Image Map











terça-feira, 9 de junho de 2020

Defendamos a Palavra de Deus com dignidade!



Jesus afirmou: “A sabedoria se prova justa pelas suas obras.” (Mateus 11:19) Assim, as obras de uma pessoa atestam a favor dela, ou contra ela. E sobre a obra de defender conceitos, é importante seguir a sábia orientação inspirada de 1 Pedro 3:15, que declara: “Mas santifiquem o Cristo como Senhor no seu coração, sempre prontos para fazer uma defesa perante todo aquele que lhes exigir uma razão para a esperança que vocês têm, fazendo isso, porém, com brandura e profundo respeito.”

Este site se esforça em manter o elevado padrão descrito em 1 Pedro 3:15. Observe alguns comentários de leitores sobre os artigos deste site:

“Sou seguidor do Igreja Adventista do Sétimo Dia e gostei demais da matéria. Esclarecedora, repleta de textos bíblicos. Já marquei este site nos meus favoritos. Demais!

“Em primeiro lugar, quero elogia-lo pela sua forma de escrita e de apresentação dos assuntos. Dá para perceber nitidamente que é um fervoroso estudante da Bíblia como eu. Como historiador, eu também tenho conhecimento das línguas clássicas, como o grego, e gosto de fazer pesquisas como as suas, apenas não as coloco na net. Os estudantes da Bíblia não devem apenas aceitar um ponto bíblico porque alguém nos disse, ou ouvimos numa palestra bíblica ou ainda que lemos nalguma revista. Se desejamos aprofundar o nosso conhecimento bíblico, então temos que estudar com o objectivo de conhecer melhor os propósitos de Jeová bem como as suas orientações para aplicarmos na nossa vida. Continue a publicar tais pesquisas são muito interessantes e profundas.

[…]

“Sem outro assunto. Atenciosamente, o seu irmão em Cristo

“L. A. (Portugal)


“Sou professor de Teologia. Li com interesse seu artigo acima e, embora eu discorde doutrinalmente dele, tenho de admitir que está muito bem redigido, no elevado nível de um trabalho acadêmico primoroso, com português correto e atual. Posso dizer o mesmo de outros artigos que li em seu blog. Acredito que seus artigos fornecem uma excelente contribuição para o estudante de grego bíblico, independente dos conceitos teológicos que tal estudante endosse, bem como propõem elementos ideológicos para a discussão e a avaliação de aspectos aparentemente frágeis de dogmas perpetuados ao longo da história cristã. Parabéns pelo seu bom trabalho.

Agradeço a todos os leitores apreciativos pelas expressões de apreço. O objetivo de meus artigos é disponibilizar material bíblico de pesquisa sobre temas diversos para todos os interessados nas Escrituras, independente da religião que a pessoa esteja seguindo. Assim sendo, todos estão cordialmente convidados a ler os artigos, a postar comentários e a fazer perguntas. Também, se desejarem, divulguem este site a outros, para que mais pessoas possam se beneficiar dos artigos bíblicos.

Lamentavelmente, nem todos os que se propõem a defender seus conceitos se esforçam em fazer isso com respeito. Os comentários abaixo mostram isso:

“Prezado Apologista:

“Ironicamente, eu conheci o seu blog através do blog de um opositor seu. Esse opositor, além de usar palavras vulgares e termos baixos, realmente não consegue refutar os seus argumentos. Tudo o que ele escreve é um blá-blá-blá sem nexo e muito ofensivo. Notei também que ele nem de grego sabe, pois ele escreve errado certas palavras gregas. Por exemplo, ‘patér’ (pai) ele acentua errado, como ‘páter’; ‘huiós’ (filho) ele escreve errado, como ‘hiós’, ‘engolindo’ o ípsilon. Trata-se de um charlatão metido a sabedor de grego e da Bíblia. Mas, gostei muito dos seus artigos, apologista, pois você, além de usar de argumentos lógicos, defende com respeito os seus conceitos. Muito bom!”

“Também aprecio suas pesquisas. Mas, certas páginas de ‘eruditos’ que têm por aí chegam a ser hilárias. Uma análise dos diferentes tipos de linguagem mostra a multiplicidade de recursos que o homem usa para ‘replicar’. Se em certas formas de linguagem procura a exatidão e evita a ambiguidade (como na linguagem formalizada da lógica), noutras apela para elementos que lhe permitem maior flexibilidade ou maior poder sugestivo. Estabelece relações, compara e aproxima realidades distintas, mostrando que uma é como se fosse a outra, e com raras expressões bíblicas. Assim, ‘ser’ é tanto o homem como a pedra; ‘Deus’ é tanto um quanto o outro da mesma substância sendo um. Trata-se de um conceito de pensamento puramente especulativo, já que essencialmente é diverso, satisfaz somente a si mesmo e sua doidice de réplica, nada mais. Desse modo, o sujeito que se depara com alguém de sua própria igreja que não concorda com a trindade e com eruditos que também desclassificam esse ensino torto (já li pastores batistas ensinando contra a trindade e muito mais), diz que eles são ‘joio’, sendo que aquele fala o mesmo dele. Isso tem um nome: ‘ANARQUIA’! Na linguagem popular, expressa desordem, caos etc. A palavra deriva do grego e significa algo como ‘ausência de autoridade, governo, ou coerção’, mas não necessariamente desorganização. É por isso que existem as ‘convenções’ organizadas e ao mesmo tempo o caos interpretativo. É muitíssimo fácil replicar tais seminaristas desorientados à base da Bíblia; mas eu é que não vou devotar meu tempo precioso a não ser quando quero dar boas risadas!

Realmente, é lamentável que pessoas adotem essa postura anticristã que os leitores descreveram acima. Contudo, como os leitores mesmos podem comprovar, isso só depõe contra elas mesmas. Pois, pessoas sinceras e amantes da verdade e da justiça como os leitores acima veem claramente de que lado estão o bom senso, o amor e a verdade. Isso sublinha a importância de sempre nos expressarmos de um modo digno de Cristo. Isso resultará no que diz 1 Pedro 2:15: “Pois é da vontade de Deus que, por fazer o bem, vocês silenciem a conversa ignorante de homens insensatos.”

Mais uma vez, agradeço aos leitores pelos elogios. Minha determinação é continuar a fazer jus aos encômios dos leitores sinceros e apreciativos. De fato, nosso tempo é precioso. Devemos usá-lo para fazer pesquisas sérias, bem motivadas e contextualizadas com a inteira Palavra de Deus, visando ajudar as pessoas sinceras e que amam a verdade.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




3 comentários:

  1. gosto muito desse site. Pena que o campo de busca é muito defeituoso, e mesmo fazendo a pesquisa no google, como vc já explicou, não parece ser tão eficaz assim. Mas pretendo ler os seus artigos mais antigos, 2012,..até hoje.. dá para tirar muita coisa boa e edificante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela demonstração de apreço pelos artigos deste site. Quanto ao sistema de busca, está sendo dada atenção ao assunto. Espero que em breve isso possa ser corrigido.

      Abraços!

      Excluir
  2. Boa tarde. Aprecio e sempre indico esse site. A fundamentação sempre é levado à serio. Também, lembro das palavras de Jesus quando disse: "Pelos seus frutos vocês os reconhecerão"(Mat 7:16). Por isso, mesmo quando não entendo plenamente algo, eu olho para as qualidades e bons resultados. Fico feliz por existir páginas como essa, cuja manutenção requer tempo e recursos, de amantes da palavra de Deus. Parabéns Apologista da verdade.

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *