Image Map











domingo, 20 de dezembro de 2020

Leitores apreciativos se expressam a respeito do artigo “Deus prova seus servos?”




Um leitor comentou o seguinte sobre o artigo “Deus prova seus servos?”:

Olá, muito bom o texto, ajudou a compreender melhor. Mas ainda tenho a dúvida: nas publicações fala-se de provações como que em alguns casos serviram de treinamento. Nesse caso, não consigo conciliar isso. Na Bíblia encontramos que a prova gera perseverança. Não dá a entender que Deus nos prova para aperfeiçoar? Isso estaria correto?

Resposta:

Deus não produz provações aos seus servos. Ele apenas as permite, para dar aos seus servos a oportunidade de mostrar a todos os observadores a decisão que têm de ser leais a Jeová. Essa permissão, junto com a firme posição dos cristãos, resulta em perseverança, em uma fé provada e vitoriosa.

Outro leitor se expressou da seguinte maneira:

Olá, Apologista, eu novamente por aqui! Gostaria, por favor, se pudesse indicar mais textos bíblicos para entender a questão de por que alguns servos de Deus no passado entendiam que certas calamidades vinham de Deus. Por exemplo, ontem eu li o capítulo 1 de Rute, especificamente nos versos 20 e 21:

“E ela dizia às mulheres: ‘Não me chamem de Noemi. Chamem-me de Mara, pois o Todo-Poderoso tornou minha vida muito amarga. Eu tinha tudo quando fui, mas Jeová me fez voltar de mãos vazias. Por que me chamam de Noemi, se Jeová se opôs a mim e o Todo-Poderoso me causou calamidade?’”

Fazendo uma pesquisa no site da biblioteca da Torre de Vigia, verifiquei que, no caso de Noemi, ela pensou dessa maneira, mas o que não era necessariamente verdade. Teria mais textos bíblicos que provam que alguns servos de Deus no passado tiveram visão errada das calamidades?

Obrigado novamente.

Resposta:

O sofrimento pode fazer uma pessoa, mesmo um servo ou serva de Deus, chegar a conclusões equivocadas sobre a Pessoa Dele, conforme os textos abaixo:

“A opressão pode levar o sábio à loucura.” – Eclesiastes 7:7a.

“É a tolice do homem que distorce o seu caminho, e o seu coração fica furioso com Jeová.” – Provérbios 19:3.

“Mas Davi ficou indignado porque a ira de Jeová tinha irrompido contra Uzá.” – 2 Samuel 6:8a.

“A terra foi entregue aos maus; Ele [Deus] fecha os olhos dos juízes. Se não é ele, então quem é?” – Jó 9:24.

“Mas isso desagradou muito a Jonas, e ele ficou muito irado. Então ele orou a Jeová: ‘Ó Jeová, não era essa a minha preocupação quando eu estava na minha terra? É por isso que eu tentei fugir para Társis na primeira vez, pois sabia que és um Deus compassivo e misericordioso, paciente e cheio de amor leal, e que fica muito triste com a calamidade. Agora, ó Jeová, por favor, tira a minha vida, pois para mim é melhor morrer do que viver.’ Jeová perguntou: ‘Você acha certo ficar tão irado?’ Jonas saiu então da cidade e se sentou ao leste da cidade. Ali ele fez para si um abrigo e se sentou à sua sombra para ver o que aconteceria à cidade. Então Jeová Deus fez com que um cabaceiro crescesse sobre Jonas para fazer sombra sobre a sua cabeça e para aliviar a sua aflição. E Jonas ficou muito contente com o cabaceiro. Mas, ao raiar o dia seguinte, o verdadeiro Deus fez com que um verme atacasse o cabaceiro, e este secou. Quando o sol começou a brilhar, Deus também fez soprar um vento leste abrasador, e o sol castigava a cabeça de Jonas, e ele estava quase desmaiando. Ele pedia para morrer e dizia: ‘Para mim é melhor morrer do que viver.’ Deus perguntou a Jonas: ‘Você acha certo ficar tão irado por causa do cabaceiro?’ E ele respondeu: ‘Eu tenho razão para ficar irado, tão irado que quero morrer.’ Mas Jeová disse: ‘Você teve pena do cabaceiro, que você não cultivou nem fez crescer; ele cresceu numa noite e morreu numa noite. Será que eu também não deveria ter pena de Nínive, a grande cidade, em que há mais de 120.000 homens que não sabem nem mesmo a diferença entre o certo e o errado, além de seus muitos animais?’” – Jonas 4:1-11.

 

Sobre a última passagem citada, veja o artigo “Você se permite ser contestado? Deus se permitiu!”.

  

Um leitor foi muito apreciativo em seus comentários. Observe o que ele escreveu:

Prezado “Apologista da Verdade”:

Seus textos são tão cristalinos e ao mesmo tempo tão solidamente baseados na Palavra da Verdade, que dá até um “refrigério na alma” ao ler a verdade expressa de forma tão nítida como você faz em seus artigos. Só agora em 03/07/2016 às 23:41 é que eu acessei este teu texto sobre as provações dos servos de Deus. A internet está sendo muito útil para permitir que irmãos talentosos na escrita e na arte do raciocínio sejam abençoados por Jeová e usados por Ele a fim de atingir o coração de todos os “corretamente dispostos para com a verdade”!

Seria muito interessante se o irmão, o Queruvim e tantos outros apologistas da verdade fizessem parte da Comissão de Redação da Torre de Vigia e de lá pudessem contribuir com a “alimentação espiritual” do povo de Jeová no mundo todo! Mas, pensando bem, o bom é que hoje, com a internet, dá para cada um contribuir com a Obra Mundial do jeito que pode, até mesmo a partir de casa!

Não era isso o que a Sociedade na época estimulava, quando incentivava o testemunho por telefone?! A internet pode ser vista como um tipo de testemunho por telefone 2.0, isto é, mais avançado!! CONTINUE FIRME! E QUE JEOVÁ TE ABENÇOE ATÉ TRANSBORDAR O COPO! EM NOME DE NOSSO REI E SUMO-SACERDOTE, JESUS CRISTO!

[Fim do comentário.]

Jesus ordenou a seus seguidores: “Ide e fazei discípulos.” (Mateus 28:19) Ele não especificou os métodos ou modos de fazer isso, mesmo porque a introdução da tecnologia proveria novas maneiras de ‘ir’ até as pessoas. Com o advento da imprensa, foi possível a produção em massa de Bíblias e de obras bíblicas. Com o surgimento da gravação da voz e de imagens em movimento, foi possível expandir a forma de pregar. E, por fim, com o surgimento da internet, é possível atingir um grande número de pessoas com a mensagem das Escrituras. Todos esses modos são maneiras de ‘ir’ até as pessoas. 


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org





Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *