Image Map











domingo, 5 de julho de 2020

Como Satanás influenciou o apóstolo Pedro?


Fonte: jw.org

Um leitor trouxe a este site uma interessante questão. Observe o comentário dele:

Eu tenho certa dúvida em entender como Satanás age. Eu sei de seus mecanismos, como por exemplo, os apóstatas, igrejas falsas, rede de comunicação deste mundo. Mas eu não entendo como ele age para que tudo fique perverso. Por exemplo, no caso de Pedro. As publicações nossas dizem que Satanás usou Pedro por fazer Jesus pensar em si mesmo e assim não ser fiel a Jeová. Mas para mim, à luz das Escrituras, é errado pensar que Satanás se apossou do corpo de Pedro e o fez dizer aquilo. Mas como Satanás agiu para fazer Pedro dizer aquilo? O mesmo me pergunto sobre o episódio dos três "amigos" de Jó. Satanás os usou, mas como? Por possessão demoníaca? Influência de outras pessoas?

Resposta:

Lemos em Mateus 16:21-23: “Daquele tempo em diante, Jesus começou a explicar aos seus discípulos que ele tinha de ir a Jerusalém e sofrer muitas coisas da parte dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, e que tinha de ser morto e no terceiro dia ser levantado. Em vista disso, Pedro o levou à parte e começou a censurá-lo, dizendo: ‘Tenha compaixão de si mesmo, Senhor! Isso de modo algum lhe acontecerá.’ Mas ele virou as costas para Pedro e lhe disse: ‘Para trás de mim, Satanás! Você é uma pedra de tropeço para mim, porque não tem os pensamentos de Deus, mas os de homens.’”

A Bíblia não fala de possessão demoníaca no caso de Pedro. Se isso tivesse ocorrido, Jesus teria expulsado o demônio, como fez muitas vezes. A explicação que parece mais provável é que Pedro tenha sido vítima da influência indireta do Diabo. Tal influência é discernida nos conceitos que Satanás promove: egoísmo, gratificação pessoal a todo custo, orgulho, inveja etc. A sugestão de Pedro continha implícita a ideia de gratificação pessoal, pensar em si mesmo, evitar a abnegação, conceitos prevalecentes na época dele e em toda a História, principalmente nos “últimos dias” do sistema de coisas, cuja descrição encontra-se em 2 Timóteo 3:1-5, onde lemos: “Mas saiba que nos últimos dias haverá tempos críticos, difíceis de suportar. Pois os homens só amarão a si mesmos, amarão o dinheiro, serão presunçosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, desleais, desnaturados, não estarão dispostos a acordos, serão caluniadores, sem autodomínio, ferozes, sem amor ao que é bom, traidores, teimosos, cheios de orgulho, amarão os prazeres em vez de a Deus e manterão uma aparência de devoção a Deus, mas rejeitarão o poder dessa devoção. Desses, afaste-se.”

Os falsos consoladores de Jó também foram influenciados pelo Diabo, o qual queria enfraquecer a determinação de Jó de servir a Deus. Um deles, Elifaz, talvez o mais influente, mencionou ter sido influenciado por um demônio. Sobre isso, lemos as palavras de Elifaz em Jó 4:12-21:

“Ora, uma palavra me foi falada em segredo, e um sussurro chegou ao meu ouvido. Em pensamentos perturbadores durante as visões da noite, quando um sono profundo cai sobre os homens, um terrível tremor tomou conta de mim, enchendo de pavor todos os meus ossos. Um espírito passou pelo meu rosto; os pelos do meu corpo ficaram arrepiados. Então ele parou, mas não reconheci seu aspecto. Havia um vulto diante dos meus olhos; houve um silêncio, e então ouvi uma voz: ‘Será que o homem mortal pode ser mais justo do que Deus? Será que o homem pode ser mais puro do que Aquele que o fez?’ Ele não confia nos seus servos, encontra defeito nos seus anjos. Quanto mais nos que moram em casas de barro, cujo alicerce está no pó, que são esmagados tão facilmente quanto uma traça! São completamente esmagados do dia para a noite. Desaparecem para sempre, e ninguém percebe. Não são como uma tenda cuja corda é arrancada? Eles morrem sem sabedoria.”

Assim, nem toda influência demoníaca envolve uma possessão demoníaca. Muitas vezes, os demônios agem de modo sutil, aproveitando-se das fraquezas e também dos defeitos morais da pessoa, usando tais características negativas para persuadir tal pessoa a agir de modo contrário à vontade de Deus.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




2 comentários:

  1. Boa ensino ,para se aperfeiçoar a cada dia mais ,MT bom Deus te abençoe sempre.

    ResponderExcluir
  2. Gostei MT, eu vou me aperfeiçoando mais e mais na palavra de Deus.

    ResponderExcluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *