Image Map











sábado, 21 de setembro de 2019

Encorajando um cristão fisicamente doente


Fonte: jw.org


Um leitor escreveu expressando sua situação de estar vivendo com uma terrível enfermidade, nas palavras abaixo:

“Há muito tempo acompanho seu site. Já me ajudou em inúmeras ocasiões no meu ministério. Parabéns pelo excelente trabalho!

“Estou lhe escrevendo, irmão, não por uma pergunta bíblica, mas por uma questão muito pessoal que vem me atormentando.”

Após isso, esse leitor passou a relatar seu sofrimento devido a uma “doença dolorosa”, que o levou a questionar se Jeová realmente se importa com ele, e se o amor e a lealdade dele a Jeová são mais fortes do que a dor.

Resposta do apologista da verdade:

Querido irmão:

Considerei com vivo interesse seu e-mail. Agradeço muito suas expressões de apreço pelos artigos do meu site. Fico radiante de que os artigos lhe têm sido de ajuda. Também, lamento muito seu estado de doença.

Quanto a seus questionamentos nos momentos de dor e exaustão, lembremo-nos de que fiéis servos de Deus no passado também fizeram o mesmo ou tomaram ações irrefletidas que em situação emocional e mental normal jamais fariam. Observe os exemplos disso nos textos abaixo:

“Mas, quando penso: ‘Vou esquecer o SENHOR e não falarei mais em seu nome’, então a tua mensagem fica presa dentro de mim e queima como fogo no meu coração. Estou cansado de guardá-la e não posso mais aguentar.” – Jeremias 20:9, NTLH.

Por encontrar muita resistência, Jeremias ficou temporariamente desanimado.
Fonte: jw.org

“Por isso, não posso ficar calado. Estou aflito, tenho de falar, preciso me queixar, pois o meu coração está cheio de amargura.” – Jó 7:11, NTLH.

“Eu detesto a minha vida! Vou desabafar as minhas queixas. Vou falar na minha amargura. Direi a Deus: ‘Não me declares culpado. Diz-me por que me condenas. Tens alguma vantagem em oprimir, em desprezar o trabalho das tuas mãos, enquanto favoreces os conselhos dos maus?” – Jó 10:1-3.

O sofrimento de Jó o levou a falar irrefletidamente.
Fonte: jw.org

“Pedro estava sentado do lado de fora, no pátio, e uma serva se aproximou dele e disse: ‘Você também estava com Jesus, o galileu!’ Mas ele negou perante todos, dizendo: ‘Não sei do que você está falando.’” – Mateus 26:69, 70.

“Os sentimentos do coração humano, tanto a tristeza quanto a alegria, só são conhecidos por quem sente; ninguém pode ver, conhecer ou sentir as emoções de outra pessoa.” – Provérbios 14:10, ABV.

Jeová não levou em conta tais ações e expressões irrefletidas, pois ele nos conhece no íntimo. Doenças dolorosas muitas vezes distorcem o raciocínio sadio, e podem fazer a pessoa pensar, sentir, dizer ou agir de forma que não faria numa situação normal.

Mas Jeová sabe o que somos na essência. Sua Palavra nos assegura: “Quanto a Jeová, ele vê o que o coração é.” (1 Samuel 16:7) Ele sabe que essas manifestações vêm de um espírito atribulado. Ele é o nosso maior Amigo, e, afinal de contas, um amigo de verdade confia em nós! Ele nos vê como um todo. Ele não isola essas expressões irrefletidas, desconsiderando o todo – o maravilhoso histórico que seus servos têm. Pois isso seria por demais desamoroso, e Deus é amor! – 1 João 4:8.

O mesmo estado emocional e mental que faz uma pessoa agir de forma irrefletida também a faz ficar demasiadamente pesarosa pelo que ela fez, gerando um terrível conflito interno. No entanto, somos assegurados pelas inspiradas palavras do idoso e experiente apóstolo João: “Diante de Deus poderemos tranquilizar nossa consciência; e isso, mesmo que a nossa consciência nos condene, porque Deus é maior do que a nossa consciência, e ele conhece todas as coisas.” – 1 João 3:19, 20, BP.

Assim, Jeová SABE que tais expressões e ações não representam o que realmente somos. O nosso próprio histórico de fé e perseverança é um retumbante testemunho do que realmente somos. Ele vê além da superfície. Ele é inteiramente leal. Jamais nos abandona, muito menos em nossos momentos mais difíceis. Sobre isso, note os textos abaixo:

“Não sobreveio a vocês nenhuma tentação a não ser as que são comuns aos homens. Mas Deus é fiel, e ele não deixará que vocês sejam tentados além do que podem suportar; mas, quando vier a tentação, ele também providenciará a saída, para que a possam suportar.” – 1 Coríntios 10:13.

“Quem realmente não te temerá, Jeová, e não glorificará o teu nome? Pois só tu és leal. Todas as nações virão e adorarão diante de ti, porque os teus justos decretos foram revelados.” – Apocalipse 15:4.

“Ninguém é como tu, ó Jeová. Tu és grande, e o teu nome é grande e poderoso.” – Jeremias 10:6.

Um amoroso enfermeiro que cuida de alguém muito doente entende perfeitamente que as demonstrações de raiva, irritação, palavras duras lançadas contra o próprio enfermeiro não refletem o que o doente realmente é nem o que tal doente faria se estivesse são. Se um mero humano imperfeito consegue ter essa consciência e compreensão, quanto mais o Ser mais Sábio e Amoroso que existe! – Romanos 16:27.

Enfermeira ajudando doente.

Portanto, querido irmão, saiba com certeza que Jeová está contigo o tempo todo, olhando-o com muita afeição e carinho, estendendo-lhe a mão para lhe dar forças para suportar tal provação enquanto ela durar. E, quem sabe, para refiná-lo para maiores atividades espirituais no futuro. Jeová descreve seu retumbante amor nas emocionantes palavras de Isaías 49:15, 16, onde ele declara: “Será que uma mulher pode se esquecer do seu bebê, e não sentir compaixão pelo filho do seu ventre? Mesmo que essas mulheres se esquecessem, eu nunca me esqueceria de você. Veja! Gravei você na palma das minhas mãos!”

O amor de Deus por nós é muito superior ao amor de mãe.
Fonte: jw.org

Estarei orando por ti.

Seu irmão, com profundo afeto,

O apologista da verdade.

Resposta do leitor:

Muito obrigado, amado irmão, por suas palavras de encorajamento! Não tens ideia do quanto me ajudou!

Pois, se um deles cai, o outro pode ajudar seu companheiro a se levantar. Mas o que acontecerá com aquele que cai e não tem ninguém para ajudá-lo a se levantar?” – Eclesiastes 4:10.

“Quem reanima outros será ele mesmo reanimado.” – Provérbios 11:25b.

Recebi sua mensagem como se fora de um anjo de Jeová (Lucas 22:43).

Como eu queria dar-lhe um abraço! Se eu não tiver oportunidade de fazê-lo neste velho sistema, fá-lo-ei no Novo. Lembrei-me de uma música do jw broadcasting: “Mesmo sem te conhecer, te amo de coração.”

Oro para que Jeová o abençoe e a sua família.

“Que Jeová o abençoe e o proteja. Que Jeová faça brilhar a Sua face sobre você e o favoreça. Que Jeová olhe com bondade para você e lhe dê paz.” – Números 6:24-26.

“Amado, oro para que tudo continue correndo bem com você e que tenha boa saúde, assim como você está bem agora.” – 3 João 2.

Resposta do apologista:

Fico muito contente de saber que pude ser usado por Jeová para lhe dar algum encorajamento. Sinta-se à vontade para me escrever quando desejar. Assim, poderemos “nos encorajarmos mutuamente por meio da nossa fé, tanto a sua como a minha.” – Romanos 1:12.

Agradeço muito suas orações a meu favor e a favor de minha família. Pode contar também com as minhas orações a seu favor e a favor de sua família.

Grande abraço e fiquem com Jeová. – Provérbios 10:22.


Explicação das siglas usadas:

ABV: A Bíblia Viva.
BP: Bíblia Pastoral.
NTLH: Nova Tradução na Linguagem de Hoje.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *