Image Map











quarta-feira, 21 de março de 2018

O que determina que a parte final João 1:1 possa ser traduzida “um deus”?




Um leitor escreveu:


Olá, apologista! Queria que o irmão desse uma explicação de uma frase muitas vezes dita por nossos opositores. A frase é: “Só porque a palavra ‘deus’ usada para Jesus em João 1:1 está sem artigo não quer dizer que Jesus não seja Jeová, pois, em outros textos, a palavra ‘Deus’ se referindo a Jeová está sem o artigo e mesmo assim isso não torna ele um deus.”

Eles partem do pressuposto de que, se em outras passagens a palavra ‘Deus’ se referindo a Jeová está sem artigo, então não tem problema se no texto de João 1:1 não ter artigo também. E que por isso Jesus é Jeová. Como refutar? 


Resposta:


Os que desconhecem o idioma grego antigo, ou são leigos quanto a ele, não entendem que a tradução “um deus” não depende apenas da ausência do artigo definido. Em vez disso, tem a ver com a palavra theós (“deus”) ser um substantivo indefinido. E é o contexto (não a gramática) que irá determinar se a palavra theós em questão é indefinida ou definida.


Como sabemos que theós em João 1:1 se referindo a Jesus é um substantivo indefinido?


O texto grego verte a parte final de João 1:1 desta forma:


θεὸς ἦν ὁ λόγος

theòs ên ho lógos

deus era o lógos


Se a palavra “deus” fosse um substantivo definido, estaria implícito o artigo definido “o” antes de “deus”, dando o seguinte sentido: “O Deus era o lógos [Verbo].”


No entanto, essa interpretação entraria em conflito com a frase anterior, que afirma literalmente:


 ὁ λόγος ἦν πρὸς τὸν θεόν

ho lógos ên pròs tòn theón

O lógos estava com o Deus


Visto que o Lógos (Verbo) estava com “O” Deus, ele não poderia ser “O” Deus com quem ele estava. Uma pessoa que está com alguém não é a mesma pessoa com quem ela está!


Inclusive, tal interpretação entraria em conflito com a própria doutrina da Trindade, a qual apregoa a separação de Pessoas. Ou seja, a Trindade não afirma que o Pai e o Filho são a mesma Pessoa, e sim que são duas pessoas distintas que formam (juntos com o “Espírito Santo”) um só Deus. Porém, entender que o Verbo é “O” Deus com quem ele estava seria afirmar que o Verbo é o Pai, algo que nem a Trindade nem a Bíblia afirmam.


Os textos bíblicos fazem distinção entre o Pai e o Filho:


“Que os irmãos tenham paz e amor com fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo.” – Efésios 6:23.


“Façam tudo em nome do Senhor Jesus, agradecendo a Deus, o Pai, por meio dele [de Jesus Cristo].” – Colossenses 3:17.


“Paulo, Silvano e Timóteo, à congregação dos tessalonicenses, que está em união com Deus, o Pai, e com o Senhor Jesus Cristo.” – 1 Tessalonicenses 1:1.


“Que vocês tenham bondade imerecida e paz da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo.” – 2 Tessalonicenses 1:2.


“Que você tenha bondade imerecida, misericórdia e paz da parte de Deus, o Pai, e de Cristo Jesus, nosso Senhor.” – 1 Timóteo 1:2; veja também 2 Timóteo 1:2; Tito 1:4.


“A bondade imerecida, a misericórdia e a paz da parte de Deus, o Pai, e da parte de Jesus Cristo, o Filho do Pai [não o Pai], com a verdade e o amor, estarão conosco.” – 2 João 3.


Portanto, por uma questão de lógica e de conceito bíblico, a palavra theós, quando se refere ao Lógos (Verbo) Jesus Cristo, só pode ser indefinida, tendo o sentido de “um deus” ou de “divino”. Ou seja, João 1:1 afirma que o Verbo estava no princípio com O Deus [o Pai], e que o Verbo era divino, ou “um deus”.


Por outro lado, os usos da palavra theós com referência ao Pai, mesmo sendo substantivos anartros (sem artigo), ainda assim, pelo contexto, são substantivos definidos.


Um exemplo bem próximo de João 1:1 é João 1:6, que diz literalmente em grego:


Ἐγένετο ἄνθρωπος ἀπεσταλμένος παρὰ θεοῦ, ὄνομα αὐτῷ Ἰωάννης

Egéneto ánthropos apestalménos pará theoû, ónoma autõi Ioannes

Surgiu [um] homem enviado por Deus, nome dele João.


Observe que tanto o substantivo ánthropos (“homem”) quanto o substantivo theoû (theós no genitivo) não possuem artigo definido. Mas o contexto claramente revela que o substantivo “homem” é indefinido, ao passo que o substantivo “Deus” é definido. Assim, é perfeitamente possível traduzir ánthropos por “um homem”. Contudo, não é coerente traduzir theoû por “um deus”, o que daria a tradução imprópria “surgiu um homem enviado por um deus”.


Portanto, a tradução “um deus” não tem a ver apenas com a ausência do artigo definido, e sim com se o substantivo theós é indefinido conforme esclarecido pelo contexto, o que é o caso de João 1:1, parte final, na qual theós se refere ao Verbo.


Veja também o veja o artigo: 


“João 1:1 na Tradução do Novo Mundo revisada.”



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagradapublicada pelas Testemunhas de Jeová.



Contato: oapologistadaverdade@gmail.com


Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *