Image Map











domingo, 27 de janeiro de 2019

“Que absorvam conhecimento” ou “que conheçam a ti”? (João 17:3)


Fonte: jw.org


Um leitor perguntou:

Apologista, qual a tradução mais exata de João 17:3? A da Tradução do Novo Mundo antiga ou a da Tradução do Novo Mundo revisada? 

 Resposta:

 A palavra grega traduzida em João 17:3 por ‘absorver conhecimento’ ou ‘conhecer’ é uma forma do verbo gi•nó•sko. O sentido básico de gi•nó•sko é “conhecer”, mas essa palavra grega tem várias nuanças de sentido. Observe as seguintes definições:

GINŌSKŌ (γινώσκω) significa estar assimilando conhecimento, chegar a conhecer, reconhecer, entender ou entender completamente. – Expository Dictionary of New Testament Words, de W. E. Vine (Negrito acrescentado.)

Portanto, traduzir gi•nó•sko por ‘absorver conhecimento’ está de acordo com o sentido amplo deste verbo grego. Num estudo sobre as várias nuanças de sentido dessa palavra, o renomado lexicógrafo James Hope Moulton declarou: “O presente simples, γινώσκειν [ginóskein], é contínuo, ou seja, ‘estar absorvendo conhecimento’.” — A Grammar of New Testament Greek. (Negrito acrescentado.)

A obra “Análise Gramatical do Novo Testamento Grego” (em inglês) explica que gi•nó•sko, conforme aparece em João 17:3, “subentende um processo contínuo”. Há outro comentário sobre essa palavra grega em “Estudos de Palavras do Novo Testamento”, de Marvin R. Vincent (em inglês). Ele diz: “A vida eterna consiste em conhecimento, ou melhor, na busca de conhecimento, visto que o tempo presente marca uma continuação, uma percepção progressiva.” A obra de A. T. Robertson, “Figuras de Linguagem no Novo Testamento” (em inglês) sugere que se traduza essa palavra por “deve prosseguir em conhecer”.

Portanto, as palavras de Jesus, em João 17:3, no grego original, dão a entender um esforço contínuo para se chegar a conhecer o verdadeiro Deus e seu Filho, Jesus Cristo. A tradução da Bíblia de R. F. Weymouth, intitulada The New Testament in Modern Speech, faz a seguinte observação no pé da página: “Que te conheçam: ou, como o tempo verbal implica, um conhecimento sempre crescente de.”

No comentário de Marvin R. Vincent a  respeito de João 17:3, ele diz:

É notório que a vida eterna consiste em conhecimento, ou antes, à busca do conhecimento, visto que o tempo presente marca uma continuação, uma percepção progressiva de Deus em Cristo. A fim de que aprendam a conhecer. – Word Studies in the New Testament, 2.º volume, set., por McDonald Publishing Company, Mc Lean, Virginia, página 495. (Negrito acrescentado.)


The Interpreters Bible declara a respeito deste mesmo verso:

Vida eterna (vs. 3), a summum bonum [bem maior] neste evangelho, assim como o Reino de Deus é nos sinópticos, consiste no conhecimento de Deus; contudo, não o conhecimento estático dos gnósticos, mas um conhecimento progressivo, “aprendendo a te conhecer”.

A obra  International Critical Commentary (St John, vol. II, J. H. Bernard, Edinburgh, T & T Clark, 1928, p. 561) afirma:

[…] o tempo presente (GINWSKWSIN) destaca este crescimento contínuo no conhecimento de Deus, que é característica da vida espiritual, assim como o crescimento físico é característica da vida corporal. (Negrito acrescentado.)

Word Pictures of the New Testament, de Robertson, declara: “[…] que conheçam (ginwskwsin). Presente ativo do subjuntivo com ina (clausula do sujeito), ‘que continuem conhecendo’.” – Negrito acrescentado.

E o Professor Tasker, em The Gospel of John, An Introduction and Commentary (Tydale NT Commentaries, p. 191, em  “Notas adicionais”) destaca: “[João 17:]3. Que te conheçam. Em grego o verbo está no subjuntivo do presente indicando que o conhecimento é uma experiência crescente.” – Negrito acrescentado.

Conclusão

O verbo  γινώσκωσιν (ginóskosin), que literalmente significa “que estejam conhecendo”, pode ser vertido de ambas as formas – “que absorvam conhecimento” e “que te conheçam”. A primeira forma de traduzir destaca a ação contínua do verbo grego, ao passo que a segunda forma de traduzir sintetiza a ação de conhecer, porém, não impedindo a interpretação de que conhecer a Deus seja uma ação contínua. A Tradução do Novo Mundo revisada 2015, que prefere a forma simples “que conheçam a ti”, explica na nota de rodapé: “Ou: ‘que assimilem conhecimento de ti’. O verbo grego indica ação contínua.”


Este artigo foi produzido tendo por base o artigo João 17:3 – ‘absorvam conhecimento” ou “que te conheçam’?”, do site Tradução do Novo Mundo Defendida. 



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.




Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *