Image Map











sábado, 17 de janeiro de 2015

A evolução das traduções de Almeida na questão da clareza


 Algumas traduções dificultam muito o entendimento da Bíblia

O autor deste blog tem total respeito pelo trabalho de João Ferreira de Almeida, em seu árduo esforço para traduzir a Bíblia para o português. O problema está com as sociedades bíblicas que detêm os direitos de publicar a tradução de João Ferreira de Almeida, que mantêm arcaísmos e a caducidade da linguagem, ao invés de modernizá-la. Isso presta um desserviço aos leitores das traduções que levam o nome de João Ferreira de Almeida.

Selecionando apenas um texto – Efésios 5:4 – observe como as traduções que levam o nome de Almeida mantêm uma linguagem obscura:

Almeida Revista e Corrigida:
“Nem torpezas, nem parvoíces, nem chocarrices, que não convêm; mas, antes, ações de graças.

Almeida Revista e Atualizada:
“Nem conversação torpe, nem palavras vãs ou chocarrices, coisas essas inconvenientes; antes, pelo contrário, ações de graças.

Almeida Corrigida e Revisada Fiel:
“Nem torpezas, nem parvoíces, nem chocarrices, que não convêm; mas antes, ações de graças.


Somente a versão Almeida da Imprensa Bíblica Brasileira é que clareou um pouco o versículo:

“Nem baixeza, nem conversa tola, nem gracejos indecentes, coisas essas que não convêm; mas antes ações de graças.

Assim, constatamos que houve pouquíssima evolução das versões de Almeida na questão de manter a linguagem atualizada.

Agora, compare todas essas traduções com a Tradução do Novo Mundo:

“Nem conduta vergonhosa, nem conversa tola, nem piadas obscenas, coisas que não são decentes, mas, antes, ações de graças.”

Entender a Bíblia dá alegria
Fonte: http://www.jw.org/


Por isso, prezado leitor, convido-o a adquirir um exemplar da Tradução do Novo Mundo (ou fazer a leitura dela online, no site http://www.jw.org/pt/). Você verá como a leitura da Palavra de Deus se tornará muito significativa e agradável.


Os artigos deste blog podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o blog oapologistadaverdade.blogspot.com











Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *