Image Map











domingo, 4 de novembro de 2018

Quem será destruído para sempre, e quando?


Fonte: jw.org


 Um leitor enviou o seguinte ­e-mail a este site:


Olá, Apologista.

Certa pessoa acredita que, no Armagedom, todas as pessoas passarão … para o milênio.

[…].

Segue abaixo o porquê de ela ter esse entendimento:

“Devemos entender que Jesus não está julgando o mundo da humanidade nesta Era Evangélica. Ele mesmo disse: ‘Se alguém ouve as minhas palavras e não lhes obedece, eu não o julgo. Pois não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo. Há um juiz para quem me rejeita e não aceita as minhas palavras; a própria palavra que proferi o condenará no último dia.’ – João 12:47-48, NVI [Nova Versão Internacional].

“Vemos claramente que Jesus não está julgando hoje os que rejeitam a ele. Também, não podemos afirmar que o ‘último dia’ ao qual Jesus se refere é o dia de sua vinda (revelação) para o mundo. Se fosse, todas as pessoas que rejeitaram a Jesus no passado teriam de ser ressuscitadas antes do Armagedom para serem julgadas e condenadas junto com o restante da humanidade que não aceitou a Jesus. O que faz mais sentido, portanto, é que o ‘último dia’ ao qual Jesus se refere é a Era Milenar, o dia de mil anos que começará após a Grande Tribulação e o Armagedom. João 12:47-48 é o texto-chave para entendermos todos os demais textos.

“Isso não quer dizer que não haverá mortos durante a Grande Tribulação e durante o Armagedom, pois a Bíblia diz que se ‘aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria’. (Mat. 24:22)

[…]

“Mas não significa que os que morrerem nessa ocasião já vão para a Segunda Morte, o Lago de Fogo; isso porque, como já vimos, o mundo da humanidade só será julgado durante a Era Milenar. Qualquer pessoa que, incidentemente ou não, morra por ocasião da vinda de Jesus, será ressuscitada durante o Milênio para receber um julgamento justo, sem a influência do diabo, da carne e do mundo.

“A Bíblia também deixa claro que a Igreja já está hoje debaixo de julgamento. (1 Pedro 4:17) Isso significa que todos os que foram gerados por Espírito e abandonaram a Verdade (Jesus) e estiverem vivos por ocasião da vinda de nosso Senhor, serão destruídos por ele. Esses, e apenas esses, vão para a destruição eterna, ou o Lago de Fogo, nesse momento.

“O Lago de Fogo é a ‘Segunda Morte’, diz a Bíblia em Apocalipse 20:14. Apenas os que saíram da Primeira Morte (morte adâmica) podem ir para a Segunda Morte (morte pelos próprios pecados). Nesta Era Evangélica, apenas os que foram gerados por Espírito e tiveram o pecado adâmico perdoado, e, portanto, saíram da Primeira Morte, é que podem ir para a Segunda Morte.

“Resumindo: Na Grande Tribulação e no Armagedom muitos morrerão. Mas apenas os que forem gerados por Espírito e que pecaram contra o Espírito Santo é que, ao morrerem, morrem para sempre. Os demais serão ressuscitados no momento apropriado para receberem seu julgamento justo.

Como responder a esse argumento?

Desde já agradeço.


Resposta:

Hebreus 6:1 menciona o “julgamento eterno”, irreversível, como sendo uma “doutrina básica”, o qual, no caso dos maus que são incorrigíveis, significa que serão destruídos para sempre. Isto inclui Satanás, a “fera” e o “falso profeta” mencionados em Apocalipse 20:10, os “anjos” da parte de Satanás (Mateus 25:41), e os humanos que Deus considera merecedores dessa destruição. (Mateus 25:46) Jesus declarou também que os que incorrem na “blasfêmia contra o espírito santo” não terão perdão, sendo culpados de “pecado eterno”, sofrendo o “julgamento eterno”. (Marcos 3:29; quanto a esse pecado, veja o artigo “Como alguém sabe se pecou contra o espírito santo?”.


Porém, outra coisa é tentar determinar especificamente quem se enquadra em tal julgamento e quando ocorre esse julgamento eterno em cada caso.

Primeiro, porque a Bíblia menciona que haverá um período de mil anos nos quais “os habitantes do solo produtivo certamente aprenderão a justiça”. (Isaías 26:9, Novo Mundo Com Referências) Apocalipse 20:6 afirma que haverá “sacerdotes de Deus e do Cristo” que “reinarão com ele [Cristo] durante os mil anos”. A menção de sacerdotes indica que haverá pessoas que poderão ser perdoadas e restauradas a uma boa relação com Deus. Lemos em Hebreus 5:1: “Pois todo sumo sacerdote escolhido dentre os homens é designado em benefício deles para cuidar das coisas referentes a Deus, a fim de oferecer dádivas e sacrifícios pelos pecados.” Jesus é o “sumo sacerdote” da parte de Deus (Hebreus 3:1), e haverá sacerdotes junto com ele no Reinado milenar de Cristo. Usarão o sacrifício do corpo de Cristo para beneficiar os pecadores arrependidos e dispostos a fazer a vontade divina.  João 6:51.

Assim, entende-se que, no caso dos que estiverem em tal período, o “julgamento eterno” e irreversível ocorre somente se não tirarem proveito dessa amorosa provisão de instrução divina. Como declara Isaías 26:10: “Mesmo que se mostre favor a quem é mau, ele não aprenderá a justiça. Mesmo na terra da retidão ele fará o que é mau, e não verá a glória de Jeová.”

Porém, devido à complexidade de determinar se determinada pessoa ou grupo de pessoas sofreu ou sofrerá a destruição eterna, comentários bíblicos a respeito desse tema podem passar por correções e virem a ter novas interpretações.

Sobre isso, podemos aprender algo de uma pergunta feita a Jesus por um homem e a resposta dada pelo mestre. Lemos em Lucas 13:23, 24: “Então, um homem lhe disse [a Jesus]: ‘Senhor, são poucos os que estão sendo salvos?’ Ele [Jesus] lhes disse: ‘Esforcem-se vigorosamente para entrar pela porta estreita, pois eu lhes digo que muitos procurarão entrar, mas não poderão.’”

Observe que a preocupação daquele indagador era sobre quantos estariam sendo salvos, e não sobre se ele próprio estaria se qualificando para a salvação. Jesus não respondeu à pergunta daquele homem. Em vez disso, alertou-o  bem como os demais ali presentes – a focalizarem em “produzir a sua própria salvação”, por se esforçarem com zelo a partir do momento em que recebem a mensagem de salvação. Em consonância com isso, lemos nos textos abaixo:

“Portanto, meus amados, assim como vocês sempre obedeceram, não somente durante a minha presença, porém com muito mais prontidão agora durante a minha ausência, persistam em produzir a sua própria salvação com temor e tremor.” – Filipenses 2:12.

“Cooperando com ele, também exortamos vocês a não aceitar a bondade imerecida de Deus e perder de vista o objetivo dela. Pois ele diz: ‘Num tempo aceitável ouvi você e num dia de salvação o ajudei.’ Vejam, agora é o tempo especialmente aceitável. Vejam, agora é o dia de salvação!” – 2 Coríntios 6:1, 2.

Por isso, parece mais apropriado focar em desenvolver as qualidades piedosas que agradam a Deus, e permitir que Deus revele, em Seu próprio tempo devido, os que terão sido destruídos para sempre.



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.




Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *