Image Map











domingo, 30 de janeiro de 2022

Quem trouxe o mal sobre Jó – segundo Jó 42:11?

Fonte: jw.org
 

Um leitor escreveu:

Em Jó 42:11 muitas traduções da Bíblia dizem que o SENHOR “trouxe” calamidade sobre Jó, mas a NWT [Tradução do Novo Mundo] diz que Jeová “permitiu” isso. Você pode abordar a diferença na tradução?

Resposta:

Jó 42:11 é assim traduzido na Tradução do Novo Mundo: “Todos os seus irmãos e suas irmãs, e todos os seus antigos amigos foram visitá-lo e tomaram uma refeição com ele na sua casa. Eles se compadeceram dele e o consolaram por causa de toda a calamidade que Jeová tinha deixado vir sobre ele. Cada um lhe deu uma peça de dinheiro e uma argola de ouro.”

A versão Almeida Corrigida Fiel, em Jó 42:11, fala de “todo o mal que o Senhor lhe havia enviado”, isto é, a Jó. Quase todas as dezenas de traduções bíblicas pesquisadas vertem basicamente da mesma maneira – atribuindo a Deus o mal que veio sobre Jó. A Septuaginta afirma que tal mal “o Senhor trouxe sobre ele” (πγαγεν ατ κριος; epégagen autõi ho kýrios).

A Bíblia Viva menciona “todo o sofrimento pelo qual ele [Jó] havia passado”. Esta forma livre de traduzir elimina elementos essenciais do texto, como o nome divino – Jeová. A tradução que mais se assemelha à Tradução do Novo Mundo é a Versão Fácil de Ler, que verte esta parte por “todo o mal que o SENHOR permitiu que ele sofresse”.

O fato é que o mal que veio sobre Jó foi produzido por Satanás. Lemos em Jó 2:7: “De modo que Satanás se retirou da presença de Jeová e atingiu Jó com furúnculos dolorosos, desde a sola dos pés até o alto da cabeça.”

A respeito do termo hebraico em questão [935. בּוֹא (bo)], The Brown-Driver-Briggs Hebrew and English Lexicon (“O Léxico Hebraico e Inglês, de Brown-Driver-Briggs”) admite como um dos sentidos o de “permitir vir”.

A obra Estudo Perspicaz das Escrituras (volume 2, p. 707, verbete “Presciência, Predeterminação”) afirma sobre o termo hebraico em apreço:

[…] o apêndice da tradução de Rotherham mostra que, em hebraico, a ocasião ou a permissão de um evento é muitas vezes apresentada como se fosse a causa do evento, e que “até mesmo ordens positivas devem ocasionalmente ser aceitas como não significando nada mais do que uma permissão”. Assim, em Êxodo 1:17, o texto hebraico original diz literalmente que as parteiras “fizeram os meninos viver”, ao passo que na realidade elas permitiram que eles vivessem por refrearem-se de matá-los. Depois de citar os hebraístas M. M. Kalisch, H. F. W. Gesenius e B. Davies em apoio, Rotherham declara que o sentido hebraico dos textos que envolvem Faraó é de que “Deus permitiu que Faraó endurecesse seu próprio coração — poupou-o — deu-lhe a oportunidade, a ocasião, de desenvolver a iniquidade que existia nele. Só isso”. — The Emphasised Bible (A Bíblia Enfatizada), apêndice, p. 919; compare isso com Is 10:5-7. (Negrito acrescentado.)

O artigo Qual é o sentido de Eclesiastes 7:14?” afirmou sobre isso:

Em outras palavras, em diversos casos o verbo “fazer” tem o sentido de “permitir”. Por exemplo, quando a Bíblia diz, em Êxodo 9:12, que “Jeová endureceu o coração de Faraó” (Sociedade Bíblica Britânica), na realidade ela está querendo dizer que “Jeová deixou o coração de Faraó ficar endurecido” (Tradução do Novo Mundo Revisada 2015). 

Gênesis 38:16 é um exemplo deste uso do sentido de “permitir” do referido termo hebraico, como se pode ver abaixo:

“[Judá] dirigiu-se assim a ela [Tamar, sua nora], à beira da estrada, e disse: ‘Deixe-me deitar com você’, pois não sabia que ela era sua nora.”

Alguns comentaristas bíblicos, para justificar a tradução de que Deus enviou a calamidade sobre Jó, declaram que, na verdade, o texto de Jó 42:11 afirma que foram  os irmãos de Jó que presumiram que foi Deus quem causou todos os problemas. Mas o texto não afirma isso. Antes, é o narrador do livro de Jó que faz a afirmação que se encontra em discussão.

Portanto, a tradução que afirma que Jeová permitiu o mal que sobreveio a Jó está em harmonia com o inteiro contexto bíblico, bem como com a santidade de Deus. A respeito do Deus Santo, Jeová, a Bíblia declara enfaticamente: “Perfeito é tudo o que ele faz, pois todos os seus caminhos são justos. Deus de fidelidade, que nunca é injusto; justo e reto é ele.” – Deuteronômio 32:4.

 

Referências: 

Jó 42. A Bíblia Viva. Disponível em: <https://www.bibliatodo.com/pt/a-biblia/biblia-viva/jo-42>.

______. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/job/42-11.htm>.

______. Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/parallel/job/42-11.htm>.

______. Septuaginta. Disponível em: <https://www.academic-bible.com/en/online-bibles/septuagint-lxx/read-the-bible-text/bibel/text/lesen/stelle/18/420001/429999/ch/369f4f731366619a3b0f05224cd87068/>.

______. Versão Fácil de Ler. Disponível em: <https://www.bible.com/pt/bible/200/JOB.42.VFL>.

935. boBible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/hebrew/935.htm>.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.

 

 

Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

 

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org

 

 

 


Um comentário:


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *