Image Map











domingo, 24 de abril de 2022

Como Jesus poderia escrever no chão do templo?

Fonte: jw.org
  

Sobre o artigo “‘Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra’ – isso está na Bíblia?” um leitor trouxe a este site a seguinte consideração:

Bom dia, sr. Apologista!

Seria a respeito daqueles raciocínios que o sr. colocou naquela matéria sobre a passagem espúria de João capítulo 8, da mulher adúltera. Jesus não poderia estar escrevendo na terra porque o templo de Jerusalém era extremamente luxuoso, portanto não teria um chão de terra. Também, Jesus não teria ficado abaixado diante daquelas pessoas, visto que a Lei ordenava que uma pessoa jovem deveria ficar de pé diante de pessoas idosas. Se Jesus tivesse realmente dito aquelas palavras, isso demonstraria desrespeito pela Lei e incentivaria o seu desacato. E se Jesus tivesse realmente dito aquelas palavras, isso significaria que Jeová havia dado uma lei que jamais poderia ser cumprida, afinal, o homem é pecador desde o tempo de Adão e Eva. Eu achei esses argumentos muito interessantes!!

Muito bons! A minha pergunta seria se o sr. já tinha lido ou ouvido de alguém esses argumentos ou se foi o sr. que os criou? 

Resposta

Diversos apologistas, ao longo dos anos, contribuíram para o inteiro conjunto de argumentos apresentados no artigo supracitado. Neste artigo, será considerada a afirmação de que Jesus escreveu no chão do templo com o seu dedo. Como o artigo retrocitado comentou:

Como um templo extremamente luxuoso poderia ter um chão de terra? Porque essa passagem afirma que Jesus escrevia com o dedo na terra. Uma contradição muito grande! Já foge da realidade – um templo revestido de ouro com o chão de terra. Algo sem o menor nexo, sem lógica.

Vejamos como essa passagem se encontra na Bíblia Pastoral (católica):

1 - Dirigiu-se Jesus para o monte das Oliveiras.

2 - Ao romper da manhã, voltou ao templo e todo o povo veio a ele. Assentou-se e começou a ensinar.

3 - Os escribas e os fariseus trouxeram-lhe uma mulher que fora apanhada em adultério.

4 - Puseram-na no meio da multidão e disseram a Jesus: Mestre, agora mesmo esta mulher foi apanhada em adultério.

5 - Moisés mandou-nos na lei que apedrejássemos tais mulheres. Que dizes tu a isso?

6 - Perguntavam-lhe isso, a fim de pô-lo à prova e poderem acusá-lo. Jesus, porém, se inclinou para a frente e escrevia com o dedo na terra.

7 - Como eles insistissem, ergueu-se e disse-lhes: Quem de vós estiver sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra.

8 - Inclinando-se novamente, escrevia na terra.

9 - A essas palavras, sentindo-se acusados pela sua própria consciência, eles se foram retirando um por um, até o último, a começar pelos mais idosos, de sorte que Jesus ficou sozinho, com a mulher diante dele.

10 - Então ele se ergueu e vendo ali apenas a mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão os que te acusavam? Ninguém te condenou?

11 - Respondeu ela: Ninguém, Senhor. Disse-lhe então Jesus: Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar.

No texto de João 8:1-11, Jesus estava no templo (verso 2), e lá passou “a escrever no chão com o seu dedo” (verso 6). Sobre este ato atribuído a Jesus no verso 6, a Bíblia de Jerusalém traz a seguinte nota: “O significado desse gesto permanece obscuro.”

A obra Estudo Perspicaz das Escrituras (volume 2, p. 120, verbete “João, Boas Novas Segundo) comentou:


A Passagem Espúria de João 7:53–8:11. Estes 12 versículos foram obviamente acrescentados ao texto original do Evangelho de João. Não se encontram no MS Sinaítico, nem no MS Vaticano N.º 1209, embora apareçam no Códice Bezae do quinto século, e em manuscritos gregos posteriores. São omitidos, contudo, pela maioria das versões antigas. É evidente que não constituem parte do Evangelho de João. Certo grupo de manuscritos gregos situa esta passagem no fim do Evangelho de João; outro grupo o coloca depois de Lucas 21:38, apoiando a conclusão de que é um texto espúrio e não inspirado.


A Bíblia na Linguagem de Hoje traz a seguinte nota de rodapé sobre João 8:1-11: “Os versículos 1 a 11 não fazem parte do texto original grego.” A versão de João Ferreira de Almeida da Imprensa Bíblica Brasileira explica em sua nota de rodapé: “Na maior parte dos manuscritos antigos não consta este trecho de João 7.53 até 8.11.”

A evidência arqueológica

Em 2016 foi noticiado que arqueólogos israelenses conseguiram reconstruir sete partes originais do piso do templo edificado por Herodes. Segundo noticiado, os mosaicos que formavam o piso eram pedras multicoloridas polidas e cortadas para compor uma diversidade de formatos geométricos. O tamanho desses mosaicos herodianos corresponde à medida de um pé romano: 29,6 centímetros.




Piso onde Jesus andou

Fonte das fotos: https://www.eismeaqui.com.br/ultimas-noticias/piso-do-segundo-templo-e-reconstruido-em-israel/

Conclusão

Portanto, este fato sobre o piso do templo é mais uma evidência de que o relato sobre a mulher adúltera não faz parte das Escrituras inspiradas por Deus.

Veja também o artigo: “A ‘mulher apanhada em adultério’ – essa história está mesmo na Bíblia?”


Referências:
Arqueólogos restauran piso del Segundo Templo donde Jesús Enseñó. Tiempo Cristiano. Disponível em: <https://www.tiempocristiano.com/2016/09/17/arqueologos-restauran-piso-del-segundo-templo-donde-jesus-enseno/>.

João 8. Bíblia Pastoral. Disponível em: <https://www.abiblia.org/ver.php?id=4571>.

Piso do Segundo Templo é reconstruído em Israel. CpadnewsDisponível em: <https://cpadnews.com.br/universo-cristao/35833/piso-do-segundo-templo-e-reconstruido-em-israel.html>.

Piso do Segundo Templo é reconstruído em Israel. Eis-me Aqui. Disponível em: <https://www.eismeaqui.com.br/ultimas-noticias/piso-do-segundo-templo-e-reconstruido-em-israel/>.

Piso do Segundo Templo é reconstruído em Israel. Igreja Batista Livre. 26/09/2016. Disponível em: <http://batistalivre.org.br/noticias_desc.asp?id=554>.

Piso do Segundo Templo é reconstruído em Israel. O Verbo. 19h00 - 08/09/2016. Disponível em: <https://overbo.news/piso-segundo-templo-reconstruido-jerusalem/>.

 

Contato: oapologistadaverdade@gmail.com 

Os artigos deste site podem ser citados ou republicados, desde que seja citada a fonte: o site www.oapologistadaverdade.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *