Image Map











domingo, 3 de abril de 2022

Tito 2:13 prova que Jesus é coigual a seu Pai?

Fonte: jw.org 

Um leitor teceu comentários interessantes a respeito do artigo “Jesus Cristo é o ‘grande Deus’ mencionado em Tito 2:13?” (Queira ler). Tenho o prazer de considerar neste artigo os comentários do referido leitor e minhas considerações a respeito. 

O citado leitor escreveu: 

Artigo muito bom, inclusive um dos melhores e mais completos. 

Mas acho que dessa vez ficou meio incoerente a opinião do autor quanto a se “a manifestação do grande Deus e salvador” poderia ou não ser Jesus Cristo neste texto, se isso iria mudar alguma coisa. Pois o Apologista diz que “o grande Deus” só poderia ser o Pai; e ao mesmo tempo diz que, se aplicada a regra de Sharp, não faria diferença. (Eu creio que o “grande Deus” neste texto seja o Pai, por motivos óbvios; e concordo que, mesmo que se referisse a Jesus, isso não o tornaria coigual ao Deus Pai, conforme ensina a Teoria da Trindade).

 

Resposta: 

Basicamente, Tito 2:13 tem sido traduzido de duas maneiras diferentes, conforme exemplificado pelas traduções da Bíblia abaixo: 

“Na expectativa da nossa esperança feliz, a aparição gloriosa de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo.” – Bíblia Ave Maria. 

“Aguardando a bendita esperança, o glorioso aparecimento do grande Deus e de nosso Salvador Cristo Jesus.” – The Riverside New Testament. 

A primeira tradução identifica Jesus Cristo como sendo o “grande Deus e Salvador”. A segunda forma de traduzir faz distinção entre o “grande Deus” e o “nosso Salvador” Jesus Cristo. Nesta tradução, o grande Deus é o Pai; e o nosso Salvador é o Filho. 

A posição do supracitado leitor sobre o assunto foi exatamente o que eu quis expressar no artigo “Jesus Cristo é o ‘grande Deus’ mencionado em Tito 2:13?”. Eu não afirmei que o “grande Deus” mencionado em Tito 2:13 poderia se aplicar a Jesus. O contexto, como pontuei, mostra que se aplica a Jeová, “o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo” (Efésios 1:3; 1 Pedro 1:3, Almeida Atualizada). O que afirmei é que, mesmo que se referisse ao Filho, isso não o tornaria coigual ao Pai, como o referido leitor afirmou. 

Tal argumento desarma a pretensão trinitarista, pois mostra que não basta Jesus ser chamado de Deus (como de fato ocorre em outros textos) para se afirmar a coigualdade dele com o Pai. (Isa. 9:6; João 1:18) Isso leva ao âmago da questão: coloca Tito 2:13 na sua devida situação – apenas uma questão de tradução. E a tradução correta, conforme mostra o contexto, é a que aplica o “grande Deus” ao Pai, diferenciando-o do Filho, Jesus Cristo. 

O objetivo do artigo acima foi analisar qual é a tradução correta de Tito 2:13. Visto que uma opção de tradução se baseia na proposição de Sharp, essa proposição, por consequência, também foi analisada quanto à sua validade. Apesar de toda a confusão que permeia a regra de Sharp, alguns a definindo de um modo e outros, de outro modo, em geral há concordância em que ela afirma que DOIS nomes (substantivos, adjetivos ou particípios) do mesmo caso ligados por kaí (“e”), se o primeiro nome é precedido por artigo, o segundo nome não precisa vir precedido por artigo para se referir ao mesmo ser. 

Contudo, como o artigo demonstrou com base textual bíblica, as alegadas regras de Sharp, embora possam coincidir em alguns textos, não subsistem a um exame mais profundo, pois outros textos não se conformam a elas. Pois, quando o contexto fala de dois seres diferentes, mesmo que dois nomes (substantivos, adjetivos ou particípios) no mesmo caso sejam ligados por kaí e o primeiro (substantivo, adjetivo ou particípio) seja precedido por artigo, isso não torna o segundo (substantivo, adjetivo ou particípio) o mesmo ser que o primeiro. 

Portanto, a regra que se extrai do grego bíblico é a de que, quando o CONTEXTO determina a existência de duas pessoas ou coisas DIFERENTES, e ambas forem ligadas por “e” (καί), se a primeira pessoa (ou coisa) for precedida pelo artigo definido, não é necessário repetir o artigo definido antes da segunda pessoa (ou coisa). Neste caso, o artigo estará subentendido. Como o estudo no artigo “Jesus Cristo é o ‘grande Deus’ mencionado em Tito 2:13?” demonstrou, a regra da elipse da repetição do artigo tem suporte na gramática do grego bíblico.

 

Referências: 

Efésios 1:3. João Ferreira de Almeida Atualizada. Bíblia Português. Disponível em: <https://bibliaportugues.com/ephesians/1-3.htm>. 

1 Pedro 1:3. João Ferreira de Almeida Atualizada. Bíblia Português. Disponível em: <https://bibliaportugues.com/1_peter/1-3.htm>. 

Tito 1:13. Bíblia Ave Maria. Bíblia Online. Disponível em: <https://www.bibliaonline.com.br/vc/tt/2>. 

______. The Riverside New Testament. Bíblia Online. Disponível em: <https://www.bibliaonline.com.br/rnt/tt/2>. 

 

A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová. 

 

Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

 

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *