata latina, de Jerônimo, originalmente produzida em c. 400 EC (Iuxta Vulgatam Versionem, Württembergische Bibelanstalt, Stuttgart, 1975).

W       Freer Gospels, quinto séc. EC, Washington, DC, EUA.

Notas: 
[1] Palavra semítica que significa “Meu Instrutor”. (Mar. 10:51) Pode ser que fosse uma forma mais respeitosa do que “Rabi”, título este que significa “Instrutor”, ou que transmitisse mais calor humano. (João 1:38) No entanto, quando João escreveu, talvez o sufixo (i) da primeira pessoa, acrescentado a esta palavra, tivesse perdido seu significado especial no título, uma vez que João o traduz como significando simplesmente “Instrutor”. (João 20:16) – It-3, p. 372.
[2] As palavras entre colchetes duplos aparecem em P75אABWVgSy. Mas são omitidas em DItmss. É possível que seja um erro de cópia, transcrito de João 20:6. Ou pode ser que, após o relato das mulheres, Pedro tenha voltado ao túmulo. Se assim for, pode ser que, após isso, Jesus lhe tenha aparecido, conforme os versículos 33 e 34.
[3]  “Sessenta estádios” (7,5 milhas romanas [11 km]) Como localização, sugere-se El-Qubeiba. Todavia, qualquer identificação final é atualmente impossível. – It-1, p. 803.
[4] Possivelmente uma contração de Cleópatro, significando “Famoso Pai”. Este nome grego, Cléopas, não deve ser confundido com Clopas, nome aramaico. (Jo 19:25) – It-1, p. 520.


O texto acima unificado da Bíblia Sagrada é baseado na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.


Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org






Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *