Image Map











sábado, 20 de julho de 2019

“Espíritos” ou “declarações inspiradas” (1 João 4:1)?


 Fonte: jw.org

1 João 4:1-6 declara o seguinte, conforme a Tradução do Novo Mundo Revisada 2015: “Amados, não acreditem em toda declaração inspirada, mas ponham à prova as declarações inspiradas para ver se elas se originam de Deus, pois muitos falsos profetas saíram pelo mundo afora. É desta forma que vocês podem saber se a declaração inspirada vem de Deus: toda declaração inspirada que reconhece que Jesus Cristo veio na carne se origina de Deus. Mas toda declaração inspirada que não reconhece Jesus não se origina de Deus. Além disso, essa é a declaração inspirada do anticristo, a qual vocês ouviram que viria e agora já está no mundo. Filhinhos, vocês se originam de Deus e venceram a eles, porque aquele que está em união com vocês é maior do que aquele que está em união com o mundo. Eles se originam do mundo; é por isso que falam o que se origina do mundo e o mundo os escuta. Nós nos originamos de Deus. Quem conhece a Deus nos escuta; quem não se origina de Deus não nos escuta. É assim que fazemos distinção entre a declaração inspirada da verdade e a declaração inspirada do erro.”

De todas as traduções pesquisadas, nos idiomas português, inglês, espanhol e alemão, somente o Tradução do Novo Mundo verte a palavra pneúma (literalmente: “espírito”) nessa passagem por “declaração inspirada” ou por “expressão inspirada” (NM ed. 1986). As versões pesquisadas traduzem majoritariamente por “espírito”, a exemplo da ACF que traduz conforme abaixo:

“Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já agora está no mundo. Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo. Do mundo são, por isso falam do mundo, e o mundo os ouve. Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro.”

A questão em pauta

‘Pôr à prova o espírito’ e ‘pôr à prova uma declaração inspirada’, basicamente, podem significar a mesma coisa, pois poderíamos entender que a declaração inspirada se originou do espírito em questão. Mas, para alguns, a ideia de ‘pôr à prova o espírito’ sugeriria o contato direto com o espírito, ao passo que ‘pôr à prova uma declaração inspirada’ permite o entendimento do contato com o ser humano que profere a tal declaração. Embora as palavras gregas usadas sejam formas de πνεμα (pneúma, literalmente “espírito”), o ponto é se é permissível o entendimento de pneúma por “declaração inspirada” na passagem em questão.

Versões que optam por um sentido despersonalizado de pneúma

Vale ressaltar que diversas versões da Bíblia destacam a comunicação, não com um ser espiritual, mas com um humano que faz uma declaração inspirada. Veja os exemplos abaixo:

“Amados, não deem crédito a todos os que se dizem inspirados; antes, examinem os espíritos, para saber se vêm de Deus, pois no mundo já apareceram muitos falsos profetas. Para saber se alguém é inspirado por Deus, sigam esta norma: fala da parte de Deus todo aquele que reconhece que Jesus Cristo se encarnou. Todo aquele que não reconhece a Jesus, não fala da parte de Deus. Esse tal é o espírito do Anticristo; vocês ouviram dizer que ele vinha, mas ele já está no mundo.” – Bíblia Pastoral.

“MUI QUERIDOS AMIGOS, não creiam sempre em tudo o que vocês ouvem, só porque alguém diz que é uma mensagem de Deus: examinem primeiro, para ver se realmente é. Porque há muitos falsos mestres por aí. E o meio para descobrir se a mensagem deles vem da parte do Espírito Santo é perguntar: Ela concorda realmente que Jesus Cristo, o Filho de Deus, tornou-se verdadeiramente homem com um corpo humano? Se for assim, então a mensagem vem de Deus. Senão, a mensagem não vem de Deus, mas sim de alguém que é contra Cristo, como o anticristo, acerca do qual vocês já ouviram falar que virá, e a sua atitude de inimizade contra Cristo já está espalhada pelo mundo.” – Bíblia Viva.

“Meus queridos amigos, não acreditem em todos os que dizem que têm o Espírito de Deus. Ponham à prova essas pessoas para saber se o espírito que elas têm vem mesmo de Deus; pois muitos falsos profetas já se espalharam por toda parte. É assim que vocês poderão saber se, de fato, o espírito é de Deus: quem afirma que Jesus Cristo veio como um ser humano tem o Espírito que vem de Deus. Mas quem nega isso a respeito de Jesus não tem o Espírito de Deus; o que ele tem é o espírito do Inimigo de Cristo. Vocês ouviram dizer que esse espírito viria, e agora ele já está no mundo.” – NTLH.

“Queridos amigos, não deem crédito a todos os que dizem que são inspirados por Deus. Ao contrário, ponham-nos à prova e verifiquem se o espírito que eles têm é mesmo de Deus ou não, pois muitos falsos profetas têm saído pelo mundo afora. A maneira pela qual vocês podem verificar se o espírito que eles têm é mesmo de Deus é esta: Todo profeta que confessa que Jesus Cristo veio à terra em forma humana, tem o Espírito de Deus. Todo profeta que não confessa isso a respeito de Jesus, não tem o Espírito de Deus. Pelo contrário, ele tem o espírito que guia o Inimigo de Cristo. Vocês ouviram falar que esse espírito estava para vir; pois bem, ele agora já está no mundo.” – Versão Fácil de Ler.

“Meus queridos amigos, não acreditem em todos os que alegam ter o Espírito, mas testem-nos para saber se o espírito que eles têm vem de Deus. Pois muitos falsos profetas têm ido a toda a parte.” – Good News Translation.

“Queridos amigos, não acreditem em todas as pessoas que dizem ter o Espírito. Em vez disso, testem-nas. Vejam se o espírito que elas têm é de Deus, porque há muitos falsos profetas no mundo.” – God's Word Translation.

“Meus queridos amigos, não acreditem em tudo que vocês ouvem. Pesem cuidadosamente e examinem o que as pessoas dizem a vocês. Nem todos os que falam sobre Deus vêm de Deus. Há muitos pregadores mentirosos vagando pelo mundo.” – The Message Bible.

“Queridos amigos, não acreditem em todos os que dizem falar pelo Espírito. Vocês devem testá-los para ver se o espírito que eles têm vem de Deus. Pois há muitos falsos profetas no mundo.” – New Living Translation.

“Caríssimos, não acrediteis em qualquer pessoa, mas examinai os que se apresentam, para ver se são de Deus, porque muitos falsos profetas têm vindo a este mundo.” – Bíblia Mensagem de Deus.

“Meus queridos, não creiam em qualquer espírito, só porque alguém diz que está trazendo uma mensagem de Deus. Examinem primeiro os espíritos, para ver se realmente são de Deus. Porque há muitos falsos mestres saindo pelo mundo.” – Nova Bíblia Viva.

A versão de Darby também destaca a impessoalidade de pneúma na passagem em pauta, por verter assim 1 João 4:3: “Esse é o {poder} do anticristo.”

O que o contexto mostra?

A própria menção de “falsos profetas” no verso 1 mostra que o contato dos ouvintes não é com uma pessoa espiritual, mas sim com a declaração vinda de outro ser humano, o qual afirma estar falando uma “declaração inspirada”. Além disso, os versos 5 e 6 tornam claro que a comunicação é entre humanos, e não entre humanos e seres espirituais.  Lemos nesses versículos: “Eles se originam do mundo; é por isso que falam o que se origina do mundo e o mundo os escuta. Nós nos originamos de Deus. Quem conhece a Deus nos escuta; quem não se origina de Deus não nos escuta.” 

Por fim, temos ainda no verso 6 as expressões τὸ πνεῦμα τῆς ἀληθείας (tò pneúma tês aletheías, literalmente: “o espírito da verdade”) e τὸ πνεῦμα τῆς πλάνης (tò pneúma tês plánes, literalmente: “o espírito do erro”), que parecem se ajustar claramente a declarações inspiradas. Afinal, a verdade e o erro não são seres espirituais. Assim, ficam coerentes as expressões “a declaração inspirada da verdade” e “a declaração inspirada do erro”.

O artigo “Estudo sobre Pneumatologia – Parte 4” trouxe à tona esse entendimento com relação ao substantivo “espírito” na Bíblia:

“Espírito” no sentido de declarações ou expressões inspiradas

Encontramos um possível uso de rúahh no sentido acima no relato de 1 Reis 22:22, 23, que descreve um anjo dizendo a Jeová que estratégia usaria para lograr o iníquo Rei Acabe, de Israel. O anjo declarou: “Sairei e certamente me tornarei um espírito enganoso [expressão inspirada] na boca de todos os seus profetas.” O profeta Micaías, que estava relatando esse acontecimento sobrenatural, prosseguiu explicando: “E agora, eis que Jeová pôs um espírito enganoso [expressão inspirada] na boca de todos estes profetas teus.” Ruáhh é traduzido como “expressão inspirada” na NM em Oseias 9:7. Também, a expressão “espírito de impureza”, em Zacarias 13:3, pode significar “a impura expressão inspirada”, conforme a nota de rodapé da referida tradução.

Em João 6:63 Jesus relaciona suas “declarações” com “espírito”, permitindo a inferência de que tais declarações eram espirituais e inspiradas. O “dom de discernir os espíritos” (1 Coríntios 12:10, ACRF) é, na realidade, a capacidade de “discernimento de pronunciações inspiradas”. (NM) Outros usos de “espírito” (pneúma) são evidentemente nesse sentido, de “expressão” ou “pronunciação” inspirada, conforme atesta o contexto. (2 Tessalonicenses 2:2; 1 Timóteo 4:1; 1 João 4:1) Os “três espíritos imundos” (Apocalipse 16:13, ACRF) que reúnem os “reis da terra” para uma batalha contra o “Deus Todo-Poderoso” são, na verdade, “expressões inspiradas” (NM), visto que elas procedem da “boca do dragão” (Satanás), da “boca da fera” (“besta”, Al) e da “boca do falso profeta”. (Apocalipse 16:13, 14) Representam a propaganda satânica que visa manipular os “reis de toda a terra habitada” para se oporem a Jeová. Em Apocalipse 22:6, a expressão “o Deus dos espíritos dos profetas” (IBB, NVI) é melhor e corretamente traduzida por “o Deus das expressões inspiradas dos profetas”. (NM)

O mesmo artigo fez menção da quantidade de vezes em que a palavra “espírito” ocorre no sentido de “declaração inspirada”:

Escrituras Hebraicas:

1 Reis 22:22, 23; 2 Crônicas 18:21, 22; Oseias 9:7; Zacarias 13:2.
Total: 6 vezes.

Escrituras Gregas Cristãs:

João 6:63 (2.ª vez); 1 Coríntios 12:10; 2 Tessalonicenses 2:2; 1 Timóteo 4:1 (2 vezes); 1 João 4:1, 2 (2 vezes), 3, 6 (2 vezes); Apocalipse 16:13, 14; 22:6.
Total: 14 vezes.
TOTAL GERAL: 20 vezes.

O próximo artigo irá analisar esses outros usos de “espírito” no sentido de uma declaração inspirada.


Explicação das siglas usadas:

Al: Almeida Revista e Corrigida.
ACF; ACRF: Almeida Corrigida Revisada Fiel.
IBB: Imprensa Bíblica Brasileira.
NM: Tradução do Novo Mundo Com Referências, edição de 1986.
NTLH: Nova Tradução na Linguagem de Hoje.
NVI: Nova Versão Internacional.

Referências

Bíblia Online. Disponível em: <https://www.bibliaonline.com.br/darby/1jo/4>.

Bíblia Pastoral. Disponível em: <http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_P12B.HTM>.


Good News Translation. Bible Study Tools. Disponível em: <https://www.biblestudytools.com/gnt/>.

God's Word Translation. Bible Study Tools. Disponível em: <https://www.biblestudytools.com/gw/>.

New Living Translation. Bible Study Tools. Disponível em: <https://www.biblestudytools.com/nlt/>.

Nova Bíblia Viva. Disponível em: <https://www.bible.com/pt/bible/1966/1JN.4.NBV-P>.

Sociedade Bíblica do Brasil. Disponível em: <http://www.sbb.org.br/conteudo-interativo/pesquisa-da-biblia/>.

The Message Bible. Bible Study Tools. Disponível em: <https://www.biblestudytools.com/msg/>.


Versão Fácil de Ler. Disponível em: <https://www.bible.com/pt/bible/200/1JN.4.VFL>.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.



Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org









Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *