Image Map











domingo, 12 de abril de 2020

O que significa a expressão “pobres de espírito” (Mateus 5:3)? – Parte 1


Jesus ensinando no Sermão do monte.
Fonte: jw.org

A versão Almeida Corrigida Fiel traduz assim as palavras de Jesus Cristo em Mateus 5:3: “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus.”

Da mesma forma traduzem as versões AKJ, ARC, ASV, BJ, BLB, BP, BSB, CSB, Db, DR, ERV, ESV, HCS, JB 2000, KJ, KJ 2000, NAA, NAS, NAS 1977, NETB, NHEB, NIV, NKJ, WBT [Webster's Bible Translation] ,WEB, Wey, YLT.

Em nossa época, a expressão “pobre de espírito” tem também uma conotação negativa. Observe o que dizem alguns dicionários sobre essa expressão:

“Simplório, ingênuo, tolo.” – Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. [1]

“[Pop.] Pessoa cruel, maldoso, que não tem respeito e empatia pelo próximo.” – Dicionário Informal. [2]

“Diz-se do que não demanda esforço, criatividade, elaboração: pobre de espírito.”Dicionário Online de Português.[3]

Assim, mesmo que o texto grego permita esta tradução, ela poderá induzir o leitor ao erro e à confusão. Afinal, como o “reino dos céus” pode pertencer a alguém que é “tolo” e até “maldoso”?

Diante dessa dificuldade de entendimento, algumas versões optam por traduzir por “os humildes de espírito” (ARA, SBB, TB) e “os humildes” (ABV). AM verte por “os que têm um coração de pobre” – pelo que parece, pressupondo que a referência é a pessoas que não são apegadas aos bens materiais. Tal esforço em traduzir assim é elogiável. Porém, a palavra para humilde em grego é ταπεινός (tapeinós). E a palavra usada em Mateus 5:3 é πτωχός  (ptokhós), que é usada nas outras passagens do “Novo Testamento” para alguém literalmente pobre, e não no sentido de alguém humilde no íntimo.

Além de Mateus 5:3, Strong registra mais 33 ocorrências de ptokhós, e todas essas ocorrências dizem respeito a alguém pobre, e não humilde interiormente. – Mateus 11:5; 19:21; 26:9, 11; Marcos 10:21; 12:42, 43; 14:5, 7; Lucas 4:18; 6:20; 7:22; 14:13, 21; 16:20, 22; 18:22; 19:8; 21:3; João 12:5, 6, 8; 13:29; Romanos 15:26; 2 Coríntios 6:10; Gálatas 2:10; 4:9; Tiago 2:2, 3, 5, 6; Apocalipse 3:17; 13:16.[4]

O texto grego

Em grego a expressão em foco é ο πτωχο τ πνεματι (hoi ptokhoì tôi pneúmati), que pode ser vertida literalmente como “os pobres para o espírito” ou “os pobres quanto ao (em relação ao) espírito”. Isto levanta a questão: de que “espírito” o texto está falando?

Como mostrou a série de artigos “Estudo sobre Pneumatologia”, o vocábulo “espírito” é polissêmico, isto é, tem vários significados. Pelo menos dois desses sentidos podem ser analisados quanto a Mateus 5:3 – espírito no sentido de inclinação mental e espírito no sentido de condição espiritual, espiritualidade.

Com relação à disposição ou inclinação mental, espírito está ligado aos sentimentos e às emoções da pessoa. O artigo “Estudo sobre Pneumatologia –Parte 3” explicou:

Encontramos na Bíblia expressões tais como “amargura de espírito” (Gênesis 26:35), “espírito de ciúme” (Números 5:14, 30), “espírito de fornicação” (Oseias 4:12), “espírito aflito” (1 Samuel 1:15), “espírito abatido” (Provérbios 15:13), “espírito soberbo” (Provérbios 16:18), “espírito magoado” (Isaías54:6), e “espírito desanimado”, entre outras expressões. (Isaías 61:3) Ademais, a Bíblia fala de o “espírito” ‘ficar agitado’ (Gênesis 41:8), de ser ‘amargurado’ (Salmo 106:33), de ‘reanimar-se’ (Gênesis 45:27) ou de ser ‘reanimado’ (1 Coríntios 16:18), de ‘incitar’ a pessoa a fazer algo (Êxodo 35:21), de “ficar obstinado” (Deuteronômio 2:30), de ‘se endurecer’ (Daniel 5:30), de ‘se acalmar’ (Juízes 8:30), de ‘estar triste’ (1 Reis 21:5), de estar “ansioso” (Mateus 26:41), de ‘estar cheio de alegria’ (Lucas 1:47), de ‘ficar irritado’ (Atos 17:16), de o espírito ser ‘despertado’ (2 Crônicas 21:16; 36:22; Esdras 1:5), de ser “quebrantado” (Jó 17:1), de estar “esmagado” (Salmo 34:18), de se ‘debilitar dentro’ da pessoa (Salmo 142:3; 143:4), de poder ‘ficar impaciente’ (Jó 21:4), de o espírito ‘fazer uma busca cuidadosa’ (Salmo 77:6), e de o espírito ser ‘derramado’. – Isaías 29:10.

Neste caso, a pobreza de espírito poderia estar ligada à escassez de qualidades positivas, dando lugar a características negativas como ciúme, soberba, obstinação. Pessoas com tais características não seriam aptas para o Reino de Deus. Mas a pobreza de espírito poderia também estar ligada ao abatimento, aflição, desânimo, ansiedade, quebrantamento das emoções. Neste caso, tal pobreza pode produzir na pessoa a conscientização da necessidade de fazer uma mudança. Tal pobreza na disposição mental poderia inclusive ser o resultado do descontentamento em relação às injustiças.

Este entendimento estaria em harmonia com o restante das bem-aventuranças. Jesus felicitou também “os que choram”, “os que têm fome e sede de justiça” e “os que são perseguidos por causa da justiça”. (Mateus 5:4, 6, 10) Tais pessoas são felizes porque possuem elevados valores morais e discordam das injustiças cometidas por pessoas que não possuem tais valores.

Porém, traduzir a expressão grega de modo a dar esse entendimento não seria nada fácil. Pois uma tradução tal como ‘pobres em relação à sua disposição mental’ não traria clareza ao leitor. Uma tradução livre, tal como ‘os quebrantados emocionalmente’ ou ‘os de espírito aflito’, poderia trazer à tona esse entendimento.

Outra possibilidade seria entender “espírito” como sendo condição espiritual, espiritualidade.[5] Jesus disse: “As declarações que eu lhes fiz são espírito e são vida.” (João 6:63) Neste caso, a expressão hoi ptokhoì tôi pneúmati teria a tradução literal de ‘os pobres quanto à espiritualidade’, ou ‘os pobres quanto à sua condição espiritual’. Contudo, essa tradução geraria um problema tão grande quanto, ou ainda maior que a tradução “pobres de espírito”. Pois seria inconcebível pensar que alguém pobre espiritualmente herdaria o Reino de Deus.

Por isso, alguns tradutores procuraram dar o sentido, não apenas de pessoas pobres espiritualmente, mas de pessoas que reconhecem tal pobreza. Observe abaixo os exemplos de traduções que vertem dessa maneira:

“Felizes são os que sabem que são espiritualmente pobres; o reino dos céus pertence a eles!” – Good News Translation.

“Felizes as pessoas que sabem que são espiritualmente pobres.” – Nova Tradução na Linguagem de Hoje; também Bíblia na Linguagem de Hoje.

“Felizes os que reconhecem que precisam de Deus, pois o reino do céu é deles.” – Versão Fácil de Ler.

“Bem-aventurados os que reconhecem que são espiritualmente desamparados. O reino dos céus lhes pertence.” – GOD'S WORD® Translation.

“Felizes os que têm consciência de sua necessidade espiritual, porque a eles pertence o Reino dos céus.” – Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.

Contemporary English Version traduz por “as pessoas que dependem apenas dele”.

Assim como “os que choram” não seriam felizes apenas por chorar, mas sim por chorar pelos motivos corretos, os que são espiritualmente pobres não são felizes apenas por serem tais, e sim por reconhecerem sua condição e por tomarem medidas para buscar satisfazer sua espiritualidade.

No próximo artigo iremos trazer à tona o que dizem diversos comentaristas bíblicos em relação à expressão “pobres de espírito”.
  

Notas:

[1] Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, 2008-2020. Disponível em: <https://dicionario.priberam.org/pobre%20de%20esp%C3%ADrito>.
[2]  Dicionário Informal. Disponível em> <https://www.dicionarioinformal.com.br/pobre+de+esp%EDrito/.
[3] Dicionário Online de Português. Disponível em: <https://www.dicio.com.br/pobre/>.
[4] Bible Hub. Disponível em: <https://biblehub.com/greek/4434.htm>; <https://www.messie2vie.fr/bible/strongs/strong-greek-G4434-ptochos-page-2.html#concordance> e <https://studybible.info/search/new/G4434>.
[5]  Veja o artigo “Estudo sobre Pneumatologia – Parte 4”, no subtítulo ““Espírito” no sentido de declarações ou expressões inspiradas”.


Explicação das siglas usadas:

ABV: A Bíblia Viva.
AKJ: American King James Version.
AM: Ave Maria (tradução católica).
ARA: Almeida Revista e Atualizada.
ARC: Almeida Revista e Corrigida.
ASV: American Standard Version.
BJ: Bíblia de Jerusalém.
BLB: Blue Letter Bible.
BP: Bíblia Pastoral.
BSB: Berean Study Bible.
CSB: Christian Standard Bible.
Db: The ‘Holy Scriptures’ (Edição de 1949), de John Nelson Darby.
DR: tradução da Bíblia da Vulgata latina para o Inglês feita por membros do Colégio católico Inglês Douay. O Novo Testamento parte foi publicada em Reims , França, em 1582.
ERV: English Revised Version.
ESV: English Standard Version.
HCS: Holman Christian Standard Bible.
JB 2000: Jubilee Bible 2000.
KJ: King James Version.
KJ 2000: King James Version 2000.
NAA: Nova Almeida Atualizada.
NAS: New American Standard Bible.
NETB: NET Bible.
NHEB: New Heart English Bible.
NKJ: New King James Version.
SBB: Bíblia da Sociedade Bíblica Britânica.
TB: Tradução Brasileira.
WBT: Webster's Bible Translation.
WEB: World English Bible.
Wey: Weymouth NT.
YLT: Young's Literal Translation.


A menos que haja uma indicação, todas as citações bíblicas são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, publicada pelas Testemunhas de Jeová.
  

Contato: oapologistadaverdade@gmail.com

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org






Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *