Image Map











sábado, 16 de março de 2013

É correta a expressão ‘fazer um pacto’ em Lucas 22:29?

Fonte da ilustração:
https://www.jw.org/pt/publicacoes/revistas/ws201410/um-reino-de-sacerdotes/



Encontramos as palavras de Jesus em Lucas 22:29 vertidas do seguinte modo, segundo a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas (NM): “E eu faço convosco um pacto, assim como meu Pai fez comigo um pacto, para um reino.”

A palavra grega para “pacto” é διαθήκη (diathéke). Essa palavra não ocorre nessa passagem de Lucas. Assim, alguns criticam a NM com relação a esse texto, afirmando que a comissão de tradução não foi fiel ao texto grego original. Mas, seria mesmo esse o caso?

Veja como ocorre o texto de Lucas 22:29 em grego:

κγ διατίθεμαι μν καθς διέθετό μοι  πατήρ μου βασιλείαν 

kagò    diatíthemai  hymin kathós diéthetó   moi ho patér   mou basileían

As palavras em destaque indicam os verbos gregos que a NM traduz por ‘fazer um pacto’. A primeira palavra sublinhada em Lucas 22:29 é o verbo διατίθεμαι  (diatíthemai), presente do indicativo médio de diatíthemi. Diatíthemai é formado de dois elementos de composição: diá (“através de”) e títhemai, voz média de títhēmi (“colocar”, “arranjar”). Literalmente, a ideia é de “colocar [algo] através de”.

Mas os dicionários do grego bíblico reconhecem que o uso dela no contexto bíblico também lhe confere o sentido de “pactuar”, “estabelecer um pacto” ou “celebrar” um pacto. Veja como as definições dadas pelos léxicos gregos apoiam a NM:

“1) arranjar, dispor de, pôr em ordem os próprios negócios  1a) de algo que pertence a alguém  1b) dispor por meio de um testamento, fazer um testamento 2) fazer uma aliança, fazer um pacto com alguém.” – Concordância de Strong.

“Organizar de acordo com a própria mente, fazer uma disposição, fazer um testamento, estabelecer os termos de um pacto, para ratificar.” – Analytical Greek Lexicon, de Bagster. (1870)

A segunda palavra sublinhada no texto de Lucas 22:29 é diétheto, que é o 2.º aoristo indicativo médio de diatíthemai (primeira palavra em destaque). Diétheto ocorre somente mais uma vez no “Novo Testamento”, e em conexão com a palavra “pacto”:

Atos 3:25: “Vós sois os filhos dos profetas e do pacto [διαθήκης; diathékes] que Deus celebrou [διέθετο; diétheto] com os vossos antepassados, dizendo a Abraão: ‘E em teu descendente serão abençoadas todas as famílias da terra.’”

O verbo diatíthemai no presente do indicativo só ocorre em Lucas 22:29. Contudo, ele ocorre declinado em outros textos (como o já citado Atos 3:25) e sempre ocorre junto e em conexão com a palavra “pacto”:

Hebreus 8:10: “‘Pois, este é o pacto [διαθήκη; diathéke] que celebrarei [διαθήσομαι; diathésomai, futuro indicativo médio de diatíthemai] com a casa de Israel depois daqueles dias’, diz Jeová.” (Veja também He 10:16.)

Em Hebreus 8:10 e 10:16 a Biblos Interlinear traduz diathésomai por “farei um pacto”.[1] Estas são as duas ocorrências de diathésomai no “Novo Testamento”.

Hebreus 9:16: “Pois, onde há um pacto [diathéke] precisa ser provida a morte do pactuante [διαθεμένου; diatheménou, particípio substantivado do 2.º aoristo médio de diatíthemai].”

Hebreus 9:17Porque um pacto [diathéke] é válido baseado em vítimas mortas, visto que nunca está em vigor enquanto o pactuante humano [diathémenos] está vivo.”

Diathémenos (nominativo) é particípio do aoristo médio e também atua na frase como particípio substantivado de diatíthemai.

Assim, embora não ocorra o substantivo diathéke (“pacto”), ocorre o verbo relacionado diatíthemai, que inclui em sua definição a expressão “concluir ou celebrar um pacto”.

As traduções produzidas e usadas pela cristandade em geral usam palavras tais como “confiar” (ALA), “destinar” (Al, ACRF), “conferir” (IBB, SBB), “dar o direito de” (NTLH), e “designar” (NVI). Ainda outras traduzem por “nomear”, “apontar”, “colocar”, “preparar” etc. Contudo, por traduzirem assim, elas deixam de trazer à tona o pleno sentido e uso do verbo grego diatíthemai. Por outro lado, a NM reconhece o uso contextual no texto grego de diatíthemai e a traduz eficazmente por ‘fazer um pacto’.

Nota:



A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada pelas Testemunhas de Jeová.




Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org







21 comentários:

  1. http://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2013/03/15/lucas-2229-faco-convosco-um-pacto-critica-textual/

    Vocês combinaram de falar do mesmo texto ao mesmo tempo?

    `` O Codex Alexandrinus, bem como alguns MSS muito antigos tais como o Siríaco e Orígenes em seus escritos antiquíssimos apresentam na primeira cláusula deste verso a palavra grega διαθηκην ou “pacto”. O Codex Alexandrinus também conhecido como Manuscrito A reza: “Eu faço convosco um pacto, como meu Pai fez comigo um pacto para um reino”.(Confire aqui) O comentário da Bíblia de Clarke confirma esta opção de tradução. ``

    Tem a palavra pacto nesse verso?

    διαθηκην é a diathéke ?
    διατίθεμαι diatíthemai

    As palavras parecem ser muito similares olhando assim

    ResponderExcluir
  2. De fato, foi uma feliz coincidência eu e o queruvim termos postado artigos sobre o mesmo tema. Realmente, os documentos citados colocam a palavra grega para "pacto". Por outro lado, o Texto Recebido e Westcott e Hort omitem tal palavra. Mesmo assim, como mostrado em ambos os artigos, o verbo diatíthemai inclui o sentido de 'fazer um pacto'. O significado etimológico desse verbo, somado ao documentos antigos de peso, fornecem base sólida para a Tradução do Novo Mundo.

    Quanto à palavra διαθηκην (diathéken), ela é a mesma palavra diathéke ("pacto") no caso acusativo. E διατίθεμαι é transliterada "diatíthemai".

    ResponderExcluir
  3. Amigo,
    Você que parece saber mais de grego do que eu.

    O antigo título e simbolo do peixe ICTHS que dizem significar: Iesus Cristos Theos Huios Soteros
    O termos "Theos Huios" quer dizer "Filho de Deus" ou "Deus Filho" ?
    Como funciona a questão da ordem das palavras no grego, ou, como se escreveria Deus Filho se assim fosse a intenção dos escritores neotestamentarios ?

    ResponderExcluir
  4. A questão no grego não é essencialmente a ordem das palavras e sim a terminação delas, que indica, entre outras coisas, o caso. (Contraste Mt 4:3 e 14:33 no texto grego, em que há inversão da ordem de theós e huiós.) Nessa expressão que vc citou, Theós está no caso nominativo, assim também como huiós. As duas palavras juntas dão o sentido de "Deus Filho". Para que ocorra a expressão "Filho de Deus", Theós fica declinado no caso genitivo: θεοῦ (theoû). Veja o texto grego de Mt 4:3, 6; 8:29; 14:33.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ΙΧΘΥΣ (Ichthys) is an acronym for "Ίησοῦς Χριστός, Θεοῦ Υἱός, Σωτήρ", (Iēsous Christos, Theou Yios, Sōtēr), which translates into English as "Jesus Christ, God's Son, Savior".

      Theta (th) is the first letter of Theou (Θεου), Greek for "God's", the genitive case of Θεóς, Theos, Greek for "God".

      Muito bom.
      Agora eu entendi a questão aqui....
      Theou Yios é Filho de Deus, "Deus Filho" seria Theos Yuios
      Asssim como em inglês
      God´s Son é Filho de Deus, já "Deus Filho" seria God Son
      A mudança é de uma letra, mas o sentido é bem mexido.

      Pois bem, gostaria de frisar que para muitas pessoas na cristandade em especial aos mais devotos que enfatizam a trindade, TODA vez que eles veem a Bíblia falando "Filho de Deus" na cabeça deles eles entendem como "DEUS FILHO", quando veem Filho entendem como "A segunda pessoa da Trindade, depois do Pai que é a primeira". A expressão Filho de Deus seria um tipo diferente de dizer que o próprio Jesus é Deus, afinal sempre frisam que assim como a palavra SENHOR, a expressão Filho de Deus indica a DIVINDADE do Cristo. (A referência que usam para tentar apoar isso é apenas João 5:18).

      Isso é um problema, pois causa que os termos "Filho" e "Filho de Deus" -ou similares- sejam apenas eufemismos para dizer "Deus, o Filho - segunda pessoa da Divindade" ., isso retira a questão tanto hierárquica, quanto de geração, origem no tempo.... como um Filho que não é filho...(Tu condiciona a mente a isso, com a doutrinação tu vê com muita naturalidade um Deus Filho de Deus...se condicionou a achar normal, natural e não pensar ou refletir sobre isso...)

      Entre os defensores da Trindade nos deparamos seguidas vezes com o Filho que não é filho, o Primogênito que não é foi o primeiro que nasceu e o Unigênito que não foi gerado ....

      Mas dizem que são as TJ que confundem e distorcem os termos cristológicos ....

      Excluir
  5. Acho válida uma matéria sobre Isaías 6:9, 10 – João 12:37-41 - Atos 28:25.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os textos usados pelos trinitaristas são Isaías 6:1-10; João 12:36, 37, 39 e Atos 28:24-27. O primeiro fala de Jeová, o segundo faz aplicação a Jesus e o terceiro texto refere-se ao espírito santo citando figuradamente essa passagem “por intermédio de Isaías”.

      O ponto é que João aplicou o texto de Isaías 6:9, 10 a Jesus por este ser ‘o reflexo da glória’ de Deus. (Hebreus 1:3) E Atos 28:24 atribui a a declaração de Isaías 6:9, 10 ao espírito santo pelo fato de Jeová usar Seu espírito – sua força ativa – para inspirar a escrita da Bíblia, inclusive a do livro de Isaías. – 1 Timóteo 3:16, 17.

      Agora, se formos usar a regra de que a mesma expressão ou passagem usada a seres diferentes provaria que tais seres são o mesmo, então concluiríamos que Moisés e Deus são a mesma pessoa. Podemos ver isso nas passagens abaixo:


      Marcos 7:10: “Por exemplo, MOISÉS DISSE: ‘Honra a teu pai e a tua mãe.”
      Mateus 15:4: “Por exemplo, DEUS DISSE: ‘Honra a teu pai e a tua mãe’.”

      Uma afirmação a respeito de alguém pode ser aplicada a outro quando há uma relação entre os dois. Visto que Deus deu a Lei POR INTERMÉDIO DE Moisés (João 1:17), o quinto mandamento (citado acima) pode ser atribuído aos dois, embora sejam pessoas distintas.
      Para uma explanação plena do assunto, veja o tema “Duas regras – uma falsa e uma verdadeira”, no blog oapologistadaverdade.blogspot.­com

      Excluir
    2. Relevante dizer que em João 12:37-41, o evangelista João faz aplicação de duas passagens de Isaías para dizer que já estava profetizado que as pessoas rejeitariam a mensagem do Messias;
      Estas são Isaías 53 e Isaías 6....sendo que olhando mais de perto, as palavras de Isaías 6:9,10 que eram originalmente aplicadas ao próprio Isaías -que estava sendo enviado por Deus pra pregar ao povo- SÃO REAPLICADAS POR JOÃO Á JESUS.

      Assim Jeová Deus é quem fala em Isaías 6:8-10, mas ele fala ao seu enviado, e este enviado não é ele mesmo! A aplicação messiânica dessa passagem é Deus falando com o Messias, afirmando que o Messias seria rejeitado. Os trinitários nessa passagem queria que "o Jeová sentado no Trono" fosse Jesus Cristo, mas isso não é viável já que as palavras são dirigidas ao Messias, senão Jesus estava falando e enviando a si mesmo.

      Nesta passagem de comissão profética, Isaías é um tipo de Cristo.( Por isso que "Isaías falou dele", pois seus escrita prefiguram e falam do Messias. Desta forma também ele viu a glória messianica )

      Excluir
  6. Apologista sobre o homem orar ou profetizar com a cabeça coberta (1cor11:4, 7), percebeu como muitos irmaos fazem isso nos estudos biblicos e nas pregacoes? Sem perceber que nem a organizacao nem a biblia apoiam tal ato.

    Verifiquem no perspicaz Vol 1 pag 524 no topico ''cobrir a cabeça'' paragrafo 2.
    O contexto desse assunto é claro, mulheres com cabeça coberta (inclusive estudos biblicos com varão presente) e homens com cabeça descoberta inclusive estudos biblicos.
    Vejo que muitos dizem ser costume da época etc... Mas este arranjo esta no mesmo contexto das instruções para as mulheres que são seguidos até hoje.

    Grato
    Claudinei

    ResponderExcluir
  7. ainda vem mais artigos sobre o sábado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Nilsom. Espero estar publicando em breve a continuação dessa série sobre o Decálogo. Abraços.

      Excluir
  8. Oia Apologista http://www.jesusgod.org/the-cross-of-christ-is-not-real/ e http://solascriptura-tt.org/Cristologia/PassosCristo-52a-Ate-74.htm Nota 27 diz "[27] Odiamos os muitos e gravíssimos erros da diabólica seita dos Testemunhas de Jeová, mas temos que reconhecer que Cristo foi pregado numa estaca, não numa cruz! ...Entre muitas fontes , citamos “Expository Dictionary of New Testament Words”, de W.E. Vine [um verdadeiro crente, não um Testemunha de Jeová!]:"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. caramba cara esse comentario deles mostra o quanto nos odeiam , mas isso é algo bom ,pois Jesus disse : ...Ai sempre que os homens falarem bem de vós ,pois coisas como essas os antepassados deles fizeram aos falsos profetas"-Lucas 6:26. isso significa que nao somos cristaos falsos e sim genuinos ainda que seja desagradavel ouvir ou ler comentarios desse tipo podemos tirar proveito

      Excluir
  9. Então, o blog esta desativado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Apenas estou sem tempo de compor novos artigos. Mas, assim que for possível, voltarei a publicar novos artigos.

      Excluir
  10. Estou sentido falta das suas postagens! Seus artigos são excelentes, e tem ajudado muitas pessoas a defender a verdade> Por que não postou mais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, no momento estou sem tempo de compor novos artigos. Mas, assim que for possível, voltarei a publicar novos artigos.

      Excluir
  11. Os seus artigos tem ajudado muitos aqui em nosso território, principalmente evangélicos a encontrar a verdade, por favor não desista de postar !E principalmente tem desmantelados os ensinos dos apóstatas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado irmão José Roberto:

      Suas palavras, junto com os comentários similares de vários que valorizam os artigos deste blog, me sensibilizam muito. Asseguro a todos os leitores deste blog que estou gerenciando minhas atividades para reservar tempo para a postagem regular de artigos bíblicos. Grande abraço!

      Excluir


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *